Configurando iluminação artificial no 3ds Max e V-Ray

A grande maioria das pessoas que trabalha com visualização de interiores procura representar a iluminação natural de um ambientes, pois esse é o tipo de luz mais comum e que oferece a possibilidade de avaliar como o ambiente em questão aproveita a luz natural. Mas, como uma demanda crescente por projetos de visualização, é cada vez maior o número de pessoas que precisam trabalhar com a iluminação noturna e consequentemente artificial de ambientes. Esse tipo de projeto pode ser bem desafiador, pois demanda conhecimentos específicos e bem técnicos sobre softwares e ferramentas para conseguir simular a luz usando luminárias e não o sol.

Configurando iluminação artificial no 3ds Max e V-Ray

Se você trabalha com o 3ds Max e o V-Ray para renderizar seus projetos de visualização, o site Aleso 3D publicou um tutorial muito interessante sobre como ajustar a iluminação artificial em ambientes com 3ds Max e V-Ray. O resultado final do tutorial pode ser conferido na imagem abaixo.

3ds-max-vray-luz-artificial.jpg

O tutorial em si explica o processo de configuração e posição de cada uma das luzes que fazem parte do cenário. Um dos problemas da iluminação artificial é descrito pelo autor do tutorial de maneira bem clara, que são os diferentes efeitos que cada ponto de luz deve e pode gerar no ambiente. É necessário planejar bem o que se deseja com cada ponto de luz para depois posicionar os emissores em locais estratégicos. Por exemplo, a luz suave da lua que é comum em ambientes noturnos é gerada por um ponto de luz posicionado fora do ambiente em local estratégico para gerar o efeito desejado no ambiente. A configuração da luz no V-Ray é apresentada no tutorial como sendo uma VRayLight do tipo Dome com um multiplier bem alto, marcando 60 unidades.

Para o efeito da luz difusa que é emitida do forro foram usadas luzes fotométricas ajustadas para assumir forma linear. Dentro das luminárias sobre a mesa de jantar foram posicionadas duas luzes fotométricas, que também são usadas nas pequenas spots apontando para as paredes.

Se você quiser tentar reproduzir o efeito no 3ds Max e V-Ray, todas as configurações das luzes estão disponíveis para consulta no tutorial. É preciso apenas cuidado com a escala do modelo 3d, pois as luzes fotométricas podem precisar de ajustes dependendo da escala usada na cena.

Tutoriais de modelagem 3d com o Blender: Móveis e objetos mecânicos

Para as pessoas interessadas em aprender mais sobre modelagem 3d, principalmente para a modelagem que se assemelha ao processo de criação em ambientes CAD, uma ótima coleção de tutoriais sobre o assunto foi publicado por um artista que usa o Blender em cursos de design. Os tutoriais estão divididos em duas partes, sendo uma delas dedicada à modelagem de objetos mecânicos como peças de carros e partes metálicas de outras máquinas. Mas, para mim o maior destaque é mesmo a seqüência de tutoriais sobre modelagem de móveis, alguns deles com topologia complexa como a cadeira Panton.

Essa cadeira é um desafio para artistas especializados em modelagem 3d, pela sua topologia complexa e cheia de curvas. Nos softwares com ferramentas do tipo NURBS o processo é bem simplificado, mas quando o assunto é modelagem usando subdivisão a tarefa é um pouco mais complexa.

modelagem3d-blender-moveis-cad

Os tutoriais de modelagem com Blender 3D, podem ser acessados nesse endereço. Use a barra na direita para acessar outros vídeos.

O autor do tutorial usa basicamente a técnica conhecida como edge modeling, em que uma superfície simples é criada para que suas arestas sejam replicadas e construam a geometria do modelo 3d. Para conseguir criar um modelo 3d dessa maneira, ele usa dois artifícios importantes para facilitar a modelagem que são:

  • Imagem no plano de fundo da 3D View como guia
  • Modificadores Subsurf e Mirror aplicados antes da modelagem iniciar, assim é possível visualizar as ações do processo de modelagem em tempo real

Esse tutorial está dividido em duas partes, sendo indicado para pessoas com conhecimento intermediário no Blender. A narração está em língua inglesa, mas o vídeo apresenta no canto inferior direito da tela as teclas de atalho usadas na modelagem, para ajudar as pessoas que não conseguem entender as teclas pressionadas pelo autor.

Além desses tutoriais, o autor ainda apresenta algumas dicas valiosas, como os procedimentos necessários para trabalhar com precisão no Blender, e o uso de curvas para criar estruturas tubulares em 3d. As mesmas estruturas tubulares são aplicadas em modelos 3d de cadeiras.

A quantidade de tutoriais em vídeo é considerável, portanto recomendo que você marque o link para os vídeos e assista aos mesmos quando você tiver um bom tempo disponível.