Animação sobre como produzir uma animação!

A produção de uma animação em 3d é algo bem trabalhoso e que exige muito planejamento, para que as coisas não saiam de controle ao longo da produção. Para quem não é da área ou nunca trabalhou com animação, geralmente costumo fazer uma analogia com a construção de uma casa. Se a equipe responsável pela construção tiver todo o planejamento da edificação pronta com desenhos, especificações e detalhes disponíveis resulta na construção da casa sem grandes atrasos ou problemas. O mesmo se aplica em animações. A equipe que executa as animações precisa de um roteiro, storyboards e todos os outros elementos que fazem parte da animação prontos, para evitar problemas na execução.

Os problemas mais comuns estão relacionados ao desenvolvimento da história, que pode demandar a paralização da produção, e como a equipe não pode ser “demitida” temporariamente para depois ser incorporada novamente no projeto, o resultado é prejuízo na produção. Portanto, é muito importante ter absoluta certeza que a história e os elementos de uma animação estão prontos antes de partir para a produção.

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre o processo que leva a produção de uma animação, o vídeo abaixo é bem interessante e didático sobre como nasce uma animação. O título é “The Story of Animation” em que uma pessoa precisa produzir uma animação para demonstrar as capacidades de uma idéia, e recorre as habilidades dos animadores.

No vídeo podemos encontrar vários dos processos e detalhes da produção de animações sendo apresentados de forma integrada a história, principalmente do ponto em que o nosso personagem principal visita o estúdio para fazer o orçamento inicial da produção.

O material foi produzido com o objetivo de apresentar para potenciais clientes do estúdio de animação a capacidade de gerar demonstrações de produtos e idéias por meio de animações, e como isso ajuda a vender melhor qualquer coisa!

Já estou separando esse vídeo para apresentar aos meus alunos que estão começando a trabalhar com animação seja ela 2D ou 3D, para ter como referência nos momentos em que explico como funciona a criação de animações. As variações do 2D para o 3D existem, mas o conceito principal da produção ainda é o mesmo.

Ainda sobre a escolha do software 3d

Entre as mensagens e perguntas que mais recebo no formulário de mensagens do blog, e até mesmo dos meus alunos está o seguinte questionamento: “qual o melhor software 3D?” Essa é uma pergunta muito difícil de responder e que depende de diversas circunstâncias. O uso da ferramenta em grandes projetos também não é medida para esse tipo de escolha, pois na maioria das vezes são usadas inúmeras ferramentas para finalizar um projeto. Os estúdios contratados para realizar esse tipo de projeto acabam aproveitando o que cada ferramenta tem de melhor. Quando o orçamento dos projetos permite, pode ser muito mais rápido e barato comprar a licença de um software do que tentar desenvolver uma solução personalizada em ferramentas que não contam com esse tipo de opção.

Art Institute of Portland Graduates at ADi Animation Studio

Imagine a seguinte situação: você é o produtor de um pequeno comercial e precisa simular um determinado movimento baseado em física complexa misturando Cloth e Rigid Body. A sua ferramenta nativa não faz isso de maneira nativa. O custo em tempo e pessoal para produzir o trecho da animação de 20 segundos é de:

  • 7 dias:
  • 2 artistas dedicados em tempo integral;

Isso acaba resultando em gasto de 8000 reais em mão de obra (O valor é fictício). No meio tempo, você descobre que existe um software 3D que já disponibiliza ferramentas que criam essa mesma simulação de maneira automatizada. O seu custo é de 4000 reais e em apenas um dia o pessoal do estúdio consegue resolver o problema. No total o custo total não passa de 5000 reais. Você como produtor, compraria a licença do software?

Mas, então qual é a diferença? Se especializar em uma ferramenta não é importante? Claro que é! Além de se especializar no software, é importante ter o conhecimento das outras ferramentas para saber quando cada uma delas será útil.

Algumas coisas que podem influenciar a sua escolha na ferramenta 3D:

  • Qual a ferramenta usada nas empresas da sua região?
  • Ela disponibiliza uma versão gratuita para estudos?
  • Você vai querer comprar a licença depois?
  • Seu objetivo é conseguir um emprego ou produzir animações? Trabalhar como freelancer?

No meu caso o Blender atende todas as minhas necessidades, e não tenho pretensão alguma de trocar de ferramenta. Mesmo assim, sempre que posso estou estudando as outras ferramentas, exatamente para poder recomendar soluções em projetos que participo.

Comece com uma ferramenta, mas não feche as portas para o ecossistema de softwares que é o mundo da computação gráfica.