Curso de renderização estilizada com Blender e Freestyle

O Blender está ficando cada vez mais conhecido pela sua grande capacidade de gerar imagens realistas, devido ao uso do Cycles como renderizador. Com o uso de algoritmos como Path Tracing é possível gerar imagens extremamente realistas, mas você sabia que é possível criar renderizações estilizadas no Blender da mesma forma? Existe um renderizador integrado chamado Freestyle que funciona de maneira “semelhante” ao Cycles e permite gerar imagens com a que ilustra esse artigo. Se você nunca tentou usar o Freestyle, o EAD – Allan Brito agora possui o curso de renderização estilizada com Blender e Freestyle.

Blender Freestyle

No curso você aprende a configurar e ajustar os aspectos do Freestyle para manipular linhas de contorno dos objetos no render do Blender. O curso é focado na configuração dos Line Sets e LineStyles que são a base dos ajustes no Freestyle.

Com esse tipo de ferramenta as possibilidades de criação artística com o Blender aumentam exponencialmente, e podemos ao mesmo tempo criar imagens realistas e estilizadas. Essa estilização pode variar de algo semelhante a uma célula de animação até a simulação de pinturas. Mas, para conseguir o resultado desejado é preciso entender e conhecer todos os recursos oferecidos pelo software e ajustar de maneira correta as linhas de contorno. No curso você aprende exatamente a fazer esse tipo de configuração!

Quer mais detalhes? Visite a página do curso e confira alguns dos exemplos e projetos realizados ao longo do curso.

Essa é a lista completa de aulas:

  • Aula 01 – Habilitando e entendendo o Freestyle
    • Render do tipo NPR (03:35)
    • O que é o Freestyle? (03:36)
    • Habilitando o Freestyle no Blender (04:22)
    • Renderizando com o Freestyle (03:47)
  • Aula 02 – Controles de visualização para o Freestyle
    • Controles de visibilidade para linhas (04:32)
    • Escolhendo o tipo de aresta para render (05:43)
    • Usando Line Sets (04:53)
    • Line Sets individuais por objetos com grupos (10:19)
  • Aula 03 – Estilos de linha no Freestyle
    • Strokes (07:37)
    • Color e Alpha (01:31)
    • Thickness (03:33)
    • Geometry (10:50)
    • Salvando e importando Line Styles (02:22)
  • Aula 04 – Modificadores no Freestyle
    • Along stroke (08:00)
    • Material (04:04)
    • Distance from camera e Distance from object (04:57)
    • Calligraphy (03:02)
  • Aula 05 – Freestyle e Cycles
    • Freestyle e Cycles (02:49)
    • Materiais e nodes do Freestyle (03:31)
    • Wireframes em render no Cycles (03:33)
    • Usando Render Layers para separar imagens (03:45)
  • Aula 06 – Exercício com Freestyle – Desenho técnico
    • Apresentando o projeto de desenho técnico (01:32)
    • Configurando o fundo de papel milimetrado (07:38)
    • Adicionando carimbo (03:35)
    • Adicionando o modelo 3d e configurando linhas (09:57)
    • Textos complementares ao desenho técnico (07:58)
  • Aula 07 – Exercício com Freestyle – Pintura e animação
    • Apresentando o projeto (02:10)
    • Ajustando o cenário e plano de fundo (05:11)
    • Configurando o modelo 3d com estilos de linha (06:42)
    • Animação com Freestyle (07:11)
    • Render de animações com Freestyle (03:23)

Cursos de renderização

Esse não é o único curso de renderização do EAD – Allan Brito, e além do Blender e Freestyle você pode aprender sobre render com esses outros cursos:

Blender 2.74 disponível para download

No último dia do mês de março o Blender recebeu uma esperada atualização como parte dos esforços da equipe que está trabalhando no projeto Gooseberry e também contribuições de usuários ao longo dos últimos meses. A versão 2.74 já pode ser copiada de maneira totalmente gratuita e oferece alguns recursos e adições muito interessantes ao já impressionante leque de ferramentas do Blender. Para fazer o download do Blender 2.74, você precisa visitar esse endereço e escolher a versão que mais se adequa as suas necessidades. Existem versões para Windows, Mac e Linux.

