Blender usado para portfólio de móveis e design

Quando você precisa organizar o portfólio de uma empresa relacionada com design de móveis ou objetos, a primeira necessidade é conseguir boas imagens para exibir seus produtos. Os custos relacionados com a contratação de estúdio, fabricação e produção de imagens é relativamente alto. Nesse tipo de situação o uso de softwares 3d pode ser uma grande vantagem.

Veja o caso da empresa Grega especializada em móveis chamada Unico Furniture que contratou um artista especializado em Blender para criar seu portfólio.

Quer ver como ficou? Visite o website da empresa e confira o resultado. Todas as imagens do portfólio deles é 3D renderizado com o Cycles.

Além de não ter custos com a contratação de fotógrafos e espaços físicos, o uso desse tipo de recurso é benéfico pois você não precisa ter os produtos finalizados. O material pode ser elaborado com base em projetos ou idéias, para depois ser efetivamente produzido.

Essas são apenas algumas das vantagens em usar esse tipo de abordagem. Com o Blender você ainda pode usar recursos como render em tempo-real usando o Eevee e também importar arquivos do SketchUp em formato SKP.

É possível fazer a modelagem dos seus móveis no SketchUp e criar o portfólio no Blender.

Quer aprender a usar esse tipo de recurso? No EAD – Allan Brito você encontra cursos gratuitos sobre Blender, SketchUp e outros. Existem também cursos voltados para a área de design e arquitetura.

Design de móveis com SketchUp

No design de móveis e objetos é preciso fazer um pequeno projeto que mostra todos os componentes e dimensões, seja para que você mesmo(a) possa trabalhar na elaboração do objeto ou então encomendar o objeto. É o caso dos projetos relacionados com móveis e marcenaria.

Com o uso de softwares de modelagem 3d o processo pode ficar muito rápido e ágil. É o caso da aplicação do SketchUp.

Veja um exemplo disso nesse projeto de móveis que um designer chamado James que também faz marcenaria compartilhou no seu Twitter. Ele teve a idéia para fazer um projeto de móvel. Todo o processo começou com esboços em uma folha de papel. Depois de definir o layout e design do móvel, o próximo passo foi passar para o SketchUp e concluir o projeto.

Depois de alguns minutos fazendo a modelagem e definindo as dimensões e ajustes nos objetos o projeto do móvel estava pronto para ser executado.

O SketchUp facilita bastante esse tipo de projeto pela rapidez com que podemos fazer formas e criar modelos 3d.

Quer aprender a usar o SketchUp para fazer esse tipo de projeto? No EAD – Allan Brito você encontra um curso dedicado apenas para a criação de projetos relacionados com móveis e marcenaria. Ao final do curso você poderá fazer exatamente esse tipo de projeto.

Design de personagens 3d com Blender

A criação de personagens é sempre algo muito importante em projetos envolvendo jogos digitais e animação, pois sem a definição clara do design de personagens a caracterização e até mesmo dinâmica do jogo ou animação ficam prejudicadas. Quando falamos de design de personagens 3d a coisa complica um pouco mais, pois a criação dos personagens acaba envolvendo técnicas e procedimentos geralmente complexos que resultam em representações realistas dos modelos 3d. Entre as técnicas de modelagem e design mais usadas estão a escultura digital e principalmente o aproveitamento de texturas realistas. Os softwares 3d geralmente conseguem oferecer suporte a criação desses personagens 3d, e com o Blender não é diferente.

Design de personagens 3d com Blender

O processo de criação de personagens 3d envolve técnicas e ferramentas que descrevo em detalhes no curso sobre técnicas de modelagem 3d com Blender, e foram aplicadas com grande eficiência pelo artista hype que publicou nos fóruns Blenderartists a seguinte imagem de um personagem alienígena.

Design de personagens

A imagem é resultado do trabalho do artista envolvendo o uso de escultura, texturas e muitos pequenos ajustes na malha 3d. Além de todos os procedimentos relacionados com modelagem 3d, o artista ainda fez um excelente trabalho na composição final da imagem que é o resultado do que vemos no render final.

Design de personagens com Blender

Agora essa não é a melhor parte! Para ajudar a todos os interessados em aprender os segredos da produção dessa imagem em particular, o artista compartilhou várias imagens do processo completo de criação desse personagem. Ao visitar o post no fórum, você encontra imagens e descrições detalhadas sobre estágios como:

  • Modelagem 3d
  • Escultura
  • Retopologia
  • Mapeamento
  • Mapas normais
  • Texturas

Essas informações esclarecem dúvidas das pessoas que já possuem algum conhecimento na área, e também ajudam os artistas iniciantes que gostariam de vislumbrar como funciona o design de personagens 3d. Nesse caso o design de personagens 3d é apresentado no Blender, mas você pode aplicar a mesma técnica em outros softwares apenas com pequenos ajustes. Por exemplo, a maioria das ferramentas 3d (até mesmo comerciais) não possuem módulos de escultura, o que exige a edição dessas informações de maneira externa.

Design de cenários com SketchUp: American Idol

O design de cenários para programas de televisão é algo que não está no cotidiano de muitos profissionais envolvidos com projetos, principalmente na área de arquitetura. A demanda no Brasil por cenários grandiosos é resolvida geralmente por profissionais dentro da própria emissora, e o nosso ecossistema de produtoras de conteúdo não é assim rico como nos Estados Unidos, em que as emissoras locais posuem mais autonomia em relação a produção de conteúdos locais. Mas, se você fosse realizar o design de cenários para televisão, qual seria o seu software base para a modelagem e planejamento?

A sua resposta pode ter variado entre muitas alternativas, mas Andy Walmsley escolhe como software base para esse tipo de modelagem o SketchUp.

Design de cenários com SketchUp

Design de cenários com SketchUp

O blog do SketchUp (em inglês) conduziu uma entrevista interessante com Andy Walmsley sobre como o SketchUp foi usado no design de cenários para o programa American Idol e America's Got Talent. Os programas são um tanto quando parecidos, e se apoiam na premissa de que os “calouros” que se apresentam nos respectivos shows possam mostrar um pouco de talento.

Mas, qual o motivo que fez Andy Walmsley escolher o SketchUp para trabalhar com design de cenários? Segundo a entrevista, que pode ser conferida nesse endereço alternativo com a ajuda do Google Translator, o SketchUp apresenta a vantagem de ser muito ágil e simples ao mesmo tempo, possibilitando criar os modelos 3d com grande velocidade e precisão.

A questão dos materiais e ajustes deve ser observada posteriormente quando o projeto executivo do cenário estiver sendo preparado para a construção, mas o SketchUp consegue resolver a parte criativa muito bem. É um excelente exemplo que mostra o SketchUp sendo usado para design de cenários em grandes programas de televisão, grande pela audiência e não pela qualidade.

Aprendendo a usar o SketchUp

Você pode não ter a necessidade de projetar o seu cenário para programas de televisão, mas outras oportunidades envolvendo o Sketchup podem aparecer. Para estar preparado e conhecendo o fundamental do SketchUp, recomendo uma visita ao EAD – Allan Brito para conferir os cursos online sobre SketchUp que preparam você com as técnicas e ferramentas necessárias para usar o software. Esses são os cursos disponíveis:

Design de interfaces para filmes: Os Vingadores

Os filmes e produções animadas que mostram de alguma forma interfaces em dispositivos como computadores ou painéis, precisam de alguma forma apresentar soluções de design para equipamentos que não fazem parte do nosso uso diário, ou que dificilmente fariam parte do nosso ecossistema tecnológico. Por exemplo, a interface visual do uniforme do Homem de ferro é algo único para o personagem, e precisou ser criada especialmente para aquela situação. Esse tipo de problema não está direcionado apenas para os filmes e produções envolvendo ficção científica, mas até mesmo em animações 3d é preciso pesar nesse tipo de solução, pois o uso de um equipamento com interface e interação com humanos, precisa parecer que funciona.

É nesse ponto que devemos nos preocupar com o design das interfaces, e a produção do filme “Os Vingadores” fez um trabalho excelente em selecionar o designer Jayse para projetar as interfaces da maioria dos dispositivos que aparecem no filme, que permeiam desde o uniforme do Homem de ferro até os painéis e monitores dos sistemas da S.H.I.E.L.D.

Caso você não tenha assistido ao filme, ou assistiu mas não teve tempo de prestar mais atenção nas interfaces, o artista conseguiu compilar uma boa parte das interfaces projetadas por ele, inclusive com alguns rascunhos e protótipos das interfaces.

interface-Vingadores-Design.jpg

O material é uma excelente referência de linguagem gráfica para quem está estudando o assunto, e também funciona como inspiração para artistas que estejam trabalhando em projetos de animação e precisam projetar esse tipo de interface.

No filme é até complicado de perceber na sua totalidade como esse tipo de interface é complexa e bem trabalhada, pois a dinâmica dos acontecimentos é muito rápida. E no material publicado pelo artista existem até mesmo vistas gerais apenas do design da interface em excelente resolução, facilitando a análise e organização dos elementos dos gráficos.

A parte interessante desse tipo de interface é que podemos projetar com liberdade total, pois dificilmente a câmera ou o a narrativa mesmo acabam focando no funcionamento dessas interfaces, que acabam tendo mais função cenográfica no segundo plano.

Qual a minha parte preferida das interfaces? As que envolvem visualização de elementos em 3d, como a nave da S.H.I.E.L.D.