Simulações físicas em 3d na web com Papervision e Jiglibflash

Os projetos que envolvem o uso de animações 3d na web sempre foram um grande desafio para a maioria dos artistas, pois envolvia o uso de tecnologias especializadas em mostrar apenas vídeos ou vetores 2d. Esse problema era resolvido com o uso de vídeos incorporados em web sites criados em Flash, que acabavam mostrando o 3d, mas por outro lado carregavam significativamente o tamanho dos arquivos usados no web site. Desde que o Flash passou a usar o ActionScript 3, o número de módulos e classes personalizadas cresceu significativamente e possibilitou o surgimento de projetos como o Papervision 3d.

Só o uso do Papervision 3d com o Flash já permite a criação de web sites vetoriais de maneira muito semelhante ao que fazemos em softwares como o Blender 3D e 3ds Max. Ainda é possível adicionar um pouco mais de complexidade ao Flash com classes especializadas em física, como é o caso do JiglibFlash. Para termos uma idéia mais clara do que é possível fazer com a união dessas duas classes, os objetos 3d criados no Papervision podem participar de simulações como Rigid Bodies!

Se você quiser aprender os procedimentos necessários para criar uma animação usando Papervision 3d e JiglibFlash, simulando Rigid Bodies, visite o endereçoi indicado.

aninacao-3d-flash-papervision-jiglibflash

No web site é possível encontrar as instruções para criar uma cena com diversos cubos que sofrem ação da gravidade, como qualquer outra simulação de Rigid Body. Assim que os cubos colidem uns com os outros, as reações baseadas em massa entram em ação criando uma animação totalmente automática. O melhor de tudo é que o processo inteiro está armazenado em um arquivo vetorial bem pequeno.

Esse é um assunto interessante para artistas que gostariam de expandir seus projetos para a internet, pois o processo é muito semelhante a um jogo. É necessário aprender um pouco de programação e se adaptar as nuances do Flash e do próprio Papervision, mas garanto que o resultado dessas animações aplicadas em qualquer portfólio faz o profissional ter portas abertas na maioria das agências envolvidas com web.

Sempre que posso abordo o uso do Papervision 3D nas minhas aulas de desenvolvimento multimídia para web, mas infelizmente a carga horária acaba sendo curta para avançar na criação de aplicativos 3d para web.

VizualPV3D: Interface visual para criar Flash 3D com Papervision

Um dos grandes limitadores para a produção de material em 3d para a internet é a falta de uma tecnologia que permita elaborar esse tipo de material. O VRML foi uma opção desde os primórdios da internet, mas nunca deslanchou ou ganhou a simpatia de designers e web desigers. Entre os potenciais candidatos a permitir a criação de conteúdo 3D para internet está a dobradinha entre o Adobe Flash e o Papervision 3D, que é uma Engine 3D que pode ser integrada ao ambiente de desenvolvimento do Flash.

Para quem já conhece o Flash e principalmente o ActionScript 3, os únicos desafios para aprender o Papervision são as classes personalizadas da Engine e a modelagem 3d dos cenários e objetos.

Se você não tem experiência alguma com o Flash ou Papervision, pode fazer uso do recém lançado VizualPV3D, que é nada mais que uma interface gráfica feita no próprio Flash com o Papervision, para permitir que artistas e pessoas sem experiência com programação, possam criar 3D para internet. Não faz a menor idéia do que é isso? Assista ao vídeo abaixo para conhecer o VizualPV3D.

Vizual PV3D from Juxt Interactive on Vimeo.

Agora que você já assistiu ao vídeo, posso explicar que esse aplicativo apresentado no vídeo consegue substituir em muito, a necessidade de trabalhar com o Flash e ActionScript para elaborar 3D para internet. Como é possível perceber pelo vídeo, o software se comporta como se fosse um aplicativo 3d qualquer, mas na verdade ele está sendo executado com o Flash Player 10 standalone, que permite executar arquivos com extensão SWF fora do navegador.

Tudo isso que está sendo configurado usando menus e janelas de opções, precisaria ser configurado usando códigos, classes e outros atributos próprios de uma linguagem de programação. Isso não é muito atrativo para a maioria dos designers, o que faz do VizualPV3D um ótimo aliado para as pessoas interessadas em criar 3D para web sem precisar programar. O software ainda está em versão alpha, mas é muito promissor!

Caso você queira testar o software, basta visitar a página do VizualPV3D e fazer o download do aplicativo. Só lembre que é necessário usar o Flash Player 10 stand alone para abrir o software. Os modelos 3d precisam estar em formato XML para que seja possível abrir arquivos no aplicativo.

Animações para Web com o Papervision 3D e animações científicas com Blender 3D

Depois de um pouco de atraso, aqui estão mais duas excelentes palestras ministradas na conferência Blender 2008. Caso você não lembre, estou fazendo a descrição e comentando as palestras gravadas da conferência Blender 2008, realizada em Amsterdã no final do mês de Outubro. Todos os vídeos da conferência podem ser copiados em vários formatos nesse endereço.

A primeira palestra fala sobre a aplicação do Blender 3D para a internet, com o uso da engine Papervision 3d, que permite usar a tecnologia do Flash para criar gráficos vetoriais em 3d. Esse tipo de ferramenta é extremamente importante para os profissionais de web design, interessados em aplicar modelos 3d em web sites. Mas e as novas opções 3d do Flash CS4? Não credito que o Flash CS4 seja concorrência para o Papervision, pois são produtos com objetivos bem diferentes.

A palestra sobre o Papervision foi ministrada por Bruno Maldonesi, que trabalha com a produção de conteúdo para web sites. No início da apresentação ele comenta mais sobre o que é, e como funciona o Papervision, para depois mostrar alguns exemplos de objetos 3d funcionando diretamente no Firefox.

No final da palestra, temos a melhor parte para quem quiser aprender o processo completo de integração entre as duas ferramentas. O palestrante abre o Blender 3D e mostra os passos necessários, para elaborar uma cena ou modelo 3d, e exportar esse material para o Papervision 3D, com dicas e projetos comerciais criados com essa tecnologia.

Se você tem experiência com o Flash e principalmente com o ActionScript, vai gostar de usar o Blender 3d em conjunto com o Papervision para elaborar material interativo 3d para web sites.

Agora a segunda palestra, sobre o uso de Blender 3D para visualização científica e simulação de interações moleculares. O foco dessa palestra é mais acadêmica a não tem muita aplicação no mercado de visualização, a não ser que você trabalhe com esse tipo de simulação ou em algum laboratório. Mesmo assim é muito interessante assistir as demonstrações, e visualizar alguns dos scripts em Python elaborados pelos pesquisadores para simular, as interações entre células. A palestrante se chama Monica Zoppe.

Para as pessoas interessadas em elaborar algum tipo de trabalho científico, como monografias e artigos científicos, essa pode ser uma excelente referência.

Bem, dentre as duas palestras gostei mais da que fala sobre o Papervison pela parte prática. Estou terminando de reunir minhas anotações sobre as outras palestras e amanhã, publico mais comentários sobre as outras apresentações.