Curso online gratuito sobre Adobe After Effects Básico

As animações criadas para diversos projetos em cinema e TV acabam tendo como origem ferramentas especializadas para esse tipo de produção como o After Effects da Adobe. O software é um dos mais famosos aqui no Brasil em termos de aplicação para criação desse tipo de material voltado para vídeo. O seu objetivo do ponto de vista da produção é bem diferente de uma ferramenta 3d como o Blender, pois o After Effects é voltado realmente para trabalhos com vídeo, apesar do Blender estar entrando nesse segmento com as suas recentes atualizações.

Ainda assim muitas pessoas preferem o After Effects, seja por gosto pessoal ou mesmo necessidade de mercado. Depois de inúmeros pedidos por e-mail, hoje estou lançando mais um curso gratuito no EAD – Allan Brito. O curso sobre Adobe After Effects básico já está disponível!

Esse curso somado aos outros cursos gratuitos do site já soma um total de quatro cursos totalmente gratuito para os usuários inscritos no EAD – Allan Brito. O vídeo abaixo é uma amostra do curso sobre After Effects:

Nesse curso você aprende os seguintes tópicos sobre After Effects:

  • Interface: Como é organizada a interface do After Effects e quais opções estão disponíveis para os usuários modificarem essa interface.
  • Composição: Qual é o papel de uma composição dentro do After Effects e os procedimentos necessários para criar composições dentro do software.
  • Projetos: A janela de projetos é apresentada aos usuários e o seu papel dentro do contexto do software. Esse é o lugar em que agregamos conteúdos externos ao After Effects.
  • Timeline: O coração de qualquer iniciativa relacionada com animação é a Timeline, e a do After Effects é conhecida entre artistas de vídeo como sendo uma das mais complexas. Você conhecerá a timeline e algumas das suas opções.
  • Animação: O processo de animação no After Effects é gerado com base em interpolação, assim como em diversos outros softwares. Aqui você aprende o que é necessário para começar a gerar animações com o software.
  • Render: O processo de saída das composições pode ser realizado por meio de renderização, que gera um arquivo de vídeo. Na última aula do curso você aprende como realizar essa renderização.

O curso já está completo com as suas 5 aulas todas disponíveis! Só para lembrar, você encontra dentro do curso apenas as aulas, sendo de sua responsabilidade possuir o After Effects para acompanhar o conteúdo.

Cursos gratuitos no EAD – Allan Brito

Os outros cursos disponíveis no EAD – Allan Brito de maneira gratuita são:

  • Blender Básico
  • SketchUp Básico
  • Photoshop Básico

Tutorial After Effects: Removendo objetos do vídeo

Os dispositivos de captura de vídeo são muito comuns hoje em dia e com praticamente qualquer câmera moderna é possível gravar material em HD (720p). Essa grande quantidade de vídeo demanda edição, para os casos de autores mais exigentes, e em alguns casos é preciso partir para ajustes mais elaborados em softwares como o After Effects. Até pouco tempo atrás alguns tipos de ajuste como estabilização de câmera estavam restritos a ferramentas dedicadas e caras, mas hoje já temos acesso a uma gama incrível de opções para editar e produzir vídeos de qualidade profissional em pequenas produtoras.

Removendo objetos de vídeos com o After Effects

Um dos tipos de tarefa mais comuns em termos de vídeo é a remoção de elementos indesejados do vídeo, que é um dos tipos de edição mais realizados em fotografias no Photoshop. Mas, e como funciona em vídeo? Se você quiser aprender uma técnica simples e prática no After Effects o tutorial abaixo deve ser de grande ajuda. No vídeo, a autora do material ensina a usar o recurso de máscaras do After Effects e o Tracking de movimento, para fazer com que a remoção e ajustes em poucos frames sejam distribuídos pelo trecho completo do vídeo.

