Download gratuito de mapas HDR

Os mapas HDR são um recurso interessante para melhorar a iluminação de qualquer cena em projetos de renderização, pois ao mesmo tempo que esses mapas podem ser usados como texturas do cenário e compor o fundo da cena é possível adicionar energia luminosa no projeto com base em informações armazenadas nas imagens. O resultado é geralmente a criação de sombras e iluminação realista, sem mencionar a melhoria em materiais e superfícies apresentando reflexos. É por isso que sempre estou procurando mapas HDR gratuitos, e o pessoal do HDRMAPS está compartilhando uma enorme quantidade de mapas gratuitos. O download gratuito de mapas HDR pode ser feito visitando a área de Freebies do site.

Download gratuito de mapas HDR

Quando você visitar o HDRMAPS vai encontar uma lista com os preços marcados como zero, mas não tenho certeza por quanto tempo a coleção deve ficar dessa forma e recomendo o download do material o mais rápido possível para garantir o seu download gratuito de mapas HDR. A única coisa necessária para ter acesso aos arquivos é a realização de um cadastro no site para habilitar o download.

Download gratuito de mapas HDR

A variedade de situações e cenários para os mapas HDR é excelente com diversos ambientes urbanos, florestas e também ambientes internos. Com essa adição na sua biblioteca de mapas HDR ficará mais fácil de montar projetos de visualização que exigem iluminação sofisticada e realista.

Mas, o download gratuito de mapas HDR não seria de grande utilidade sem uma plataforma em que você possa usar esses arquivos. A maioria dos renderizadores suporta o uso desse tipo de recurso, e o Blender não é diferente. Existem até exemplos bem detalhados do uso de arquivos HDR dentro do Blender Cycles demonstrados nos cursos sobre render avançado e também de materiais avançados do EAD – Allan Brito. Essa técnica é conhecida como IBL (Image Based Lighting ).

Assim como o Blender você pode usar os arquivos em renderizadores como o V-Ray, mental ray e outros para gerar iluminação realista. Apesar dos procedimentos serem levemente diferentes, o princípio usado por todos é o mesmo. A textura é aplicada no cenário para gerar iluminação durante o render.

O download gratuito de mapas HDR deve fazer parte da sua rotina sempre que for possível, para compor a sua biblioteca de arquivos para uso em projetos.

Tabela de atalhos para o Blender em PDF

O uso de atalhos de teclado é um fator importante para a produtividade em praticamente todos os softwares gráficos, pois a quantidade de ferramentas e procedimentos necessários para realizar determinadas tarefas acabam crescendo com o tempo. Em alguns softwares como os da Adobe é perfeitamente possível usar tanto os menus como os atalhos de teclado, mas os artistas profissionais acabam usando quase que exclusivamente os atalhos. Com o Blender não é diferente, e apesar de hoje ser muito fácil encontrar as opções nos menus, usar o atalhos de teclado é imprescindível para aumentar a produtividade. É por isso que montei uma tabela de atalhos para o Blender em PDF, que pode ser impressa e consultada por todos os usuários do software.

Tabela de atalhos para o Blender

Tabela de atalhos para o Blender

A tabela de atalhos para o Blender pode ser copiada diretamente do EAD – Allan Brito como parte do curso básico gratuito de Blender, e apesar da tabela em si não listar todos os atalhos disponíveis no Blender os principais estão presentes. Esse é um dos desafios que todos os usuários iniciantes do Blender enfrentam, principalmente nas primeiras vezes em que usa o software. Ainda me lembro das primeiras vezes que tentei usar o Blender, sem uma lista de atalhos para consultar.

Essa experiência seria muito mais interessante com uma tabela de atalhos para o Blender impressa do meu lado, e com o arquivo do EAD – Allan Brito você pode fazer exatamente isso e acelerar a sua consulta. Depois que você se acostumar com os atalhos de teclado do Blender, a coisa passa a fluir de maneira mais natural, e não será mais necessário consultar a tabela de atalhos.

