Ajustando as normais de faces em polígonos no Maya

Na modelagem 3d baseada em polígonos é necessário cuidado especial na organização de diversos aspectos do modelo 3d. Por exemplo, os artistas devem tomar cuidado com a organização e disposição dos edge loops, para deixar o arranjo das arestas composto de maneira a facilitar futuras atualizações no modelo. Outro ponto importante nessa área é o controle do direcionamento das chamadas normais das faces. Essas são características das faces dos polígonos em 3d que determinam a área visível das superfícies. A falta de controle desse tipo de propriedade pode gerar pequenos defeitos na modelagem, principalmente na suavização do modelo ou em animações procedurais.

Em softwares como o Maya é possível usar um menu especial apenas para controlar a orientação das normais nas faces de modelos 3d. Para quem nunca teve a oportunidade de trabalhar com esse tipo de modelagem no Maya, o vídeo abaixo é uma excelente referência para quem quiser aprender.

No Maya as normais podem ser exibidas usando o menu Display que controla a visualização de diversos objetos e propriedades na Viewport. Na área dos polígonos existe uma opção chamada Face Normals que aciona a exibição das normais, que são representadas por linhas perpendiculares que se projetam diretamente das faces dos modelos 3d.

Os controles dedicados para editar e alterar a maneira com que as normais são exibidas ficam disponíveis quando alteramos o Shelf para a opção Polygon. Quando isso é feito teremos acesso ao menu Normals que agrega todas as principais opções de edição, como o Reverse que inverte as normais de qualquer face que esteja selecionada.

Em outros softwares 3d os ajustes e controles relacionados com as normais das faces estão em lugares diferentes, mas a sua importância é a mesma. Na modelagem baseada em polígonos o controle desse tipo de propriedade é de fundamental importância para corrigir problemas de visualização e suavização em modelos 3d. Geralmente quando acontecem problemas como pequenas manchas nos modelos 3d, o motivo é o alinhamento errado das normais.

Como estou montando minhas aulas sobre Maya novamente, esse tipo de tutorial é de fundamental importância para complementar as explicações em sala e agregar material suficiente para que os alunos possam praticar em casa.

Tutorial de animação com Maya usando nCloth

Como parte da reciclagem que sempre promovo no meu material de aula, sempre que começo uma nova turma, estou reformulando o que já tinha pronto sobre o Maya. Esse semestre tive a oportunidade de começar a ensinar a parte de dinâmica do Maya, e preciso atualizar o material do Maya 8.5 para o 2010 ou 2011. Como o foco do curso é a parte do dinâmica, estou reunindo muita coisa legal sobre partículas, fluidos e outras animações geradas com o módulo de dinâmica. Para mostrar como algumas dessas operações são relativamente simples, resolvi publicar um artigo mostrando o procedimento necessário para fazer uma simulação usando nCloth.

O processo é bem simples e semelhante ao que fazemos em outras ferramentas que dispõe de opções para simulação de tecidos. Primeiro é necessário criar um objeto que servirá como obstáculo da simulação e depois precisamos gerar a malha que sofrerá a deformação. A malha deve possuir uma boa quantidade de subdivisões para que seja possível gerar deformações suaves.

O vídeo abaixo mostra muito bem esse procedimento, e mesmo estando em inglês, permite acompanhar de maneira muito simples todo o processo.

A criação desses elementos não é o problema, mas o ajuste fino da simulação é que aparece como grande desafio desse tipo de simulação. Depois que adicionamos as opções selecionadas nos seus respectivos Shelfs, podemos ajustar o tempo da animação e acionar o play para visualizar o tecido em ação. O processo é bem rápido e gera resultados satisfatórios para gerar toalhas de mesa ou outros tecidos sobre superfícies. O real desafio para conseguir trabalhar com simulações baseadas em física como essa são os inúmeros parâmetros disponíveis que permitem deformar e ajustar o tecido de várias maneiras.

Repare no vídeo como o painel de atributos do Maya lista várias opções de ajuste diferentes para o objeto que simula o tecido, logo depois que o autor do vídeo aplica a ferramenta no plano.

Para quem nunca se aventurou na área de dinâmica do Maya, as opções disponíveis para gerar esses tipos de simulação são simples de acionar e usar. Mas, caso seja preciso fazer ajustes mais específicos, prepare-se para passar alguns minutos tentando descobrir o que fazer com cada um dos parâmetros.

Mas, isso faz parte da diversão em trabalhar com animações físicas.