A técnica é relativamente simples de implementar e no caso do vídeo serve de ajuda para remoção de uma luminária que acabou sendo gravada por acidente, e apareceu depois que o fundo em Chroma Key foi removido do vídeo. Esse seria um trabalho digno da rotoscopia que é um dos tipos de tarefa mais exaustiva da edição de vídeo, pois seria necessário trabalhar em todos os frames do vídeo!

O segredo para remover esse objeto é a criação de uma máscara no After Effects que deve ser configurada de maneira a não só remover a área indesejada no vídeo, mas também seguir os movimentos do ator do vídeo, e usando o tracking do After Effects isso fica muito fácil de executar. No final temos um efeito semelhante ao que teríamos no Photoshop em fotografias com a remoção e um objeto do vídeo.

Para quem está aprendendo a trabalhar com montagem e edição de vídeo, a técnica pode vir a ser bastante útil na pós-produção. É só imaginar a economia gerada ao editar esse tipo de “erro” no software ao invés de voltar ao estúdio para gravar tudo novamente.

Tutorial Adobe After Effects: Criando uma animação simples na timeline

O Adobe After Effetcs é um dos softwares mais usados para criar peças gráficas para TV e cinema, mesclando imagens e som de maneira a criar animações sofisticadas. Mas, apesar de toda a complexidade da sua timeline e recursos disponíveis para criar movimento, é preciso saber o básico para trabalhar com o After Effects, e nesse ponto precisamos compreender o processo de animação por interpolação para depois evolir para composições mais complexas.

É exatamente com os usuários do After Effects em mente que produzi um pequeno tutorial que tem como objetivo mostrar como trabalhar com interpolação no software, e que será o primeiro de uma série sobre o After Effects.

Como criar animação com o Adobe After Effects?

O processo de animação por interpolação é relativamente simples de ativar, bastando para isso expandir os campos relativos as transformações na timeline do After Effects. O vídeo abaixo mostra como criar uma animação simples no After Effects:

A timeline do After Effects é uma das mais complexas que conheço devido a grande quantidade de informações que ela acaba exibindo, dependendo do tamanho e escala das composições. Mas, é com ela que precisamos trabalhar para criar animação. Cada objeto na composição possui uma trilha na Timeline que agrupa todas as propriedades dos elementos como as transaformações. É exatamente isso que usamos para criar a animação desse tutorial. Ao expandir as propriedades da timeline para o objeto selecionado, podemos acessar as trnaformações de posicionamento.

Nessa área existem pequenos ícones a esquerda de cada propriedade, representando um relógio, que na verdade é um cronometro. Ao pressionar esse ícone poderemos adicionar keyframes na trilha correspondente na timeline.

Isso é praticamente tudo que precisamos fazer para habilitar a animação. Os próximos passos agora envolvem o posicionamento do cursor de animação, ou playback head no ponto desejado da timeline.

Ao mover o objeto na composição um novo keyframe será adicionado de maneira automática! Se esse mesmo processo for repetido várias vezes, o resultado será uma animação.

Apesar de mostrar o resultado apenas com movimento no tutorial, o mesmo procedimento pode ser aplicado em qualquer propriedade para gerar animação com o After Effects. Como a timeline do software manteve a mesma consistência entre as versões do After Effects, você pode aplicar o mesmo princípio em versões anteriores do software como a CS3 ou CS4.

After Effects CS5: Rotoscopia com o Rotobrush

Uma das tarefas mais difíceis e trabalhosas para quem usa softwares como o After Effects ou outro que faça edição e montagem de vídeo é a chamada rotoscopia. Essa é uma atividade presente na maioria dos filmes ou produções que não usam montagens digitais. Esse tipo de efeito é muito usado no cinema para remover objetos do vídeo, como as cordas que sustentam um ator durante o voo, ou mesmo para editar o cenário no fundo e trocar a imagem por outra composição. O segredo para fazer a rotoscopia é separar a imagem em camadas, usando uma técnica semelhante ao que usamos no Photoshop ou GIMP. A figura é selecionada e separada do plano de fundo. O problema de fazer isso em vídeo é que existem inúmeros quadros para fazer isso, e os objetos ou personagens estão em movimento.

