GIMP 2.8 com janelas unificadas e no Mac OS X

O GIMP é sem sombra de dúvida o melhor software de edição de imagens e pintura em ambientes de software livre, sendo muito recomendado que você o utilize junto com o Blender para editar texturas, finalizar imagens e manipular de forma geral o resultado do seu projeto de modelagem. E mesmo para as pessoas que não trabalham diretamente com modelagem 3d e render, o fato de ter a disposição um software como o GIMP é excelente para editar fotografias, criar imagens para web, otimizar o tamanho de imagens.

Nas diversas vezes em que tive a oportunidade de ministrar cursos sobre o GIMP, os usuários se queixavam de alguns aspectos relacionados ao funcionamento e design do software. O ponto mais polêmico eram as chamadas janelas flutuantes. Esse modo de funcionamento do GIMP fazia com que os menus e janelas do software não ficassem agrupados dentro de uma estrutura única, mas segmentados e espalhados pelo desktop. Para algumas pessoas isso era apenas um pequeno detalhe, mas em outros casos era algo bastante incômodo, pois para realizar determinada tarefa o usuário precisava “caçar” a janela no desktop para acessar um menu ou ferramenta.

Outro grupo de usuários que se queixavam bastante eram os do Mac OS X, que precisam instalar o X11 para poder usar o GIMP no seu computador.

Hoje a coisa está bem diferente, e já existe um modo de janela única no GIMP que pode ser acionado no menu Janela -> Modo janela única e como resultado teremos uma interface totalmente organizada em apenas uma janela, como mostra a imagem abaixo:

GIMP janelas únicas

E para os usuários do Mac OS X a melhor notícia é a existência de um instalador nativo do GIMP! Sim! Agora você pode fazer o download de um arquivo dmg e adicionar o GIMP diretamente a pasta de aplicações do seu Mac OS X. Acabei de testar em um computador com o Snow Leopard e está funcionando perfeitamente.

Essas características do GIMP não são recentes, como o exemplo das janelas unificadas, mas acredito que é de interesse dos leitores do blog, que gostariam de utilizar uma alternativa ao Photoshop em ambientes de produção.

AutoCAD 2011 para Mac: Download gratuito

A Autodesk anunciou hoje a disponibilidade imediata para download do AutoCAD 2011 para o Mac OS X, que era o lançamento mais aguardado para a plataforma da maçã, entre os usuários do sistema que trabalham com arquitetura e engenharia. Mesmo já contando com diversas opções igualmente poderosas e capazes de dar suporte ao desenvolvimento de projetos e desenho técnico como o VectorWorks e ArchiCAD, o nome AutoCAD ainda é muito associado ao desenho assistido por computador, conhecido pelo acrônimo em inglês CAD. Já faz algumas semanas que as primeiras notícias sobre o lançamento do AutoCAD 2011 para Mac já estava circulando na internet. O software já pode ser copiado pelos usuários interessados na página do AutoCAD 2011 para Mac.

Como ficou a interface do AutoCAD para Mac? Quem já está acostumado com o AutoCAD na plataforma Windows não deve encontrar grandes dificuldades para trabalhar na versão Mac. O vídeo abaixo mostra muito bem o funcionamento básico da interface:

Junto com o AutoCAD 2011 para Mac, também podemos fazer o download gratuito do AutoCAD WS para iOS que permite visualizar arquivos DWG em dispositivos móveis da Apple como o iPhone, iPad e iPods. O recomendado é usar um iPad pela facilidade de trabalhar com telas maiores.

Como fazer o download gratuito do AutoCAD 2011 para Mac?

A política de incentivo ao uso dos seus aplicativos por acadêmicos e estudantes, fez a Autodesk liberar de imediato o download gratuito do AutoCAD na sua área educacional. O funcionamento é bem simples: estudantes e professores podem se cadastrar no site, e ter acesso a licenças educacionais dos softwares para uso não comercial. É uma versão trial? Não! Com o AutoCAD 2011 para Mac mesmo a licença é válida por três anos. Sim, você pode usar o software na faculdade ou curso técnico por três anos de maneira totalmente gratuita.

