Tutorial de rotoscopia com o Adobe After Effects

Quando uma pessoa começa a trabalhar com computação gráfica, especialmente com efeitos especiais para vídeo, dificilmente essa pessoa tem como objetivo se especializar em rotoscopia. Mas, afinal o que é rotoscopia? A atividade de rotoscopia em vídeo é de fundamental importância para qualquer produção, pois permite separar partes em movimento de vídeos. Quer um exemplo? Quando é necessário fazer uma composição em vídeo, com um ator ou personagem virtual, para que no processo de composição o plano de fundo do vídeo seja substituído por uma paisagem, o material é gravado com um fundo colorido. Mas, e quando acontece um imprevisto? O vídeo foi gravado com o plano de fundo normal, mas precisa ser substituído?

Nesse momento entra o trabalho de rotoscopia. Se você já usou em algum momento o Photoshop ou Gimp, para recortar partes de uma fotografia, o processo é o mesmo no After Effects, mas com uma imagem em movimento.

Quer aprender como fazer esse tipo de operação no After Effects? Um tutorial bem completo e simples de seguir foi publicado no GFX-Help.com sobre rotoscopia, com o After Effects, em que você pode acompanhar o texto e fazer o download dos vídeos usados.

No tutorial você vai realizar a separação de duas cenas com um cubo simples em movimento, o que é muito mais fácil e rápido de executar que um vídeo, em que é necessário recortar dedos e cabelos de atores. No tutorial, o foco principal será no desenho e animação de máscaras no After Effects, sendo essa a principal ferramenta para realizar rotoscopia. Fora isso, ainda existe muito trabalho de edição e ajuste de camadas para que seja possível mesclar de maneira satisfatória, ambos os vídeos.

Como pouca gente se especializa nesse tipo de tarefa, pelo fato dela ser trabalhosa e aparecer pouco na hora dos elogios de uma produção, pode ser uma oportunidade para estudar e aproveitar uma área, que ao mesmo tempo é necessária e desprezada pelos motion designers. Se você quiser conferir a importância da rotoscopia, procure nos créditos dos filmes e animações mais famosas o termo Rotoscopy. Quando mais complexos os efeitos, maior é a equipe listada nos créditos.

Incrível resultado das partículas e simulações físicas do Houdini

Dentre todas as ferramentas 3d disponíveis no mercado o Houdini é uma das mais poderosas para efeitos e simulações físicas, mas mesmo assim ainda é difícil encontrar artistas e material que tenha usado todo esse poder. Fica fácil de perceber isso, depois de fazer uma visita as maiores comunidades de usuários e artistas 3d, a grande maioria usa apenas softwares da Autodesk. Até mesmo softwares como o Softimage XSI e Cinema 4D, tem aceitação reduzida no mercado americano.

Mas acredite, o material existe e é de excelente qualidade. Veja esse comercial produzido para uma marca de água mineral, em que o objetivo era criar um vestido feito apenas de água.

O vídeo é impressionante e mostra alto nível de dificuldade do lado técnico. Como eles fizeram para criar essa animação?

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre o processo de criação com comercial, assim como fazer o download de uma versão em melhor resolução do vídeo, no formato Quicktime, o Motiongrapher publicou um artigo descrevendo algumas das técnicas e características da produção.

A empresa responsável pela produção é da Alemanha (Black moutain studios). A parte dos líquidos foi criada usando uma combinação de partículas criadas no Maya e líquidos simulados no Houdini.

O primeiro passo foi elaborar um modelo 3d da atriz, que foi usado para servir de referência para as partículas. Essas partículas personalizadas, muito provavelmente criadas com MEL, foram então exportadas e trabalhadas no Houdini, em que o material foi renderizado e animado com o uso das ferramentas de simulação física do Houdini, para criar os líquidos. Na pós-produção ainda foram adicionadas mais partículas com o Real Flow, para simular os sprays de água que caem do vestido.

Por último, a equipe ainda fez a composição de vídeos com água real, sobre o modelo 3d criado no Maya e Houdini para atingir o efeito final. O resultado é essa impressionante simulação de um vestido líquido.

Como você pode perceber, nessa área de efeitos especiais, as empresas geralmente usam vários softwares para conseguir reproduzir um determinado efeito ou facilitar a produção de uma cena difícil. Seria possível fazer tudo apenas no Maya ou Houdini? Provavelmente sim, mas para concluir o trabalho com mais rapidez, e quando o orçamento ajuda as melhores ferramentas para executar uma tarefa são usadas e depois o material é todo composto em uma peça única.