Personagem feminina gratuita para ZBrush

Quando você precisa estudar e praticar a criação de acessórios para personagens virtuais como vestuário ou armas, é preciso usar um personagem base. No caso do ZBrush o que se faz é trabalhar com um personagem base. Essa base possui apenas o básico para criar a estrutura do personagem.

Se você usa o ZBrush para esse tipo de projeto, um artista chamado Lorenzo Procentese, compartilhou na sua página do Gumroad um modelo 3d de personagem feminina. O download do material pode ser feito de maneira gratuita.

Existe apenas um ponto negativo em relação ao download. O formato do arquivo é ZTL, que faz com que o material só possa ser aberto no ZBrush. Até mesmo os conversores online de arquivos que suportam formatos como o MAX, não conseguem fazer a nenhum tipo de manipulação nesse tipo de arquivo.

Você vai precisar do ZBrush para conseguir abrir e converter o material.

Aproveite essa oportunidade para adicionar uma ótima referência para modelagem de personagens, seja para jogos ou então animação.

25 Pínceis gratuitos para ZBrush

Um dos recursos que você vai precisar para trabalhar com softwares relacionados com escultura digital são os pínceis. Os chamados “brushes” são parte fundamental de qualquer projeto envolvendo escultura digital. Para softwares como o ZBrush que trabalham especificamente com esse tipo de criação, os pincéis ajudam muito nesse tipo de criação.

Você usa o ZBrush para trabalhar? Se você é usuário do ZBrush, pode adicionar 25 pincéis gratuitos na sua coleção de recursos usando o material compartilhado pelo artista digital Zacharias Reinhardt.

O material está disponível em um link que leva até um compartilhamento do Google Drive do artista. A licença de uso é creative commons zero que é sinônimo de domínio público! Você pode usar o material para qualquer propósito, sem a necessidade de atribuir nenhum tipo de crédito ao autor.

Faça o download dos 25 pínceis gratuitos para ZBrush o quanto antes, pois o link para download pode ser removido a qualquer momento.

50 Brushs gratuitos para ZBrush

Os modelos 3d relacionados com jogos digitais possuem uma característica em comum, que é apresentar quantidade reduzida de polígonos para melhorar a performance dos aplicativos. Quanto menor for o número de polígonos, melhor para a execução dos projetos nos mais variados tipos de hardware.

Mas, apesar de ser desejável ter modelos 3d com poucos polígonos, algumas vezes é mais fácil criar objetos com grande quantidade de detalhes. Para depois refazer a superfícies reduzindo a quantidade de faces. Isso é chamado de retopologia.

Boa parte dessa produção é reslizada em softwares de escultura digital, sendo que o ZBrush é um dos grandes destaques dessa área. A maioria dos artistas digitais concorda que o software oferce algumas das melhores opções para criar escultura digital.

Se você usa o ZBrush, ou pretende usar no futuro, alguns recursos adicionais podem ajudar muito na criação de escultura digitais. Entre esses recursos você encontra Brushes (pínceis) personalizados.

Quer fazer o download de um conjunto de 50 Brushes gratuitos para o ZBrush? Tudo otimizado para uso em projetos de cenários virtuais para jogos? O artista Andrew Averkin, que trabalha no Blur Studio compartilhou o conjunto no gumroad.

Como fazer o download gratuito? No gumroad você precisa informar um valor, sempre que você for realizar o download de um recurso. Ao informar o valor zero o download será iniciado de maneira gratuita.

Ao fazer o download do material você não só consegue 50 píceis personalizados para o ZBrush, mas também 48 Alpha Brushes compatíveis com o Substance Painter. O arquivo ZIP apresenta aproximadamente 80 MB em tamanho.

Mesmo com o ZBrush sendo usado na grande maioria das vezes na produção de personagens virtuais, é comum também aplicar os mesmos recursos na criação de cenários virtuais.

Existem outras opções? Claro que sim! O MudBox da Autodesk e até o Blender permitem que você crie escultura digital.

Aprenda a fazer escultura digital e modelagem

Quer aprender a fazer escultura digital e modelagem 3d? No EAD – Allan Brito você aprende a fazer não só escultura digital, mas a fazer retopologia e configurar diversos aspectos relacionados com materiais e texturas dos objetos 3d:

10 padrões com cotas de malha 3D para ZBrush

Ao criar personagens virtuais usando ferramentas como escultura digital, existem algumas partes do processo que geram dúvidas em artistas iniciantes. Boa parte dessas dúvidas é relacionada com a reprodução de superfícies complexas como tecidos e coberturas, representadas por padrões de repetição.

