Livro Google SketchUp Pro 8 passo a passo

Nessa última semana estive revisando alguns livros para publicar um parecer aqui no blog, sendo que um deles é a atualização do já consagrado Google SketchUp Passo a Passo do João Gaspar. A série de livros do Gaspar é uma das melhores referências para quem precisa aprender de maneira rápida, e detalhada o funcionamento do SketchUp para arquitetura. O próprio título do livro já explica a metodologia usada na obra, que é realmente segmentada em vários pequenos passos para ajudar a compreender melhor o funcionamento do SketchUp. Com a atualização do SketchUp para a versão 8, o material foi prontamente atualizado para englobar as novidades do SketchUp Pro 8.

Um dos pontos positivos do livro é que apesar do título ser direcionado para o SketchUp Pro 8, a maioria do conteúdo pode ser aproveitando na íntegra na versão gratuita do SketchUp 8. Isso mesmo, as opções que não estão presentes na versão gratuita do SketchUp são poucas em relação do conteúdo do livro, como a importação de arquivos DWG.

sketchup-pro-8-livro-analise.jpg

O que é abordado no livro? Essa é uma lista com a divisão dos capítulos que já mostra um pouco do conteúdo:

  1. Começar a usar o SketchUp
  2. Como desenhar mais e melhor
  3. Sombras, cores e texturas
  4. Como organizar um projeto?
  5. Uma apresentação impressionante
  6. Como criar terrenos em 3D
  7. Montar pranchas no SketchUp Layout
  8. SketchUp, Google Earth e Armazém 3D
  9. Interação com outros programas
  10. Interface, menus, paletas e janelas

Do conteúdo apresentado nesses capítulos, o único que não tem aplicação direta na versão gratuita do SketchUp 8 é o de número 7, que aborda o uso do LayOut. Esse é um software especializado em montar pranchas para impressão, e que só está disponível para os usuários que comprarem o SketchUp Pro. Fora essa parte, podemos usar o conteúdo sem grandes problemas tanto na versão Pro como na gratuita.

Como já conhecia o trabalho do Gaspar a análise do livro foi bem simples e rápida, pois a metodologia que ele aplica no material é dinâmica e voltada para os usuários que partem do básico, até organizar projetos completos de arquitetura. Mas, isso não significa que o livro não possa ser usado por profissionais ou usuários experientes. Mesmo nesses casos, o livro serve como uma ótima referência para comandos ou funções do SketchUp 8, sem falar das novidades que já são bem explicadas.

Meu veredicto?

O livro é mais que recomendado a todos que precisam aprender o SketchUp 8!

Curso e apostila avançada de SketchUp Pro

O SketchUp é uma ferramenta destinada a criar elementos gráficos para o Google Earth, mas devido a facilidade com que podemos elaborar objetos puramente geométricos, o software acaba sendo usado para representar projetos e modelos 3d para arquitetura. Nos projetos mais simples, ou que demandam apenas auxílio no desenvolvimento da parte plástica do projeto, o SketchUp acaba sendo mais que suficiente. Mas, quando a coisa acaba ficando mais séria, precisamos fazer uma abordagem com foco em opções avançadas do SketchUp. Apesar de não parecer, podemos aproveitar diversas “jóias” para produtividade no SketchUp.

Já faz aproximadamente uma semana que estou lendo a apostila de SketchUp Pro avançado, que o pessoal da Rede VectorPro gentilmente me enviou para análise. Hoje pela manhã consegui terminar a leitura do material, que seguem o mesmo padrão de qualidade do livro SketchUp passo a passo do João Gaspar. Se você gostou o livro, existe uma grande chance de gostar desse material também.

SketchUp Pro apostila

Quais as diferenças entre esse material e o livro?

Para quem não conhece a diferença entre o SketchUp e o SketchUp Pro, podemos resumir essa diferença na ausência de recursos e opções na versão gratuita do software. No caso do SketchUp, podemos listar o software auxiliar chamado de LayOut que gera pranchas preparadas para impressão, e facilidades como a possibilidade de importar nativamente arquivos no formato DWG.

Essa apostila tem o foco direcionado exatamente para esse tipo de ferramenta. Outro ponto importante, é que ela complementa um assunto que não é abordado no livro SketchUp passo a passo que é a parte sobre plugins e scripts para o SketchUp. Um dos primeiros capítulos do material é totalmente dedicado a esse tipo de recurso.

Aqui está uma lista com os títulos dos capítulos do material:

  1. Visualização, modelagem e texturização avançadas
  2. Técnicas avançadas de organização e produtividade
  3. Como usar os plugins mais famosos para SketchUp
  4. Ferramentas bádicas do SketchUp LayOut
  5. Como criar viewports e apresentar com o SketchUp LayOut
  6. Interface, menus, paletas e janelas do SketchUp LayOut

Para as pessoas interessadas em aprender mais sobre o SketchUp Pro, usando recursos avançados para apresentar e desenvolver de maneira mais rápida seus projetos, o material é mais que recomendado. Para os residentes em São Paulo, o curso de SketchUp Pro avançado na sede da rede VectorPro talvez seja o complemento ideal para esse material.

Google SketchUp 8 disponível para download

O SketchUp é uma das ferramentas de modelagem 3d mais importantes no que diz respeito a união de qualidade na modelagem, e também facilidade de uso. Sempre que conheço alguma pessoa com grande dificuldade em trabalhar com softwares 3d, recomendo que a mesma tente primeiro criar objetos no SketchUp para depois passar para softwares mais complexos como o Blender ou 3dsmax. A ferramenta é tão simples que professores de escolas primárias e secundárias usam o SketchUp para ensinar geometria e matemática para crianças. No mercado de visualização para arquitetura e projetos 3d o software é muito útil devido a sua gama enorme de plugins e ferramentas adicionais, sem mencionar os renderizadores.

Hoje pela manhã o Google anunciou a atualização do software, sendo que agora podemos fazer o download gratuito do SketchUp 8. Isso mesmo, o SketchUp acabou de ganhar uma atualização com várias novidades e ferramentas. Para saber mais sobre o que esperar dessa atualização, o vídeo abaixo reúne algumas delas:

Como podemos perceber pela primeira parte do vídeo, muito do que podemos fazer agora no software é passível de se encaixar em contextos. Isso facilita muito o trabalho de arquitetos e engenheiros, que podem adicionar elementos nos arredores de projetos ainda em desenvolvimento, e usar material real para ruas e outros elementos dos arredores.

A modelagem 3d ganhou ferramentas novas que agora suportam o uso de sólidos. Sim, por mais incrível que pareça os usuários do SketchUp 8 Pro agora tem disponíveis sólidos. O que conhecemos como operações Booleanas também estão presentes. Os artistas 3d podem usar cinco operações:

  • Union
  • Intersect
  • Subtract
  • Trim
  • Split

A segunda parte do vídeo mostra as melhorias do software chamado de Layout que serve para criar diagramas para impressão, usando os modelos 3d criados com o SketchUp 8. Nessa versão temos várias melhorias no desenho com escala, permitindo realmente trabalhar com ambientes semelhantes ao que temos no Layout do AutoCAD.

Se você é usuário do SketchUp e quer conferir as novidades, recomendo fazer o download para testar a versão gratuita. No caso da Pro é possível usar a mesma por 30 dias para fins de avaliação. Os que dependem muito de plugins devem conferir a compatibilidade dos mesmos para evitar problemas.

Tutorial SketchUp: Script remove faces duplicadas de modelos 3D

A modelagem 3d de objetos com aspecto mais geométricos sempre resulta em pequenos problemas de topologia, principalmente quando o objetivo da modelagem é criar elementos complexos com várias faces. Mas, é quando o projeto envolve a manipulação e criação de superfícies com curvas e pequenos detalhes arredondados que a coisa começa realmente a complicar. Um dos problemas mais comuns nesse tipo de projeto é a existência de faces coplanares, que deixam o arquivo do projeto mais pesado e não agregam nada ao modelo 3d.

Na última atualização do 3ds Max, a Autodesk até adicionou uma ferramenta que faz a análise de modelos 3d, mostrando locais em que podemos encontrar faces e superfícies coplanares, para otimizar a topologia do modelo. Em outras ferramentas 3d isso também é possível, mas requer o uso de plugins ou scripts que fazem essa análise do modelo 3d. Caso você seja usuário do SketchUp e já passou por dificuldades com faces coplanares, existe um plugin que pode ajudar muito na análise e correção desse tipo de problema em modelos 3d.

