Download gratuito de texturas para jogos digitais

A seleção de texturas para um projeto é fundamental para o sucesso do ponto de vista visual de uma animação ou jogo. Com o mercado de jogos ficando cada vez mais aquecido, muitos artistas 3d estão migrando de produções voltadas para criação de animações para os jogos digitais. Esse é um segmento que só tende a crescer, e devido ao acesso facilitado hoje por dispositivos móveis, é mais fácil rentabilizar um projeto de jogo do que animações. Para ter consciência disso é preciso apenas observar um pouco a nossa cultura de consumo.

Para os que gostariam de participar da produção de jogos, nada melhor do que partir para experiências práticas como a criação de jogos “indie” usando tecnologias e ferramentas acessíveis, e o Blender é fundamental nesse processo, pois a sua game engine integrada permite criar jogos dentro do próprio ambiente em que os modelos 3d e animações são elaborados.

Se você quiser agregar uma excelente biblioteca de texturas, voltando ao tema do nosso artigo que é sobre texturas para jogos, existe uma excelente biblioteca gratuita de texturas para uso em jogos e aplicações interativas que deve ajudar bastante no processo de criação e contextualização de jogos. O site se chama Open Game Art e agrega material tanto para jogos 2D com sprites em pixelart e também texturas para uso em modelos 3d com resolução moderada.

free-textures-games.jpg

As texturas do site estão classificadas por categorias, o que facilita bastante a seleção da melhor imagem para o seu projeto. A única ressalva que faço em relação ao uso desse tipo de biblioteca, é que você deve verificar a licença de uso para cada textura, principalmente se o objetivo do jogo criado for a comercialização. O problema é que muitas das texturas são distribuídas usando licenças como a creative commons ou a GPL, que é excelente para jogos sem fins comerciais, e que são distribuídos junto com o código fonte. Mas, com jogos de fonte fechada e comerciais a coisa é mais complicada.

O recurso é excelente para produtores independentes de jogos que queiram aplicar conhecimentos na prática, ou mesmo estudantes, pois a coleção de texturas é vasta e diversificada.

Download gratuito de texturas para render e animação

Os artistas 3d estão sempre tentando encontrar formas de criar cenas e imagens com o máximo de realismo em seus projetos, e isso geralmente leva as pessoas a adotar renderizadores avançados ou softwares caros para melhorar a iluminação e materiais. Mas, com o uso de elementos simples como a adição de pessoas nas imagens, o realismo tão desejado pode ser atingido de maneira bem mais rápida. O uso de imagens de pessoas atribui realismo em renderizações e ainda ajuda na sensação de escala geral da cena, que pode ficar dúbia sem a representação da figura humana, principalmente em ambientes criados para arquitetura.

Uma das técnicas mais simples para adicionar pessoas é com o uso de texturas aplicadas em planos, que são renderizadas e posicionadas na cena de maneira semelhante a uma placa, mas que não pesam no render e ajudam na composição geral do projeto.

Download gratuito de texturas de pessoas

Para os que gostariam de usar esse tipo de recursos nos seus projetos, o primeiro passo é conseguir uma boa biblioteca de pessoas que possam ser usadas como texturas em renderizações. Esse tipo de imagem é chamada de 2D Cutout e pode muito bem ser encontrada com imagens de pessoas, árvores ou carros. Se você não tem nenhuma biblioteca assim, recomendo visitar o web site do pessoal da pixelflakes, pois eles disponibilizaram um pacote com 20 texturas de pessoas em excelente resolução, já com máscaras para edição em softwares como Photoshop ou GIMP. O arquivo é um pouco grande, passando dos 300 MB, mas garanto que vale o download pela qualidade dos mapas disponíveis.

download-gratuito-texturas.jpg

Outras bibliotecas gratuitas de texturas para download

Esse conjunto de recursos pode ser somado a outros downloads que já recomendei aqui no blog em artigos passados, e que devem ajudar bastante a qualquer artista que precise inserir imagens de pessoas em animações ou renders estáticos.

