Tutorial de modelagem 3d mecânica: Criando um andróide

A modelagem 3d por subdivisão é um dos tipos mais simples e usados na criação de diversos elementos e objetos em 3d. Sempre que posso menciono isso aqui no blog, pois muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre o melhor método de modelagem 3d para começar a estudar. A grande maioria dos softwares 3d suporta esse tipo de modelagem, apenas alguns especializados em modelagem por curvas NURBS é que não aceitam trabalhar com subdivisão. Além do Blender 3d que é gratuito e usa bastante a subdivisão, existe o Wings 3D que também é totalmente baseado nessa metodologia de modelagem.

Hoje pela manha estava testando o Wings 3D 1.2, lançado no final de 2009 e que adicionou diversas melhorias ao software. Mas, o assunto desse artigo não será o Wings 3D 1.2 e sim um tutorial de modelagem 3d detalhado sobre a criação de um andróide com o software. O tutorial está organizado em oito partes e pode ser conferido em 720p no Youtube. Para facilitar a navegação no material, montei uma playlist que agrega todos os vídeos.

No total são mais de uma hora de tutorial em vídeo.

Nesse tutorial em particular é possível identificar os diversos elementos da modelagem por subdivisão de maneira bem simples. Repare que o artista responsável pelo tutorial começa tudo com um simples cubo que é cortado e deformado, até receber a forma dos elementos que identificam visualmente um andróide.

O conjunto de ferramentas 3d usadas para desenvolver o projeto, pode ser encontrada facilmente em qualquer software 3d. Essa é a lista de ferramentas usadas pelo autor do vídeo:

  • Extrude
  • Transformações (mover, girar e escalonar)
  • Loop Cut
  • Loop Select
  • Seleção de arestas, vértices e faces

Todas as ferramentas listadas acima são encontradas em praticamente qualquer ferramenta 3d. Isso torna o tutorial útil para a maioria dos artistas interessados em tentar reproduzir o procedimento em outros softwares. Seria difícil tentar trabalhar com curvas ou superfícies NURBS, pois as mesmas apresentam pequenas variações entre as ferramentas 3d.

O Wings é um software de modelagem totalmente gratuito, mas diferente do Blender que é uma suíte de modelagem completa, o Wings é especializado em modelagem 3d poligonal. Antigamente os artistas 3d usavam o Wings para modelagem de personagens complexos, e o Blender para a animação. Hoje o Blender já pode suprir a maioria das necessidades de modelagem 3d.

Se você está procurando por um bom exercício de modelagem, recomendo esse tutorial como para todos os aspirantes a artista 3d.

Tutorial SketchUp: Modelagem de naves e veículos no SketchUp

Entre as mais diversas ferramentas de modelagem 3d, posso destacar como sendo a mais simples e intuitiva para usuários iniciantes o SketchUp. Mesmo sendo claramente direcionado para o mercado de visualização de projetos arquitetônicos, podemos encontrar diversos exemplos da aplicação do SketchUp em áreas como a modelagem mecânica e o design de cenários para jogos. Isso se deve ao fato do SketchUp ser extremamente simples de modelar e na sua versão PRO, permitir que os modelos 3d sejam exportados para softwares como 3ds Max, Blender 3D e outros para acabamento e animação.

Na semana passada, encontrei dois links muito interessantes para artistas 3d que gostariam de tentar trabalhar com modelagem de veículos e naves, voltadas para projetos de ficção científica. Ambos usam o SketchUp como base para criação do modelo 3d e resultam na criação de modelos muito detalhados, mas que não são tecnicamente difíceis de criar.

tutorial-sketchup-modelagem-veiculos-naves-mecanica

Os dois tutoriais de modelagem estão em russo, mas nada que uma ajuda do Google Translator não possa resolver. Esses são os links para os dois tutoriais:

A tradução só não consegue alterar os textos presentes nas imagens, mas isso não atrapalha em nada o processo. O mais interessante de perceber ao visitar os dois tutoriais é que os autores usam técnicas muito parecidas para criar seus projetos. Ambos começam com imagens de referência posicionadas no ambiente de modelagem do SketchUp, para depois trabalhar com o desenho dos contornos e modelagem dos objetos. Outra coisa interessante é que podemos perceber que os modelos 3d das naves parecem complicados de produzir, quando na verdade são apenas trabalhosos. É um processo que exige muita repetição, para que pequenos detalhes e elementos sejam posicionados no modelo 3d.

