Tutorial Blender 3D 2.50: Atalhos de teclado

Uma das principais novidades sobre o Blender 3D é a possibilidade de personalizar praticamente todos os atalhos de teclado usados pela ferramenta, sendo que os usuários mais antigos de Blender, sabem que o uso de atalhos é muito importante no software e permite trabalhar em tarefas complexas usando curtos períodos de tempo. O que é necessário para usar essa opção de personalizar os atalhos de teclado? Para mostrar como você pode fazer essa personalização nos atalhos e deixar o Blender 3D otimizado para a sua maneira de trabalhar, resolvi fazer um pequeno tutorial sobre o assunto. Sempre que mostro o Blender 3D 2.50 para algum artista que já está acostumado com o software, sempre me perguntam sobre a alteração de função da barra de espaço.

Sim, essa era uma tecla muito importante do Blender 3D, que acionava um pequeno painel de criação chamado de Toolbox. Na versão 2.50 esse atalho foi substituído por um painel de pesquisa que é igualmente útil, mas pode deixar os usuários mais antigos um pouco desconfortáveis. Isso aconteceu comigo na primeira vez que abri e tentei usar o Blender 3D 2.50, pressionei a barra de espaço e para minha surpresa o Toolbox não estava lá.

O primeiro passo para alterar as teclas de atalho do Blender é abrir uma janela chamada User Preferences. Nessa janela, escolha o botão Input, para visualizar a lista de atalhos de teclado disponíveis.

tutorial-blender-3d-atalhos-teclado-01.png

Agora é necessária uma pequena explicação sobre os atalhos de teclado do Blender 2.50. Assim como acontece com os modos de trabalho do Blender, que permitem alterar os objetos em diferentes contextos como o Object Mode e o Edit Mode, os atalhos de teclado também funcionam nesses contextos. Por exemplo, ao configurar um atalho para o Object Mode, o mesmo não funcionará no Edit Mode. É necessário alterar o mesmo atalho em diferentes contextos.

Como alterar esse contexto?

Na parte superior do painel de edição dos atalhos, encontramos a seleção do contexto que é uma pequena caixa de texto, que lista o mapeamento dos atalhos. Digite o nome do contexto que o próprio Blender 3D dá a dica sobre os nomes disponíveis. Escolha a opção “Object Mode” e depois pressione o botão Edit.

tutorial-blender-3d-atalhos-teclado-02.png

O atalho para o Toolbox que foi mantido no Blender 2.50 é a tecla SHIFT+A que é remanescente das versões anteriores. Depois de olhar a lista disponível no painel do Blender, encontramos a opção SHIFT+A com o nome “wm.call_menu”.

tutorial-blender-3d-atalhos-teclado-03.png

Para editar os atalhos é necessário acionar o botão Edit, logo ao lado do seletor de mapeamento do teclado. Remova esse atalho com o sinal de menos localizado na direita do painel, e depois acione o pequeno sinal de mais, que está disponível no final da lista de atalhos. No campo do atalho digite “wm.call_menu” e no botão ao lado que está marcado com “Any A”, pressione o mesmo uma vez e depois acione a barra de espaço. O atalho deve ficar assim:

tutorial-blender-3d-atalhos-teclado-04.png

Assim a tecla espaço irá chamar novamente o Toolbox, assim como já fazia nas versões anteriores. Caso seja necessário alterar qualquer atalho de teclado, esse é o procedimento. Agora você pode deixar o Blender 3D 2.50 da maneira que você quiser.

Tutorial Blender 3D e Python: Alinhando objetos com seus próprios scripts

O uso de scripts e rotinas personalizadas em ferramentas 3d é um dos requisitos para acelerar o seu trabalho em softwares 3d, seja com o uso de MAXScript no 3ds Max, Mel no Maya ou Python no Softimage XSI. No Blender 3D também podemos usar Python para adicionar novas ferramentas e até mesmo criar pequenas rotinas que ajudam no desenvolvimento de ferramentas para automatizar tarefas de modelagem. Como sempre falo sobre esse tipo de assunto, mas ainda não tinha publicado nenhum tutorial sobre como começar com Python no Blender, resolvi criar um tutorial em vídeo sobre uma tarefa comum em modelagem, que é o alinhamento de objetos.

Sempre que estamos criando cenários ou composições complexas usando diversos objetos, precisamos alinhar os mesmos em um eixo, ou simplesmente organizar modelos 3d como peças de mobiliário. Uma das maneiras mais rápidas e simples de fazer isso é usando Python.

Como é possível fazer isso em Python?

Para responder essa pergunta, editei um tutorial separado em duas partes que mostra os primeiros passos com Python no Blender 3D, e a criação de uma rotina que alinha objetos selecionados, com base na posição em Y de um elemento presente na 3D View.

O vídeo aborda os seguintes assuntos:

  • O que é necessário para importar os módulos do Blender para o script
  • Como capturar informações sobre objetos na 3D View
  • Como capturar informações apenas dos objetos selecionados
  • Como exibir as informações na janela auxiliar do Blender 3D
  • Como alterar propriedades de objetos usando Python
  • Como criar estruturas de repetição para automatizar as transformações

Claro que se você tiver algum tipo de experiência com desenvolvimento de scripts ou softwares, a explicação e objetos apresentados no tutorial ficam mais simples de seguir e entender.

A lógica apresentada nos tutoriais é a seguinte, com a opção Blender.Objects.GetSelected() é possível adicionar os objetos selecionados na 3D View em uma lista. Essa lista é composta pelos nomes dos objetos. No caso desse script que alinha os elementos em relação a outro, o acesso a cada um deles é feito por um for.

O que significa esse for?

Em linguagens de script um for é usado para fazer tarefas repetidas. No caso do nosso exemplo poderíamos ter escrito a declaração que altera as posições em Y dos objetos na 3D View de duas maneiras. Uma declaração para cada objeto selecionado como objeto(0).LocY = meuObjeto.LocY, objeto(1).LocY = meuObjeto.LocY, objeto(2).LocY = meuObjeto.LocY.

O funcionamento seria o mesmo. Com o for, podemos dizer que uma variável i deve ser comparada com o número de índices da lista objetos, que nesse caso tem o mesmo número de objetos selecionados na 3D View. A vantagem em usar o for é que não importa o número de objetos selecionados, o script sempre vai adicionar automaticamente o número necessário de declarações para mover os modelos 3d.

Agora você já pode fazer adaptações nesse script para criar as suas próprias rotinas. Em outros artigos, mostro como é possível criar uma interface e trabalhar com ferramentas personalizadas usando Python no Blender 3D.