AutoCAD Freestyle disponível para download e com desconto!

O AutoCAD ainda é o software mais usado em escritórios de arquitetura e engenharia por diversos motivos, sendo que o principal deles é que o software acabou sendo o pioneiro no país. Isso fez com que muitos professores universitários já indicassem a ferramenta para seus alunos na própria faculdade, como foi o meu caso. Apenas depois de muita pesquisa e sair do ambiente acadêmico é que descobrimos o ArchiCAD e VectorWorks, igualmente úteis e direcionados para o mercado de projetos de engenharia e arquitetura. O AutoCAD é uma ferramenta extremamente poderosa e capaz de criar praticamente qualquer tipo de desenho técnico, o que faz com que muitos usuários fiquem relutantes em comprar uma licença que custa facilmente mais de dois mil reais, apenas para criar layouts.

Pensando nesse tipo de usuário que precisa apenas do básico mesmo, a Autodesk iniciou um projeto chamado de AutoCAD Freestyle. Seria como um SketchUp para o desenho técnico, oferecendo apenas as opções básicas de desenho 2d para elaborar layouts.

O vídeo abaixo mostra o que é possível fazer com o AutoCAD Freestyle:

Como é possível perceber pelo vídeo e até mesmo na interface do AutoCAD Freestyle a ferramenta é bem parecida a um ilustrador vetorial como o Corel Draw ou Illustrator, mas com opções e ferramentas dedicadas ao desenho técnico. De fato, conheço muitos profissionais que criam esse tipo de layout em softwares como o Corel, Illustrator e Inkscape por serem mais simples e fáceis de operar. No caso do AutoCAD 2011, seria muito custoso ter uma ferramenta cara e sofisticada apenas para criar layouts ou estudos rápidos.

Para os que não gostam de caçar blocos de móveis para o AutoCAD na internet, o grande atrativo do Freestyle é a sua biblioteca própria de blocos para os mais variados estilos. Depois de adicionar blocos de mobiliário no layout criado usando o Freestyle ainda podemos adicionar cores e hachurias em partes do projeto, para ilustrar revestimentos ou materiais.

A comparação com o SketchUp para modelagem 3d é inevitável nesse caso, pois a proposta é bem parecida. Uma das grandes diferenças é que o Freestyle não será gratuito. Mas, o preço da licença é infinitamente menor que o do AutoCAD 2011. Como forma de promover o lançamento do software, a Autodesk está oferecendo um desconto por tempo limitado para quem quiser comprar a ferramenta. O preço normal de 149 dólares foi reduzido para 49 (Ao que parece o desconto vai até 9 de Maio). Mas, caso você queira fazer o download do AutoCAD 2011 gratuito para testes, visite o endereço indicado.

É uma pena que a ferramenta só esteja disponível para windows.

Autodesk Homestyler: Design de ambientes gratuito na web

A criação de designs ou estudos para o mercado da construção civil sempre foi um desafio para as pessoas leigas no assunto, e que não tinham acesso aos softwares ou técnicas usadas no desenho técnico. Os esquemas criados sem o uso de escala ou dimensões nunca batiam com o projetado por arquitetos ou outros profissionais, quando os mesmos eram passados para softwares de CAD como o AutoCAD. Com o uso de ferramentas simples de criar e desenhar ambientes como o SketchUp isso tende a mudar, mas ainda é necessário instalar o software e fazer diversas alterações na interface para criar algo. Um projeto da Autodesk que tinha o nome código de Dragonfly propunha uma mudança nesse paradigma, trazendo a parte do design e layout de ambientes para a Web.

A proposta era bem simples e inovadora: criar um sistema baseado apenas em internet em que as pessoas possam criar ambientes 3d com o uso de medidas e blocos de mobiliário. Depois de um bom tempo em fase experimental, agora o sistema mudou de nome e está em beta. Ele se chama Autodesk Homestyler e pode ser usado de maneira gratuita por qualquer pessoa.

