Demo reel do Blender na Siggraph 2011

A Siggraph que foi realizada no início desse mês representa o melhor espaço para divulgar os trabalhos produzidos por qualquer software 3d, e com o Blender não é diferente. Com o tempo devo publicar aqui no blog todos os demo reels das ferramentas 3d mais importantes do mercado como 3ds Max, Maya, Cinema 4D e todas as outras que aproveitaram a Siggraph para divulgar seus projetos. No caso do Blender a coisa não é diferente, e o pessoal da Fundação Blender organizou uma compilação de projetos criados com o Blender, para exibir ao público durante a feira e agora o material está no Youtube.

O vídeo abaixo é uma excelente demonstração de projetos que representam bem o que pode ser criado com o Blender, sendo alguns deles apenas experimentos de animação e outros são todos destinados a uso comercial como material publicitário.

Os créditos da Demo Reel vão para Mike Pan

Como muitas pessoas me perguntam sobre material criado com o Blender para fins de demonstração em palestras e eventos, agora posso apresentar esse vídeo junto do material que já costumo mostrar sempre que tenho a oportunidade de ministrar apresentações sobre o Blender.

Se você ficou interessado em aprender a usar o Blender, essas são algumas opções que você tem para aprender a usar o software:

  • Curso Básico de Blender – Esse é um curso online totalmente gratuito que você pode começar a fazer agora mesmo, bastando para isso visitar o EAD – Allan Brito e depois de se cadastrar é só entrar no curso e começar a assistir aos vídeos.
  • Curso de modelagem poligonal com Blender – Em 3d tudo acaba começando com um modelo 3d que será posteriormente animado. Nesse curso sobre modelagem poligonal, você aprende a trabalhar com modelagem no Blender, usando uma metodologia idêntica a que foi usada no curso Básico de Blender. O curso requer uma inscrição.
  • Curso de animação 3d com Blender – Com os modelo 3d prontos é necessário animar esses elementos para conseguir criar movimento. O curso aborda as ferramentas de animação do Blender com uma visão mais generalista, aproveitando todos os aspectos envolvidos no processo para conseguir gerar movimento e ter controle sobre os aspectos técnicos da animação. O curso também requer inscrição.
  • Livro Blender 3D: Guia do Usuário (Quarta edição) – O livro é a obra mais completa sobre o Blender do ponto de vista do usuário, pois aborda nas suas quase 500 páginas praticamente todo o Blender. São explicadas as técnicas de animação, modelagem 3d, partículas, curvas, Render, Materiais, Texturas e muito mais.
  • Livro Blender 3D: Jogos e animações interativas – Por último, o meu mais recente livro sobre a parte relacionada com a criação de jogos com o Blender. O livro mostra como é possível aproveitar os chamados blocos de lógica do Blender, para criar jogos sem precisar conhecer programação.

Avanços técnicos para a Siggraph 2011

A Siggraph é o maior congresso e feira e computação gráfica do mundo que acontece uma vez por ano geralmente nos Estados Unidos, e recentemente também na Ásia. Mas, o evento principal é na América do Norte. Esse ano a Siggraph 2011 será realizada em Vancouver no Canadá, e devo confessar que dessa vez até cheguei a fazer cotações para visitar a feira e a exposição, mas a data do evento ficou logo em cima de outros compromissos. Na verdade, estou devendo uma visita tanto a Siggraph como a conferência Blender. Quem sabe dessa vez eu consiga ir na conferência Blender!

Bem, voltando a falar sobre a Siggraph, o evento tem várias partes que abrangem uma feira com produtos e serviços de empresas que desenvolvem softwares ou trabalham na área. A parte da feira é excelente para conhecer de perto esses produtos, e até mesmo ganhar brindes como versões de demonstração.

Agora, a parte realmente interessante da Siggraph é a apresentação de estudos e pesquisas acadêmicas na área de computação gráfica. Todos os anos existe uma parte do evento que é dedicada apenas a apresentação desse material, e como essas pesquisas são na sua maioria abertas, o resultado das pesquisas pode ser aplicado no Blender ou em outros softwares de código aberto de maneira bem rápida!

