Atualização sobre Blender 2.5 e Freestyle

A criação de projetos que envolvem o uso de renderizações do tipo NPR deve receber nos próximos meses uma excelente opção de uso no Blender 2.5, que é a integração com o renderizador chamado de Freestyle. O projeto que envolve a integração com essa ferramenta ainda remonta de um Google Summer of Code de aproximadamente dois anos. No início ainda para a família do Blender 2.4x que posteriormente foi portado para o 2.5, hoje a ferramenta ainda está em fase experimental, mas muito mais estável que nos seus primeiros testes. Agora é até possível começar a arriscar projetos mais complexos esse renderizador com a técnica NPR.

Com esse tipo de técnica o objetivo da imagem é exatamente o oposto do que encontramos no processo de render fotorealista, em que procuramos simular da melhor maneira aspectos relacionados com iluminação e materiais. Com o Freestyle é possível criar efeitos como traços a mão livre e até mesmo linhas estilo cartoon. É o paraíso para quem gosta de estilização.

O procedimento para usar a ferramenta é bem simples, e requer apenas o uso de uma versão especial do Blender já com o render, que pode ser copiada do Graphicall.org. Para esse artigo, estou usando essa versão do Blender.

Depois que você copiar e extrair essa versão do Blender, o próximo passo é modelar ou abrir algum dos seus modelos. Lembre de fazer uma cópia de segurança, caso o modelo usado seja importante. Com o modelo aberto, precisamos apenas localizar na janela Properties a aba chamada de Freestyle e selecionar um dos tipos de controle. Para esse exemplo vamos usar o “Python Scripting Mode” e depois clicar no botão Add Freestyle Module.

npr01.png

Assim poderemos escolher entre diversos estilos de renderização que já acompanham essa versão do Blender.

npr02.png

O último passo é habilitar o Freestyle no campo Post Processing para poder visualizar o resultado na janela de render, e pressionar F12. Se tudo correu bem, você verá o modelo 3d usado como exemplo com o render e o estilo aplicado sobre o mesmo.

npr03.png

Para mostrar apenas as linhas do estilo gerado pelo Freestyle, desabilite a opção Solid na aba Layers que está na aba Render.

Renderização estilizada para arquitetura com o Blender 2.50 e FreeStyle

Os projetos desenvolvidos como parte do Google Summer of Code e que envolvem o Blender 3D, sempre tem como objetivo melhorar a ferramenta de alguma maneira, ou adicionar novos recursos. Um desses projetos ainda está sendo desenvolvido e fez parte do SoC 2008. A integração entre o Blender 3D e o renderizador FreeStyle ainda não está completa, mas podemos fazer o download de diversas versões de testes que já permitem renderizar imagens estilizadas. O FreeStyle é o oposto dos renderizadores externos que estamos acostumados a usar para render realista, pois o seu objetivo é criar imagens estilizadas.

Agora o projeto está sendo adaptado para o Blender 3d 2.50 e já pode ser testado em algumas versões experimentais disponíveis no graphicall.org. Caso você também queira fazer um teste, resolvi fazer um pequeno tutorial mostrando como funciona a configuração do FreeStyle no Blender 2.50. A cena usada para esse tutorial pode ser visualizada na imagem abaixo. A versão que usei para esse tutorial pode ser copiada aqui.

render-estilizado-arquitetura-blender-250-freestyle-01

Como você pode ver, a cena é bem simples e seu objetivo é apenas ajudar no tutorial.

O FreeStyle foi adicionado ao Blender como sendo um layer de renderização, por isso o segredo para acionar essa opção está no painel de renderização e no Render Layers. Lá encontramos a opção de habilitar o render com o FreeStyle. Mas, além de habilitar o render com o FreeStyle é necessário adicionar algum estilo de renderização que determina a aparência das linhas. Isso é feito acionando o botão Add Style Module ainda na área de configuração dos layers de renderização. Depois que adicionamos um estilo de render é necessário escolher entre diversos arquivos de estilo que já acompanham essa versão de teste.

render-estilizado-arquitetura-blender-250-freestyle-02

O último passo é adicionar o FreeStyle na parte de Post Processing do Blender, ainda no painel de renderização.

render-estilizado-arquitetura-blender-250-freestyle-03

Pronto! Agora basta acionar a renderização e visualizar a imagem renderizada com linhas estilizadas.

render-estilizado-arquitetura-blender-250-freestyle-04

O resultado é algo completamente oposto que estamos acostumados com renderizadores especializados em Raytracing como o LuxRender, YafaRay ou Indigo. Mas para fins de apresentação, alguns projetos podem se beneficiar desse tipo de recurso. Outra opção interessante é a animação usando render estilizado, como mostra esse exemplo que consegui gerar usando essa versão do Blender. Foram apenas 10 frames renderizados, pois todas as vezes que tentava passar disso o Blender travava (Lembre que essa é uma versão experimental).