Uma das vantagens em usar esse artifício em animações é a redução significativa da carga de processamento necessária para gerar as imagens, pois as texturas são aplicadas em planos e diferente de polígonos, o peso é mínimo!

Biblioteca de texturas gratuitas para download

A escolha de texturas para uso em projetos de renderização e animação é trabalhosa e principalmente complicada, pois é necessário verificar os termos de uso das imagens que encontramos nos mais diversos lugares, para garantir o seu uso em projetos comerciais. Nas minhas aulas de modelagem e também sobre texturas, acabo orientando os alunos a fazer pesquisas no próprio Google e Flickr, com o objetivo de encontrar imagens para uso em estudos sobre texturização e materiais. Mas, essas imagens que usamos para fins educacionais, em hipótese alguma podem ser aplicadas em projetos comerciais ou mesmo distribuídas em jogos.

A solução para isso é que precisamos utilizar imagens que tenham de maneira explícita a licença de uso que permita a aplicação em projetos comerciais, ou mesmo partir para a criação das nossas próprias texturas. Isso pode parecer improvável, mas não me surpreendo em constatar que a grande maioria dos artistas que conheço, usa sem nenhuma preocupação imagens provenientes do Google e Flickr, sem a menor preocupação com os direitos de uso dessas imagens.

Uma das soluções para esse tipo de problema, ou pele menos evitar que um dia você possa passar por constrangimentos sobre o uso indevido de texturas, é recorrer a bibliotecas que já tenham na sua licença de uso a descrição e liberação para uso comercial das imagens. Uma das bibliotecas de texturas que conheço é a Texturelib, que segundo a descrição do próprio web site teve todas as suas imagens capturadas pelas câmeras da equipe do Texturelib. O faz eles poderem oferecer a licença de uso das texturas em projetos comerciais, mas com a restrição de que as texturas não podem ser distribuídas.

free-texture-architecture.jpg

Isso significa que é possível aplicar as imagens como texturas, mas não podemos usar o material em projetos que distribuam os arquivos das imagens originais. Por exemplo, em projetos de jogos que utilizem as imagens como texturas, e que podem eventualmente ser extraídas dos arquivos fonte.

Se não for assim, a solução é recorrer a bibliotecas comerciais de texturas que já resolvem muito desse tipo de problema, pois são próprias para esse tipo de atividade e já permitem a utilização em projetos comerciais.

E você? De onde utiliza as suas texturas? A pesquisa abaixo é apenas de caráter informativo, para determinar como os leitores do blog fazem para localizar texturas para seus projetos.


Ptex: Software para texturas da Disney agora é gratuito

Um dos assuntos que mais comento aqui no blog como sendo trabalhoso, mas ainda assim essencial para qualquer artista 3d é a criação das chamadas texturas UV. Esse tipo de mapeamento que é feito diretamente sobre o modelo 3d de um personagem ou objeto 3d, permite organizar e posicionar qualquer tipo de textura sobre a sua superfície. Para usar a textura UV é necessário na maioria das vezes criar manualmente um mapa planificado do objeto 3d que é a parte mais difícil e complicada do processo, ficando ainda pior quando descobrimos que o trabalho de planificação é aproveitado apenas para um modelo 3d. Quando passamos para outro modelo 3d ou o mesmo objeto tem a topologia modificada, o processo deve ser iniciado novamente.

No mercado é possível encontrar diversas ferramentas e plugins que prometem facilitar o trabalho com o mapeamento UV. Mas, já pensou se não fosse mais necessário trabalhar com esse tipo de técnica? Já faz um tempo que comentei aqui no blog sobre uma ferramenta chamada Ptex, desenvolvida pela Disney para abolir e facilitar a aplicação de texturas em personagens para animação. Naquela época a ferramenta foi anunciada como solução para texturas, mas era proprietária da Disney. No último dia 15/01 o estúdio liberou o código fonte do software e o disponibilizou de maneira gratuita no seu web site. Isso significa que agora será possível aproveitar a técnica em qualquer software, inclusive no Blender 3D!

