Tutorial 148 – Flash CC 2014: Usando clipes de filme

A animação 2d é uma arte que exige conhecimentos e técnicas que podemos dizer serem universais em relação ao animador, mas que também apresentam desafios e problemas que são únicos ao seu ambiente bidimensional. Até poucos anos atrás um dos maiores expoentes em relação à animação para web e também 2d era o Flash, que depois do advento dos dispositivos móveis e sua necessidade constante de economizar bateria precisou excluir o Flash da sua lista de tecnologias suportadas. Na época, muitas pessoas acreditavam que essa exclusão do Flash seria o fim da tecnologia, mas a Adobe acabou realocando o Flash como plataforma para animação 2d e o distanciou das animações voltadas para a web.

Hoje é muito comum encontrar artistas e estúdios produzindo animações 2d usando o Flash, pela sua natureza vetorial que ajuda muito ao longo do processo de criação.

Uma das ferramentas mais importantes dentro do contexto da animação usando o Flash são os chamados clipes de filme. Você sabe para que servem os clipes de filme no Flash? Para explicar exatamente o seu funcionamento e função, resolvi produzir um pequeno tutorial explicando como criar e usar clipes de filme uma situação comum de animação, o movimento dos olhos.

Com o uso de clipes de filme, podemos reaproveitar as animações geradas dentro do Flash e adicionar elementos que praticamente funcionam “sozinhos”. Esse é o caso dos olhos, em que podemos gerar o movimento apenas de um olho e replicar essa animação para conseguir otimizar essa animação.

Assista ao vídeo para entender a importância dos clipes de filme dentro do contexto de animação, e de quebra faça a animação para os olhos do seu futuro personagem virtual!

Animação 2D com Flash

Quer desenvolver as suas habilidades na animação 2d? Recomendo conferir os cursos sobre animação com Flash do EAD – Allan Brito, em que você pode ao mesmo tempo conhecer a tecnologia Flash no curso básico gratuito e também desenvolver habilidades próprias para animação 2d no curso específico sobre animação 2d com Flash:

Curso online de animação 2D com Flash

Os cursos do EAD – Allan Brito receberam mais um acréscimo na sua já extensa lista com quase 30 cursos disponíveis! Hoje foi a vez do curso de animação 2D com Flash ficar disponível para todos os participantes do site, e como o próprio nome já deixa claro as aulas são todas voltadas para a produção de animações em 2D com a tecnologia do Flash. O software já teve os seus momentos de domínio do mercado de animação 2D tanto para a web como em formatos de vídeo, mas hoje ele é mais lembrado por ser uma boa ferramenta de animação vetorial, mesmo podendo exportar parte de suas animações em HTML5 para a web.

Curso animação 2D com Flash

No curso do EAD – Allan Brito os participantes expandem ainda mais os conhecimentos já adquiridos no curso básico de Flash, que é gratuito, e utilizam recursos extras do software para elaborar animações usando:

  • Ferramentas vetoriais
  • Interpolação clássica
  • Interpolação de movimento
  • Interpolação de forma
  • Efeitos
  • Máscaras
  • Guias de movimento
  • Técnicas de animação para texto
  • Efeitos e truques com quadros-chave
  • Interatividade básica
  • Controle de símbolos
  • Clipes de filme
  • Organização de animações em camadas, pastas e cenas

A lista completa de vídeos e aulas pode ser conferida na página do curso de animação 2D com Flash. Esse é o primeiro curso do EAD – Allan Brito voltado para o uso mais avançado de softwares da família Creative Cloud da Adobe. Na próxima semana deve ser lançado mais um curso nesse sentido, mas agora com After Effects.

O objetivo é oferecer mais opções de curso, mas sem esquecer do Blender! Nas próximas semanas devem ser lançados mais alguns cursos novos sobre assuntos ainda não abordados no site como modelagem de personagens, uso de Python e muitos outros temas.

A área de jogos também receberá uma boa quantidade de conteúdo com mais cursos sobre Unity e mais conteúdo voltado para uso do Flash para criação de jogos. Só lembrando que você pode fazer a inscrição nos cursos do EAD – Allan Brito com desconto, caso opte por fazer a inscrição em combos! Basta selecionar os cursos na página dos combos e conferir o desconto no carrinho virtual do site.

Curso básico gratuito de Adobe Flash

O EAD – Allan Brito sempre oferece para os usuários inscritos no site e também aos leitores do blog. diversos cursos gratuitos que podem ser acessados por qualquer pessoa. Tudo que você precisa fazer para conhecer esses cursos básicos é realizar um cadastro no site e se inscrever nos cursos desejados. Hoje está disponível mais um desses cursos gratuitos! Depois de um hiato de alguns meses sem publicar novos cursos, retorno com a publicação regular desses importantes recursos de aprendizado. O novo curso aborda o uso do Adobe Flash, que é uma ferramenta muito importante para usuários e artistas interessados em animação.

Curso básico de Flash gratuito

O Flash já foi uma ferramenta muito importante dentro do contexto de animação para web e outros meios, mas a parte relacionada com a web ficou bem debilitada com a falta de suporte ao Flash Player dentro de dispositivos móveis. A plataforma da Apple foi a primeira a não oferecer suporte as animações e projetos produzidos com Flash e exportados no formato SWF. Mas, hoje o Flash já suporta exportar os projetos em formatos próprios para esses dispositivos móveis.