O vídeo abaixo mostra uma demonstração de como o Homestyler funciona:

O processo de criação com esse tipo de sistema é muito simples, e deve inclusive agradar profissionais da área como designers de interiores e arquitetos. A grande vantagem do sistema é que você não precisa instalar absolutamente nada no seu computador para que ele seja executado, pois o mesmo é baseado totalmente no Flash Player que já está instalado em quase todos os computadores do mundo.

Mesmo com a onda de críticas que o Flash Player tem recebido por parte de empresas e usuários, principalmente da Apple e usuários do Safari no Mac Os X, os testes que fiz no Homestyler rodando no Safari e Mac Os X foram bem estáveis.

Um dos grande chamarizes para o desenvolvimento de projetos ou estudos nessa ferramenta, é a possibilidade de usar blocos e mobiliário de empresas de renome. Basta começar a desenhar algo em 3d e escolher no painel da direita uma grande quantidade de móveis e objetos, para enriquecer o estudo criado na ferramenta.

Agora só falta implementar um botão de render na interface!

A oferta de softwares na Web é uma tendência na Autodesk, e muito já se comenta entre usuários dos softwares da empresa que em breve teremos que assinar um serviço até mesmo para usar o software. A licença de uso não será mais concedida por tempo indeterminado como acontece hoje. O Homestyler é apenas o começo.

AutoCAD 2011 download gratuito

A melhor maneira de avaliar se um software pode atender as suas necessidades de trabalho ou estudos é usando o mesmo, e pensando nisso a Autodesk foi rápida na disponibilização do AutoCAD 2011 para download gratuito, logo após anunciar o mesmo no seu web site. Como fazer o download gratuito do AutoCAD 2011? Sempre que me perguntam como fazer o download legalizado do AutoCAD, as respostas são sempre as mesmas. A primeira opção é usar a versão de testes do AutoCAD 2011 que funciona totalmente por 30 dias corridos, e depois expira. Você pode até pensar que trinta dias não são suficientes para avaliar um software tão complexo como o AutoCAD, mas o objetivo desse tipo de download é oferecer uma amostra da ferramenta para quem já conhece o AutoCAD.

Para os estudantes interessados em fazer o download gratuito do AutoCAD 2011, a Autodesk disponibiliza outro canal em que é possível fazer o download legalizado de vários softwares da empresa para fins acadêmicos. O único requisito para se inscrever na área acadêmica da Autodesk é estar regularmente matriculado em uma instituição de ensino. Isso vale para professores também.

Eu mesmo sou cadastrado no web site da Autodesk e tenho acesso aos downloads do AutoCAD, 3ds Max, Maya e vários outros softwares da empresa. Claro que não são licenças ilimitadas. Por exemplo, no caso do 3ds Max 2010 design a licença funciona por 6 meses corridos, o suficiente para um estudante se ambientar com a ferramenta, ou no meu caso preparar material educacional para o software e montar minhas aulas.

O AutoCAD 2011 ainda não está disponível na área educacional da Autodesk, mas deve ser questão de tempo até que a versão 2010 seja substituída pela 2011.

Entre as novidades do AutoCAD 2011 é sempre bom destacar as novidades para a modelagem 3d que incluem novos tipos de topologia, como as superfícies 3d aprimoradas. Esse tipo de objeto 3d sempre foi um grande desafio de modelagem para os artistas especializados em AutoCAD, mas agora com a versão 2011 a promessa é de resolver e melhorar a criação de objetos com topologia orgânica e complexa, como produtos de design e edificações com tenso estruturas.

Para fazer o download gratuito do AutoCAD 2011, visite o endereço apontado no link e faça a cópia da versão de testes.

Autodesk Butterfly: AutoCAD gratuito na internet

A migração de diversos serviços e softwares para plataformas baseadas em internet é uma tendência sem volta para a maioria dos softwares, e isso não é diferente com ferramentas especializadas em computação gráfica. Já mostrei diversos softwares aqui no blog que tiveram sistemas portados para plataformas web, sendo que muitos desses projetos são patrocinados pela Autodesk. A idéia de cobrar serviços de assinatura dos seus usuários é uma das maneiras que a empresa deve usar no futuro para substituir a compra da licença, e os serviços baseados apenas em internet são fundamentais para esse propósito.

