Download gratuito de 241 mapas urbanos em DXF

O desenvolvimento de cenários urbanos para jogos e outras aplicações é o que aproxima mais o trabalho de um arquiteto e urbanista de um designer ou artista voltado especificamente para a produção de jogos. Quando o projeto em particular exige que sejam elaborados ambientes urbanos fictícios a liberdade para criação é total, mas nos casos em que é necessário reproduzir cidades reais a coisa muda de figura. Por exemplo, se o seu jogo se passa em Nova Iorque ou então São Paulo, você obrigatoriamente precisará conhecer a estrutura urbana dessas cidades.

Com um pouco mais de orçamento, você pode realizar o mesmo procedimento que as equipes da Ubisoft ou Rockstar fizeram para mapear cidades italianas ou americanas em Assassins Creed ou GTA, que foi visitar as cidades e tirar fotos para conseguir reproduzir os ambientes urbanos.

mapas-gratuitos-dxf.jpg

Se o seu orçamento estiver muito um pouco apertado, o ideal pode ser conseguir os mapas urbanos já vetorizados dessas áreas. Essa é a proposta do bdon.org que extraiu o conteúdo do Open Street Map e organizou tudo como arquivos DXF. Esses arquivos são compatíveis com a grande maioria das aplicações de CAD como AutoCAD e também softwares de modelagem 3d como o 3dsmax, Blender e SketchUp.

A grande maioria dos mapas urbanos é oriunda de cidades nos EUA, mas é possível encontrar várias cidades brasileiras como São Paulo, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Porto Alegre. O recurso é muito valioso para qualquer pessoa interessada em reproduzir o cenário urbano dessas cidades em aplicações 3D, seja para jogos ou mesmo simples visualização arquitetônica.

No caso de jogos você pode aproveitar os mapas vitoriados para recriar os modelos 3d das edificações, ou então adicionar elementos novos para recriar épocas diferentes seja no passado ou futuro de cada cidade.

Já mencionei que a biblioteca é totalmente gratuita? Existem no total 241 mapas disponíveis para download.

Modelagem urbana e desenvolvimento de jogos

Quer aplicar esses mapas na construção de cenários para jogos virtuais? No EAD – Allan Brito você encontra cursos que podem ajudar você nessa tarefa. Os dois primeiros cursos ajudam na modelagem para arquitetura:

Por último temos o curso que ensina a criar jogos virtuais tridimensionais usando o Blender como Engine gráfica!

Modelagem 3d de fachadas complexas com AutoCAD e VRayPattern

A criação de fachadas para edificações pode ser ao mesmo tempo um processo rápido ou tedioso, dependendo do tipo e forma exigida pelo projeto. Na grande maioria das vezes uma fachada é nada mais que um padrão repetido várias vezes, pois por fins econômicos e também estéticos os edifícios usam a mesma forma repetida várias vezes para a fachada. Já pensou ter que detalhar janelas com tamanhos diferentes para uma edificação com 15 andares? É pelo fato da fachada ser uma repetição de padrões, que geralmente a modelagem 3d desse elemento é relativamente rápida. Basta criar o bloco fundamental que será repetido posteriormente, e sair copiando a forma várias vezes.

E se usarmos alguma técnica para gerar instâncias desses modelos 3d, o processo ficará ainda mais prático e rápido em termos de gerenciamento do projeto, pois qualquer mudança pode ser replicada de maneira rápida para todas as cópias.

Um dos plugins mais úteis para usuários do 3dsmax para realizar cópias de partes dos modelos 3d que são identificadas por padrões é o VRayPattern. E como você deve estar imaginando, o plugin é focado no uso de apenas um renderizador! Com o VRayPattern é possível gerar cópias de pequenos blocos de objetos e gerar composições extremamente complexas.