No final, ainda é necessário gerar uma imagem para que os modelos 3d recebem o tratamento da pós-produção que é feita em softwares como o Photoshop.

Esse é um excelente exemplo para os artistas que estão usando o SketchUp apenas para trabalhar com modelagem para arquitetura, mostrando que é possível produzir conteúdos bem diferentes com um pouco de criatividade e intuição do artista 3d.

Modelagem mecânica com o SketchUp e Photoshop

O SketchUp é famoso pela sua atuação na criação de modelos 3d para visualização de projetos arquitetônicos, mas na verdade qualquer objeto que possa ser representado por figuras geométrica simples, pode ser criado sem maiores problemas com a ferramenta. Esse é o caso de veículos como tanques de guerra e objetos conceituais. Existem até alguns estúdios famosos como o Massive Black que usam o SketchUp como parte do seu processo de criação, para a elaboração de veículos. Se você quiser conferir o processo de criação deles, existem dois vídeos bem interessantes publicados pelo próprio estúdio no Youtube, mostrando como criar um conceito de tanque futurista.

A primeira parte do vídeo mostra o estudo do conceito pretendido com o modelo 3d, que é realizado no Photoshop. Essa é uma parte que vai exigir um pouco de imaginação para visualizar o modelo 3d, pois o artista responsável pelo conceito trabalhou com vistas ortogonais no Photoshop e não esboços em perspectiva, que é o procedimento normal.

No segundo vídeo já podemos acompanhar com mais detalhes a modelagem e criação do veículo no SketchUp.

Se você trabalha com modelagem 3d para jogos, deve considerar usar o SketchUp para algumas tarefas, devido a sua rapidez e facilidade em trabalhar com superfícies complexas baseadas em faces. Por exemplo, na criação de modelos 3d mecânicos que precisem de vários loops e arestas, para conseguir trabalhar com detalhes, o SketchUp apresenta a vantagem de funcionar com base no desenho das arestas em si. Com outras ferramentas é necessário trabalhar com o uso de ferramentas de corte e subdivisão para conseguir o mesmo resultado.

Nos meus projetos de modelagem que envolvem a criação de objetos mecânicos, o SketchUp já me ajudou várias vezes no estudo volumétrico do modelo 3d, para decidir o melhor caminho para conseguir em ferramentas de modelagem orgânica, como o Blender 3D. A vantagem é a velocidade com que um modelo 3d conceitual pode ser criado no SketchUp.

No final do segundo vídeo, o autor da demonstração finaliza a produção da imagem no Photoshop. Isso é compreensível, pois o SketchUp não apresenta muitas opções para criar o cenário usado na composição do veículo, sem mencionar os efeitos de fumaça e poeira adicionados no Photoshop.

Tutorial SketchUp: Modelagem náutica e renderização com o V-Ray

O SketchUp é muito famoso por ser uma ferramenta voltada para modelagem e criação de modelos volumétricos para o mercado de visualização de projetos arquitetônicos. Mas, como qualquer acontece com qualquer ferramenta 3d a intervenção de um artista habilidoso pode criar imagens e modelos 3d, mesmo quando as ferramentas não são próprias para o propósito da modelagem. Por exemplo, com o SketchUp é possível trabalhar com visualização de projetos ou mesmo representação de modelos 3d de navios e embarcações. Você acha isso impossível? Pois então, visite esse endereço nos fóruns do SketchUcation para visualizar o que um artista chamado Silvershadow publicou.

