Tutorial de modelagem 3d mecânica: Criando um andróide

A modelagem 3d por subdivisão é um dos tipos mais simples e usados na criação de diversos elementos e objetos em 3d. Sempre que posso menciono isso aqui no blog, pois muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre o melhor método de modelagem 3d para começar a estudar. A grande maioria dos softwares 3d suporta esse tipo de modelagem, apenas alguns especializados em modelagem por curvas NURBS é que não aceitam trabalhar com subdivisão. Além do Blender 3d que é gratuito e usa bastante a subdivisão, existe o Wings 3D que também é totalmente baseado nessa metodologia de modelagem.

Hoje pela manha estava testando o Wings 3D 1.2, lançado no final de 2009 e que adicionou diversas melhorias ao software. Mas, o assunto desse artigo não será o Wings 3D 1.2 e sim um tutorial de modelagem 3d detalhado sobre a criação de um andróide com o software. O tutorial está organizado em oito partes e pode ser conferido em 720p no Youtube. Para facilitar a navegação no material, montei uma playlist que agrega todos os vídeos.

No total são mais de uma hora de tutorial em vídeo.

Nesse tutorial em particular é possível identificar os diversos elementos da modelagem por subdivisão de maneira bem simples. Repare que o artista responsável pelo tutorial começa tudo com um simples cubo que é cortado e deformado, até receber a forma dos elementos que identificam visualmente um andróide.

O conjunto de ferramentas 3d usadas para desenvolver o projeto, pode ser encontrada facilmente em qualquer software 3d. Essa é a lista de ferramentas usadas pelo autor do vídeo:

  • Extrude
  • Transformações (mover, girar e escalonar)
  • Loop Cut
  • Loop Select
  • Seleção de arestas, vértices e faces

Todas as ferramentas listadas acima são encontradas em praticamente qualquer ferramenta 3d. Isso torna o tutorial útil para a maioria dos artistas interessados em tentar reproduzir o procedimento em outros softwares. Seria difícil tentar trabalhar com curvas ou superfícies NURBS, pois as mesmas apresentam pequenas variações entre as ferramentas 3d.

O Wings é um software de modelagem totalmente gratuito, mas diferente do Blender que é uma suíte de modelagem completa, o Wings é especializado em modelagem 3d poligonal. Antigamente os artistas 3d usavam o Wings para modelagem de personagens complexos, e o Blender para a animação. Hoje o Blender já pode suprir a maioria das necessidades de modelagem 3d.

Se você está procurando por um bom exercício de modelagem, recomendo esse tutorial como para todos os aspirantes a artista 3d.

Tutorial completo de modelagem 3d com Maya 2009: Criando uma cabeça

A grande maioria dos tutoriais e guias de modelagem avançados para o Maya estão em língua inglesa, mas isso não significa que os artistas 3d talentosos falem apenas essa língua. Um tutorial extremamente completo sobre modelagem 3d com o Maya, foi publicado nos fóruns do foro3d, uma comunidade de artistas 3d que falam espanhol. Para as pessoas que tem dificuldade com o inglês e gostariam de conhecer o processo de modelagem no Maya, o tutorial é uma ótima fonte de informação.

Uma das primeiras coisas que podemos destacar nesse tutorial é a sua riqueza de detalhes, pois mesmo sem estar embasado em vídeo, mas sim em muitas imagens e telas do Maya, o artista nos mostra todo o processo de criação. Na primeira parte do tutorial encontramos o ajuste da fotografia de referencia que serve de guia para a modelagem.

tutorial-maya-2009-modelagem-3d

O objeto tema desse projeto de modelagem é o busto de uma criança, que apenas pela diferença e desafio de modelar um personagem humanóide não adulto já deixa o tutorial interessante. A técnica usada pelo autor na maior parte do tutorial é o edge modeling, em que ele cria meticulosamente os polígonos necessários para montar a topologia do modelo 3d e conseguir a forma da cabeça. A primeira parte abordada no projeto é a criação das órbitas dos olhos que recebem os primeiros polígonos.

Depois que os contornos dos olhos estão criados o autor parte para a criação do nariz e boca. O detalhamento e complexidade desse tipo de técnica fica evidente na edição e união dos vértices do modelo 3d, quando o autor realiza a união entre os vértices dos olhos, boca e nariz. Essa é uma das vantagens em usar esse tipo de modelagem, em que é possível ter controle sobre pequenos detalhes no processo de modelagem.

O tutorial continua e mostra detalhes como a criação da orelha, uma das únicas partes da cabeça que é criada usando curvas. A técnica usada pelo autor para criar a orelha é ao mesmo tempo complexa e eficaz, com o uso de várias curvas e objetos extrudados para criar a topologia da orelha, que depois tem seus vértices soldados na cabeça.

Isso não é tudo! O tutorial ainda mostra a criação dos cabelos e configuração dos mapas e texturas no Photoshop, assim como o ajuste dos shaders no Mental Ray para reproduzir em detalhes a pele humana.

