Tutorial de modelagem poligonal com 3ds Max: Cadeira

As técnicas de modelagem poligonal são muito interessantes, pois permite criar elementos de topologia relativamente complexa e também funcionam como uma maneira universal de criar modelos 3d. Se você aprendeu a trabalhar com modelagem poligonal no Blender, pode perfeitamente passar para outro software de modelagem, e apenas com um pouco de adaptação, é possível começar a trabalhar com o mesmo processo de modelagem 3d. Isso não é diferente para artistas acostumados a trabalhar com o 3ds Max, em que existem objetos como os Polys que ajudam muito na criação em 3d.

Como funciona a modelagem poligonal no 3ds Max?

Para quem nunca teve a oportunidade de usar o 3ds Max para modelagem 3d, ou mesmo, os que já conhecem a ferramenta, e quiserem acompanhar o processo de modelagem de uma cadeira simples, apenas para relembrar um pouco o funcionamento dos Editable Polys, o tutorial abaixo será de grande utilidade.

No vídeo, o autor mostra como criar uma cadeira simples usando apenas o Editable Poly do 3ds Max, e as suas ferramentas de manipulação básicas.

O tutorial mostra a aplicação das ferramentas principais da modelagem poligonal que são:

  • Transformações em objetos como vértices, arestas e faces;
  • Uso do extrude;
  • Ligação entre vértices, arestas e faces;
  • Ferramentas de corte como Loop Cut e Knife;

Com essas ferramentas é possível definir o tutorial como uma grande seqüência de repetição e aplicação dessas opções ao objeto inicial do vídeo, que é uma primitiva geométrica simples, um cubo.

Os usuários que conhecem as técnicas de modelagem poligonal devem reconhecer as transformações e ferramentas do 3ds Max utilizadas, e seus respectivos equivalentes em softwares como Maya, Blender e Cinema 4D. Essa é a vantagem de conhecer a modelagem poligonal. O artista passa ter um conhecimento relacionado com a edição e transformação dos polígonos, e basta uma breve adaptação ao ambiente de modelagem, para começar a criar em 3D.

Se você aceitar um exercício para colocar em prática os seus conhecimentos sobre modelagem poligonal, o que acha de tentar reproduzir essa mesma cadeira, em outro software que não seja o 3ds Max? Isso deve estimular você a procurar soluções para resolver problemas de topologia com as ferramentas do seu software 3d favorito.

Tutorial SketchUp: Modelando uma cadeira para design de interiores

A modelagem 3d no SketchUp é caracterizada pelo uso intenso de objetos e formas geométricas puras, fazendo com que o software não seja a melhor escolha para desenvolver projetos que usem formas orgânicas. Quando esse tipo de situação está presente em projetos que são desenvolvidos com o SketchUp, o artista 3d responsável precisa encontrar plugins ou scripts para o SketchUp que ajudem na resolução das formas ou então migrar para outras ferramentas 3d. Por isso, sempre recomendo que o SketchUp deve ser usado em conjunto com outra ferramenta de apoio, como o próprio Blender 3D para lidar com esse tipo de problema em projetos de modelagem.

O uso de plugins ainda pode salvar alguns projetos que usem formar orgânicas, como mostra o tutorial de modelagem que mostro nesse artigo. O tutorial é um excelente exemplo de como um plugin para o SketchUp pode ajudar significativamente na resolução de problemas relacionados com modelagem orgânica, sem a necessidade de recorrer a outros softwares. No vídeo é possível acompanhar o processo completo de modelagem de para uma cadeira simples, mas que aproveita plugins do SketchUp para facilitar o processo.

Esse tipo de modelagem é bem diferente do que estamos acostumados a acompanhar em projetos no SketchUp, pois aproveita de maneira muito inteligente o plugin Tools on Surface (SketchUp), que pode ser copiado de maneira gratuito nesse endereço.

