MachStudio Pro: Render por GPU totalmente gratuito

O uso de renderização com base em GPU é muito comentada aqui no blog por meio de diversos softwares como o V-Ray RT, SmallLuxGPU, Octane Render e vários outros que estão surgindo. Esse tipo de tecnologia promete revolucionar a maneira com que trabalhamos e geramos imagens em 3d. Isso se aplica em vários tipos de projetos, e para as pessoas que acreditam que a tecnologia desse tipo de renderizador ajuda apenas em projetos envolvendo imagens estáticas, o vídeo abaixo mostra um excelente exemplo de um projeto que foi renderizado usando o Octane Render e animado no Blender. A animação final ficou com uma qualidade muito boa de imagem e apenas alguns resquícios da granulação típica dos renderizadores do tipo Unbiased.

Esse projeto demonstra como o uso desse tipo de tecnologia pode ajudar a criar até mesmo animações.

Mas, não foi sobre esse ecossistema de softwares que tomei a iniciativa para escrever esse artigo. O objetivo é divulgar que uma ferramenta relativamente totalmente baseada em render por GPU e que custava aproximadamente 4000 dólares, acaba de ser disponibilizada de maneira gratuita. Essa ferramenta é o MachStudio Pro, que até alguns dias atrás era uma solução extremamente sofisticada de render por GPU, e devido a uma alteração na política de comercialização do software pela empresa que o desenvolve, que deve focar apenas em treinamento e suporte para gerar receita.

Isso significa que você, usuário do Windows, pode visitar o web site do MachStudio Pro e fazer o download de imediato. Infelizmente o software só está disponível para Windows.

O software é bom? Ainda não tive como instalar o MachStudio Pro no meu computador Windows, mas o vídeo abaixo deve dar uma boa idéia de como o MachStudio Pro é rápido.

Na demonstração podemos perceber como o software consegue gerar de maneira extremamente rápida o render de um carro modelado no Maya. A velocidade desse tipo de software é regulada da mesma maneira que outros softwares que usam a GPU, e depende exclusivamente da capacidade da sua placa de vídeo. Quanto melhor ela for, menos tempo será necessário para o software gerar as imagens na renderização.

A quantidade de opções para escolher e trabalhar com render por GPU só aumenta. Aproveite a oportunidade e corra para fazer o download.

Blender Cycles já tem versões para download

O Blender está para receber uma grande atualização no seu renderizador interno, que poderá inclusive suportar algoritmos avançados de render, e uso de aceleração por hardware. Sim, essa atualização deve adicionar suporte ao uso de GPU para gerar imagens com base em tecnologias semelhantes aos que softwares como o Octane Render, iray e outros utilizam. Essa notícia já foi comentada aqui no blog semana passada, mas nos últimos dias uma excelente novidade sobre o tema surgiu. No graphicall.org já é possível fazer o download de versões experimentais do Blender usando o código do novo sistema chamado de Cycles.

Até o presente momento já existem versões do Cycles para Linux e Windows, mas apenas a versão para Linux estão funcionando com o suporte ao uso de GPU. Para ilustrar ainda mais como esse tipo de sistema pode ajudar a criar imagens realistas de maneira rápida, o vídeo abaixo é uma demonstração do Cycles usando um modelo de carro.

O vídeo que está no formato conhecido como time-lapse, em que as ações são aceleradas para mostrar de maneira mais rápida o processo, é um exemplo de como ficará rápido o novo sistema de renderização do Blender. Caso você tenha interesse em usar o novo sistema e tenha um computador com Linux, basta executar o software e escolher a opção Cycles na parte superior da interface e começar a fazer seus testes de render.

Por enquanto, o sistema ainda está em fase bem experimental e pode demorar um pouco até aparecer de maneira oficial no Blender, mas quando aparecer deve chamar ainda mais atenção para o Blender como ferramenta para produção de projetos com alta qualidade gráfica.

O complemento para esse novo sistema de renderização é a reformulação da API de render, para facilitar ainda mais a integração do Blender com softwares externos e permitir que usuários do LuxRender, YafaRay, Octane Render e outros possam oferecer melhores opções para gerar imagens com o Blender. Mas, essa reformulação da API ainda deve demorar um pouco para acontecer.

Uma das metas para o Cycles é o lançamento de versões mais estáveis junto com o Blender 2.58, que deve acontecer nos próximos dois meses.

Render em tempo real e interativo no Blender 2.50

O uso de renderizadores externos no Blender 2.50 pode demorar vários meses até que uma versão estável esteja disponível para ambientes de produção, pois como o software está em desenvolvimento e a nova previsão de lançamento para o 2.60, que será a versão estável oriunda do 2.50, é Outubro desse ano, podemos ter que esperar pelo menos até meados de Novembro para usar de maneira confortável o YafaRay ou LuxRender. Mas, para os que não estão com vontade de esperar tanto tempo a solução pode estar no uso de um render baseado em GPU. O SmallLulGPU está surpreendendo a cada nova versão demo lançada na web com novos recursos e exemplos interessantes de uso com o Blender.

Para quem não conhece o projeto, ele é uma tentativa de adicionar render baseado em GPU (Processadores gráficos) que são bem mais numerosos que os núcleos da sua CPU dependendo da placa de vídeo usada. O SmallLuxGPU usa o LuxRender com OpenCL para gerar as imagens na renderização. A última versão do software que já está na 1.6 teve um novo demo publicado apenas alguns dias atrás.

SmallLuxGPU v1.6 (OpenCL) from David Bucciarelli on Vimeo.

Se você já acompanhava os lançamentos do software nos últimos tempos pode não se impressionar com a velocidade e qualidade dos renders, mas a cada vez parece que o tempo demandado para resolver os problemas na cena ficam menores. Mesmo com o uso de efeitos óticos complexos como caustics e transparências o SmallLuxGPU a velocidade é bem satisfatória,

O que temos de novo e interessante nesse vídeo?

A parte final desse vídeo mostra algo bem interessante que é a integração entre o SmallLuxGPU e o Blender 2.50, em que o artista usa o Blender para controlar e alterar a cena em 3d e o SmallLuxGPU renderiza tudo em tempo real, estando aberto ao mesmo tempo que o Blender. É quase como se fosse uma 3D View interativa do Blender, mas usando algoritmos avançados de render como é o caso de Path Tracing ou Photon mapping direto na tela de modelagem. Outro ponto que podemos destacar é a interface de controle do renderizador já bem integrada como mostra a imagem abaixo que capturei do vídeo.

smallluxgpu-blender-250.gif

Para saber mais sobre o SmallLuxGPU visite o web site do projeto para conhecer um pouco do seu histórico e também fazer o download dele.

Agradeço ao leitor Asdrubal pela dica do vídeo.