Curso de modelagem para arquitetura com Blender: Aula 02 disponível

No modelagem 3d para arquitetura um dos elementos mais comuns nesse tipo de criação é a modelagem de paredes, pois em praticamente todos os tipos de edificações é necessário adicionar paredes para delimitar os espaços do projeto. Por isso, o curso de modelagem para arquitetura com o Blender ganhou uma atualização com a sua segunda aula nesses últimos dias, abordando exatamente a modelagem de paredes com o Blender. O curso começou na semana passada e já está na sua segunda aula, seguindo com o cronograma proposto de ter a sua última aula publicada no final de novembro.

O curso é totalmente online e você pode acessar o material a qualquer momento, e caso já queira ir acompanhando as atualizações e assistindo as aulas, as inscrições para o curso de modelagem para arquitetura com Blender podem ser realizadas na página de informações do curso. Nessa mesma página você encontra uma lista com os títulos das aulas e também informações detalhadas sobre o que será abordado de maneira geral.

Se você quiser incrementar as suas habilidades de modelagem com o Blender, existe a opção de fazer a inscrição tanto no curso de modelagem para arquitetura como de modelagem poligonal, usando o combo que está na parte inferior da página do curso de modelagem para arquitetura. Ao usar o combo você ganha um desconto superior a 10% na inscrição dos dois cursos.

Curso de modelagem para arquitetura com Blender

A segunda aula do curso apresenta a solução para um problema comum na modelagem para arquitetura usando o Blender, que é a criação de paredes inclinadas. Esse tipo de parede sempre foi um problema, devido a falta de ferramentas de CAD do tipo Extend, Fillet e Trim no Blender que dificultam a criação de certos tipos de geometria. Um dos vídeos da segunda aula aborda a criação desse tipo de parede inclinada, fazendo o arremate correto das paredes para que tenhamos como resultado uma parede com espessura de 15cm como é o padrão para alvenaria, e na inclinação correta de acordo com as dimensões de um projeto.

Para resolver esse problema é apresentado um Addon chamado TinyCAD que é gratuito e adiciona opções interessantes ao Blender para modelagem.

Ainda sobre os cursos online, é provável que essa semana seja possível disponibilizar o segundo curso do mês de novembro do EAD – Allan Brito que será sobre Rigging de personagens com Blender.

Tutorial SketchUp: Como fazer extrudes múltiplos para modelagem 3D

O SketchUp é notório pela sua facilidade em criar e construir modelos 3d para os mais diversos fins, usando técnicas muito parecidas com a de um desenho mesmo. Basta criar uma primitiva geométrica e sair desenhando para criar em poucos minutos, um modelo que demandaria mais tempo de trabalho em outras ferramentas 3d. Mas, mesmo senso tão fácil de usar o SketchUp pode ser melhorado com o uso de vários scripts e plugins. Uma das funções que outros softwares 3d já disponibilizam e que o SketchUp não tem, é a possibilidade de fazer extrude em várias faces ao mesmo tempo. No SketchUp o extrude tem até outro nome, sendo representado pela ferramenta Push/Pull ou Empurrar/Puxar em português.

A imagem abaixo mostra uma série de planos organizados para mostrar a fase inicial da modelagem de uma maquete eletrônica no SketchUp. Sem o uso de nenhum artifício como plugins, seria necessário trabalhar com um extrude para cada uma das faces não contínuas. No caso da imagem seriam necessários três extrudes.

sketchup-arquitetura-modelagem-3d-01.jpg

Para conseguir fazer realizar a operação com apenas um comando, podemos usar um plugin chamado multiple push/pull que pode ser copiado de maneira gratuita nesse endereço. O arquivo do plugin deve ser colocado na pasta de plugins do SketchUp. Assim que ele estiver lá, teremos acesso a um menu chamado Multiple Push-Pull.

sketchup-arquitetura-modelagem-3d-02.jpg

Selecione todas as faces que devem ser extrudadas e acione esse menu, para que a janela de configuração do plugin apareça.

