Tutorial Blender: Integração da engine bullet com o Blender

O uso de animação baseada em física no Blender ainda está de certa forma relacionado com o uso da Game Engine, devido ao fato do sistema de animação que cria simulações de Rigid Body estar associada a Game Engine. Se você quiser trabalhar com animações em que os objetos sofram a ação da gravidade e sejam suscetíveis a colisões é preciso mudar o render para o modo de jogos, gravar o movimento e interação dos objetos e depois voltar para o modo de animação tradicional do Blender. Isso é assim desde que conheço o Blender, e até hoje me serviu muito bem na maioria dos projetos. Mas, claro que tudo pode melhorar e com o Blender estamos sempre vendo alguma coisa sendo desenvolvida para melhorar um recurso já existente.

Um artista e usuário do Blender chamado Sergej Reich está trabalhando em um projeto para integrar a engine de física bullet no Blender, e como resultado disso veremos a parte de animação baseada em Rigid Body integrada ao painel de física do Blender. Já existem versões de teste do Blender disponíveis para download que contam com essa implementação da engine bullet, e para mostrar como pode ficar a parte de simulação baseada em física no futuro, resolvi gravar um pequeno tutorial mostrando o seu funcionamento.

Caso você queira seguir o tutorial e usar o recurso, recomendo fazer o download de uma versão de testes no graphicall.org identificada como sendo do projeto de integração da engine bullet.

Gostou do vídeo? O que acha de avaliar o mesmo?

No vídeo podemos perceber que a integração da engine bullet e das ferramentas de Rigid Body no painel de física do Blender apresenta inúmeras vantagens em relação ao método usado hoje, como a posisbilidade de adicionar keyframes nos parâmetros da simulação. E também podemos trabalhar com o uso de sistemas ativos e passivos de Rigid Body assim como acontece em ferramentas como o Maya.

O tutorial foi apenas uma apresentação, mas mostra bem o que podemos esperar no futuro em termos de animação com física. Se você quiser aprender mais sobre animação com física no Blender, sempre é interessante visitar o curso sobre animação baseada em física com Blender. Assim como mencionei no vídeo, me falaram que o curso é muito bom!

Tutorial Blender: Usando o recurso de demolição

As técnicas usadas para destruir objetos em 3d são sempre um sucesso nas minhas aulas presenciais, pois de alguma maneira acabm despertando nos alunos a curiosidade ou instinto de destruição reprimido ao longo dos anos. Pelo menos essa é a impressão que tenho quando demonstro o modificador explode do Blender ou mesmo o bomb do 3dsmax, resultando na fragmentação e posterior destruição de um objeto virtual. Depois que o Blender 2.64 recebeu um Add-on chamado de Cell Fracture a coisa ficou ainda mais fácil de realizar dentro do software, pois muita coisa agora é feita de maneira automática. O add-on foi inclusive tema da aula 08 do curso sobre animação baseada em física com Blender do EAD – Allan Brito, e gerou uma repercussão positiva entre os participantes.

A animação gerada na aula 08 do curso é essa:

Mas, extrapolando um pouco os assuntos da aula, o Daniel Martins que participa do curso sobre animação baseada em física me perguntou como seria possível trabalhar com demolições no Blender. E a resposta para isso é o uso de um Patch para o Blender que adiciona o recurso de demolição no Soft Body. Esse é um recurso ainda experimental do Blender, que necessita de versões especiais do software ou então que você compile o Blender com o Patch aplicado.

Se você não está interessado em compilar o Blender, recomendo fazer o download no graphicall.org de alguma versão do Blender já com o Patch. Basta pesquisa por demolition. Mas, como é possível usar o recurso? Para ajudar a responder a essa dúvida, resolvi gravar um tutorial sobre o tema, seguindo o guia que o próprio desenvolvedor do Patch criou.

Como você pode perceber, e parafraseando o que comentei no vídeo, você deve ter percebido de imediato que o recurso Break não existe por padrão no Soft Body. Isso devido ao fato de você ser um exímio usuário do Blender, e conhecer bem a ferramenta nos seus mínimos detalhes. Eu mesmo na primeira vez que usei o recurso fiquei procurando por vários minutos encontrei rapidamente!