Para conferir o uso do VRayPattern em ação, recomendo ler esse artigo/tutorial escrito por Jamie Cardoso, em que ele detalha como foi o processo necessário para configurar uma fachada desenhada no AutoCAD e passar essa estrutura de maneira rápida para o 3dsmax usando o VRayPattern.

padroes 3dsmax vray fachadas

O uso do plugin nessa situações foi extremamente benéfico, pois a fachada da edificação é muito complicada de se trabalhar. Repare na imagem que ilustra esse artigo, que a forma da fachada é vazada e com vários pedaços irregulares.

Aprendendo modelagem 3d para arquitetura

Apesar de não possuir nenhum curso sobre o VRayPattern, é possível conhecer a modelagem 3d para arquitetura usando o Blender ou SketchUp no EAD – Allan Brito com aulas online em vídeo! Você estuda quando quiser e no horário que escolher!

Download gratuito de cenas iluminadas com V-Ray no 3dsmax

Os softwares responsáveis pela modelagem 3d de projetos para arquitetura são os mais variados possíveis, e existem opções extremamente simples do ponto de vista operacional como é o caso do SketchUp, e também as ferramentas de modelagem que extrapolam em muito as necessidades da maioria dos projeto como é o caso do Blender e 3dsmax. Mas, quando o assunto é renderização de projetos a ferramenta mais conhecida entre arquitetos e artistas 3d é sem dúvida o V-Ray. É por esse motivo que muitas pessoas desejam aprender a trabalhar melhor com o V-Ray para agregar valor ao seu currículo.

Caso você esteja enquadrado dentro desse grupo de pessoas, encontrei um recurso de aprendizado muito interessante para o V-Ray. Um artista chamado Alexander compartilhou diversos arquivos do 3dsmax com configurações prontas do V-Ray para cenas externas. Os arquivos já estão organizados e separados por tipologias de iluminação diferentes. Existe um arquivo próprio para luz diurna com o sol no seu máximo, e outro que simula os primeiros raios de luz da manhã. Só um detalhe importante em relação aos arquivos é que todos foram criados e otimizados para saída de arquivos no formato HDRI. Mas, isso não impede você de gerar imagens em PNG ou JPG.

Para os casos de projetos voltados para arquitetura, você pode aproveitar essa mesma cena no seu 3dsmax e importar o seu projeto para o ambiente e renderizar a cena com o mesmo tipo de luz. Pode ser necessário fazer algum ajuste em relação a escala da cena e principalmente nos materiais, mas o volume principal da iluminação já estará pronto.

O recurso é fantástico para interessados em usar o V-Ray como plataforma de renderização em arquitetura, mas também como fonte de aprendizado. A melhor maneira de utilizar esse recurso como base de aprendizado, é abrir as cenas no seu 3dsmax e fazer uma análise criteriosa sobre como está configurada a cena. No momento em quer você entender o conjunto de configurações usadas nas diferentes cenas, será possível adaptar o material para outras situações.

Mas, mesmo que você esteja apenas procurando uma maneira rápida de renderizar seus projetos com qualidade, recomendo fazer o download das cenas. O acesso aos arquivos é totalmente gratuito e sequer é necessário fazer qualquer tipo de cadastro ou registro para realizar o download. Portanto, corra para garantir a sua cópia enquanto os arquivos ainda estão disponíveis.

Renderização para texturas com 3dsmax e V-Ray

A chamada renderização para texturas é um processo extremamente simples, mas que pode ter impacto significativo dentro de projetos envolvendo modelagem 3d e visualização. A técnica é muito conhecida por artistas especializados em trabalhar com desenvolvimento de jogos, pois é possível armazenar as informações de iluminação de uma cena diretamente nas texturas dos modelos 3d, o que em teoria permite apresentar modelos 3d em ambientes realistas de maneira independente a engine gráfica usada. Para quem nunca teve a oportunidade de configurar esse tipo de renderização no 3dsmax, encontrei um tutorial curto e simples que demostra a técnica aproveitando não só o 3dsmax, mas também o V-Ray.

Renderização para textura no 3dsmax e V-Ray

No tutorial a seguir o artista configura um modelo 3d para receber as informações de iluminação diretamente nas suas texturas, usando o painel do 3dsmax chamado de Render to Texture. É nessa janela que podemos ajustar as opções relacionadas a criação de um mapa que irá armazenar as informações de iluminação. Mas, antes de efetivamente usar esse recurso, é preciso fazer algumas configurações preliminares.

