Projetos do Google Summer of Code 2012 com Blender

Um dos temas mais recorrentes aqui no Blog é o desenvolvimento do Blender como ferramenta principal de produção 3d para artistas dos mais diversos segmentos. E como no mês de Abril acabei precisando viajar e deixei passar alguns assuntos aqui no site, estou retomando o assunto agora para deixar os leitores que acompanham as notícias relacionadas ao Blender por dentro do que está acontecendo. O assunto hoje é o Google Summer of Code 2012 que teve diversos projetos para o Blender aprovados, e muitos deles já estão em andamento! Os projetos estão divididos em várias áreas abrangendo a modelagem 3d, efeitos, animação e usabilidade do Blender como um todo.

Quais foram os projetos aprovados? A lista abaixo mostra os respectivos títulos dos projetos aprovados para o Google Summer of Code 2012:

  1. Tool development
  2. FBX Importer
  3. “Developing of modeling Tools: Bevel Bridge Boolean.”
  4. Mesh smoothing based on curvature flow operator in a diffusion equation.
  5. OpenGL Mobile Compatibility and Android Port
  6. New tesselator + “nice triangles”
  7. Viewport FX
  8. User Interface Tasklist
  9. Precision Modeling Tools
  10. Smoke Simulator Improvements
  11. BGE Converter Improvements
  12. Multitouch Framework
  13. Improve COLLADA constrained animations and Morph animation support.
  14. Adding Subsurface Scattering to Cycles
  15. Bullet Integration
  16. Adapting the Hive system for the Blender Game Engine

Entre os diversos projetos que estão em andamento, podemos destacar o que provavelmente deve adicionar ferramentas para visualizar efeitos diretamente na 3D View, que tem como mentor ninguém menos que Ton Rooseendal. Os outros projetos são todos importantes, mas alguns devem beneficiar uma base maior de usuários como é o caso dos projetos que pretendem adicionar ferramentas melhoradas de modelagem com precisão, e implementar Sub Surface Scattering no Cycles.

Os projetos foram organizados em grupos que fazem referência a nomes de alimentos, seguindo a tradição dos projetos no Blender que utilizam nomes de frutas e leguminosas, agora temos os grupos identificados pelos nomes existentes no gráfico abaixo:

Gsoc2012branches-500.png

Portanto, se você quiser acompanhar o desenvolvimento das ferramentas descritas em cada grupo, basta procurar pelos nomes dos alimentos na identificação dos builds no graphicall.org

Eu particularmente ficarei observando com fome cuidado o build do grupo sushi. As ferramentas de modelagem poligonal devem ajudar bastante no uso do Blender.

Idéias para o Google Summer of Code 2012 com Blender

O Google Summer of Code 2012 está para começar e assim como acontece todos os anos, o Blender deve ter vários projetos submetidos e aprovados para fazer parte dessa iniciativa para melhorar softwares de código aberto. Mas, o que é esse Google Summer of Code? Esse é um projeto que vida melhorar e incrementar softwares de código aberto como o Blender, Inkscape, GIMP e vários outros por meio do trabalho de estudantes universitários que estão com tempo ocioso nas férias de verão do hemisfério norte.

Preciso dizer qual é a empresa que patrocina o evento? Continuando com a descrição, o Google organiza e financia esse evento que funciona da seguinte forma:

  • Um estudante precisa formular uma proposta, e conseguir uma pessoa que seja a sua mentora no projeto.
  • Se o projeto for aceito, o estudante precisa seguir alguns prazos, para receber pagamentos em dinheiro na conclusão do projeto.
  • O fato do projeto ser iniciado não significa que o mesmo será concluído, pois não existe um contrato formal.

O primeiro passo para todas as comunidades de usuários e softwares que desejam participar do projeto é exatamente reunir idéias, sendo exatamente isso que os artistas e usuários do Blender estão fazendo nesse momento.

GSOC-2012-medium.png

A lista de idéias para o Google Summer of Code 2012 pode ser conferida nesse endereço, e você pode votar nas ferramentas ou melhorias que achar mais úteis para os usuários do software. Um dos temas mais discutidos é a implementação do B-Mesh que será oficialmente lançado junto com o Blender 2.63, em Abril.

Entre as categorias de ferramentas disponíveis estão:

  • BMesh Modeling
  • Sculpt Modeling
  • NURBS Modeling
  • Retopologizing
  • UV Unwrapping
  • Paint Texturing
  • Rigging
  • Skinning
  • Animating
  • Visual Effects
  • Lighting
  • Shading
  • Rendering
  • Compositing
  • Motion Tracking
  • Fluid Simulation
  • Hard Physics Simulation
  • Cloth Simulation
  • Particle Simulation
  • Scripting
  • Video Sequencer
  • Import/Export
  • Asset Management
  • Game Engine
  • Interface

Se você tivesse a possibilidade de sugerir alguma coisa, em qual área seria a sua sugestão? A minha preferência está na parte de modelagem 3d com a adição de opções nativas para fazer Corte, Bridge e Inset em polígonos. Depois disso o render com Cycles para adicionar mais efeitos óticos e suporte a outros algoritmos de renderização.

Projetos do Google Summer of Code aprovados para o Blender

O Blender está participando novamente do projeto Google Summer of Code, que tem como objetivo aproveitar o tempo ocioso de estudantes de áreas relacionadas com computação, e permitir que os mesmos trabalhem em projetos de softwares abertos como o Blender. Os estudantes que tem projetos aprovados recebem incentivos financeiros do Google para prosseguir com o desenvolvimento. Isso acaba gerando uma enorme iniciativa de melhoria, e o Blender sempre acaba com vários projetos aprovados, resultando em novas ferramentas como o modificador ShrinkWrap que nasceu e um Google Summer of Code.