Como faço o download da tabela de atalhos para o Blender? É muito simples, você precisa se cadastrar no curso gratuito de Blender básico, e depois na área de downloads da aula 01 será possível copiar o arquivo PDF. Existem outras opções de atalhos para o Blender, mas listam e agrupam o material em inglês. Um bom visualizador gratuito de arquivos PDF é o sumatra, disponível para vários sistemas operacionais.

Caso queira continuar os seus estudos já de posse da sua tabela de atalhos para o Blender, é possível escolher entre diversos outros cursos do EAD – Allan Brito sobre o software:

Download gratuito de armários para cozinha em 3d

Qual a parte mais trabalhosa em projetos de visualização para arquitetura? Eu diria que é a modelagem de todos os objetos e móveis que fazem parte do cenário. Apesar de muitas pessoas ainda acharem que a iluminação pode ser a parte desafiadora do projeto, ainda acredito que a modelagem e composição da cena podem levar muito mais tempo, principalmente se você precisar criar todos os móveis. É por isso que sempre estou procurando downloads gratuitos de móveis, principalmente para ambientes como a cozinha. Você quer fazer o download gratuito de armários para cozinha em 3d? No BlendSwap foi publicado recentemente um conjunto de armários que pode ser útil para muitos artistas.

Download gratuito de armários para cozinha em 3d

O BlendSwap é um repositório de modelos 3d produzidos com o Blender e que os seus autores escolheram compartilhar com a comunidade de usuários do software. A maioria dos arquivos é compartilhada com uma licença do tipo creative commons, que geralmente exige apenas citar o nome do autor se os modelos 3d forem usados em qualquer projeto.

armários para cozinha em 3d

No caso desse conjunto de armários para cozinha em 3d é preciso citar o autor do projeto sim, caso o mesmo seja usado em qualquer projeto. Os arquivos foram modelados no Blender, mas podem ser usados em praticamente qualquer software 3d que suporte arquivos OBJ. Basta fazer o download dos arquivos e no próprio Blender, que é gratuito, escolher a opção File -> Export -> OBJ e salvar o material em arquivos com essa extensão. Como a maioria dos softwares 3d suporta esse tipo de arquivo, será possível aproveitar os armários para cozinha em 3d em outros softwares.

O arquivo é bem pequeno e não é representado por nenhum tipo de textura ou imagem, fazendo com que o seu tamanho fique em torno de 1 MB. O BlendSwap requer que os downloads sejam realizados por usuários registrados, o que pode demandar um cadastro rápido antes de fazer o download. As contas no site são gratuitas, mas possuem um limite semanal de downloads que podem ser incrementados com a assinatura do serviço. Mas, para esse arquivo em particular a conta gratuita é mais do que suficiente.

Aprendendo a modelar móveis no Blender e SketchUp

Gostou desse arquivo com armários para cozinha em 3d? Para aprender a modelar móveis e objetos como os apresentados nesse artigo, recomendo uma visita ao EAD – Allan Brito. Lá você encontra os cursos sobre modelagem para arquitetura com Blender ou então modelagem para arquitetura com SketchUp.

Script para gerar pneus em 3d no 3ds Max

Nos projetos envolvendo modelagem de objetos 3d é muito comum a criação de ferramentas ou scripts especializados em realizar tarefas repetitivas. Isso ajuda a reduzir o tempo de produção e também acaba sendo somado as chamadas ferramentas “in house” dos estúdios de animação para projetos futuros. Por exemplo, um projeto que precisa animar ou representar grande número de veículos ou carros precisaria de variedades diferentes de acessórios como pneus e outros objetos. Apesar da modelagem de pneus estar entre os exemplos clássicos de cursos sobre modelagem 3d, é sempre trabalhoso precisar projetar tipologias diferentes desses objetos. Mas, os usuários do 3ds max podem usar um script para gerar pneus em 3d automaticamente.