Agora é só esperar que o projeto seja concluído e adicionando ao Blender 2.50. Afinal de contas, ele já está em desenvolvimento desde a metade de 2008.

Renderização estilizada para arquitetura com Blender 3D e sem plugins

A maioria dos projetos que envolve visualização e renderização de ambientes, cenários ou produtos requer o esforço do artista para conseguir elaborar imagens com qualidade fotográfica. Isso demanda softwares com recursos avançados de iluminação global e também um bom hardware para conseguir gerar o render no tempo mais curto. Com todo esse aparato tecnológico pronto para receber pedidos de clientes com o mais alto grau de exigências, é até estranho receber pedidos de material com objetivo oposto. Essa semana um colega me solicitou o estudo para um projeto que envolva a criação de renderizações para arquitetura usando técnicas conhecidas conhecidas como NPR. No Blender 3D existe uma ferramenta que está sendo preparada para integração total com o software, chamado de Freestyle que nada mais é que um renderizador externo.

O Freestyle consegue gerar imagens estilizadas para diversos propósitos, sendo que existe um projeto para fazer a integração da ferramenta com o Blender. O que faz o projeto precisar usar um renderizador externo ou solução que já crie as imagens com o efeito NPR próximo a um desenho feito a mão livre, é que o mesmo será usado em animação. Caso não seja possível trabalhar com a saída no Blender, o orçamento necessário para o projeto vai passar do limite estipulado devido a necessidade de uma ferramenta de finalização como o After Effects ou outra.

Como a integração entre Blender 3D e Freestyle está inacabada, ainda é perigoso usar esse tipo de software em ambientes de produção. Depois de pesquisar nos meus favoritos, descobri dois tutoriais muito bons para o Blender que ensinam a gerar render do tipo NPR usando apenas o editor de nós para composição da ferramenta. Os tutoriais abordam exatamente o uso dessa técnica para visualização de projetos arquitetônicos!

render-estilizado-arquitetura-blender-3d.jpg

Os dois textos estão bem explicados e bem ilustrados, permitindo inclusive que seja possível fazer o download dos arquivos fonte usados para mostrar o tutorial.

São dois textos disponíveis:

Ambos os tutoriais podem ser usados em animação e deixam o processo de finalização das imagens muito rápido e eficiente, pois não é necessário ajustar parâmetros para a iluminação global ou outros elementos mais avançados. Se você trabalha com Blender 3d para produção de visualização em arquitetura, os tutoriais são muito importantes para gerar esse tipo de imagem sem o Freestyle.

Tutorial de renderização com V-Ray: Materiais no estilo Toon

Quando o assunto é renderização com softwares como o V-Ray ou Mental Ray, a maioria dos artistas é unânime em afirmar que o seu principal objetivo é conseguir o máximo de realismo em uma cena. Esse é o objetivo da maioria, mas nem sempre essa é uma tarefa fácil ou que se adapta da melhor maneira possível a todos os projetos. Com a facilidade e acesso as ferramentas de iluminação global, o uso de ferramentas para gerar imagens do tipo NPR, ou Photo Realistic Render Non-Photorealistic Rendering é cada vez mais escasso. Mas, ainda assim muitas pessoas preferem trabalhar com imagens conceituais e estudos baseados em renders do tipo NPR para desenvolver a volumetria de projetos.

Para gerar esse tipo de imagem em softwares como o V-Ray existem várias técnicas, mas a mais eficaz consiste no uso de uma ferramenta que simula linhas nas bordas dos modelos 3d, para atribuir uma aparência conhecida como Toon aos objetos. O 3ds Max tem um shader próprio para isso chamado de Ink n`Paint, mas que resulta em imagens com tempo de render elevado e com compatibilidade limitada, quando a cena é renderizada com softwares como o V-Ray. No vídeo abaixo, podemos conferir uma maneira rápida e simples de configurar um material do tipo toon no V-Ray, para gerar imagens NPR no 3ds Max.