Esse ano foi divulgada a lista dos projetos que foram aprovados pelo comitê do SoC e o Blender teve 17 projetos aprovados! Sim, teremos 17 projetos de estudantes em andamento que podem resultar em melhorias para o Blender. Muitos dos projetos aprovados são propostas de melhoria para ferramentas já existentes, como você vai perceber ao consultar a lista.

google summer of code 2011

A lista completa dos projetos pode ser encontrada nesse endereço, mas para ajudar as pessoas que tem dificuldade com o inglês, resolvi traduzir e resumir a lista de projetos:

  • Mesh Editing/Retopology: Melhorar e adicionar novos métodos para retopologia e edição de objetos do tipo Mesh.
  • Sculpt/Paint: Adicionar novos recursos e melhorar o modo de escultura do Blender, e portar os pincéis do modo de escultura para outros modos de trabalho do Blender.
  • UV Unwrapping: O projeto que pretendia melhorar as ferramentas de mapeamento UV esse ano teve que concorrer com outras quatro propostas. Essa foi a que agradou mais o comitê e foi escolhida.
  • Weighting Tools: A pintura de pesos para malhas 3d irá ganhar um reforço com esse projeto, que tem como foco o processo conhecido como Skinning.
  • UV/Paint Tools: Aqui a proposta é adicionar novos modos de pintura para o Blender.
  • Animation System Polish: O sistema de animação do Blender 2.5 está muito bom, mas esse projeto pretende melhorar esse sistema ainda mais.
  • Motion Capture Tools: Um recurso muito solicitado no Blender é a melhor integração e compatibilidade para ler e usar arquivos provenientes de captura de movimento. Esse projeto irá focar nesse tipo de ferramenta.
  • Fluid Simulation Improvements: Esse projeto irá adicionar ao sistema de fluidos do Blender novos artigos científicos e estudos, para expandir as funcionalidades do sistema de fluidos.
  • Camera Tracker Integration / Camera Tracker library improvements: Aqui temos dois projetos de grande interesse para o Instituto Blender, pois um dos próximos Open Movies irá usar Camera Tracking.
  • Improved Internationalization and Localization: Adaptação da interface e textos no Blender, para exibir outras línguas.
  • Nodes for the GE logic: Já pensou em usar nós para ajustar os blocos de lógica? Esse é o objetivo desse projeto.
  • BGE Animation improvements / BGE bugfixing and polishing: Atualizações e melhorias para o sistema de animação e correções na game engine do Blender.
  • Collada: Melhor suporte ao formato Collada no Blender, proporcionando a artistas 3d usar uma maior gama de arquivos de lugares como o 3d warehouse.
  • 3D Audio: Projeto que pretende adicionar recursos de audio 3D ao Blender.
  • Dynamic Paint: Melhorias para o modo de pintura.

Agora é só ficar torcendo para que esses projetos sejam finalizados!

Primeiras versões do Blender 3D usadas no projeto Apricot

Parece que essa semana os usuários do Blender, estão sendo bombardeados com informações e novidades de maneira que nunca tinha visto antes. Você deve estar ai, estudando e tentando descobrir como funcionam as ferramentas do recém lançado Blender 2.46 e esperando o lançamento na web do Big Buck Bunny, para o próximo final de semana. Todas as atenções da comunidade estão direcionadas para ele.

Pois, não podemos esquecer-nos do projeto Apricot, que ainda está em desenvolvimento e adicionando ótimas ferramentas de modelagem 3d para o Blender 3d.

Agora eu pergunto; você gostaria de testar algumas dessas ferramentas? Até a última semana, não estava disponível nenhuma versão de testes, com as ferramentas do Apricot. Pois essa semana, para completar o bombardeio de informações, algumas versões apareceram no Graphicall.org! Para fazer o download, procure pelas versões identificadas com o nome Apricot.

Claro que já baixei e instalei o chamado Apricot Branch, para testar as ferramentas. O que tem de novo?

De cara, você encontra um conjunto de ícones personalizados para a interface do Blender:

Depois disso, podemos olhar um dos recursos que foi “ressuscitado” do SoC 2007, que é o GLSL preview, que permite visualizar de maneira mais aprimorada as luzes na 3D View. Infelizmente o meu notebook não suporta o GLSL, por isso não posso testar o recurso agora, mas pretendo fazer um vídeo explicando como usar o mesmo. Isso apenas se a opção Tangent estiver acionada no material do objeto.

Algumas outras pequenas modificações podem ser encontradas aos poucos. Por exemplo, ao pressionar SHIFT+B, ao invés de pular para a visualização do objeto, temos uma animação que aproxima aos poucos.

Se você quiser uma lista completa com os recursos disponíveis no projeto Apricot, visite esse link. A lista funciona como um checklist do desenvolvimento. Repare que muita coisa ainda precisa ser feita, mas já podemos testar algumas delas. Pelo visto meu final de semana será de muita “investigação”.

Uma coisa que já percebi que foi melhorada ainda mais foi no cálculo para texturas UV. Uma discussão muito legal começou a investigar todas as novidades dessa versão, no Blender Artists.

Só mais uma coisa, não estranhe se alguns atalhos de teclado estiverem alterados.