Blender 2.63

O Blender teve nos últimos dias mais uma versão estável lançada para o público em geral, e assim como já está acontecendo em cada uma das novas versões, as ferramentas e novas opções disponibilizadas nesse novo Blender são um marco para os usuários mais antigos do software, e que podem fazer com que muitas pessoas passem a usar o Blender para suas produções artísticas. A nova versão do Blender é a 2.63 que já incorpora algumas melhorias do projeto Mango. Mas, qual é o grande destaque do Blender 2.63? Em apenas uma palavra: BMesh. Sim, o até agora mítico e para não dizer lendário novo sistema de representação de polígonos do Blender que estava dentro do cronograma original da versão 2.5 finalmente chegou a maturidade e foi incorporado ao Blender.

Mas, o que é esse BMesh? É uma maneira mais flexível de representar polígonos para modelagem 3d que adiciona suporte no Blender aos polêmicos N-Gons. Esse é o nome que recebem as faces de polígonos com mais de quatro lados. Os usuários mais antigos do Blender devem saber muito bem que até a versão 2.62 era necessário direcionar os seus esforços de modelagem para criar apenas faces quadradas, e algumas vezes triangulares. Agora é possível trabalhar com esquemas de faces muito mais complexas no Blender, principalmente se o modelo 3d criado por você não for usado em animações com deformações.

263-Blender.jpg

O que isso muda? Preciso aprender a modelar novamente? Calma, não há razão para pânico. O BMesh foi incorporado para ajudar os artistas 3d na modelagem, e o que você já conhece em termos de criação em 3d permanece o mesmo! Na verdade, foram adicionadas novas opções na manipulação de polígonos com o Blender que sem o BMesh precisariam de Addons para serem usadas. Agora as ferramentas estão integradas e disponíveis por padrão e muito melhores e estáveis. Essas são as ferramentas:

  • Bevel: Agora podemos arredondar arestas em polígonos 3d sem receio de “destruir” a topologia do modelo 3d.
  • Bridge: O que antes estava disponível apenas com o excelente Addon Loop tools agora está por padrão nas ferramentas de modelagem poligonal do Blender.
  • Inset: Essa opção que gera subdivisões coplanares de polígonos agora está incorporada também as ferramentas de modelagem.
  • Knife: A ferramenta faca que foi removida do Blender 2.5 está novamente disponível e agora muito mais poderosa!

Essas foram as ferramentas de modelagem apenas, e o Blender 2.63 ainda adiciona melhorias no Cycles com o suporte a Render Layers, Ambient Occlusion e outros. Depois disso ainda temos as ferramentas de Tracking. A lista completa de novidades do Blender 2.63 pode ser conferida nesse endereço, e ao longo das próximas semanas pretendo publicar artigos individuais com tutoriais sobre essas novas ferramentas do Blender.

Como usar o pinning do BMesh para ajudar na modelagem 3D com o Blender 2.50?

A quantidade de recursos e novidades que estão sendo adicionadas ao Blender 3D 2.50 é impressionante, tanto é que algumas delas podem ficar de fora do lançamento oficial previsto para Outubro. Um desses recursos que está animando muitos usuários, mas ainda não mostrou garantias de que estará presente no 2.50 ou se será aproveitado apenas no 2.51 é o BMesh. O novo sistema de representação de objetos do tipo Mesh está animando muitos usuários, pelas novas opções e a possibilidade de usar N-Gons na modelagem 3d dentro do Blender.

Se você é usuário do Blender 3D hoje, deve saber que ao usar ferramentas que deformam ou cortam os modelos 3d, o modelo pode ganhar algumas arestas extras para conseguir representar objetos apenas usando triângulos e quadrados. Com o BMesh não teremos mais esse tipo de problema.

Um novo recurso foi adicionado no BMesh que vai ajudar ainda mais no trabalho de modelagem 3d que é a possibilidade de bloquear a edição de vértices na 3D View do Blender 3D. Para demonstrar o funcionamento da ferramenta, gravei mais um vídeo de demonstração usando uma versão de testes do Blender 3D 2.50.

O uso da ferramenta é bem simples e consiste no acesso a um menu chamado Pinning que está disponível nas propriedades da 3D View. Podemos trabalhar na modelagem 3d dos objetos e elementos na 3D View normalmente, e quando for necessário proteger algum dos vértices, arestas ou faces de possíveis transformações, basta selecionar os eixos que queremos proteger e acionar a opção Pin. Quando isso é feito, uma linha azul marca os objetos que estão sendo protegidos.

Quando os objetos estão protegidos com a opção Pin, não podemos aplicar nenhum tipo de transformação nos eixos selecionados, o que ajuda bastante na modelagem de projetos mais complexos em que a interface fica poluída com diversos elementos. Antes era necessário acionar teclas de atalho para restringir a transformação em apenas um eixo, mas com o Pin é possível deixar isso ligado de maneira permanente durante a edição. Para desproteger o objeto, selecione os eixos que precisam ser liberados e acione o Unpin no mesmo menu.

Se você quiser testar esse recurso no Blender 3D 2.50, visite o graphicall.org e faça o download de uma versão de testes do Blender 3D para o seu próprio sistema operacional.