Gerando pneus em 3d automaticamente

A ferramenta gratuita para o 3ds Max que gera pneus em 3d automaticamente se chama Tyre Tire e pode ser copiada diretamente do Script Spot. O funcionamento do script é muito simples e consiste no uso de um mapa que controla a forma do pneu em 3d, que é aplicado na superfície de um objeto gerado pelo próprio script. É possível usar perfis pré-definidos para a modelagem do pneu, o que flexibiliza ainda mais a criação do modelo 3d com o Tyre Tire.

pneus em 3d

O único ponto negativo do script é a necessidade de usar junto com o 3ds Max o V-Ray, pois o script gera os pneus em 3d com base no modificador V-Ray Displacement. Para quem não conhece a diferença entre os diversos métodos de deformação de objetos com base em texturas, os chamados mapas de displace são muito usados em modelagem pelo resultado obtido no modelo 3d. O mapa deforma mesmo a estrutura poligonal, gerando geometria real nos modelos 3d. O resultado disso é que o objeto acaba ficando com excelente aparência final já que tudo é geometria. A câmera pode se aproximar dos modelos 3d e não veremos nenhum tipo de problema semelhante ao que acontece com os chamados mapas normais ou de bump.

Nesse caso a deformação gerada não é real, o que acaba fazendo com que o resultado não seja muito realista, principalmente se a câmera se aproximar das superfícies.

Para quem tem o 3ds Max e o V-Ray, o script para gerar pneus em 3d é muito útil em projetos envolvendo veículos.

Tutorial 135: Usando o Fake user do Blender

Entre as diversas dúvidas e perguntas que sempre recebo aqui no blog e também no EAD – Allan Brito, posso destacar uma pergunta que sempre “atormenta” usuários iniciantes no Blender, que está relacionada a exclusão de informações das cenas. Por exemplo, imagine a situação em que você possui diversos tipos de materiais dentro de uma cena, e gostaria de remover esses mesmos materiais do seu arquivo, pois eles não devem serem associados em nenhum objeto. Como fazer isso? A simples desassociação do material desse objeto não fará com que ele desapareça, pelo menos não de imediato.

Como funciona isso exatamente? Nesse contexto ainda temos uma função muito importante dentro do Blender que é o chamado Fake User. Como funciona esse Fake User?

Blender Fake User

Para explicar exatamente o funcionamento do Fake User e também da exclusão de informações de cenas do Blender, resolvi gravar o tutorial de número 135 do meu canal no Youtube. Sim, já são 135 tutoriais! O tutorial explicando o funcionamento do Fake User pode ser conferido a seguir:

Gostou do vídeo? O que acha de avaliar ou comentar? Ainda não é assinante do meu canal no Youtube? Assine aqui para receber antes que todos as atualizações.

Entendeu?

Um dos princípios básicos que você deve sempre seguir ao usar o Blender, é que as informações adicionadas na cena como materiais, data blocks e outros precisam necessariamente estar associados a um objeto. Caso essa informação não esteja associada a nenhum objeto, assim que o Blender for fechado as informações são excluídas! Sim, o processo conhecido em outros softwares como purge é realizado de maneira automática.

Mas, e se não quisermos que essas informações sejam excluídas? É nesse ponto que aparece o chamado Fake User! Você já deve ter percebido que logo ao lado dos nomes de alguns objetos aparece um pequeno botão com a letra F. Esse botão habilita um usuário “virtual” que foi ilustrado de maneira brilhante no vídeo! Se um objeto possuir o Fake User, então o mesmo não é excluído pelo Blender mesmo que não exista nenhum objeto na cena fazendo uso real das informações.

Essa é a melhor maneira de garantir que grandes listas de materiais, texturas, data blocks e outras informações não sejam excluídas quando você fechar um projeto.

Agora você já conhece a função do Fake User!

Quer aprender mais sobre o Blender? Visite o EAD – Allan Brito e confira os diversos cursos online sobre Blender, sendo um deles totalmente gratuito.