A função do plugin é muito parecida com a do modificador Solidify recém adicionado ao Blender 3D 2.50, que transforma a seleção de diversas faces em sólidos 3d. Com esse plugin é possível reproduzir o efeito do Push/Pull nas faces da cadeira. O que qualquer artista 3d especializado em SketchUp faria nessas situações é tentar começar pela base da caderia, criando uma face para o assento e com o Push/Pull trabalhar em múltiplos extrudes de maneira a construir o modelo como um todo. Como o resultado seria algo perfeitamente geométrico e sem a suavidade das curvas características a esse tipo de modelo, a cadeira não teria suavidade necessária.

Esse é um excelente tutorial de modelagem para artistas 3d que usam o SketchUp para trabalhar com modelagem de móveis e outros objetos, além das formas usualmente criadas na modelagem de edificações.

Tutorial de modelagem 3d com Blender 2.50: Criando uma cadeira com o modificador Solidify

A inclusão do modificador Solidify no Blender 3D 2.50 está fazendo grande sucesso entre os artistas 3d que usam o software para criar modelos 3d complexos. Depois que comentei essa novidade com alguns colegas, percebi que a utilidade desse tipo de ferramenta não é tão clara para a maioria dos artistas, pois antes era necessária uma situação bem específica para que o Solidify selection fosse necessário. Por exemplo, quanto precisávamos criar um sólido baseado no conjunto de planos curvados, o script ajudava no processo ao alinhar os recém criados planos e deixar o material já alinhado.

Depois de um bom tempo sem gravar tutoriais em vídeo, consegui gravar um exemplo da aplicação dessa ferramenta na criação de uma cadeira. Foi usada uma versão experimental do Blender 3d 2.50 que já tem o modificador funcional, mas ainda muito instável. Apenas para gravar esse tutorial, foram necessárias mais de uma hora de tentativas, pois o Blender travava de maneira constante, principalmente quando a ferramenta Spin era acionada.

É por esse motivo que sempre recomendo cautela ao adotar versões experimentais do Blender para ambientes de produção, inclusive a versão Alpha 0 do 2.50.

Esse é o vídeo:

No vídeo é possível acompanhar o processo completo de modelagem usando edge modeling, para ter uma cadeira bem simples montada no final do processo.

A modelagem em si é bem simples, envolvendo a criação das bases para o modelo 3d da cadeira apenas usando planos. Essa é a vantagem de usar o modificador Solidify, pois caso contrário o artista 3d precisaria trabalhar necessariamente usando sólidos 3d e criar extrudes usando apenas as faces dos objetos. Seria possível criar o mesmo objeto em 3d, mas no meio do processo a quantidade de objetos envolvidos na modelagem 3d aumenta significativamente.

Repare que no final do tutorial, quando a estrutura está toda montada o processo de modelagem se integra de maneira bem simples com os modificadores Mirror e Bevel. O mais interessante sobre o Solidify como modificador é a integração com outras ferramentas do Blender, permitindo fazer conjuntos de modificadores e inclusive remover ou desligar o efeito do modificador em qualquer momento.

O segredo para usar esse modificador é ajustar a direção das normais das faces para direcionar o local em que o modelo deve crescer.

Tutorial SketchUp: Modelando uma cadeira Panton

No que se refere a modelagem de móveis e objetos de design, antes de começar qualquer tipo de iniciativa para modelar cadeiras e outros elementos é muito importante avaliar a topologia. Isso é necessário, para verificar se um determinado tipo de objeto pode ser modelado de maneira mais simples, usando técnicas de subdivisão ou NURBS. Um dos exercícios mais interessantes em termos de modelagem de mobiliário é a chamada cadeira Panton, que além de ser um belo exemplo de design orgânico de móveis é também um excelente exercício de modelagem. No caso específico dessa cadeira, que pode ser visualizada na fotografia renderização abaixo:

panton

A melhor solução para a modelagem de objetos com curvas tão complexas é sem sombra de dúvida usar NURBS. Mas, nem todos os softwares apresentam sistemas de modelagem em NURBS poderosos e fáceis de usar. Para mostrar que a habilidade de um artista 3d pode sobrepor essas dificuldades técnicas, um usuário do SketchUp mostrou como é possível usar uma ferramenta fundamentada quase que totalmente em modelagem por subdivisão, com a ajuda de um plugin de suavização, para modelar uma cadeira Panton.

