Tutorial SketchUp e Kerkythea: Renderização de projetos básica

Um dos pontos fracos do SketchUp é a parte de renderização do software que é muito simples, principalmente se levarmos em consideração que a maioria dos usuários que procuram o software estão interessados em trabalhar com maquetes eletrônicas e visualização para arquitetura. Isso significa que o software será capaz de gerar os modelos 3d necessários para representar os projetos, mas terá dificuldade em gerar imagens realistas dos projetos para apresentações. A melhor maneira de resolver isso é com o uso de renderizadores externos, e entre as opções disponíveis para o SketchUp a mais famosa na categoria render gratuitos é o Kerkythea.

Mas, o fato de ser gratuito não significa que o mesmo é fácil de usar. E para a surpresa da maioria dos usuários que tenta usar o Keykythea pela primeira vez, o software é até simples, mas precisa de uma base de conhecimento para que possa ser aproveitado de maneira plena.

Renderizando projetos com SketchUp e Kerkythea

Para ajudar aos interessados em começar a trabalhar com o Kerkythea, encontrei um tutorial muito interessante e básico sobre como renderizar uma cena do SketchUp no Kerkythea.

O autor do tutorial configura uma cena com todos os materiais e ajustes necessários no SketchUp, e exporta o modelo 3d completo para o Kerkyteha. No renderizador o único ajuste em termos de materiais que é realizado é a configuração do vidro desse modelo 3d, que necesida de mudanças em relação a transparência do objeto. Com o vidro devidamente configurado, basta escolher o método de renderização e pedir para o Kerkythea gerar a imagem.

O processo como um todo leva pouco mais de 5 minutos para configurar e o render acaba sendo mais demorado. Apesar de representar uma ótima opção gratuita para render com o SketchUp, os usuários do SketchUp podem estranhar um pouco o tempo para gerar as imagens que é um pouco longo no Kerkythea.

O software não dispõe de suporte a render por GPU, pelo menos não que eu conheça, e acaba depositando toda a sua carga na CPU, o que faz com que o tempo de render seja bem longo.

Mas, ainda assim é uma opção viável para usar com o SketchUp e muitos artistas utilizam o Kerkythea para gera imagens realistas dos seus projetos.

Nas próximas semanas você encontrará um curso no EAD – Allan Brito que aborda renderização com o SketchUp, usando renderiadores externos para complementar os cursos sobre modelagem para arquitetura e modelagem avançada com SketchUp.

Comparação entre renderizadores para o SketchUp

Essa semana publiquei aqui no blog um artigo comentando sobre o lançamento do Maxwell for Google SketchUp como sendo uma opção a mais de renderização para o SketchUp. O artigo mencionava como era difícil encontrar uma boa opção de render para o SketchUp que aliasse o fato de ser gratuito com qualidade no render, como existe no Blender. O assunto é bem interessante para o público do blog, pois frequentemente recebo mensagens pelo formulário de contato, ou mesmo no Twitter, questionando sobre renderizadores para o SketchUp.

Comparação entre renderizadores para o SketchUp

Hoje pela manhã estava navegando por alguns sites de notícias e encontrei um artigo que pode ajudar muitos usuários interessados em renderizadores para o SketchUp. Um artista chamado Patrick Lambert fez um estudo comparativo entre vários renderizadores para o SketchUp. O que ele fez foi instalar os renderizadores e com a mesma cena, tentou gerar uma imagem com as opções padrão de cada software.

sketchup-Render-Indigo.jpg

O resultado você pode conferir no artigo que ele publicou com a comparação.

A comparação em si é válida, mas não tem caráter avaliativo que permita ajudar na escolha de alguma dessas ferramentas como base para uso em projetos. O motivo é bem simples, com pequenos ajustes nas configurações ele poderia muito bem mudar de maneira significativa o resultado do teste, inclusive com tempos de render menores do que os apresentados no estudo.