Blender-274

Quais as novidades? A lista completa de recursos do Blender pode ser conferida nesse endereço, e apresenta os seguintes destaques:

  • Blender Cycles: Melhoria no render que resulta em menos granulação e controle sobre a qualidade final da imagem.
  • Interface: Agora é possível simular efeitos óticos como Depth of Field e também Ambient Occlusion diretamente na 3D View sem a necessidade de renderizar a imagem.
  • Modelagem: Um novo modificador chamado Mesh Data Transfer permite copiar informações de um modelo 3d para outro.
  • Simulação de cabelos: O sistema responsável pela representação de cabelos foi totalmente refeito, e permite agora mais flexibilidade e controle no momento da edição. Aqui é importante tomar um pouco de cuidado, principalmente ao abrir modelos 3d que possuam esse tipo de recurso criadas em versões anteriores do software.
  • Freestyle: Agora é possível fazer a renderização estilizada no Freestyle consumindo uma quantidade muito menor de recursos.

Esses são apenas alguns dos destaques dessa versão do Blender, e para conferir a lista completa, recomendo visitar o endereço que apontei no início desse artigo.

Agora, você sabia que o desenvolvimento do Blender não para? É possível fazer o download de versões atualizadas e possivelmente novos recursos que devem aparecer na versão 2.75 do Blender nesse endereço. Mas, existe a possibilidade dessas versões apresentarem bugs ou problemas, pois não foram devidamente testadas pelos usuários do software. Use por sua conta e risco! O Blender 2.74 é seguro pois foi testada e validada por vários usuários antes do lançamento.

Aprendendo a usar o Blender 2.74

Quer aprender a usar o Blender? O software é totalmente gratuito e pode ser o diferencial que você esperava na sua trajetória como artista 3d. No EAD – Allan Brito é possível encontrar diversos cursos online sobre o Blender nas mais variadas áreas. A lista completa de cursos está disponível nesse endereço.

Como destaques entre os últimos lançamentos em cursos recomendo:

Tutorial 150 – Blender: Usando o Freestyle para renderização

A oferta de renderizadores que funcionam em conjunto com o Blender já foi bem limitada, se resumindo praticamente ao YafRay quando comecei a usar o software já faz quase 10 anos! Hoje a quantidade de renderizadores compatíveis é impressionante, e temos até mesmo um renderizador de alta qualidade já embutido no próprio Blender. Mas, você sabia que além do Blender Cycles é possível usar outra opção para estilizar as imagens geradas dentro do Blender? Já falei algumas vezes sobre o Freestyle, mas nunca demonstrei os passos para habilitar e usar esse renderizador.

O melhor de tudo é que não é necessário fazer o download de absolutamente nada! O Freestyle já está instalado com o seu Blender. Para demonstrar exatamente o funcionamento do renderizador, gravei um pequeno tutorial com o procedimento necessário para usar o Freestyle:

Gostou do vídeo? O que acha de avaliar ou comentar? Ainda não é assinante do meu canal no Youtube? Assine aqui para receber antes que todos as atualizações.

Uma das vantagens do Freestyle é permitir que as imagens renderizadas no Blender tenham um aspecto estilizado, sem a necessidade de praticamente nenhum tipo de pós-produção em softwares com o Photoshop ou GIMP. É possível adicionar estilos em linhas e contornos para gerar efeitos e realçar as formas das imagens.

No vídeo de exemplo, mostro como é possível adicionar e modificar as opções do Freestyle para gerar contornos em objetos que são renderizados no Blender. Com isso podemos criar o efeito de célula de animação, muito comum em produções de animação 2d que utilizam softwares 3d como base. Mas, é preciso tomar cuidado com a quantidade de efeitos adicionados aos projeto, pois dependendo da complexidade da linha, é necessário fazer o processamento do efeito para cada quadro da animação!

Aprendendo sobre renderização com o Blender

O uso de ferramentas e técnicas de renderização pode ser desafiante para quem não tem experiência com softwares 3d ou fotografia. Por isso, recomendo consultar algum dos cursos do EAD – Allan Brito que abordam exatamente esse tema! Vários desses cursos usam o Blender Cycles para conseguir qualidade máxima no render:

História em quadrinhos produzida com Blender

O Blender pode ser usado para os mais variados tipos de projetos envolvendo animação 3d e modelagem, seja para apresentar um produto ou contar histórias por meio de animações. Um artista da China chamado congcong009 está publicando uma série de imagens no fórum Blenderartists mostrando outro uso do Blender, voltado para a produção de histórias em quadrinhos. As imagens são muito bem produzidas e todas remetem a estilos encontrados em animação japonesa, com cores vivas e saturadas para apresentar o universo em que se passa a história. A imagem que ilustra esse artigo é apenas um exemplo do que você encontra no material divulgado no fórum.