sketchup-arquitetura-modelagem-3d-03.jpg

Basta informar a distância em que o extrude deve ser realizado, para que todas as faces do objeto sofram a alteração.

sketchup-arquitetura-modelagem-3d-04.jpg

A possibilidade de trabalhar com vários extrudes ao mesmo tempo ajuda na produtividade, pois menos cliques de mouse são necessários para realizar a mesma operação. Assim como os eventuais erros cometidos na modelagem. Pro exemplo, partes do modelo 3d que precisariam ter a mesma dimensão, mas que acabam ficando com tamanhos diferentes devido a cliques acidentais, são reduzidos significativamente com essa ferramenta. Se você já passou por problemas de modelagem como esse, deve conhecer bem a dificuldade em caçar esses detalhes depois que o modelo já está pronto. Por isso que esse tipo de ferramenta é tão útil.

Modelagem 3d para arquitetura com precisão usando Blender 3D

A modelagem 3d para arquitetura e projetos de design, precisam de grandes níveis de controle sobre as dimensões dos objetos no cenário, principalmente quando o objetivo do projeto é mostrar algo que já está pronto e não pode passar dúvidas sobre as proporções do objeto. O uso de precisão em softwares 3d é algo bem contraditório e pode gerar muitas dúvidas nos usuários acostumados com ferramentas de CAD como o AutoCAD. Como não podemos usar de maneira plena um sistema de coordenadas como acontece nesses softwares, é necessário desenvolver técnicas e artifícios para criar elementos 3d usando o mínimo de precisão com as ferramentas disponíveis.

Esse artigo tem como objetivo mostrar uma dessas técnicas que é baseada no uso de pequenos planos e linhas no Blender, que se organizados de maneira estratégica, podem ajudar bastante no design de um objeto em 3D para arquitetura. A técnica se mostra mais útil no design de paredes e outros elementos mais geométricos.

A técnica consiste na utilização de uma linha que funciona como régua entre os planos, ajudando no posicionamento dos objetos usando o Snap do Blender 3D. Sendo assim, o primeiro passo para usar a técnica é adicionar na cena dois pequenos planos e uma linha do tipo Mesh. Como o Blender não cria linhas assim, basta adicionar um círculo com quatro lados e apagar três dos lados.

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-01.png

Assim que os objetos estiverem no cenário, altere a escala da linha até que a mesma fique com a dimensão necessária que separa os planos. Isso pode ser feito com a escala mesmo ou então no modo edição, movendo os vértices da linha. Para ficar mais simples, basta acionar o botão Edge Length para que as dimensões da linha sejam exibidas na 3D View. Nesse exemplo estou fazendo uma equivalência entre as unidades do Blender com metros.

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-02.png

Com tudo posicionado e dimensionado, agora acionamos o Snap do Blender 3D com a opção default mesmo. A opção procura ajustar os objetos pelos vértices mais próximos.

Depois que o Snap estiver ligado o procedimento é bem simples, em que será necessário apenas selecionar um dos planos e pressionar a tecla G para mover o objeto. Arraste o objeto para próximo da linha e mantenha a tecla CTRL pressionada para que um pequeno círculo branco apareça, capturando o ponto desejado para o Snap.

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-03b.png

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-03.png

Pronto! Agora tudo que precisamos fazer é repetir o mesmo procedimento para o outro plano. Caso os planos sejam objetos diferentes, será necessário fazer a união de ambos para conseguir criar os planos de ligação. Para isso podemos selecionar os dois planos e pressionar a tecla CTRL+J. Repetindo o mesmo procedimento e duplicando os planos é possível criar a estrutura básica de uma parede.

Com os objetos unidos, entre no modo de edição e selecione duas arestas nas laterais dos planos e pressione a tecla F.

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-04.png

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-05.png

No final, com múltiplos planos e linhas criados no cenário é possível selecionar as faces e acionar um extrude para criar as paredes.

modelagem-3d-precisao-blender-arquitetura-06.png

Pode parecer uma técnica trabalhosa, mas com esse procedimento sendo repetido várias vezes é possível criar um projeto arquitetônico completo no Blender 3D com excelente nível de precisão.