Blender 2.5: Script adiciona controle total sobre o cursor 3D

Os primeiros contatos com a interface do Blender podem render algumas experiências estranhas, principalmente quando usamos alguns elementos únicos da sua interface como é o caso do cursor 3D. Ainda lembro das primeiras vezes que usei o Blender, e me deparei com esse inusitado alvo no meio da tela que sempre se deslocava quando tentava clicar com o botão esquerdo do mouse. Essa deve ter sido a mesma experiência de outros usuários que migraram de outros softwares, mas depois de um tempo de prática você percebe como esse tipo de recurso é extremamente útil na modelagem e posicionamento de objetos.

Em poucas palavras, o cursor 3D serve como ponto de referência para criar objetos e também um pivô em operações de rotação ou transformações complexas. Por isso, é que quanto mais controle temos sobre a sua localização, menos trabalho teremos na modelagem. Foi pensando nisso que um usuário dos fóruns Blenderartists chamado de Seminumerical, criou e disponibilizou um script chamado de Cursor Control. Essa ferramenta adiciona controles extras ao que já existe na barra de propriedades da 3D View, permitindo fazer muito mais com o cursor.

Blender-2.5-CursorControl.png

Assim que instalamos o script na área de Add-ons do Blender 2.56a, poderemos ter acesso a barra de opções exibida na imagem que ilustra esse artigo. Nessas opções encontramos as seguintes ferramentas para manipular o cursor:

  • Armazenar as coordenadas do cursor
  • Mover o cursor para coordenadas específicas
  • Inverter a posição do cursor para as coordenadas salvas
  • Exibir o local das coordenadas salvas
  • Mover o cursor para o ponto mais próximo de objetos selecionados por vértice, aresta, faces e outros
  • Espelhar a posição do cursor 3D usando vértices, arestas ou faces
  • Mover o cursor para um ponto mediano de uma aresta
  • Mover o curso para a interseção entre duas arestas

Fora essas opções ainda podemos mover o cursor para a origem da cena no Blender, ou de maneira individual para as origens de objetos na cena.

Esse tipo de Add-on adiciona novos níveis de controle a projetos de modelagem desenvolvidos com o Blender, principalmente nos casos em que o tema do projeto é a modelagem com precisão muito comum em visualização para arquitetura, mecânica e topografia.

Surface Sketching ajuda na modelagem orgânica com Blender

A modelagem orgânica de objetos é sem sombra de dúvidas o tipo de criação em 3d que exige mais disciplina e habilidades artísticas. Se o objeto da modelagem ainda precisar passar por softwares ou ambientes de escultura digital, a necessidade de algum tipo de habilidade ou experiência com escultura é ainda maior. Uma das ferramentas usadas para facilitar a criação de versões e correções em modelos 3d orgânicos é a chamada retopologia, presente em boa parte dos softwares 3d que trabalham com modelagem orgânica. A retopologia pode funcionar de várias maneiras, sendo a mais comum a interseção de superfícies com modelos 3d prontos, que geram novos objetos 3d com estrutura mais organizada.

Um artista e usuário do Blender conhecido como Eclectiel, desenvolveu um pequeno script que deve ajudar significativamente o trabalho de retopologia, e também de modelagem orgânica com o Blender 2.50. A ferramenta se chama Surface Sketching e como o nome mesmo diz, o seu objetivo é desenhar superfícies em 3d de maneira automatizada. O script aproveita as opções de desenho existentes no Grease Pencil do Blender, especializado em desenhar sobre objetos na 3D View, fazendo a ligação entre as linhas e criando superfícies em 3d.

Depois que as linhas são desenhadas sobre a 3D View ou sobre outros modelos 3d, podemos acionar um pequeno botão chamado Add Surface, que cria superfícies 3d baseadas em Meshes ligando as linhas. Bem, explicar com palavras é uma coisa, melhor mesmo é visualizar a ferramenta em funcionamento:

Surface Sketching for Blender (timelapse demo) from Blend_Ideas on Vimeo.

Como fica claro pelo vídeo o processo de criação de superfícies 3d, seja para retopologia ou para modelagem 3d mesmo, fica muito simplificada. Basta criar algumas linhas e deixar que o script faça as ligações entre os objetos. Além da facilidade em criar modelos 3d com esse tipo de ferramenta, o que chama a atenção no script é a elegância com que as superfícies são criadas. Repare que em momento algum são adicionadas faces triangulares ou arestas cruzadas na superfície. O resultado é sempre uma malha regular e bem organizada.

Caso você queira fazer o download da ferramenta do Surface Sketching para o Blender 2.50, visite esse endereço. Será necessário usar uma versão de testes do Blender 2.50 superior a Rev 27974 que é posterior a ao Blender 2.50 Alpha 2. Essas versões são encontradas no graphicall.org.

Modelagem 3d com precisão no Blender 3D: Script Blender Assisted Design

A maioria dos softwares voltados para modelagem 3d apresentam um ponto fraco, que é a modelagem com precisão. No oposto dessa situação estão as ferramentas de CAD como o AutoCAD, VectorWorks e ArchiCAD que apresentam opções e mecanismos para controlar totalmente as dimensões e posicionamento dos objetos no espaço. Os softwares 3d são voltados para um tipo de modelagem mais livre e que não apresenta grandes restrições, como a criação de personagens. Mas, para a construção de cenários ou maquetes eletrônicas é necessário trabalhar com medidas ou proporções exatas dos objetos. Nesse ponto, a maioria dos softwares acaba oferecendo opções diferentes de modelagem.