O autor do turorial usa para o efeito NPR um tipo especial de material do V-Ray chamado de VRayDirt. Esse material pode atribuir a aparência de superfícies com leve índice de sujeira, que pode ser configurada para aparentar também uma célula de animação. Os requisitos para que uma imagem tenha esse tipo de atributo são:

  • Superfícies pintadas com cores sólidas ou gradientes simples
  • Iluminação gerando sombras bem definidas
  • Linhas de contorno dos objetos com cor preta e bem definida

Se você tem o V-Ray e quiser seguir as configurações necessárias para reproduzir o material, basta usar os mesmos parâmetros indicados no vídeo.

Depois que o material estiver criado, o autor ainda faz alguns ajustes na área Global Switchers nas propriedades de renderização do V-Ray, para marcar como ativo o Override mtl, adicionando o material configurado previamente no slot disponível ao lado dessa opção. O render final é gerado com a clara impressão de uma imagem gerada para células de animação, e o melhor de tudo é o tempo de render, extremamente curto e rápido.

Sempre que você precisar usar imagens renderizadas para avaliar a volumetria ou mostrar o progresso no desenvolvimento de um projeto, as imagens do tipo NPR ainda são uma ótima opção, principalmente para artistas e estúdios com pouca disponibilidade de hardware para renderizações longas e baseadas em iluminação global.

Integração entre Blender e Freestyle: Primeiras versões de teste (Render NPR!)

Os projetos do SoC 2008 estão começando a mostrar a despontar no horizonte, algum ainda inacabado tem o compromisso dos seus autores, que o trabalho não deve parar até que tudo esteja concluído. Um desses projetos, que começa a receber versões de teste do Blender 3D, é referente à integração com o renderizador NPR Freestyle. Para quem não conhece, o Freestyle é um renderizador que gera imagens do tipo NPR, que são imagens estilizadas que totalmente opostas a onda crescente de imagens foto realistas.

Com o uso desse tipo de ferramentas, o Blender vai poder criar imagens semelhantes ao que o famoso software Piranesi faz, para renderização de projetos arquitetônicos. Claro que o Piranesi é uma ferramenta estável e disponível já há um bom tempo, mas acredito que seja a melhor comparação para esse caso. Até porque, acredito que as pessoas e artistas interessados nesse tipo de ferramenta é que devem se beneficiar da integração.

Se você quiser fazer um teste, com essa nova opção do Blender, uma versão experimental disponível apenas em versão para Windows está disponível no Graphicall.org, o download pode ser feito nesse endereço.

Como funciona a integração? O processo ainda não está bem estável e também simples, mas já é “usável”. Depois de fazer o download do arquivo de instalação, você deve extrair o seu conteúdo para uma pasta. Assim que os arquivos forem extraídos, será necessário configurar uma variável do ambiente Windows, para poder usar o renderizador. Isso pode ser feito de várias maneiras, considerando que o arquivo é extraído na raiz do drive C:

  • Entre no prompt de comando e digite set FREESTYLE_BLENDER_DIR=”c:\befree-win32\.blender\scripts”
  • Abra as propriedades do sistema, e nas variáveis do sistema adicione uma com o nome FREESTYLE_BLENDER_DIR e com o caminho em que o arquivo foi extraído como sendo o valor da variável c:\befree-win32\.blender\scripts

Caso isso não seja feito, ao acionar o render, nada acontece. Repare que o caminho indicado nas variáveis é o local em que o arquivo copiado o graphicall.org foi extraído.

Só uma dica, a primeira opção é temporária, portanto todas as vezes que o computador for desligado, você precisará acionar o comando novamente para renderizar. Na segunda opção, a alteração é permanente e qualquer mudança deve ser configurada no mesmo painel de propriedades do sistema.

Com tudo configurado, podemos abrir o Blender que foi copiado do graphicall.

Depois de abrir o Blender, o processo é extremamente simples, precisamos escolher o Freestyle como renderizador. Isso é feito no mesmo local em que selecionamos o YafRay como renderizador externo.

Com o Freestyle escolhido, podemos escolher um perfil de renderização na aba Freestyle. Lá é possível acessar a pasta de scripts do Blender, em que está localizada outra pasta chamada style_modules_blender. Nela é possível encontrar os módulos de efeitos do Freestyle.

Pronto! Com um módulo selecionado, agora é só pressionar F12 e esperar pelo render aparecer. Pelos meus testes aqui, alguns dos módulos ainda não incompatíveis, mas o número é pequeno, a grande maioria funciona.

Lembro que essa versão é experimental, se você quiser fazer testes com arquivos importantes, recomendo que faça uma cópia de segurança desses arquivos antes de usar.