Download gratuito de mapas HDRI para render de estúdio

O melhor ambiente para exibir objetos ou modelos 3d apenas é o que simula em todos os aspectos um estúdio fotográfico, em que os elementos são dispostos de maneira a criar um fundo infinito e também controlar de maneira minuciosa a iluminação e reflexões dos elementos. Para criar esse tipo de ambiente existem diversos tutoriais que orientam o artista a criar um objeto poligonal no plano de fundo, dobrado de maneira a simular um tecido posto sobre uma parede ou anteparo, e simular o fundo infinito. Na criação desse tipo de ambiente para exibir apenas objetos ou modelo 3d, é extremamente importante posicionar alguns pontos de luz em locais estratégicos para gerar reflexões na direção da câmera. É isso que vai fazer com que os materiais cromados fiquem com o aspecto de espelho.

Outra maneira de conseguir reflexões bem produzidas com um pouco menos de esforço na configuração de iluminação em qualquer cena, é usando o que chamamos de mapa HDRI para gerar a iluminação de uma cena. Essa é uma imagem especial em formato esférico que pode armazenar informações de iluminação do ambiente no momento em que o mapa foi gerado. Com isso, podemos selecionar esse tipo de imagem para usar como fonte de iluminação em projetos que façam uso de renderizadores avançados como o YafaRay, LuxRender, mental ray, VRay e outros.

O que você acharia em unir o ambiente de estúdio com mapas HDRI? Assim teríamos um mapa perfeito para usar em projetos que precisem gerar reflexões realistas, e uma iluminação já pré-configurada no próprio mapa. Caso você tenha interesse, descobri um conjunto de quinze mapas HDRI gratuitos para download nesse endereço. Todos eles foram criados para simular um ambiente de estúdio.

mapas-hdri-gratuitos-download.jpg

O material pode ser copiado e usado sem nenhum tipo de restrição, basta respeitar a licença de uso do mesmo que é a Creative Commons 3.0. A única coisa que você deve fazer nesse caso é atribuir a autoria do material ao autor dos mapas HDRI, um usuário do Deviantart chamado zbyg. É só colocar a referência do link para o material original que você estará usando o material de maneira legalizada.

Mesmo com esse tipo de mapa, é importante modelar pelo menos uma estrutura básica no seu cenário 3d e usar a textura apenas para produzir as reflexões e iluminação na cena. Só para lembrar, é possível renderizar cenas com HDRI usando praticamente qualquer software 3d e render. É só aplicar o mapa como textura do seu cenário 3d.

Renderização e iluminação de estúdio com o Cinema 4D usando HDRI

A melhor opção para apresentar produtos criados em softwares 3d é o chamado ambiente de estúdio, composto por um conjunto de planos que emitem energia luminosa sobre uma superfície curva que serve como cenário. Esse é um dos ambientes mais simples de criar, mas com grande variedade de aplicações que vão desde a apresentação de produtos até mesmo avaliação de modelos 3d. Já indiquei diversos tutoriais e técnicas para configurar ambientes de estúdio com o Blender 3D e YafaRay, 3ds Max e VRay e outros softwares. Hoje a indicação é para um excelente tutorial sobre a criação e configuração desse tipo de ambiente usando iluminação global com o Cinema 4D.

O tutorial se destaca em relação aos outros que já mostrei aqui no blog, por explicar alguns detalhes bem interessantes sobre a composição de materiais e reflexões usando imagens HDRI. O autor do tutorial explica em detalhes como é possível elaborar os materiais e reflexões como mostra a imagem que ilustra o vídeo:

C4D Basics: Reflections and Global Illumination from rob redman on Vimeo.

O objetivo do tutorial é mostrar a criação e configuração do ambiente de estúdio que é formado por nada mais que uma curva, em que foi aplicado um extrude para criar uma superfície mais alongada. Depois que a curva é criada, o autor adiciona algumas esferas sobre o plano de fundo do estúdio. O segredo do tutorial está na configuração do material dessas esferas, que a princípio pode parecer um material bem simples, mas guarda alguns pequenos segredos nos ajustes para que as reflexões fiquem realistas.