História em quadrinhos com Blender

Blender usado na produção de história em quarinhos

Já cometei sobre esse projeto aqui no blog anteriormente, mas na época as imagens correspondiam apenas à primeira edição do projeto. A história mostra a relação de uma criança com uma floresta mágica, e isso é o máximo que podemos compreender das imagens e diálogos divulgados pelo autor do projeto, pois os textos estão todos em mandarim.

A técnica usada para gerar as imagens é trabalhosa, mas aparentemente eficiente, pois o autor divulgou apenas parcialmente o processo usado para gerar as imagens. Tudo é modelado e renderizado no Blender usando o Cycles e não o Freestyle como poderíamos deduzir inicialmente. Os elementos do cenário são renderizados em partes e depois a composição é feita no Photoshop, em que também são aplicados efeitos e filtros para gerar as imagens com estilo semelhante a células de animação que lembram a temática de produções típicas do Japão.

Como o objetivo do projeto é criar histórias em quadrinhos, o uso do Blender no processo se mostra muito interessante, pois é possível aproveitar os cenários e modelos 3d repetidas vezes para gerar imagens. Isso acelera a produção das páginas e possibilita aos artistas usar o mesmo modelo 3d em cenas diferentes do projeto.

É a melhor solução? Pode não ser a opção mais simples, mas como a equipe já domina a técnica e os resultados são muito interessantes visualmente, acredito que uma migração para usar apenas o Blender com o Freestyle traria mais prejuízos inicialmente do que benefícios. Mas, ainda acho que o Freestyle conseguiria gerar resultados próximos disso usando apenas o Blender.

Blender 2.67 disponível para download

O Blender acabou de receber mais uma atualização em termos de ferramentas e estabilidade de uso com a versão 2.67 que está disponível para download imediato para todos os usuários. Essa é mais uma versão que agrega conteúdos, mesmo que dessa vez a sensação é que a lista de novidades é um pouco menor, mas ainda assim avança em relação a proposta iniciada na família 2.6! Para quem não está acompanhando a evolução do Blender, as versões 2.6 tem como grande destaque os avanços em termos de renderização com o Cycles e também a parte de composição com tracking de vídeo. Sem falar claro dos avanços nas ferramentas de modelagem com o B-Mesh.

blender-267-splash.jpg

E quais são os destaques do Blender 2.67? É inegável e perceptível que a principal adição a versão 2.67 é a integração com o Freestyle, que estou acompanhando já faz alguns anos! Ainda lembro quando a primeira proposta de integração foi realizada como parte do Google Summer of Code, já faz aproximadamente uns 2 anos.

Ma, o que é o Freestyle? É um renderizador de código aberto especializado em gerar imagens do tipo NPR que são exatamente o oposto do realismo do Cycles. Com o Freestyle você será capaz de gerar imagens estilizadas e de rápida renderização, que são perfeitas para animação.

Já partindo para o lado do realismo com o Cycles, um dos destaques em termos de renderização nessa versão foi a adição do suporto ao Sub Surface Scattering para gerar imagens com muito mais realismo e níveis diferentes de transparência. Outro recurso que está em sintonia com uma demanda do mercado é o Add-on para trabalhar com impressoras 3D! Se você estiver interessado em criar modelos 3d para imprimir em 3d, o Blender pode ajudar na tarefa!

A lista completa de recursos do Blender 2.67 pode ser conferida no release log, e vai muito mais além da minha pequena e humilde compilação. Como de costume, ao longo das próximas semanas devo publicar no meu canal no Youtube alguns tutoriais mostrando o funcionamento dos principais recursos.

Quer aprender mais sobre o Blender?

E caso você queira aprender mais sobre o funcionamento do Blender, recomendo uma visita aos cursos do EAD – Allan Brito que já trabalham com as ferramentas do Blender existentes, e ao longo dos próximos meses devem receber também novas aulas abordado esses recursos adicionados na versão 2.67. A lista de cursos disponíveis e separados por área é: