Houdini 10 disponível para download

Depois de um longo período de desenvolvimento a SideFX anunciou essa semana o lançamento do esperado Houdini 10, que reforça a posição do Houdini como um dos destaques entre as opções não relacionadas à Autodesk, para computação gráfica e animação 3d. Caso você não conheça o Houdini, ele é notoriamente conhecido entre artistas 3d pelas suas ferramentas avançadas de simulação física, que permitem criar animações extremamente realistas de partículas, rigid bodies e soft bodies. Além de todos esses recursos o Houdini permite criar e gerenciar os seus objetos usando nada mais que nós. O que torna a criação e manipulação de cenas no ambiente do Houdini totalmente procedural. Isso muda um pouco o paradigma de modelagem 3d e animação, mas atribui muita flexibilidade ao processo de criação.

houdini-10-pyrofx.jpg

Quais as novas ferramentas e novidades da versão 10 do Houdini? Para conseguir se enquadrar no novo mercado 3D que produz animações usando estereoscipia, o Houdini 10 permite visualizar imagens estereoscópicas no monitor e também pode renderizar vídeos com a tecnologia. Outra ferramenta que foi apresentada no Houdini 10 é o chamado IPR, que é uma acrônimo para Interactive Photorealistc Render. Esse novo sistema de renderização permite gerar imagens com o uso de Raytracing e também iluminação baseada em física real.

Para complementar as ferramentas de animação baseadas em física real, um novo módulo de animação chamado Pyro FX permite elaborar animações e simulações avançadas usando partículas simulando fumaça. Inclusive, a imagem que ilustra esse artigo é um exemplo de uso do Pyro FX do Houdini 10. Se você quiser aprender um pouco mais sobre o Houdini 10 e o Pyro FX, pode fazer o download de um tutorial em vídeo com aproximadamente 85 MB, que mostra o Pyro FX em ação e cria a simulação de fumaça para animação.

Uma série de vídeos e tutoriais, mostrando mais recursos e ferramentas do Houdini 10 pode ser copiada nesse endereço.

A SideFX já fez o lançamento simultâneo do Houdini 10 nas versões comercial e também no seu programa de aprendizado, chamado de Houdini 10 Apprentice. Essa versão do Houdini pode ser copiada de maneira gratuita e usada para fins educacionais. Existem apenas restrições no tamanho das imagens renderizadas, e também uma marca d'água nas imagens. Você encontra o apprentice disponível para Windows, Mac OS e Linux.

O lançamento da versão 10 do Houdini é uma resposta aos recentes lançamentos da Autodesk, com a adição de recursos como esteroscopia. Agora, os estúdios podem migrar o Maya para o Houdini, caso queiram produzir material usando essa tecnologia.

Tutorial básico de animação por Rigid Bodies no Houdini 3D

A maioria dos artistas 3d com conhecimentos mais amplos em relação ao mercado e diversidade de softwares 3D, sabe que quando o assunto é animação baseada em comportamentos físicos o software que mais se destaca é o Houdini. Os recursos e ferramentas do Houdini para gerar animações usando Rigid Bodies Dinamics e Soft bodies. Mesmo sendo o mais poderoso, o uso desse tipo de recurso é mais simples que você imagina. Para demonstrar o uso desse tipo de animação no Houdini, mais especificamente dos Rigid Bodies, o tutorial abaixo é extremamente básico e instrutivo em relação a interface e configuração das animações no Houdini. O vídeo tem aproximadamente 10 minutos, mas é o suficiente para que possamos aprender o funcionamento dos Rigid Bodies.

O tutorial pode ser assistido em alta qualidade, portanto assista em tela cheia para visualizar os botões e menus.

Quem já usou sistemas de animação semelhantes, como o Reactor do 3ds Max ou a Game Engine do Blender 3D, deve achar os parâmetros e opções do softwares familiares.

No vídeo é possivel acompanhar o processo de configuração dos objetos e os diferentes parâmetros para cada um deles no Houdini. O primeiro tipo de objeto abordado pelo autor são os planos que se comportam como elementos da simulação com Rigid Bodies. Existem duas opções para criar planos simulando o piso de uma animação, que é usar um objeto do tipo Mesh que é configurado como um ator no Rigid Body e depois recebe a limitação de ser um ator estático, para evitar que o mesmo despenque do cenário sob a ação da gravidade.

A segunda opção é ativar o já existente plano das animações em Rigid Body. Como ele já está configurado previamente como sendo um plano, não é necessário adicionar nenhum tipo de extra de configuração ao objeto.

Depois que essas diferenças estão explicadas, o autor do tutorial passa a adicionar elementos a animação e ajustar as suas propriedades e opções para criar uma animação mais interessante. Se você achava que tudo no Houdini 3D era feito mediante uso de nós, vai se surpreender ao encontrar um tutorial assim, que mostra um processo fácil e rápido de ajuste para esse tipo de animação.

O tutorial é excelente para usuários que estão usando o Houdini Apprentice, versão gratuita destinada ao aprendizado do Houdini.

Tutorial de Python para aplicação em 3D com o Houdini

Parece que a SideFX está mesmo investindo pesado na divulgação do Houdini, com tutoriais e palestras gravadas em vídeo, praticamente toda a semana. O tutorial dessa semana, pode beneficiar vários artistas, além dos que já usam o Houdini profissionalmente. O tema é relacionado ao uso de scripts para a personalização de ferramentas, seja de modelagem ou animação, usando o Python. Essa linguagem é aproveitada por mais de um softwares 3d para personalizar funções e tarefas repetitivas. Quem usa o Blender 3D deve estar careca de saber que essa é a linguagem base do Blender, para esse tipo de tarefa e também temos o Softimage XSI que usa Python.

Portanto, as pessoas que conhecem essa linguagem e tiverem paciência para estudar a documentação relativa aos objetos específicos de cada software, basicamente pode trabalhar com a personalização de cada um deles. O processo é bem diferente com o 3ds Max e Maya, que usam MAXScript e MEL respectivamente. Uma linguagem única é ótima para ampliar o campo de trabalho para as pessoas que precisam estender um pouco mais seu software 3d.

A palestra sobre o uso de Python no Houdini foi gravada durante a Siggraph e tem como palestrante Robert Vinluan. O arquivo com a palestra, pode ser copiado nesse endereço diretamente do web site da SideFX. No total são mais de 1 hora de vídeo, em quase 200MB.

Os assuntos abordados na palestra são três:

  • Introdução ao HOM que é a sigla para os modelos de objetos usados pelo Houdini
  • Como elaborar interfaces para aplicativos personalizados no Houdini
  • Como usar os modelos de objetos do Houdini, para trabalhar com renderização em rede

Como o primeiro e o último assunto abordado são específicos do Houdini, recomendo que você assista ao menos a parte sobre a criação de interfaces gráficas para os aplicativos. O desenho de botões, caixas de texto e outros elementos da interface são uma parte crucial de qualquer aplicativo, e principalmente em softwares como o Blender, que usam objetos vetoriais esse desenho é extremamente importante.