O curso em si não aborda a parte relacionada com a produção para dispositivos móveis, mas faz uma apresentação geral do software e as suas principais ferramentas. Ao longo do curso os participantes aprendem a:

  • Usar a interface do Flash
  • Usar o palco
  • Usar a linha do tempo
  • Desenhar usando vetores
  • Adicionar quadros-chave
  • Criar interpolação de movimento
  • Usar a biblioteca e símbolos do Flash
  • Configurar clipes de filme
  • Exportar projetos

No total o curso é composto por 5 aulas e segue o mesmo padrão dos cursos já existes no EAD – Allan Brito. Para acessar o conteúdo e começar a aprender o funcionamento do Flash, basta visitar a página do curso.

Esse curso complementa a já extensa lista de material gratuito existente no EAD – Allan Brito! Quais outros cursos existem no site? Esses são os outros cursos disponíveis:

Os links para as páginas dos cursos também disponibilizam os locais para realizar as inscrições no material. Esse é o primeiro de uma excelente seqüência de conteúdos que estão sendo preparados para o EAD – Allan Brito.

 

Tutorial animação: Interpolação de movimento com Flash e After Effects

O principal método para criar animações em sistemas informatizados é a chamada interpolação de movimento, em que podemos especificar posições chave para o software e determinar que o mesmo crie de maneira automática as posições intermediárias entre os dois pontos. A técnica é chamada de Tween em alguns softwares, e apesar do nome não ser unificado é possível encontrar o método de animação em praticamente todos os softwares. Esse é o caso do Flash e do After Effects que são duas das principais ferramentas da Adobe para criar animações para web e vídeo. O Flash hoje perdeu muito do seu público que produzia conteúdo para a web, mas ainda é uma das principais opções quando falamos sobre animação 2D, e o After Effects é um dos nomes mais fortes em termos de animação e efeitos para vídeo, e praticamente uma unanimidade no Brasil.

Os tutoriais que selecionei hoje para relembrar o que já foi produzido e publicado no blog falam exatamente sobre animação por interpolação usando ambas as ferramentas. E o primeiro vídeo aborda o funcionamento e diferenças entre o chamado Tween e Classic Tween no Flash. Até alguns anos atrás o Flash só tinha um tipo de Tween para movimento, mas desde a versão CS4 a Adobe adicionou duas variantes do Tween.

No After Effects o processo de animação é um pouco diferente do Flash, pois temos a sua timeline que é distinta em relação a praticamente todos os softwares que conheço. Alguns projetos mais complexos no After Effects exigem até mesmo documentação para o que está presente na timeline, pois um artista que receba os arquivos fonte para trabalhar em atualizações do projeto, pode demorar várias horas até entender como tudo foi criado.

Mas, depois de entender o funcionamento da timeline, o After Effects se mostra um software de animação fantástico e muito flexível, o que justifica a sua fama em ser uma das principais ferramentas de animação para vídeo.

Os dois vídeos apresentam basicamente a mesma coisa, mas com interfaces e mecânicas diferentes de configuração. Mas, no final é tudo interpolação de movimento. É por isso que sempre digo para meus alunos, que uma vez assimilada a técnica é possível reproduzir os efeitos em qualquer software!

Para os que quiserem aprender mais sobre o After Effects, recomendo uma visita ao EAD – Allan Brito que possui um curso gratuito online sobre o After Effects.

Tutorial de animação com Flash: Motion Tween e Classic Tween

Na época em que o Flash CS4 foi lançado pela Adobe, muitos artistas experientes encontraram duas maneiras nativas de criar animações por Tween que até o CS3 estava agrupado em apenas uma opção chamada de Motion Tween. Essas opções permanecem até hoje nas versões mais recentes do Flash, e mesmo com a tecnologia Flash estando em declínio para uso em material para web, o software ainda é uma das maneiras mais simples e acessíveis para começar a criar animações em 2D. Por isso, sempre acabo usando a ferramenta nas minhas aulas sobre animação tradicional 2D, pois é muito fácil trabalhar movimento com vetores no Flash. Mas, afinal quais são esses métodos de animação existentes no Flash?

Motion Tween e Classic Tween no Flash para animação

Os métodos estão divididos em Motion Tween e Classic Tween para criar movimento no palco do Flash. O mais simples de usar é o Classic Tween que como o próprio nome mesmo já identifica, é o método que foi herdado de versões anteriores do software, e consiste na criação de keyframes em pontos chave da linha do tempo, e caso exista diferença entre os keyframes o Flash faz a interpolação das propriedades para criar a animação.

No caso do Motion Tween o processo é diferente, pois podemos utilizar os menus do Flash para alterar propriedades do objeto selecionado, e nem existe a necessidade de adicionar keyframes formalmente para gerar movimento.

Para mostrar melhor as diferenças entre o Motion Tween e o Classic Tween em animação no Flash, gravei um pequeno tutorial em vídeo que explica na prática as diferenças:

A demanda por material em Flash para ambientes como o a internet está em declínio, mas é importante lembrar que esse era apenas um dos segmentos que permitiam trabalhar com a tecnologia Flash. E a ferramenta como plataforma para animação 2D ainda é muito usada por ser acessível e possuir muito material de consulta na própria internet. Por isso, existem diversos estúdios de animação pequenos e médios que ainda utilizam o Flash para montar as suas animações baseadas em vetores.

As minhas primeiras experiências com animação foram no Flash, ainda na época do já distante Flash 4! Isso já faz um bom tempo! Foi no final dos anos 90, para ser mais preciso em 99!