Eu mesmo já fiz o download da minha cópia do AutoCAD 2011 para Mac, e a mesma é válida até 2013. O mesmo se aplica em softwares como o 3dsmax, Maya e outros. O prazo das licenças pode variar, mas geralmente é de um ano.

Os usuários que tenham computadores mais antigos da Apple podem encontrar uma dificuldade ao instalar o AutoCAD, devido a exigência de aceleração por GPU. Sim, você precisa ter um computador com placa compatível. Quem deve sofrer com isso são os usuários de Macbooks mais antigos com GPU integrada da Intel.

AutoCAD para Mac Os X e iOS confirmados

Os profissionais da área de design e construção que acabam decidindo por migrar dos ambientes Windows para o Mac, sempre encontram na alteração das suas principais ferramentas de design e desenho uma dificuldade. O AutoCAD é uma das ferramentas mais usadas na área de desenho técnico assistido por computador, e mesmo já existindo opções mais avançadas e produtivas para acompanhar projetos, muitas pessoas procuram por AutoCAD no Mac assim que fazem a migração. Desde 1992 isso não é mais possível, pois foi o ano em que a Autodesk descontinuou as versões nativas do AutoCAD para o sistema da Apple.

Já faz algumas semanas que publiquei um artigo aqui no blog comentando sobre sinais encontrados em diversos locais, sobre um provável Beta do AutoCAD sendo testado no Mac. Desde aquela data nenhuma nova notícia sobre o desenvolvimento tinha sido divulgada, até que hoje a própria Autodesk acabou confirmando a notícia, inclusive com um site oficial do AutoCAD para Mac.

Junto com o site temos um pequeno comercial preparado para divulgar o AutoCAD para Mac, produzido pela Autodesk:

A versão para Mac deve suprir uma demanda crescente por profissionais que estão migrando para a plataforma da Apple. Mesmo existindo opções igualmente poderosas e até mais indicadas para trabalhar com projetos, principalmente em arquitetura. Estou falando do ArchiCAD e VectorWorks que trabalham com a tecnologia BIM, oferecendo opções avançadas de gestão do projeto já nativamente em ambientes Mac.

Além da versão dedicada ao Mac, a Autodesk planeja também lançar o AutoCAD para plataformas móveis. Isso mesmo, uma versão para o iOS rodando no iPhone e iPad. Essa versão deve permitir apenas visualizar arquivos DWG. A previsão de lançamento é o outono no hemisfério Norte, o que deve levar aproximadamente um mês.

Agora só falta a Autodesk converter o 3dsmax para o Mac, que é o desejo da grande maioria dos usuários do software que conheço. Esses artistas só não migram para o Mac devido a ausência do 3dsmax. Quem sabe com as últimas atualizações no núcleo do 3dsmax esse processo seja mais simples de realizar. O que se sabe é que o software usa tantos recursos do Windows que está praticamente ligado ao sistema, e qualquer tentativa de migrar o mesmo para outras plataformas exigiria reformular o software completamente.

Só nos resta esperar.

AutoCAD 2011 para Mac OS X em Beta

Os rumores sobre uma versão do AutoCAD que estaria sendo desenvolvida para a plataforma Mac parecem que agora começam a tomar mais forma e veracidade. Até alguns dias atrás esse tipo de notícia era baseada em pistas reunidas por usuários do AutoCAD que perceberam mudanças e ajustes no comportamento da Autodesk, como comento nesse artigo sobre o AutoCAD 2011 para Mac OS X. Coisas como a existência de um sistema de ajuda baseado em documentos web e não mais o famoso chm, que é acessível apenas em Windows. Isso mostraria que essa versão do AutoCAD teria um sistema de ajuda universal, como já faz a Adobe.