Deixando a brincadeira de lado, o recurso Break é que determina o limite de rompimento dos objetos. Quanto menor for o valor do Break, mais suscetível a quebras será o objeto. Caso você queira avançar no uso dessa ferramenta para criar grandes demolições, é importante lembrar de alguns fatos antes de continuar:

  • Esse recurso ainda é experimental
  • Por ser experimental, cuidado ao abrir arquivos importantes nessa versão
  • Salve o tempo todo, pois eventualmente o Blender trava
  • Grandes quantidades de polígonos demandam muito poder computacional para animação
  • Use o Cache do Soft Body para armazenar a animação em disco

O autor do Patch tem alguns vídeo bem legais de demolição gerados com o recurso, mas que devem ter levado um bom tempo para gravar.

Análise sobre o DVD de Sintel

A espera foi bem longa, mas depois de ficar várias semanas aguardando a chegada do DVD de Sintel, a minha cópia do material chegou na última sexta. Sim, parece que a entrega de material vindo de fora do país sofre algum tipo de atraso, principalmente quando é encaminhado para a região nordeste. Posso afirmar isso, sabendo que vários conhecidos que moram na região sudeste já contam com o DVD já faz um bom tempo. De posse do DVD pude passar o final de semana assistindo a todo o material disponível e posso dizer com toda a certeza que é um dos melhores já produzidos pelo Instituto Blender. A qualidade das informações é somado ao fato de termos uma versão nova do Blender, que a própria equipe confessou ser um dos desafios para a produção.

No documentário que acompanha o DVD, os integrantes da equipe comentam sobre a dificuldade inicial em trabalhar com uma versão Alpha do Blender, e acompanhar a evolução do software junto com a produção da animação.

Se você ainda não assistiu a animação, pode conferir o material completo no vídeo abaixo:

dvd-sintel.jpg

Quando você compra o DVD da animação, recebe um conjunto com quatro discos que contém não só a animação, mas os arquivos usados na produção e também vários tutoriais.

Os tutoriais fazem o conteúdo do DVD valer a pena apenas pela riqueza do material e as informações úteis sobre ferramentas do Blender 2.5, direto de um ambiente de produção.

Entre os títulos presentes no DVD, encontramos tutoriais sobre:

  • Animação de personagens
  • Animação facial
  • Configurando animações complexas
  • Layout para animação
  • Uso de proxys
  • Escultura de personagens
  • Criando seqüências de animação
  • Animação com Shape Keys
  • Ciclos avançados no Blender
  • Usando o Addon Scatter
  • Texturas e materiais com o Blender
  • Usando os Meta-rigs do Blender 2.5
  • Animando uma cena completa de Sintel

A minha única crítica em relação aos tutoriais é a falta de padrão na distribuição dos vídeos, pois temos tutoriais em variados containers de vídeo como MOV, MP4, OGV e AVI. Isso faz com que alguns vídeos abram no navegador e outros precisem de um player específico.

O disco que agrega os arquivos da produção é um caso aparte, pois mostra a animação vista com toda a plenitude técnica, em que podemos analisar a posição dos keyframes e texturas usadas pela equipe de produção para gerar a animação. Essa parte do DVD ainda deve consumir várias semanas de observação e estudo para que seja possível absorver todo o conteúdo.

O veredicto final sobre o DVD? Em minha opinião esse é o tipo de material que todo usuário e artista que usa do Blender deveria ter, para estudar e também ajudar o Instituto Blender. Se você ainda não tem o DVD, recomendo muito a compra. É importante lembrar que essa é uma das maneiras de financiar projetos desenvolvimentos pelo Instituto Blender. O material pode ser compartilhado com outras pessoas sem nenhuma restrição, pois a licença é Creative Commons, mas para quem puder é importante adquirir o conjunto de discos. Vale cada centavo.

Vídeos e tutoriais oficiais do Blender 3D no Youtube

Uma das coisas mais legais em relação a forma com que o conteúdo relacionado ao Blender 3D é produzido pela Fundação e Instituto Blender, é o compartilhamento e possibilidade de aproveitar esse material para produzir obras derivadas pela licença creative commons. Isso ao mesmo tempo permite que as pessoas interessadas em aprender o Blender possam acessar os conteúdos e DVDs criados pelo instituto, e também financiar o desenvolvimento de mais material com a comercialização dos treinamentos.