Esse é sem sombra de dúvidas um dos tutoriais mais completos de Maya 2009 publicados esse ano, e para a alegria das pessoas com dificuldade no inglês, está tudo em espahol. Para acessar o tutorial de modelagem com Maya 2009, visite esse link.

Tutorial de modelagem 3D com Blender: Modelando um inseto

Sempre é interessante conhecer diferentes métodos de modelagem 3d, principalmente quando os modelos abordados são diferentes. Na internet é até fácil de encontrar tutoriais de modelagem, que abordam basicamente modelos 3d humanóides. Mas, quando você precisa trabalhar com personagens diferentes, como insetos e monstros em geral a quantidade de bons tutoriais caí drasticamente. Por isso, o tutorial que estou indicando nesse artigo é tão importante para o processo de estudo e aprendizagem da modelagem 3d. Um artista gravou toda a modelagem de um personagem a um inseto, e disponibilizou o vídeo para qualquer pessoa acompanhar.

Todo o processo levou ao todo dois dias, e foi modelado inteiramente no Blender 3D.


Blender Modeling Exercise: “Wasp” from Sebastian König on Vimeo.

Demora tudo isso para modelar um objeto como esse? Na verdade, ainda acho que o artista deve ter realizado essa modelagem em outra ocasião, e o que o fez demorar apenas dois dias foi o ensaio para a gravação do tutorial. Sempre que abordamos uma topologia desconhecida para a modelagem, mesmo com imagens de referência, como é o caso do tutorial, o artista precisa ao longo do processo tomar decisões importantes sobre o posicionamento de arestas.

Por exemplo, sempre que passo um exercício de modelagem para meus alunos, a maior parte do tempo que eles levam no exercício é na escolha dos melhores pontos e posições para as arestas. Por isso é que digo, que o conhecimento da topologia de um modelo 3d, é fundamental para acelerar o processo de modelagem.

A técnica de modelagem usada pelo artista para a maioria do modelo 3d é a subdivisão. Podemos conferir todo o processo, assim como é recomendado pela maioria dos artistas mais experientes. Primeiro ele seleciona uma imagem de referência, que é usada como base para a deformação de primitivas geométricas simples. Essa é a base da subdivisão, e a partir desse ponto inicial o trabalho se resume apenas em ajustar os vértices e arestas a imagem.

Descrevendo assim, pode parecer até simples, mas o processo todo exige paciência e dedicação do artista, caso contrário o resultado não será nada bom.

Fica a dica para quem quiser colocar em prática os principais conceitos e técnicas de modelagem por subdivisão, e como as ferramentas usadas existem em todos os softwares 3d, qualquer pessoa pode usar o tutorial para estudar.

Tutorial básico de modelagem com Edit Poly no 3ds Max

Esse é mais um tutorial básico de modelagem 3d, agora totalmente focado no uso do 3ds Max, com as suas ferramentas de modelagem poligonal. Os usuários do 3ds Max, que quiserem se especializar em modelagem poligonal, devem procurar trabalhar com modificadores como o Edit Mesh ou Edit Poly para criar seus modelos 3d. No tutorial que pretendo mostrar nesse artigo, o autor se concentra no uso do Edit Poly para criar o modelo 3d de uma banheira. O objeto é simples, não apresenta detalhes mais é perfeito para um exercício de modelagem por subdivisão.

Esse é o vídeo, sem áudio.


Modeling a bath with editablepoly in 3D Studio MAX from Oguz Ayoglu on Vimeo.

Como na maioria dos exemplos de modelagem por subdivisão, o artista 3d usa uma primitiva geométrica como base para a modelagem, nesse caso um cubo. Depois que o cubo é posicionado na cena, o modificador Edit Poly é acionado.

Quais são as ferramentas usadas para começar a modelagem? O vídeo está com uma resolução mediana, mas é possível identificar alguns dos botões e ferramentas usados pelo autor:

  • Extrude: Esse é mais que obrigatório que você conheça! O extrude é o responsável pela criação de novas faces, com a projeção de uma face ou aresta selecionada.
  • Inset: Aqui temos uma opção que funciona como se fosse um extrude, seguido de uma escala. A face selecionada recebe uma nova face, menor em escala, mas com o mesmo formato da seleção original.
  • Chamfer: Com essa opção é possível criar quinas em arestas, essa ferramenta é usada para formar as divisões na parte frontal do modelo 3d.
  • Loop: Botão de seleção, que se for acionado enquanto uma aresta estiver selecionada, faz com que o modificador selecione
  • Tessellate: Essa opção funciona como se fosse uma subdivisão de uma face, adicionando arestas que dividem a superfície.

Cada uma dessas opções ainda permite manipular as suas transformações com valores numéricos, como o autor do tutorial faz ao clicar no pequeno botão com um ícone semelhante a um quadrado. Assim que ele aciona essa opção, uma caixa de diálogo aparece em que é possível atribuir valores, para o extrude, inset e outras opções.

Com esses conhecimentos, fica fácil de seguir o tutorial. Agora é só começar a criar o seu próprio modelo 3d.