Era apenas um rumor, quando um web site especializado em Mac da Itália publicou que teve acesso a informações entre beta testers da Autodesk, que o software já estava sendo testado. O próprio web site conseguiu imagens do software rodando no Os X e que depois acabou se transformando em vídeo! O vídeo abaixo mostra um pouco do AutoCAD 2011 Beta rodando nativamente em Mac OS X:

Como é possível perceber pelo material, o software como um todo ainda está muito simplificado e não deve ser lançado comercialmente nem tão cedo. Até mesmo a interface Ribbon característica do AutoCAD desde a versão 2009, ainda não está presente. Outro ponto interessante são os painéis flutuantes, lembrando muito o sistema de janelas usado pelo GIMP.

Quando a veracidade do vídeo, até agora a Autodesk não se pronunciou ou comentou o caso, mas se o vídeo for confirmado, será uma excelente notícia para os fãs do AutoCAD que não migram para a plataforma da Apple, pela inexistência do software para o OS X. Mesmo com diversas opções mais poderosas e direcionadas para arquitetura no Mac, como o VectorWorks e o ArchiCAD, muita gente ainda se sente confortável desenvolvendo seus projetos no AutoCAD.

Agora é só aguardar até que a Autodesk se pronuncie e confirme o desenvolvimento de uma versão do AutoCAD 2011 para o Mac OS X. Por enquanto, AutoCAD no Mac só rodando com o VM Ware Fusion ou Parallels, que não é a melhor solução em termos de performance, mas resolve.

AutoCAD 2011 pode receber versão para Mac Os X

Uma das coisas que faz muitos arquitetos e engenheiros resistirem em mudar o seu ambiente de trabalho do PC baseado em Windows, para um Mac é a ausência do AutoCAD. Mesmo com excelentes opções para a plataforma da Apple voltadas para desenho técnico e gestão de projetos como o VectorWorks e o ArchiCAD, muita gente só sabe usar o AutoCAD e não está disposta a mudar de software. Já faz um bom tempo que recebo perguntas sobre o uso do AutoCAD no Mac Os X. Eu mesmo uso a versão educacional do AutoCAD 2010 virtualizado no Mac Os X, com a ajuda do VM-Ware. Em termos de performance não é a melhor opção, mas funciona.

Depois que o AutoCAD 2011 foi lançado pela Autodesk, um rumor está circulando os blogs especializados em CAD e nos fóruns de usuários do software. Esse rumor, nada mais é que o desenvolvimento em segredo ainda de uma versão do AutoCAD 2011 para o Mac Os X. Existem diversas pistas no próprio AutoCAD 2011 que levam a crer que em breve, uma versão para Os X será lançada.

Point Cloud in AutoCAD 2011

A primeira pista para esse desenvolimento do AutoCAD está na mudança do sistema de Help. Sim, o sistema de help do AutoCAD 2010 era baseado nos arquivos tipo chm do Windows e na versão 2011 está todo na web. Uma rápida análise no próprio conteúdo do help mostra que as imagens e referências estão escritas de maneira a deixar o conteúdo independente de plataforma.

Isso pode parecer pouco, mas é uma mudança muito grande de estrutura sem nenhuma justificativa plausível.

Outro ponto importante e ainda mais descarado é o SDK do ObjectARX usado para desenvolver ferramentas e plugins para o AutoCAD 2011. A nova versão apresenta diversos comentários de texto nos códigos com uma alusão clara a elementos do Os X.

Por enquanto, são apenas rumores que podem muito bem se concretizar num futuro próximo.

Isso deve ser reflexo do incrível sucesso do Autodesk Smoke, lançado para a plataforma poucas semanas atrás. Se você quiser fazer o download gratuito do AutoCAD 2011, visite o endereço indicado. Apesar de ser um início animador, existem outras ferramentas da Autodesk que devem aparecer na plataforma Mac. Para os que nutrem esperanças de ver o 3ds Max funcionando no Mac, é melhor colocar as barbas de molho, pois isso deve demorar muito para acontecer, se é que veremos tal adaptação.