Modelagem 3d aeronáutica com Alias Studio

A modelagem 3d de objetos com perfil mais industrial é bem diferente da que estamos acostumados para projetos que abordam apenas visualização. Entre as principais diferenças é a da escala e fidelidade nas curvas e formas do objeto, pois nos projetos que são apenas visualizados isso não é importante, ficando apenas a cargo do artista mostrar as proporções corretas na imagem. Já nos casos em que o mesmo objeto deve ser usado para produção em larga escala e com detalhes milimétricos, a fidelidade com que reproduzimos as curvas podem determinar o sucesso ou fracasso do projeto. Sim, pois o planejamento errado do objeto 3d resulta na calibração errada das máquinas, acarretando a criação de objetos com formato diferente do planejado.

O vídeo abaixo é uma demonstração detalhada de como funciona um dos softwares usados para fazer esse tipo de planejamento industrial, nesse caso o Alias Studio que funciona de maneira parecida como Maya, apresentando inclusive diversas semelhanças na interface. No vídeo é possível acompanhar o processo de modelagem 3d usando curvas do nariz de um avião comercial de passageiros.

Essa técnica de modelagem é totalmente diferente das variações que estamos acostumados a usar na subdivisão, em que os modelos 3d são criados com base em primitivas geométricas e depois editados e suavizados até chegar na forma final. Apesar de parecer mais simples de trabalhar, esse tipo de modelagem envolve diversos problemas na manipulação e ajuste das curvas, pois o modelo 3d já é criado com curvas. O nome das curvas usadas pelo artista no vídeo é CV Curves que é muito semelhante a ferramenta NURBS. Existem diversos softwares como o próprio Maya que apresentam esse mesmo modelo de curva disponível para modelagem.

Se a ferramenta dispor apenas de curvas do tipo Spline, o processo de modelagem adotado precisará ser bem diferente pois o funcionamento das Splines difere bastante das curvas NURBS.

Além do Alias Studio que é usado para design de produtos, outro software bem famoso nessa área é o Rhino 3D que é conhecido também como Rhinoceros. Ele funciona como uma mistura do AutoCAD com o 3ds Max, permitindo trabalhar com curvas complexas em NURBS e precisão absoluta por dispor de uma linha de comando, para informar parâmetros e valores para as ferramentas de modelagem.

Website do Fiat 500 com gráficos criados no Blender 3D e YafaRay

Uma coisa que sempre gosto de fazer com o Blender 3D é quebrar um pouco o estigma de que softwares ditos gratuitos, precisam necessariamente criar imagens e material de qualidade inferior as ferramentas proprietárias. Existem diversos exemplos de material publicitário e trabalhos comerciais de alto nível desenvolvidos com o Blender 3D e renderizadores de código aberto, que derrubam esse tipo de afirmação. Já mostrei aqui no blog os trabalhos de um artista brasileiro chamado Teisson Fróes, que usa basicamente o Blender 3D como sua plataforma de criação 3d, adotando junto com o Blender 3D os renderizadores de código aberto que funcionam junto com o Blender 3D, como o YafaRay.

Essa semana, recebi um e-mail do Teisson sobre um dos seus últimos projetos envolvendo o uso do Blender 3D. E dessa vez foi uma série de gráficos e imagens para o website do Fiat 500, modelo de carro lançado poucas semanas atrás pela Fiat. Você deve lembrar que o próprio Teisson já trabalhou no desenvolvimento de gráficos e imagens para o lançamento do Stilo Blackmotion com o Blender 3D, também da Fiat e que foi mostrado alguns meses atrás aqui no blog. Visite o link indicado nesse parágrafo, para visualizar as imagens e vídeos direto do portfólio do próprio Teisson Fróes.

fiat-500-blender-3d-yafaray.jpg

Segundo o próprio Teisson, o projeto como um todo levou dois meses de trabalho. Isso leva em consideração não apenas a parte 3d, mas o desenvolvimento do sistema usado no web site que é um pouco complicado. Na parte de modelagem 3d, o modelo do Fiat 500 foi enviado pronto direto da fábrica da Fiat, mas em formato de arquivo que é usado pela própria fábrica. Muitas partes do modelo 3d do carro precisaram ser remodeladas no Blender 3D, como a parte do volante do carro que tinha detalhes demais para o projeto.

A renderização desse projeto foi realizada no YafaRay e a pós-produção foi toda feita no GIMP, com apenas alguns pequenos ajustes de cor.

Esse é mais um exemplo de como o Blender 3D pode ser usado em projetos comerciais de alto nível. Lembre de visitar o portfólio do Teisson Fróes depois de conferir as animações do Fiat 500. Existem imagens de comerciais para diversas empresas aqui do Brasil, produzidas usando o Blender 3D.