Entre os itens de configuração abordados no tutorial que podem ajudar na criação de reflexões, está a escolha correta das cores nos materiais. Nenhum dos elementos usados nos materiais das esferas emprega texturas, apenas cores sólidas. Uma das dicas que encontramos no vídeo é que para representar preto, nunca devemos usar necessariamente a cor pura. Por exemplo, ao configurar o preto no material da esfera o autor faz uma mistura entre preto e azul.

Fora isso, ainda podemos acompanhar:

  • Configuração de reflexões nos materiais com opções para reflexão do tipo glossy
  • Aplicação de imagens HDRI para gerar reflexões realistas nos objetos

Esses são apenas alguns dos assuntos abordados no tutorial que tem aproximadamente 30 minutos de duração. É um dos mais completos em termos de configuração de ambientes para estúdio que já encontrei.

Criando vegetação em 3D com o Blender e o Ivy generator

O uso de vegetação e elementos naturais em modelos 3d é sempre um grande desafio para o artista responsável pela modelagem. A decisão de usar texturas para representar a vegetação pode literalmente salvar o desenvolvimento de um projeto, economizando recursos valiosos do computador na renderização e até mesmo na modelagem do cenário. Mas, em algumas situações não é possível usar texturas para simular vegetação e precisamos recorrer a modelagem de objetos 3d mesmo. Como as árvores e a maioria dos elementos naturais tem perfil orgânico e irregular, a sua modelagem é muito complicada. Por isso, o uso de ferramentas e artifícios automatizados para criar esse tipo de elemento é muito importante nessas horas.

Uma ferramenta extremamente poderosa para criar vegetação rasteira é o Ivy Generator, que pode ser copiado de maneira totalmente gratuita no endereço indicado, contando com versões para windows, mac e linux. O que o Ivy Generator faz? Uma pesquisa rápida no Google por imagens criadas com o Ivy Generator mostram diversos trabalhos criados com a ferramenta, que exporta e importar modelos 3d em formatos compatíveis com diversos softwares.

Se você quiser aprender como é possível integrar os modelos 3d criados no Ivy Generator com o Blender 3D e renderizar o material no YafaRay, o tutorial abaixo é uma excelente amostra de como isso pode ser feito usando o formato de arquivo OBJ.

Ivy generator and blender from ionee on Vimeo.

No tutorial podemos acompanhar a criação de uma cena simples que é a representação de um clássico ambiente de estúdio, em que o artista cria um fundo infinito e configura materiais e luzes no Blender 3D, para gerar o render no YafaRay.

Assim que tudo está criado, a cena é então exportada para o formato OBJ e importada no Ivy Generator. Lá é possível manipular os objetos das mais variadas maneiras e configurar as características da vegetação. O mais importante para a produtividade da modelagem é que o Ivy Generator faz absolutamente tudo em relação à criação da vegetação. Com os controles na parte esquerda da interface é possível trabalhar com diversos detalhes e ajustes da vegetação.

No final precisamos apenas exportar para um formato de arquivo que o Blender 3D reconheça, e ajustar os materiais e texturas para o YafaRay.

Tutorial sobre modelagem e renderização de estúdio com 3ds Max e V-Ray

A composição de cenários e ambientes para apresentar os seus modelos 3d pode fazer toda a diferença nos momentos em que é necessário demonstrar um determinado projeto. Uma boa parte dos artistas 3d especializados em modelagem só se preocupa com a organização da topologia dos modelos, deixando a parte de organização dos aspectos visuais do modelo em segundo plano. Uma das soluções mais elegantes para apresentar modelos 3d de maneira abstrata é com o uso do chamado ambiente de estúdio. Esse é uma cenário com iluminação artificial que simula de maneira bem verossímil um estúdio fotográfico.