Caso você não lembre dos projetos publicados aqui no blog que eram baseados em internet, os nomes deles são Dragonfly e Draw. O primeiro é um sistema que mistura blocos em 3d para fazer planejamento de ambientes e design para interiores. O segundo é um tipo de software especializado em desenho vetorial com tendências próximas ao que o Corel Draw faz, mas tudo baseado em Web.

Ontem pela manhã tive a oportunidade de conhecer mais um desses projetos da Autodesk chamado de Butterfly que tem uma proposta mais ousada: portar um sistema de CAD como AutoCAD para web. Sim, ele seria um tipo de AutoCAD desenvolvido totalmente em Flash que aceita inclusive editar arquivos complexos. O vídeo abaixo mostra como o projeto funciona:

O sistema como um todo ainda é bem simples, mas já permite que qualquer pessoa possa tentar usar o mesmo para editar projetos. Nas abas existentes nas laterais e com uma interface Ribbon bem resumida já encontramos opções para abrir projetos, editar e visualizar os elementos de desenho. Ainda faltam opções mais robustas de criação e precisão, mas o pouco que já pude usar mostra que o sistema tem grande potencial.

Entre os pequenos problemas encontrados foi a incapacidade do Butterfly carregar no Mac Os X, mesmo usando três navegadores diferentes o mesmo não abriu. Apenas no Windows é que tive sucesso em carregar o software.

Se você estava procurando uma opção gratuita para usar o AutoCAD na web, esse projeto pode ser a solução. Ainda é cedo para dizer quando o mesmo será lançado oficialmente, pois o sistema inteiro ainda é apenas um experimento da Autodesk e sendo assim está suscetível a erros e pequenos problemas.

AutoCAD 2010: Plugin gratuito permite offset dentro de Xrefs

O trabalho com computação gráfica e desenvolvimento de projetos geralmente envolve o uso de diversos arquivos, que podem ajudar na segmentação de grandes projetos para que pessoas diferentes trabalhem em elementos individuais. Já existem tecnologias como o servidor BIM do ArchiCAD 13 que agilizam esse tipo de procedimento, mas fora o ArchiCAD 13 não conheço outro software que facilite a integração de material produzido por diversas pessoas. Entre os truques que podemos usar para reunir material criado por diferentes pessoas é conhecido como XRef em softwares de CAD e em algumas ferramentas 3d como o 3ds Max. Esse tipo de operação é muito semelhante ao ato de importar um arquivo para dentro de outro projeto, mas ao invés de trazer o material todo, fazemos um link para o arquivo externo.

Quando é usado algum recurso de XRef, temos a vantagem de poder atualizar o conteúdo caso o arquivo externo tenha sido alterado. Assim podemos acompanhar o desenvolvimento do projeto como um todo, mas não é possível editar as partes inseridas com o XRef. Para conseguir fazer esse tipo de operação, precisamos antes aplicar um comando chamado de explode, que desagrega as entidades de desenho e transforma todos os elementos em linhas e arcos. Isso funciona no AutoCAD ou 3ds Max da mesma maneira, apenas o local em que os comandos está localizado é diferente.

autocad_lt-bij cadix opleidingen

Para ajudar na manipulação de material que foi inserido usando XRefs, a Autodesk publicou de maneira gratuita um plugin muito interessante que permite aplicar o comando Offset em Xrefs no AutoCAD 2010. Com o uso do plugin é possível realizar a operação sem a necessidade de explodir o objeto. Isso ajuda muito no desenvolvimento e aplicação de ajustes nos desenhos e modelos 3d, integrados em projetos que usam muito XRef.

O comando Offset para quem nunca usou o AutoCAD, permite criar cópias paralelas de uma linha em distâncias pré-determinadas pelo desenhista. O plugin pode ser copiado de maneira gratuita no link indicado no artigo.

Esse tipo de técnica para organizar partes de um projeto maior em vários arquivos separados pode ser útil, até mesmo em softwares que não fazem um XRef com esse nome, como é o caso do Blender 3D em que a ferramenta se chama link mesmo. Com o uso de referências externas é possível criar uma biblioteca de modelos 3d e sempre ter as partes atualizadas, com materiais e texturas nos seus projetos.