Para demonstrar algumas dessas novidades que devem aparecer na Siggraph, a organização do evento compilou o vídeo abaixo com diversas dessas novidades:

Duas áreas recebem destaque no vídeo pode apresentar pesquisas que impulsionam a qualidade tanto da animação como visualização dos objetos, e essas áreas são a captura de movimento e a animação em tempo real. Na parte de deformações em tempo-real, temos a deformação de estruturas complexas e também a simulação de fluidos.

A captura de movimento para animação facial usando uma técnica semelhante a captura de performance usada no filme Avatar, também é muito interessante para quem trabalha com animação.

Isso não é tudo, pois temos até uma modelagem de roupas e tecidos interativa.

Esse vídeo mostra um pouco do que veremos na íntegra na feira, apesar de muitos desses artigos científicos já estar disponível para download e consulta. Foi na Siggraph que muitos dos processos de animação e render que usamos hoje de maneira corriqueira foram apresentados ao público pela primeira vez, como é o caso do Path Tracing.

Palestras gratuitas sobre 3ds Max, Softimage, Maya e Mental Ray

Na maior conferência sobre computação gráfica do mundo, a Siggraph que acontece todos os anos no segundo semestre, a maioria das empresas que desenvolve ferramentas de computação gráfica participa com palestras e apresentações dos seus produtos. Com a Autodesk não é diferente, e esse ano foram muitas palestras e apresentações que fariam qualquer usuário de softwares como 3ds Max, Maya ou Softimage querer fazer uma visita a Nova Orleans. Caso você também não tenha conseguido visitar a feira e assistir as apresentações da Autodesk, assim como eu, pode conferir os vídeos das apresentações diretamente no web site da empresa.

A maioria desses vídeos é narrada em inglês, o que consiste uma grande barreira para boa parte dos usuários e artistas que não dominam a língua, principalmente ouvir uma apresentação. Se existisse ao menos uma transcrição das apresentações já seria uma grande ajuda. Pois, agora podemos conferir praticamente todas as apresentações realizadas pela Autodesk na Siggraph 2009 legendadas em português também!

palestras-gratuitas-3dsmax-maya-mentalray-softimage

Para acessar os vídeos é necessário visitar esse link que leva ao web site da Autodesk, em que você precisará se registrar para ter acesso ao material. Caso você já possua uma conta na AREA, o canal de tutoriais e blogs para usuários da Autodesk, basta fazer o login antes de visitar esse endereço. Esses são os títulos das palestras disponíveis:

  • 3ds Max: Renderização do tipo toon para criar imagens estilizadas
  • Mental Ray: Como usar opções avançadas de shaders do Mental Ray para integrar objetos virtuais com a realidade
  • Softimage: Usando o ICE para criar deformações realistas em personagens virtuais
  • Maya: Criando fraturas procedurais em objetos com base em colisões e dinâmica
  • Mudbox: Como trabalhar com escultura digital no Mudbox e integrar o material em outras ferramentas 3d
  • MotionBuilder: Configurando personagens usando técnicas de captura de movimento

Essas são as chamadas Master Classes, que a Autodesk sempre oferece aos visitantes da feira e também disponibiliza com freqüência no seu web site. As legendas em português não estão disponíveis para todos os vídeos, mas apenas pelo fato de poder acompanhar o que a pessoa está falando, por escrito, ajuda no entendimento dos termos técnicos e nuances dos softwares.

Só para reforçar, o acesso aos vídeos é totalmente gratuito.

Estudo sobre deformações em topologia de objetos 3D

A Siggraph 2009 ainda está alguns meses distantes, mas alguns estudos e artigos científicos com pesquisas e avanços na área de algoritmos e softwares para simulações e animações 3d já começam a aparecer. Um desses artigos é intitulado Deforming Meshes that Split and Merge. O artigo é fruto do trabalho de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia (EUA) e promete grande evolução na animação em que objetos com corpos maleáveis realizam colisões e se fundem. Esse é um movimento relativamente simples e comum no mundo real, mas em 3d pode se transformar num grande problema.