Entre os renderizadores escolhidos o de menor desempenho quando o assunto é realismo foi o SU Podium, e pela experiência que já tive com ele posso dizer que as opções do software não são realmente as mais indicadas para usuários que procuram realismo máximo! O SU Podium é a escolha ideal para quem não quer ter trabalho de ficar escolhendo valores para inúmeros parâmetros até conseguir um bom resultado no render.

A qualidade do render obtida no Indigo não me surpreendeu, pois conheço o renderizador e sei que usando os ajustes certos de material e luzes ele consegue gerar imagens extremamente realistas. O resultado do teste com o V-Ray no artigo foi muito ruim, pois esse é um dos que exige a maior quantidade de ajustes.

Se você queria uma comparação rápida entre os renderizadores, recomendo ler o artigo e avaliar as imagens com os resultados do render no SketchUp.

Maxwell: Novo renderizador gratuito para o SketchUp

Entre as maiores limitações do SketchUp na opinião de usuários mais experiêntes, está o fato do mesmo não dispor de uma opção boa e gratuita de renderização, para gerar imagens realistas. Existem sim muitos renderizadores que trabalham com o software, mas nenhum deles com uma versão 100% gratuita para o SketchUp. Ainda existem opções de avaliação de renders comerciais como o Podium ou o V-Ray, mas a grande maioria acaba oferecendo uma opção de um software demo para avaliação, que mostra uma marca d'água na imagem ou então limita os recursos do renderizador.

Maxwell for Google SketchUp

Um dos renderizadores comerciais mais conhecidos pela qualidade das suas imagens chamado de Maxwell Render, acaba de receber uma versão dedicada ao SketchUp que pode interessar a muitos usuários.

MaxwellforSketchUp.jpg

Os artistas que trabalham com o SketchUp já tinham a opção de exportar as suas cenas de dentro do SketchUp mesmo para o editor do Maxwell para renderizar as suas cenas. Mas, isso envolvia o envio dos arquivos e dados do SketchUp para outra ferramenta. Agora foi lançada uma versão diferente e mais simples do Maxwell Render que pode ser executada diretamente de dentro do SketchUp. O chamado Maxwell for Google SketchUp oferece uma gama de opções muito boas para renderização, iluminação, materiais e outros recursos que estavam disponíveis apenas na versão mais “completa” do renderizador.

Uma das vantagens dessa versão do Maxwell, é que podemos instalar a mesma no SketchUp usando um modo gratuito, que funciona independente de licença com a limitação do tamanho do render para 800 pixels de largura. Se a licença do software for adquirida por 95 dólares, valor bem em conta para a qualidade dos renders gerados pelo software.

Mantendo o Maxwell e SketchUp instalados

Para os usuários que procuravam um render gratuito e de qualidade para o SketchUp, o Maxwell for Google SketchUp é uma excelente opção, principalmente se você não pretende imprimir as suas imagens renderizadas. A largura de 800 pixels para as imagens pode parecer pequeno, mas é suficiente para visualização de ambientes para desenvolvimento de projetos e estudo de iluminação. Eu recomendo do download para avaliação, e caso você goste pode deixar o Maxwell instalado no seu SketchUp sem custo algum.

Materiais com sujeira no V-Ray para SketchUp

O objetivo da maioria dos artistas 3d é criar imagens com o máximo de realismo para apresentar espaços ou produtos que ainda não existem, sendo essa uma das tarefas dos artistas especializados em visualização para arquitetura. Uma das técnicas mais usadas para adicionar realismo em objeto 3d é a criação de pequenos defeitos nas cenas, que possam representar com clareza a intervenção humana nesses espaços. Os objetos e espaços criados em softwares 3d tem a tendência de parecerem perfeitos demais, limpos e artificiais. Ao comparar esse tipo de imagem com fotografias, em algumas situações a diferença é percebida de imediato devido a ausência de pequenos defeitos ou fenômenos óticos como granulação na imagem ou mesmo sujeira nos objetos.

Sim, a sujeira que é tão indesejada em espaços físicas é em algumas situações necessária para adicionar mais realismo em cenas 3d.

Uma das técnicas para criar sujeira em modelos 3d é no trabalho com as texturas, em que podemos editar os cantos dos objetos e pintar a sujeira necessária para conseguir o efeito desejado, e em outras situações os próprios renderizadores já possuem opções próprias para gerar sujeira.

Esse é o caso do V-Ray para o SketchUp que já dispõe de um shader próprio para gerar sujeira nos objetos renderizados com o software. Você quer aprender a criar sujeira com o V-Ray no SketchUp?

No vídeo abaixo que já é uma produção da divisão resultante da aquisição feita pela ChaosGroup da antiga ASGVIS que agora é ChaosGroup USA, podemos acompanhar a configuração de um material usando o V-Ray Dirt no SketchUp. A cena está configurada para simular a iluminação de um studio para ajudar com a demonstração usando um fundo infinito.

O processo consiste na escolha de um material do tipo White Dirt e a configuração do TexDirt, que tem duas cores básicas que precisam de ajustes. No caso uma cor preta e outra branca que controlam os níveis de sujeira no material. No vídeo o autor faz uso de tonalidades diferentes nessas cores para conseguir o efeito da sujeira.

O resultado final é bem interessante, e tirando um pouco a interface do V-Ray no SketchUp que é um pouco confusa, parecendo até mesmo que ainda está em desenvolvimento com aqueles enormes espaços entre as opções da interface, a técnica utilizada pode ser muito útil para incrementar o realismo da cena.

Tutorial completo sobre render com V-Ray no Sketchup

A criação de ambientes internos no SketchUp com o objetivo de renderizar imagens com altos níveis de realismo acaba sempre em renderizadores comerciais. Ainda é escassa a oferta de renderizadores gratuitos que ofereçam o mesmo nível de qualidade para softwares como o V-Ray. Já existem projetos para criar scripts para exportar projetos para o YafaRay e LuxRender, mas ainda estão longe de conseguir manipular cenas complexas e gerar imagens que estejam dentro dos requisitos de qualidade para projetos comerciais. Se você está investindo o seu tempo no estudo do V-Ray para o SketchUp como solução pare configurar seus projetos de visualização para arquitetura, encontrei uma série de vídeos gratuitos sobre a configuração do V-Ray para SketchUp. Os vídeos mostram o que é necessário ajustar no V-Ray para conseguir gerar a imagem abaixo.

Os vídeos foram publicados no inicio do ano nos fóruns de usuários do V-Ray para SketchUp da antiga ASGVIS, que hoje é a Chaos Group USA, resultado da compra da empresa americana pelos desenvolvedores do V-Ray.

O tutorial como um todo é dividido em dez vídeos que mostram diversos aspectos do desenvolvimento desse projeto. O primeiro vídeo tem como objetivo apresentar o projeto e mostrar detalhes do modelo 3d que devem ser abordados dentro do contexto da renderização. Os outros nove vídeos é que são importantes para mostrar o desenvolvimento e configuração do V-Ray no SketchUp.

São três vídeos explicando o processo de ajustes para iluminação que abordam a luz do ambiente e também a parte interna, quatro vídeos para os ajustes de materiais e os dois últimos descrevem o processo de pós-produção e finalização de toda a imagem. Para quem está com o V-Ray para SketchUp já faz tempo e não conseguiu produzir nenhum tipo de imagem realista até agora, esse conjunto de tutoriais é de grande ajuda! A parte negativa do download é que o autor publicou o material em um daqueles serviços de hospedagem de arquivos que limita a cópia dos arquivos caso você não seja usuário “premium” do sistema. Isso atrasa um pouco o download, mas vale a pena esperar um pouco e copiar todo o material.