O projeto envolve a modelagem e renderização de um navio real chamado HMCS Snowberry, que foi totalmente criado no SketchUp e renderizado usando o V-Ray.

sketchup-modelagem-3d-mecanica-01.jpg

sketchup-modelagem-3d-mecanica-02.jpg

Um dos aspectos que impressiona no projeto é que o artista preparou o cenário para poder renderizar no navio e não apenas o modelo 3d. Isso significa dizer que uma superfície de água foi criada. Como a água é uma das superfícies mais difíceis de representar em 3d, ainda mais algo que está sendo deformado pelo deslizamento do navio, o autor usou de maneira inteligente várias texturas para criar um efeito bem parecido com água do mar.

Na mensagem em que o modelo 3d é apresentado, o autor explica o procedimento realizado por ele para conseguir criar o projeto. Foram usadas três ferramentas diferentes para conseguir criar a imagem:

  • SketchUp: Modelagem 3D
  • V-Ray: Renderização
  • Vue: Criação do céu

O tempo total de modelagem e produção das imagens foi de aproximadamente oito meses, realizados apenas no tempo livre que o artista tinha disponível. A seqüência de imagens disponível no artigo original é um ótimo exemplo e guia para as pessoas que quiserem tentar reproduzir esse tipo de modelo 3d.

Cada parte do navio é mostrada de maneira detalhada ao longo do artigo, em que podemos acompanhar a atenção ao detalhamento do modelo 3d por parte do artista. Isso faz uma diferença muito grande na composição geral do modelo e melhora significativamente o realismo da imagem final. Esse é um exemplo de como o SketchUp pode ser usado de maneira inteligente até mesmo para a modelagem mecânica.

Tutorial de modelagem mecânica com o Modo 3D: Criando uma X-Wing

Entre os diversos softwares de modelagem e animação existentes no mercado, um dos que eu mais simpatizo é o Modo 3D. A maneira como o Modo 3D foi desenvolvido mostra que o mesmo foi criado com base em idéias e conceitos revolucionários. Caso você não conheça a história de como foi fundada a Luxology, que é a empresa responsável pelo Modo, apenas um pequeno resumo para que você fique contextualizado no assunto. Os criadores do Modo formaram até o início dessa década a equipe de desenvolvimento do LightWave 3D. Quando essa equipe propôs uma reformulação geral do LightWave, e as suas idéias e propostas foram todas recusadas pela Newtek, as pessoas envolvidas pediram demissão da empresa e formaram a Luxology, que em poucos anos lançaria o Modo.

Hoje o Modo é respeitado como sendo um dos softwares mais amigáveis para artistas 3d, sendo adotado por empresas como a Digital Domain e Pixar. Muitos dos modelos 3d que vemos em animações como o Wall-E, foram criados usando o Modo. O segredo do Modo é um conjunto poderoso de ferramentas para modelagem aliado a sua interface avançada.

Se você quiser ao mesmo tempo conhecer um pouco mais sobre o Modo e também aprender a modelar uma nave X-Wing do Star Wars, recomendo assistir a essa sequencia de tutoriais que estou indicando nesse artigo. Um artista 3d da Nova Zelândia está produzindo tutorials de modelagem no Modo, mostrando como é possível criar cada parte de uma X-Wing com grande riqueza de detalhes. O tutorial ainda está em desenvolvimento, mas já existem dez vídeos com aproximadamente 10 minutos cada, disponíveis para consulta. Isso já perfaz mais de uma hora e meia de tutorials, apenas para modelar o motor e as armas da nave.

Como o sistema de modelagem 3d do Modo é baseado em modelagem por subdivisão, podemos muito bem seguir as dicas do tutorial e tentar reproduzir o mesmo modelo 3d, em softwares como o Blender 3D ou 3ds Max. Basta que o seu software tenha suporte a modelagem por polígonos.

O tutorial também é interessante para quem está aprendendo a modelar em 3d, pois o artista começa o primeiro vídeo com a parte de pesquisa por referências. Isso mostra o quanto é importante ter algum tipo de embasamento para seguir, principalmente se a morfologia do objeto em que você está trabalhando não for do seu domínio.

Assim que mais vídeos forem publicados para completar o tutorial, publico aqui no blog. Por enquanto, fique com essa primeira parte do tutorial, que inclusive está disponível em 720p e pode ser assistida em tela cheia sem grandes deformações.