Para mostrar e ilustrar melhor o processo de modelagem no SketchUp, o autor do modelo elaborou um tutorial em vídeo mostrando como foi realizado do processo completo. O vídeo é esse:

Como você deve ter percebido pelo tutorial, a técnica de modelagem é bem simples e se baseia totalmente no uso de perfis de modelagem que são unidos e posteriormente suavizados. Usando uma imagem da cadeira o autor cria as linhas guia para o formato base da cadeira e depois faz a ligação entre as partes. O plugin usado para esse tutorial é pago, mas ainda assim o tutorial é útil.

Assim com acontece com outros softwares de modelagem 3d como o Blender, o SketchUp teria muitas dificuldades para modelar um objeto tão orgânico como a cadeira Panton usando apenas subdivisão. Mas, com o exemplo desse tutorial e a aplicação da técnica em softwares 3d que já possuem por padrão ferramentas de subdivisão, é possível modelar usando o mesmo procedimento.

Se você for usuário de algum software que não possua, ou com ferramentas NURBS trabalhosas de usar, aproveite o exemplo mostrado no tutorial para tentar reproduzir esse modelo 3d, que é um excelente exercício de modelagem 3D.

Esse modelo 3d foi o ganhador de um concurso oferecido pela empresa que desenvolve do plugin para o SketchUp.

Tutorial de modelagem 3d com NURBS: Criando superfícies 3d usando curvas

A técnica de modelagem 3d mais comentada aqui no blog é sem sombra de dúvida a subdivisão, que é em termos de facilidade a mais acessível para os artistas 3d iniciantes, por usar princípios e ferramentas simples, disponíveis na maioria dos softwares 3d. Mas, para alguns tipos de objetos o uso da modelagem por subdivisão não é a melhor opção, pois as curvas e superfícies precisam de altos níveis de precisão ou sofisticação na topologia. Esse tipo de precisão em objetos curvos é difícil de conseguir usando subdivisão. Para esses casos o mais indicado é usar NURBS, pois esse método é baseado no controle e criação de curvas para gerar modelos 3d.

Os artistas 3d não gostam muito de controlar curvas, pela dificuldade em conseguir manipular de maneira satisfatória e precisa a posição dos pontos de controle e ajustar um objeto 2d no espaço 3d. Mas, para algumas situações é inevitável usar a técnica. A maioria dos softwares 3d pode usar NURBS, sendo que alguns desses softwares apresentam ferramentas mais ou menos robustas para trabalhar com esse tipo de técnica. Dentre os mais famosos, o Maya é sem sombra de dúvida o que apresenta algumas das melhores opções para trabalhar com NURBS.

O Blender 3D está recebendo melhorias significativas no controle de curvas para modelar com NURBS. Até mesmo softwares caros e famosos foram por muito tempo, considerados um verdadeiro fracasso no uso de NURBS, como o 3ds Max que apenas nas suas últimas versões teve melhorias nessa área.

A escolha dos designers e artistas 3d para trabalhar com modelagem NURBS, geralmente recai sobre o Rhino 3D, pela sua versatilidade e facilidade em criar modelos 3d complexos de maneira rápida. O funcionamento do Rhino é deveras semelhante ao AutoCAD, inclusive com o uso de uma linha para comandos de texto.

Quer ver um exemplo de como é fácil criar modelos 3d complexos no Rhino? O tutorial abaixo mostra a modelagem de uma cadeira relativamente complexa de modelar, pois é basicamente formada por superfícies curvas.

Repare que a base para o modelo 3d é criada usando apenas curvas que delimitam o formato da cadeira. Com as curvas marcando de maneira satisfatória a cadeira, o artista precisa apenas acionar a ferramenta que cria superfícies interligando as curvas, para criar a cadeira em 3d.

Esse tipo de modelo seria muito difícil de criar usando qualquer outra técnica, pela sua topologia complexa e curva. Nesses casos o NURBS mostra a sua importância.