As ferramentas padrão de escultura não facilitam a reprodução desse tipo de superfície em 3D.

No ZBrush existe uma ferramenta incrível chamada de MicroMesh que consegue substituir geometria regular por padrões pré-determinados que deixam a criação de algumas superfícies muito rápidas. Isso deixa o processo de criação para tecidos e estruturas complexas como trançados de metal extremamente simples.

Você pode facilmente substituir superfícies 3d por padrões para criar algo como uma cota de malha 3d, em personagens que precisam desse tipo de estrutura. Mas, ainda assim você precisa criar o padrão de reprodução usado nesse tipo de situação.

Quer fazer o download de 10 padrões diferentes de cotas de malha prontas para uso no ZBrush? Tudo já preparado para aplicação como MicroMesh.

Um artista chamado Legionaire compartilhou o arquivo nos fóruns ZBrushCentral, permitindo que qualquer pessoa com o ZBrush possa rapidamente aproveitar o recurso.

Como fazer o download? O artista compartilhou o arquivo por duas fontes diferentes. A primeira é um link do Dropbox que não está mais funcionando. A segunda é uma conta do Google Drive particular do artista, que está funcionando perfeitamente. Você deve descer a página até a parte inferior para conseguir fazer a cópia.

O material é destinado apenas aos artistas 3d que fazem uso do ZBrush, mas como o download é gratuito, qualquer pessoa pode fazer a cópia do material. Porém, será complicado aproveitar o material em outros softwares já que o formato do arquivo ZTL é próprio do ZBrush.

Aproveite, pois não existe garantia que o artista irá manter o material disponível para download por muito tempo.

Aprendendo escultura digital

Quer aprender a fazer escultura digital em um software gratuito? No Blender é possível trabalhar com escultura digital usando opções semelhantes ao ZBrush. Alguns cursos do EAD – Allan Brito são relacionados com esse tipo de modelagem:

Mapas de displace: Guia de utilização

Os chamados mapas de displacement são uma ferramenta extremamente importante dentro do universo de ferramentas disponíveis para modelagem 3d. Com esse tipo de mapa, que nada mais é do que uma imagem, podemos adicionar detalhes em objetos com base apenas nas tonalidades existentes nessa textura. A vantagem do mapa de displacement é que o resultado desse tipo de edição nos objetos é geometria real, o que facilita muito o seu uso em situações em que os modelos 3d estão próximos da câmera. O observador vai perceber que os detalhes são reais, o que faz a técnica ser muito melhor para esse tipo de situação do que os chamados mapas normais, também conhecidos como mapas de bump.

Esse tipo de mapa de displace é especialmente importante nos casos em que usamos softwares especializados em escultura digital, pois com o auxílio desses mapas podemos trabalhar a exibição correta dos detalhes desses objetos esculpidos em outros softwares 3d.

Mas, você sabe usar os mapas de displacement? Um artista chamado Akin Bilgic publicou um guia sobre mapas de displacement no seu web site que pode ajudar muitos usuários e artistas que baseiam seu trabalho em escultura. O guia mostra o procedimento para gerar e aplicar mapas de displacement, saindo do ZBrush ou Mudbox para softwares como o 3dsmax e Maya.

Guia sobre uso de mapas de displacement em modelagem 3d

O mais interessante do guia é que o artista faz uma detalhada explicação sobre todo o processo, adicionando inclusive detalhes técnicos sobre cada um dos elementos que fazem parte do mapa de displace. Essa parte do guia é especialmente interessante para quem está precisando de referências ou pesquisa relacionada com o tema, ou gosta de conhecer o que acontece com cada ferramenta com informações um pouco mais técnicas.

Além das informações técnicas do guia, é possível também encontrar todos os passos necessários para otimizar e criar o mapa de displacement na parte inferior do texto. O autor até mesmo fez um modo de seleção em que podemos marcar workflows diferentes. Por exemplo, a saída do modelo como o ZBrush e a chegada do arquivo no 3dsmax usando o V-Ray para renderiação. O guia é fundamental para todos trabalhando com escultura!