O Blender 3D apresenta ferramentas como o Snap, 3d cursor e o grid para ajudar na modelagem o posicionamento de objetos no espaço. Mesmo com todas essas opções, ainda podemos adicionar alguns extras baseados em scripts. Na semana passada descobri um script muito simples de usar, mas que adiciona uma opção a modelagem no Blender 3D disponível apenas em softwares de CAD. A ferramenta se chama Blender Assisted Design e foi criada por um artista chamado Mart Roosmaa. Para fazer o download do Blender Assisted Design visite esse endereço.

A ferramenta é voltada para usuários interessados em ter controle absoluto sobre as dimensões do modelo 3d. A ferramenta manipula apenas arestas de objetos, podemos controlar dimensões e ângulos.

Como funciona esse script?

Para instalar o script, é necessário extrair do arquivo zip a pasta BAD e colocar a mesma na pasta de scripts do Blender 3D. Assim que a pasta estiver lá, uma nova opção aparecerá na pasta Mesh da janela de scripts do Blender.

blender-3d-modelagem-arquitetura-script-precisao-01.jpg

Ao executar a ferramenta teremos a sua interface visível:

blender-3d-modelagem-arquitetura-script-precisao-02.jpg

A interface do mesmo é bem simples e conta apenas com três opções:

  • Edge Length: Com uma aresta selecionada, podemos determinar na caixa de diálogo a dimensão da aresta.
  • Edge Angle: Aqui é necessário selecionar duas arestas conectadas para determinar o ângulo entre os objetos.
  • Weld: A última opção permite criar um vértice com base na interseção de duas arestas.

Essa última opção, em minha opinião, é a melhor desse script. Quer ver como esse tipo de ferramenta é importante? Veja a imagem abaixo que mostra o modelo 3d de uma parede, com duas arestas marcando a posição em que outra parede de começar a ser modelada.

blender-3d-modelagem-arquitetura-script-precisao-03.jpg

Com o uso da opção Weld do script, podemos criar dois vértices marcando a posição em que ambas as arestas estão fazendo a interseção. Isso é parecido com o Osnap intersection do AutoCAD. Para fazer a operação, os objetos precisam estar organizados dentro do mesmo Mesh. Ao selecionar as duas arestas e pressione o botão Weld.

blender-3d-modelagem-arquitetura-script-precisao-04.jpg

Veja que foi criado um vértice exatamente no local do vértice. O mesmo procedimento pode ser repetido para as outras arestas.

blender-3d-modelagem-arquitetura-script-precisao-05.jpg

No final teremos o local marcado para começar a modelar a parede com as opções padrão do Blender 3D. A vantagem é apenas fazer a marcação no modelo 3d, para conseguir derivar outras partes usando extrude ou outra ferramenta. Caso não fosse possível usar essa opção, seria necessário manipular as arestas apenas com o deslocamento simples dos objetos.

Eu falei que o script é gratuito? Corra para fazer o download!

Simulações físicas avançadas com o Blender 3D e MBDyn

O Blender 3D oferece diversas opções e maneiras para realizar simulações físicas em animação com o uso de Rigid Bodies, Soft Bodies, Cloth, Partículas e fluidos. Todas essas opções fazem parte de um incrível arsenal de recursos para trabalhar com animações calculadas pelo próprio software, usando como base apenas algoritmos especializados em simulações 3D. Mas, será que esse tipo de ferramenta consegue realizar todos os tipos de simulação? Com um pouco de ajustes e trabalho de configuração é possível fazer muita coisa, mas algumas simulações físicas ainda precisam de recursos mais sofisticados, como a simulação do atrito no ar ou outras propriedades mais avançadas.

Um projeto muito interessante de pesquisadores italianos, desenvolveu um script em Python que liga o Blender 3d a um software chamado MBDyn (Multi-body dynamics). Esse software é capaz de simular comportamentos físicos avançados, como Aerodynamics e Aeroelastics. Ambas as propriedades são derivadas do estudo e comportamento de objetos se deslocando através do ar, sendo mais relacionados a engenharia aeronáutica. O estudo e análise dessas propriedades é muito usado em projetos de aeronaves como aviões de passageiros e helicópteros.

Como isso é possível? Que script é esse?

Para aprender sobre o funcionamento dessa ferramenta, e visualizar o Blender produzindo e criando um objeto tão complexo como a estrutura de um helicóptero, usando e configurando as suas diversas partes com comportamentos físicos reais, assista ao tutorial abaixo em que o script é demonstrado. Antes de assistir ao material, devo alertar que o mesmo tem aproximadamente uma hora de duração!

Piloted Coaxial Helicopter Tutorial from Doug Baldwin on Vimeo.

No tutorial podemos acompanhar o processo de criação do helicóptero usando os objetos do Blender 3D. O script e as ferramentas usadas no tutorial são bem detalhados e apresentam diversas opções para adicionar os elementos do rotor do helicóptero usando suas propriedades físicas. Assim que o objeto é criado com alguns dos seus elementos, já é possível visualizar os movimentos cíclicos das pás da hélice.

Esse material é muito interessante para pessoas que procuram animação automática realizada pelo Blender, e principalmente tópicos avançados sobre simulações físicas. Como faço para começar?

Se você quiser fazer o download do material necessário, como arquivos e o script usado para fazer a ligação entre o Blender 3D com o MBDyn, visite os seguintes endereços:

Agora você já pode criar os seus próprios projetos aeroespaciais no Blender 3D, fazendo a análise e testes usando propriedades físicas reais! Os arquivos fonte desse tutorial em vídeo, podem ser copiados nesse endereço.

Quero agradecer ao leitor Jefferson, pela dica enviada no fórmulario de contato. Obrigado!