O plugin para SketchUp se chama CleanUp e pode ser copiado de maneira gratuita nesse endereço. É necessário se registrar no fórum para ter acesso ao arquivo.

tutorial-sketchup-ferramenta-modelagem-faces-duplicadas

A imagem que ilustra esse artigo mostra bem o resultado da aplicação do script em objetos que geralmente apresentam grande quantidade de faces duplicadas, que são os móveis e objetos usados na ambientação do projeto.

Depois que o script é devidamente copiado na pastas de scripts do SketchUp, podemos acionar a ferramenta e ajustar os seus parâmetros. A quantidade de informações necessárias para remover as faces duplicadas é bem simples, precisando apenas que o artista determine se quer ou não remover as faces. Depois disso o próprio script faz o trabalho de aperfeiçoar o modelo 3d.

Essa é uma ferramenta indispensável para artistas 3d e profissionais que usam o SketchUp como plataforma de modelagem, principalmente se o objetivo da modelagem for exportar os objetos para outros softwares, coisa bem comum em termos de aproveitamento com o SketchUp. O modelo 3d base é construído de maneira rápida com o SketchUp e depois exportado para ferramentas como o Blender 3D, 3ds Max ou Cinema 4D para receber materiais e texturas realistas.

SketchUp 7.1 é lançado sem suporte a arquivos DWG e DXF

Essa semana o SketchUp foi atualizado para a versão 7.1 que trouxe algumas novidades interessantes, e outras que não devem agradar muito as pessoas que optam por usar versão gratuita do software. O SketchUp 7.1 gratuito não tem mais suporte a importação de arquivos DWG e DXF de maneira nativa, sendo necessário fazer o download de um plugin adicional do próprio Google para habilitar o recurso novamente. O plugin para importar e exportar arquivos DWG e DXF no SketchUp 7.1 pode ser copiado no link indicado. Esse tipo de recurso é muito importante para arquitetos e engenheiros, pois permite trabalhar a modelagem 3d usando como apoio uma planta ou desenho técnico desenvolvido no AutoCAD, ArchiCAD, VectorWorks ou outro software de CAD.

Mas, corra para fazer o download que na própria página em que o download está disponível, existe um aviso informando que os arquivos estão disponíveis por tempo limitado. Para os usuários do SketchUp Pro, nada mudou.

E as outras novidades? Entre as novidades apresentadas pelo Google para o SketchUp 7.1, podemos listar a maior integração do software com serviços do próprio Google como a 3d Warehouse e o Google Earth. O vídeo abaixo faz um breve resumo sobre as novidades dessa versão:

Agora podemos fazer o download e enviar também, componentes e elementos de um projeto para o 3d Warehouse sem a necessidade de separar os objetos em dois arquivos. Outra novidade interessante, mas que para os brasileiros ainda deve demorar a se concretizar é o uso de fotos do Google Street View, como texturas aplicadas nas fachadas das edificações. Assim é possível criar o entorno para maquetes eletrônicas usando fotos reais das edificações ao lado do terreno, sem precisar sequer visitar o local. Como o Street View ainda está começando apenas no Brasil, precisamos esperar para aproveitar esse recurso.

O suporte a manipulação e render de modelos 3d mais complexos foi melhorado também nessa versão, o que deve facilitar o uso do SketchUp como ferramenta de modelagem 3d para projetos e edificações em maior escala.

Para os usuários do Blender 3D é interessante notar que essa versão do SketchUp teve o suporte ao formato COLLADA melhorado, e o Google até mesmo alfinetou a Autodesk e outras empresas que usam formatos fechados e obrigam artistas e permanecer com os seus softwares, para poder manipular seus projetos. Acredito que a mensagem no anuncio oficial tenha sido direcionado as iniciativas da Autodesk com os seus formatos DWG e também o MAX, que são muito usados em ambientes de visualização 3d e projetos.

O formato COLLADA é especialmente importante para usuários do Blender 3d, pois quando o projeto destinado a melhorar o suporte ao COLLADA no Blender, desenvolvido como parte do SoC 2009 for concluído, junto com o B-Mesh, poderemos usar os modelos disponíveis no 3D Warehouse do SketchUp no Blender sem maiores dificuldades. Isso significa ter acesso a uma enorme biblioteca de modelos 3d e móveis gratuitos!

Para saber mais sobre as novidades do SketchUp 7.1, inclusive as opções disponíveis na versão Pro, leia esse artigo publicado no blog da rede VectorPro.