Para quem não lembra do Ptex, o vídeo abaixo mostra uma demonstração do software sendo usado para texturizar o modelo 3d de um dinossauro sem usar nenhum tipo de mapeamento UV.

O segredo para a facilidade de uso do Ptex está no aproveitamento e separação individual das texturas usadas no software, permitindo que o artista trabalhe sem as limitações das UVs. A principal delas é que o processo de pintura das texturas é totalmente independente do mapa. A produção da Disney que está melhor documentada no web site do Ptex é a animação Bolt que aproveitou o Ptex em todos os seus modelos 3d e cenários. Em pouco tempo devemos encontrar mais referências a essa tecnologia em softwares de animação 3d e modelagem.

As informações sobre o download do Ptex e mais material de ajuda e documentação podem ser encontradas no web site oficial do software.

Criando texturas de rocha para tiling no Photoshop e Mudbox

A criação e uso de texturas em projetos envolvendo computação gráfica 3d sempre exige um bom domínio de softwares como o Photoshop ou outro editor de imagens, pois é quase certeza que as imagens que temos na nossa biblioteca de texturas não servem de imediato para o contexto do projeto. Quando nem o Photoshop resolve o problema da criação das texturas, é necessário partir para outras soluções um pouco mais drásticas. Por exemplo, a criação de texturas o tipo rocha para grandes superfícies externas é um desafio, principalmente devido ao tamanho da textura necessária. Por isso, quando a textura é criada já consideramos que a mesma deve ser distribuída por uma superfície usando uma técnica conhecida como tiling.

Essa é a técnica que pega uma imagem e sai repetindo a imagem inúmeras vezes sobre uma superfície, para que a mesma fique coberta e com a aparência de ter aquele material. Isso é útil em alguns casos, mas na grande maioria das vezes acaba gerando padrões de repetição que são facilmente percebidos até por pessoas leigas no assunto. Mesmo sendo evitado na maioria das vezes, essa distribuição das texturas pode ajudar quando o artista responsável conhecer técnicas para evitar o aparecimento das marcas características desse tipo de distribuição.

O tutorial abaixo mostra o procedimento para criar uma textura própria para ser distribuída usando o tiling, aproveitando a facilidade em trabalhar com escultura do Mudbox e a edição de imagens do Photoshop.

Mudbox techniques for props #3 – Tileable Stone from sascha henrichs on Vimeo.

A técnica é bem simples e consiste na criação de uma pequena textura de pedra esculpida no Mubdox, que na sua primeira fase não demanda nenhum cuidado especial para evitar o aparecimento das bordas na textura. O objetivo da escultura é criar um mapa de displacement que será usado depois para gerar mais um bloco de texturas. Assim que a primeira parte da escultura termina, o autor exporta uma imagem do modelo que será o mapa de displacement para o photoshop.

No photoshop a imagem recebe um filtro do tipo Offset para que a mesma fique distribuída em um bloco de 2 por 2. Essa imagem é salva como uma textura qualquer, sem nenhuma configuração especial. Ao voltar para o Mudbox, a mesma imagem recém salva no Photoshop é aplicada como um mapa de displacement sobre outro plano com boa quantidade de subdivisões. Isso resulta na criação de outra escultura, com as marcas da textura anterior bem visíveis nas bordas do modelo. Com a ferramenta Eraser do Mudbox, o autor do tutorial faz os ajustes e acabamento nessas bordas para suavizar e retirar essas marcas.

Esse é o segredo para criar texturas sem a marca! Logo depois dessa edição no Mudbox, a textura pode ser criada e aplicada sobre outros objetos 3d sem a criação das marcas características das texturas distribuídas usando tiling.