Imagine a seguinte situação, dois objetos em 3d configurados para se comportar como um Soft Body ou até mesmo líquidos, estão em trajetória de colisão. Como fazer para que o objeto resultante da colisão obtenha a dinâmica e formas condizentes com a natureza flexível do objeto, e ao mesmo tempo cuidar da animação? É a solução para esse tipo de problema que o artigo se propõe.

Caso ainda não tenha ficado claro o objetivo do trabalho dos autores, o vídeo abaixo é uma demonstração do que pode ser realizado com o uso da pesquisa.

Para fazer o download do Deforming Meshes that Split and Merge, visite esse endereço e faça o download do artigo em PDF e um vídeo de demonstração.

A descrição do trabalho é bem clara no objetivo do procedimento, que é rastrear as alterações na topologia dos objetos. O próprio artigo faz referência ao método de rastreamento usado no estudo que é baseado na mecânica de Langrange para resolver os problemas de topologia. Se você tem interesse pela parte teórica da computação gráfica, ou gostaria apenas de conhecer um pouco mais das bases que criam esse tipo de animação, recomendo uma visita ao link da mecânica de Langrange.

Esse modelo tem várias aplicações em simulações de fluidos e líquidos, tanto na área de pesquisa para engenharia como na computação gráfica também.

O artigo ainda será apresentado na Siggraph e nada garante que o material esteja presente em softwares 3d comerciais, mas é interessante acompanhar esse tipo de estudo. O material é uma excelente referência, principalmente pelas indicações de bibliografia tão úteis e necessárias em pesquisas acadêmicas. Como sempre recebo esse tipo de pedido pelo formulário de contato, ai está uma ótima dica para os estudantes que gostariam de abordar Computação Gráfica no TCC!

Cut and Paste: Competição de design usando computação gráfica ao vivo!

A participação em competições e concursos de idéias sempre é interessante para avaliar as suas capacidades e comparar o seu trabalho com outros artistas. Alguns desses concursos promovem a criação de material em tempo recorde, como o Fjorg! que é disputado na Siggraph, em que equipes de animação precisam criar em pouco tempo uma animação completa, na frente dos visitantes da feira. Se você já conhece o Fjorg! ou gostou do conceito de produção ao vivo, deve gostar também do Cut And Paste. Esse é um concurso organizado em várias cidades ao redor do mundo, infelizmente nenhuma delas na América Latina em que designer gráficos competem entre si, ao vivo e diante de uma platéia, criando imagens e peças publicitárias definidas pela organização e um deles é escolhido vencedor.

O grande diferencial do concurso é que os competidores precisam criar tudo na frente de uma platéia, que consegue visualizar os seus monitores projetados em áreas diferentes do ambiente em que o evento acontece. Então, você literalmente consegue visualizar as técnicas e procedimentos usados no processo de criação de cada artista usando o Photoshop, Illustrator ou qualquer outro software usado na produção.

Para ter uma idéia melhor de como funciona o concurso, o vídeo abaixo explica muito bem o conceito da competição e mostra algumas imagens do evento.

A parte interessante é que o Cut and Paste deve receber também instruções de design para material em 3D, o que é muito interessante para os artistas envolvidos com produção de material 3d. As regras para a parte 3D do concurso são bem rígidas! Por exemplo, a produção deve ser desenvolvida no evento partindo do zero e o tempo total que cada artista tem é de 40 minutos divididos em dois turnos de 20 minutos cada.

Caso você queira assistir a competição, mas está com problemas de agenda para viajar até as cidades em que os concursos acontecem, a boa notícia é que tudo será transmitido via webcast. Amanhã mesmo na parte da tarde, o evento que acontece em São Francisco na costa oeste americana será transmitido pela web.

Para saber mais sobre o concurso, regras, datas e cidades em que o evento acontece visite o web site do Cut And Paste. Os prêmios para os vencedores são bem interessantes e variam de licenças de softwares fornecidos por patrocinadores como Adobe, Autodesk e Apple como também hardware fornecido por Apple, Wacom e outros.

E você achava que o pessoal envolvido com design e computação gráfica não sabia se divertir! Isso sim é um ótimo programa para um sábado a tarde. Claro que seria muito melhor ao vivo!