Rovio anuncia demissões depois de baixa demanda por Angry Birds

O mercado de jogos digitais é um dos que mais emprega artistas digitais nos dias de hoje, e sempre recomendo para os meus alunos interessados em começar a trabalhar com a produção de conteúdo digital, procurar algum posicionamento nesse mercado. Além de estudar a parte técnica relacionada com a produção do jogo é interessante conhecer o mercado, e a dinâmica das empresas que já possuem produtos de renome. Entre as empresas que despontaram para o mercado nesses últimos anos temos a Rovio, que é a dona daquela franquia de jogos dos passarinhos zangados, que você deve conhecer como Angry Birds.

A mecânica do jogo é simples mas viciante, e por um longo período de tempo se tornou sinônimo de jogo em dispositivos móveis. Mas, assim como acontece em qualquer setor da economia, existem momentos de bonança e também de crise. Essa semana foi divulgado que a Rovio estava demitindo uma grande quantidade de funcionários dos seus estúdios, devido a baixa demanda pelo jogo e a acomodação do mercado.

Por muito tempo a empresa tentou levar a franquia para outros produtos por meio de licenciamento, e quem já teve a oportunidade de pesquisar deve ter visto até mesmo marcas de alimentos diversos com os desenhos e marca dos pássaros.

angrybirds

Ao longo dos últimos anos o modelo de distribuição que faz mais sucesso é o Free to Play que permite fazer o download do jogo de maneira gratuita, e dentro do aplicativo os jogadores são estimulados a gastar dinheiro com itens ou com aquisição de extras. O modelo do Angry Birds nunca foi esse, e o volume de downloads e respectivas compras do jogo devem ter caído de maneira significativa. Fora essa possível perda em vendas, o estúdio fez um investimento pesado na animação Angry Birds, que consumiu quase 100 milhões de dólares.

Os investimentos pesados somados com a baixa demanda pelo jogo, resultou em perdas financeiras para o estúdio. Isso é uma lição para as pessoas que procuram montar seus próprios estúdios ou empreendimentos que se baseiam em produtos digitais. O mercado muda e você precisa seguir a tendência para adaptar o produto as demandas dos consumidores. Sem isso, o risco de ter problemas no futuro é muito grande. Pelo menos o estúdio tinha dinheiro em caixa para ajudar nessa transição.

Fonte: Cartoonbrew

Aprendendo sobre desenvolvimento de jogos

Quer trabalhar com desenvolvimento de jogos? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos relacionados com desenvolvimento e produção de jogos seja com o Blender, Unity ou Unreal Engine.

O que é necessário para se tornar um animador sênior?

Entre os diversos pedidos e dúvidas que recebo por e-mail aqui no blog, um deles se destaca pela freqüência que costuma aparecer não só aqui no blog, mas também com os meus alunos nas aulas presenciais. Essa dúvida está relacionada com os requisitos necessários para entrar em grandes estúdios de animação. O que é preciso estudar? Quais cursos fazer? Quais softwares? Para responder a esse tipo de dúvida, nada melhor que conferir os anúncios de emprego que esses mesmos estúdios publicam na internet. Por exemplo, a Lucas Film de Singapura está divulgando em fóruns especializados a necessidade de contratar um modelador 3d sênior, o e que o objetivo do trabalho da pessoa contratada será o projeto da série animada The Clone Wars.

Isso significa que é um trabalho de algo nível e com requisitos igualmente elevados. O que é preciso para trabalhar lá? Visite esse link para conferir a pequena lista de demandas da Lucas Film, para ser considerado um animador sênior.

Clone Wars

Como a lista de requisitos está toda em inglês, tomei a liberdade de fazer uma tradução rápida dos itens necessários para se candidatar a vaga, além da descrição do que fará um modelador sênior. Vamos começar pela descrição do cargo de modelador sênior:

  • Modelar e ajustar texturas em modelos 3d complexos representando cenários, arquitetura, personagens e outros objetos usados em produção de animações.
  • Colaborar com outros artistas para criar objetos 3d e cenários para animações.
  • Criar e manter bibliotecas de expressões faciais para animação.
  • Trabalhar com a equipe de pré-produção para criar as texturas planejadas de maneira idêntica ao que for determinado pela equipe, para aplicar em modelos 3d e personagens.
  • Trabalhar em equipe para ajudar nas decisões de design dos modelos 3d.
  • Manter ou exceder um nível consistente de produtividade, cumprindo os prazos estipulados e criando modelos 3d de alta qualidade.

Essa é uma descrição do que fará o modelador, caso seja contratado. Agora vamos aos requisitos técnicos para poder se candidatar:

  • Diploma de bacharel em ciências da computação, visualização em computador, animação por computador (preferido).
  • Mais de quatro anos de experiência em animação 3d por computador, ou efeitos visuais para filmes.
  • Conhecimentos sólidos em personagens, cenários, veículos e outros.
  • Conhecimentos em Linux, Unix e Windows.
  • Domínio de Photoshop.
  • Conhecimentos avançados em Maya ou ouro software de animação hig-end é necessário.
  • Domínio de técnicas como Texturas UV, Layout UV, projeção de texturas e pintura de texturas.
  • A criação de texturas procedurais por meio de scripts é desejável.
  • Domínio no uso de texturas em ao menos um software 3d.
  • Habilidade artística comprovada.
  • Atenção para detalhes em personagens.
  • Capacidade de aprender rápido e assimilar novas informações.
  • Boa capacidade de comunicação.
  • Bom relacionamento interpessoal.
  • Apresentar um demo reel com exemplos de trabalhos realizados em arte tradicional, fotografia e animação por computador. Sendo que na animação por computador é necessário mostrar os wireframes e um pequeno making of das cenas.

Então, será que você já pode se inscrever?

Só para usar um trocadilho e descrever a importância de um animador sênior no desenvolvimento de uma equipe, esse seria o Jedi da modelagem 3d, e pelos requisitos apresentados para esse emprego, fica fácil de perceber a razão pela qual o título é merecido. A responsabilidade desse profissional é igualmente grande no projeto, pois ele estará no topo da hierarquia dos modeladores 3d e comandará uma pequena equipe de artistas 3d.

O trabalho requer conhecimentos e domínio tanto da parte artística da representação de visuais em 3d, como o desenvolvimento de scripts e shaders para o Maya, assim como o trabalho com arte tradicional. Acho que com essa pequena lista, fica bem fácil ter uma idéia dos caminhos e tópicos necessários para chegar nessa posição.

Como montar seu próprio estúdio de animação 3d?

Qual o seu objetivo com o estudo de softwares e ferramentas ligadas à computação gráfica? Em algumas ocasiões isso é apenas um hobby, mas pode ser o inicio de uma carreira promissora, criando imagens ou animações para fins comerciais. Como passei muito tempo ministrando aulas sobre o assunto, sempre estava respondendo várias perguntas dos meus alunos; como é o mercado de trabalho? O que fazer para ter sucesso na área? A saída é abrir o seu próprio estúdio?

A resposta para essas perguntas é; o mercado não é fácil para ninguém! Isso não se resume apenas a quem trabalha com computação gráfica.

Mas, e se você quiser empreender o seu próprio negócio na área de computação gráfica? Como fazer para montar o seu próprio estúdio? Essa é a melhor alternativa?

Bem, o Brasil é chamado de país dos empreendedores, portanto, acho que esse é o desejo da maioria das pessoas que almejam um dia viver de computação gráfica. Se essa é a sua situação, o pessoa da revista 3D World, deve publicar na sua próxima edição um guia completo, sobre como montar o seu próprio estúdio de animação 3d. Ainda não tenho a revista, mas para mostrar um pouco do material, eles disponibilizaram um arquivo PDF com um guia, detalhando os passos necessários montar o seu próprio negócio.

O PDF foi feito de maneira que você pode imprimir o “pôster” no formato A3 e acompanhar os passos necessários, para a implementação e funcionamento do seu próprio estúdio de animação. O guia mostra os passos necessários um ano antes e depois do lançamento do projeto.

Para quem tem essa pretensão, o material é muito bom! Claro que você deve fazer adaptações para a realidade do mercado de trabalho no Brasil. Quem quiser levar a iniciativa a sério, deve fazer uma visita ao Sebrae, para buscar informações e apoio no empreendimento.

Esse é um passo enorme na vida profissional, abrir pode trazer mais trabalho e ao mesmo tempo preocupações. Você vai precisar se preocupar com contas, impostos, licenças de software, atualizações de hardware e principalmente na captação de clientes.

O guia que aborda assuntos como:

  • Estrutura tecnológica
  • Pesquisa de marketing
  • Finanças
  • Contratações

Se o seu objetivo é abrir um estúdio de animação no futuro, recomendo a leitura desse guia. Você pode tirar excelentes dicas dele.