O mais importante nesse caso é a aplicação correta de um modificador Unwrap UVW no objeto 3d, para que seja gerado um mapa UV. Esse modificador é o responsável por planificar o objeto no 3dsmax, criando um mapa com as faces e superfícies do objeto. Com as configurações padrão do mapeamento já é possível conseguir resultados medianos. No menu Mapping existe uma opção chamada de Flatten Mapping que gera uma distribuição inicial das superfícies do modelo 3d selecionado, que podem ser ajustadas usando as opções existentes dentro do próprio editor no Unwrap UVW. As opções permitem agrupar, unir e modificar de várias formas diferentes a organização dos elementos dentro do mapa UV.

Depois que o modelo 3d está perfeitamente configurado com um mapa UV, podemos passar para a janela Render to Texture. Nesse painel é possível encontrar as opções relacionadas à criação de uma imagem baseada no mapa UV, que tenha as informações de iluminação geradas pela posição relativa das fontes de luz e ajustes do V-Ray. O mesmo procedimento pode ser realizado praticamente na íntegra com os ajustes de iluminação existentes no próprio 3dsmax, sem o V-Ray.

Nesse tutorial você ainda aprende um pouco sobre os ajustes do V-Ray para renderizar a cena e aproveitar a excelente qualidade da iluminação gerada pelo software.

Animação de personagens no CAT com 3ds max

A animação de personagens é sempre desafiadora para artistas 3d iniciantes e veteranos, pois envolve grande quantidade de planejamento e principalmente o uso de um bom Rigging que ajude no processo. A construção desse esqueleto já mostra o quanto a animação de personagens pode ser complicada, pois muita gente acaba parando no Rigging dos personagens. Algumas ferramentas 3d oferecem processos automáticos de Rigging que ajudam na construção dos personagens, resultando em estruturas pré-montadas de personagens bípedes e alguns até mesmo com outros tipos de morfologia. O Blender oferece o Rigify e softwares com o 3dsmax possuíam o Character Studio com o seu famoso Biped, e alguns anos atrás passou a oferecer o CAT.

O CAT foi incorporado ao 3dsmax quando a Autodesk comprou a Softimage, e algumas pessoas dizem que esse foi um dos motivos que impulsionou a aquisição da empresa. E se pararmos um pouco para analisar faz todo o sentido, até pelo simples fato da empresa já possuir o 3dsmax e o Maya como plataformas de criação 3d.
Mas, o que é o CAT e por qual motivo ele ajuda tanto na animação de personagens 3d? O CAT é um software que funciona dentro do 3dsmax e permite criar de maneira rápida e simples, estruturas incrivelmente complexas de personagens para animação dentro do 3dsmax.

Aprendendo a usar o CAT para animação de personagens

Apesar de ser muito útil para animadores trabalhando com o 3dsmax, é muito raro encontrar bons tutoriais para o software. É por isso que ainda aparece qualquer tipo de vídeo ou guia sobre o assunto, é importante guardar bem o link e analisar com atenção o material, pois é uma oportunidade de conhecer melhor o sistema que pode demorar para aparecer novamente. Alguns dias atrás encontrei dois tutoriais em vídeo muito interessantes mostrando o processo de configuração de personagens no CAT, que é de grande ajuda para artistas 3d usando o 3dsmax.

Os vídeos estão em inglês? Não! Esse pode ser mais um ponto positivo para muitos artistas, pois o material está em espanhol e foi produzido para uso dentro de uma universidade do México. Como muitas pessoas acabam tendo dificuldade com tutorias narrados em inglês, o espanhol é uma alternativa muito interessante.

Se você é animador de personagens e nunca teve a oportunidade de conhecer o funcionamento do CAT, recomendo muito assistir aos vídeos para conferir o motivo que faz muita gente migrar para o 3dsmax apenas para usar a ferramenta em seus projetos com personagens 3d.