Plugin gratuito para 3ds Max ajuda na animação de personagens

Na construção de qualquer tipo de estrutura dedicada para animação 3d envolvendo hierarquias de objetos, os artistas precisam escolher o melhor método para relacionar os objetos 3d. Esses métodos se resumem em cinemática direta e inversa, podendo controlar a influência que cada objeto exerce sobre os outros na hierarquia. Na cinemática direta, também conhecida pela sigla FK (Forward Kinematics), os objetos em níveis mais altos controlam e influenciam os níveis mais baixos. Já com a cinemática inversa, conhecida pela sigla IK (Inverse Kinematics), acontece o oposto. Para estruturas de animação o mais comum em personagens é usar a cinemática inversa nas pernas, para evitar que o personagem passe do nível do piso no cenário, e cinemática direta no resto do corpo.

Mas, a regra da cinemática inversa para as pernas nem sempre é vantajosa para o animador. Algumas situações demandam que o sistema seja alternado entre a cinemática direta e inversa. Para isso existem diversas técnicas e truques que podemos usar, sendo que vários dessas técnicas envolvem o uso de scripts ou plugins. Os usuários do 3ds Max podem aproveitar um plugin gratuito desenvolvido por um artista da Colômbia, chamado Felix Joleanes. A ferramenta se chama IKFK Solver (3ds Max 9 e 2010) e pode ser copiado de maneira gratuita nesse endereço.

Além de oferecer o download do plugin para o 3ds Max, o artista ainda dispõe de diversos vídeos com demonstrações de como aproveitar e usar o plugin para animação.

plugin-3ds-max-gratuito-animacao

No vídeo de demonstração é possível perceber como fica simples e trabalho de animação e a mudança entre os sistemas de animação, com a criação de uma perna em 3d. Essa mesma perna recebe um Solver desse tipo e seu sistema de hierarquia pode ser ajustado para funcionar com IK ou FK facilmente. O pequeno tutorial apresentado no vídeo mostra como começar o movimento com IK e depois mover a estrutura em FK.

Esse tipo de dinâmica é muito útil para fazer movimentos em que o personagem está caminhando, mas depois de um salto ou pulo as pernas acabam se movendo sem referência com o piso. É nesse ponto que a animação com IK não serve mais.

Vídeo com “o tutorial” sobre animação mecânica no Blender 3D

O lançamento da revista BlenderArt 19 trouxe junto com ela um dos melhores tutoriais de animação com o Blender 3d que pude conferir esse ano, mostrando de maneira extremamente detalhada o processo de modelagem e animação de uma esteira, usada em tratores e tanques militares. No tutorial o autor usa extensivamente constraints, hooks e curvas IPO para conseguir a dinâmica completa na animação. Para ajudar ainda mais no entendimento de como esse tutorial é interessante e consegue atingir um altíssimo grau de dificuldade na interação dos objetos, um vídeo com a animação final do tutorial foi produzido e divulgado pelo autor.

No vídeo o autor não aborda o processo de construção da animação, apenas demonstra o resultado final da configuração dos objetos. Fica bem fácil entender o quão interessante é esse tutorial depois de assistir. A introdução do vídeo é longa, o autor exagerou um pouco nos títulos, mas a espera vale à pena.

O movimento da esteira é muito bem elaborado e tem poucos problemas na animação. Uma das coisas que impressiona na animação é que o movimento está condicionado as deformações da superfície, como buracos e relevos que influenciam a forma do modelo 3d.

Como ele consegue isso? A resposta é simples; constratins!

Esse é um tipo de ferramenta pouco conhecida e usada apenas em projetos de animação. Na maioria dos casos, os usuários iniciantes permanecem um bom tempo na parte de modelagem 3d e acabam relegando o aprendizado de ferramentas como os contraints para o futuro, quando um dia estiverem envolvidos com animação.

Bem, se você realmente quiser conferir ótimos exemplos da aplicação dos constraints, essa é a hora!

Por exemplo, um constraint que gera muitas dúvidas em usuários com pouca experiência com animação é o Stretch To. Esse constratint estica um objeto de maneira que ele acompanha a deformação de outro objeto. Na animação ele é usado na parte de borracha que liga os pistões dos amortecedores da esteira, dando a impressão que ao passar sobre um obstáculo no terreno a suspensão da esteira se adapta às deformações.

Se você é usuário do Blender 3d, o download da revista com o tutorial é mais que recomendada! Para os usuários de outros softwares 3d, fica a dica de um excelente tutorial de animação que pode até mesmo ajudar na adaptação do sistema para outros softwares. Com um pouco de conhecimento em animação, você pode muito bem tentar adaptar o modelo.

Na revista ainda é possível encontrar um link para o download do modelo 3d pronto, resultante do tutorial.