Isso é ótimo para representar superfícies com especularidade acentuada e também reflexões, como vidros e plástico. O resultado é uma imagem com ótima qualidade e que se encaixa no portfólio de modelagem 3d de qualquer artista. Se você quiser aprender a criar esse tipo de ambiente no 3ds Max e renderizar com o V-Ray usando inclusive um mapa HDRI para iluminação, o vídeo abaixo é um excelente exemplo de como o ambiente pode ser configurado, desde a parte de modelagem 3d até a configuração da iluminação.

3D Studio Max Tutorial – Studio Lighting With Vray from Chris Tate on Vimeo.

A modelagem do cenário é a parte mais simples do processo, que corresponde apenas a um plano com a sua parte posterior dobrada para cobrir o fundo da renderização. Na parte de iluminação a coisa fica ainda mais simples, pois as luzes do V-Ray apresentam um padrão muito útil nesses casos que é a representação em forma de plano. Essas luzes são muito usadas em aberturas de janelas para simular a entrada de energia luminosa em ambientes, que é uma das receitas mais antigas para trabalhar iluminação de cenários com o V-Ray.

No caso da renderização de estúdio, basta posicionar cada uma das luzes nas laterais do cenário para que a configuração do ambiente seja simulada. Em termos de fotografia, esse tipo de configuração não é muito destoante do que acontece em estúdios mesmo, pois lá existem planos de luz que adicionam energia luminosa aos ambientes de maneira muito semelhante a essa.

Para usar um mapa HDRI o autor configura um VRayHDRI e aplica como sendo a textura do ambiente no painel de configuração do V-Ray.

Renderização de estúdio com Autodesk Maya 2009 e Mental Ray

A criação de cenas e animações em 3d pode ser um desafio quando o objetivo do projeto é apresentar apenas um objeto ou produto, como acontece com projetos de design ou mecânicos. Por exemplo, imagine que você precisa apresentar para um grupo de pessoas o design de um novo equipamento ou mobiliário, para entrar na linha de produção. A primeira apresentação deve ser realizada em um ambiente abstrato, sem nenhuma interferência no visual da cena para que o destaque fique no objeto apenas.

Qual a melhor opção para realizar esse tipo de renderização?

Nesse caso os artistas 3d usam uma cena muito comum em estúdio especializados em fotografia, você já deve ter visto esse tipo de ambiente em fotos ou vídeos. O plano de fundo apresenta uma grande lona ou plano branco, com luzes difusas espalhando a luz no ambiente de maneira bem uniforme. Essa é a melhor maneira de apresentar um objeto ou produto em 3d, sem a necessidade de fazer a composição com ambientes complexos.

As técnicas para criar esse tipo de ambiente nos diferentes softwares 3d e renderizadores são bem variadas, e apresentam particularidades. Para quem usa o Maya, ou gostaria de aprender o procedimento para criar esse tipo de ambiente no Maya 2009 usando o Mental Ray como render, encontrei três vídeos bem detalhados que mostram o processo completo.

No total os vídeos juntos somam quase 30 minutos de tutorial, pois o autor explica cuidadosamente cada um dos passos necessários para criar a cena.

Esses são os tutoriais:

Depois de assistir ao vídeo é possível tirar algumas conclusões sobre a produção desse tipo de cenário, para que você possa reproduzir o ambiente em outros softwares 3d, caso o Maya 2009 não seja a sua ferramenta 3d padrão.

O segredo de uma boa iluminação de estúdio é usar nas laterais do cenário, planos que possam espalhar bem a luz. Como o objetivo é apenas mostrar o objetou ou produto que é foco da câmera, uma iluminação difusa e que tenha grande área de abrangência ajuda muito. A colocação desses planos de luz pode ser acompanhada no segundo vídeo do tutorial.

A maioria dos renderizadores e softwares 3d pode reproduzir esse tipo de efeito, basta seguir os mesmos procedimentos apresentados no vídeo.

Para os usuários do Blender 3D e Indigo, aqui você encontra uma cena para download já com todas as configurações prontas e planos posicionados.