Sempre comento para meus alunos e colegas que começam a usar o Blender profissionalmente, que é quase uma obrigação moral comprar um desses DVDs se você usa o Blender 3D profissionalmente. É uma troca perfeitamente justa, pois ao mesmo tempo em que você como artista recebe material de qualidade e produzido por pessoas gabaritadas, ajuda a manter a estrutura de suporte ao Blender 3D. O software é gratuito, mas a manutenção e custos da Fundação continuam lá.

Com o objetivo de divulgar os treinamentos e material de treinamento usando o Blender 3D, a fundação começou a divulgar alguns dos seus títulos mais antigos, como o Mancandy FAQ no Youtube. No canal específico da Fundação Blender é possível encontrar alguns vídeos do Mancandy FAQ e as animações Elephants Dreams e Big Buck Bunny.

Essa é uma amostra do vídeo de abertura do Mancandy FAQ.

Os vídeos desse DVD apresentam as técnicas usadas para conseguir animar e trabalhar com o personagem Mancandy, criado por Bassam Kurdali e que pode ser copiado de maneira gratuita, assim como o DVD.

O lançamento do DVD já perfaz mais de um ano e as ferramentas usadas na produção do vídeo estão um pouco desatualizadas, pois com o Big Buck Bunny o Blender sofreu algumas pequenas melhorias na animação de personagens, mas ainda assim é uma ótima maneira de estudar a ferramenta. Como o treinamento é focado na animação de personagens, é indicado para pessoas interessadas na manipulação e animação de personagens virtuais, e não envolve nada relacionado com modelagem 3d.

Com o tempo, mais treinamentos devem ser adicionados ao canal, mas para ter os DVDs mais recentes e ainda ajudar a fundação Blender, é sempre importante adquirir os mesmos na loja virtual da fundação Blender. E por falar nisso, você já reservou o seu DVD do projeto Durian?

Meu DVD do Big Buck Bunny finalmente chegou!

Depois de uma espera que já perdurava um mês, meu DVD do Big Buck Bunny finalmente chegou ontem! Ao que parece a demora foi conseqüência de algum atraso nos correios. Eu já tinha até entrado em contato com o pessoal da Fundação Blender, para que se o DVD tivesse extraviado, como aconteceu com o Mancandy FAQ, outro DVD pudesse ser encaminhado para minha casa. Bem, apesar de ser uma compra longa, feita em Novembro do último ano, estou plenamente satisfeito com o resultado, que se resume no Blender 3D 2.46 e na animação em si.

Mesmo com todo o cuidado na embalagem, a caixa do DVD chegou quebrada, mas os discos estavam intactos.

Como eu não ia agüentar esperar mesmo, estava fazendo o download do ISO, com o conteúdo completo do DVD. Mas agora posso fazer uma análise mais detalhada do conteúdo. Ainda não tive como assistir tudo, mas posso dizer que o valor educacional para quem está aprendendo ou gosta de computação gráfica, supera em muito o preço do DVD.

Listei os pontos positivos do DVD, para que você possa ter uma idéia melhor do seu conteúdo:

  • Todos os arquivos usados na produção: Desde as texturas até os arquivos do Blender, estão disponíveis para consulta e reutilização.
  • Making of e documentário: Um ótimo vídeo que já foi divulgado aqui no blog em formato mais compacto, mas agora em resolução de DVD.
  • Comentários da equipe: Esse é um verdadeiro achado! Nada mais é que a animação, sendo comentada pelas diferentes equipes. Por exemplo, você pode assistir a animação com o Andy narrando os desafios e características técnicas da produção e composição dos cenários, ou o Nathan comentando as características dos personagens.
  • Tutoriais: No DVD existem dois ótimos tutoriais em vídeo, que só podem ser acessados no computador. Nele podemos aprender de maneira rápida como manipular os personagens da animação, e as técnicas de setup de personagens usadas pela equipe. O tutorial sobre configuração de personagens é imperdível!

Isso é só uma parte, ainda podemos tirar muito mais coisas, como cenas deletadas, animatics e muito mais.

Existe algum ponto negativo? Sim, infelizmente não existem legendas nos vídeos, sequer transcrições do que o pessoal fala. Então é necessário compreender o inglês falado, para aproveitar completamente o conteúdo do DVD.

Ah! Mais uma coisa, não deixe de conferir no DVD os “erros de gravação” (Out Takes).

Agora é só reservar o DVD de treinamento do Andy, sobre desenvolvimento de personagens e torcer para que a entrega dos correios seja mais eficiente agora.