Dizem que o trabalho de rotoscopia é próprio para pessoas com muita paciência.

O After Effects CS5 deve ajudar significativamente o trabalho de rotoscopia com a apresentação de um recurso chamado Rotobrush. É uma opção que promete fazer o trabalho de rotoscopia em vídeo de maneira automatizada. O vídeo abaixo mostra um exemplo de como a ferramenta funciona no recém lançado After Effects CS5:

No tutorial em vídeo o autor usa o Rotobrush para separar o ator que aparece no vídeo do plano de fundo, e para isso tudo que ele precisa fazer é usar o Rotobrush do After Effects CS5 para marcar áreas da imagem, em que o ator está presente. Isso faz com que o algoritmo do Rotobrush identifique de maneira automática a presença do ator e vá criando uma linha de contorno em volta dele. O mais impressionante é que a ferramenta replica a seleção para todos os quadros de um vídeo.

Depois que o ator está devidamente selecionado e marcado em todos os quadros, basta fazer a remoção do plano de fundo. Se a seleção não ficar perfeita, sempre é possível fazer ajustes e melhorar a seleção do personagem.

Esse é um tipo de recurso que deve agradar muitos usuários e principalmente os especialistas em rotoscopia. Mas, deve ter algumas limitações na descoberta e identificação de padrões mais complexos. Já pensou se o personagem estiver envolve em neblina, ou mesmo na chuva? Será que o Rotobrush do After Effects CS5 resolveria esse tipo de seleção? Assim que puder fazer o download do software, faço os testes e publico aqui no blog.

Tutorial After Effects: Ajustanto o tempo de vídeos com Time Remapping

O trabalho de edição e ajustes em vídeos está diretamente relacionado com o de animação 3d, pois um dos componentes principais da animação é a matéria-prima em ambas as áreas. O ajuste do tempo em que as ações acontecem é fundamental para conseguir criar movimento e passar a dinâmica necessária, seja nos cortes do vídeo como o movimento dos personagens. Algumas vezes esse trabalho de edição exige que o artista faça alterações na velocidade do movimento, muito comum em clips de vídeo montados com base em vários trechos menores. Para enfatizar uma determinada cena ou movimento, o video designer acaba fazendo com que o trecho seja exibido em câmera lenta.

Esse tipo de edição pode ser realizado em vários softwares, seja ele o Adobe Premiere ou Final Cut da Apple, mas hoje vou mostrar como isso pode ser realizado usando o After Effects da Adobe, que é muito usado para trabalhar com pós-produção de animações e vídeos comerciais também. O tutorial abaixo mostra como é possível selecionar apenas um trecho na timeline do After Effects e alterar o tempo do vídeo, para criar o efeito de câmera lenta necessária para enfatizar uma parte do vídeo.

No vídeo, o autor do tutorial precisa selecionar um trecho do vídeo e para isso ele clica com o botão direito do mouse sobre o vídeo na timeline, e no menu Time escolhe a opção Enable Time Remapping que adiciona automaticamente dois keyframes no vídeo.

Os dois keyframes adicionados a timeline são a base do processo de edição. O próximo passo depois que os keyframes estão na timeline é prolongar um pouco o tempo do vídeo, puxando a borda deste um pouco mais para a direita. Depois, que o vídeo está redimensionado é possível adicionar manualmente mais dois keyframes, sendo um no final e outro no início do vídeo. O objetivo desses keyframes é isolar a área do vídeo que deve receber a alteração no movimento. No trecho entre o segundo e terceiro keyframes teremos o vídeo sendo reproduzido em câmera lenta.

Com isso, basta fazer os ajustes necessários na posição dos keyframes na timeline do After Effects para determinar quais partes do vídeo devem ser reproduzidas com velocidades bem mais baixas que o normal.