Tutorial 133: Ferramentas de modelagem 3d do Blender 2.68

O Blender 2.68 foi lançado alguns dias atrás e trouxe uma lista de novidades bem mais modesta do que as versões anteriores, focando mais na estabilidade e correção de bugs. Mas, ainda com menor quantidade de adições relacionadas com ferramentas de modelagem 3d, as que foram apresentadas são de grande utilidade e de interesse de todos os artistas que utilizam o software como plataforma de criação. Quais foram essas novidades? Com o objetivo de mostrar as novas ferramentas de modelagem 3d do Blender 2.68, gravei um tutorial em vídeo mostrando algumas dessas ferramentas, que podem não ser assim óbvias para quem analisa a versão nova do Blender pela primeira vez.

Ferramentas de modelagem 3d do Blender 2.68

Ferramentas de modelagem 3d do Blender 2.68

O tutorial possui aproximadamente 18 minutos de duração e mostra como é possível usar as ferramentas de modelagem 3d, sempre fazendo comparação com versões anteriores do Blender, principalmente o 2.67.

Entre novas ferramentas de modelagem do Blender a que mais me agradou foi o Grid Fill, que é sem sombra de dúvidas a melhor opção para construir topologia complexa usando os recursos de modelagem parecidos com o Bridge.

Depois do Grid Fill as opções e modelagem simétrica sem a necessidade de aplicar modificadores com o Mirror também são um dos destaques, e podemos fazer isso de várias formas, seja com o uso da opção X Mirror ou então com o Symmetrize que consegue transformar qualquer malha poligonal em uma estrutura perfeitamente simétrica, bastando para isso apenas escolher a direção dos eixos em que os vértices devem ser manipulados.

Com o Blender 2.68 temos novas opções de manipulação e seleção de vértices com o Connect e também a parte de seleção com o CTRL.

Quer ver como tudo isso funciona? Assista ao vídeo para conferir todas essas novidades, e para fazer o download do Blender é só visitar esse endereço para testar de imediato essas opções.

Já falei que o Blender é totalmente gratuito?

Aprendendo a usar o Blender com cursos online

E para os que gostariam de uma referência completa para usar o Blender desde a modelagem 3d, animação, rigging e produção de jogos é interessante fazer uma visita ao EAD – Allan Brito e conferir alguns dos cursos online de Blender disponíveis para inscrição imediata!

Design de cenários com SketchUp: American Idol

O design de cenários para programas de televisão é algo que não está no cotidiano de muitos profissionais envolvidos com projetos, principalmente na área de arquitetura. A demanda no Brasil por cenários grandiosos é resolvida geralmente por profissionais dentro da própria emissora, e o nosso ecossistema de produtoras de conteúdo não é assim rico como nos Estados Unidos, em que as emissoras locais posuem mais autonomia em relação a produção de conteúdos locais. Mas, se você fosse realizar o design de cenários para televisão, qual seria o seu software base para a modelagem e planejamento?

A sua resposta pode ter variado entre muitas alternativas, mas Andy Walmsley escolhe como software base para esse tipo de modelagem o SketchUp.

Design de cenários com SketchUp

Design de cenários com SketchUp

O blog do SketchUp (em inglês) conduziu uma entrevista interessante com Andy Walmsley sobre como o SketchUp foi usado no design de cenários para o programa American Idol e America's Got Talent. Os programas são um tanto quando parecidos, e se apoiam na premissa de que os “calouros” que se apresentam nos respectivos shows possam mostrar um pouco de talento.

Mas, qual o motivo que fez Andy Walmsley escolher o SketchUp para trabalhar com design de cenários? Segundo a entrevista, que pode ser conferida nesse endereço alternativo com a ajuda do Google Translator, o SketchUp apresenta a vantagem de ser muito ágil e simples ao mesmo tempo, possibilitando criar os modelos 3d com grande velocidade e precisão.

A questão dos materiais e ajustes deve ser observada posteriormente quando o projeto executivo do cenário estiver sendo preparado para a construção, mas o SketchUp consegue resolver a parte criativa muito bem. É um excelente exemplo que mostra o SketchUp sendo usado para design de cenários em grandes programas de televisão, grande pela audiência e não pela qualidade.

Aprendendo a usar o SketchUp

Você pode não ter a necessidade de projetar o seu cenário para programas de televisão, mas outras oportunidades envolvendo o Sketchup podem aparecer. Para estar preparado e conhecendo o fundamental do SketchUp, recomendo uma visita ao EAD – Allan Brito para conferir os cursos online sobre SketchUp que preparam você com as técnicas e ferramentas necessárias para usar o software. Esses são os cursos disponíveis:

Tutorial sobre a criação da cena Magnemite no Blender

O uso de tutoriais como base para estudar e conhecer softwares 3d é prática muito antiga e que conheço bem, pois foi assim que aprendi muito do que sei hoje em dia. Mas, ao longo dos últimos anos é complicado encontrar bons tutoriais escritos para acompanhar o desenvolvimento de técnicas e procedimentos em qualquer software, e o maior culpado dessa mudança se chama Youtube. É muito mais rápido e fácil gravar vídeos para mostrar os passos necessários dentro de qualquer linha de produção voltada para softwares 3d. Mas, ainda é possível encontrar pessoas que publicam tutoriais escritos sobre diversos processos e técnicas necessárias gerar imagens 3D.

Os usuários de Blender podem aproveitar mais um excelente tutorial em texto mostrando todo o processo necessário para gerar a imagem chamada Magnemite, produzida pelo pessoal do SaphireStudio. A imagem é relativamente simples, mas o making of acrescenta diversas informações importantes sobre como é possível gerar o mesmo efeito em projetos com o Blender.

Tutorial sobre a criação da cena Magnemite no Blender

O tutorial em si é dividido em quatro estágios em definidos que são:

  • Modelagem
  • Materiais e texturas
  • Iluminação
  • Renderização
  • Pós-produção

Ao percorrer os itens do tutorial você vai perceber como toda a imagem é composta e montada por elementos simples, como na parte da iluminação que mesmo gerando um efeito agradável é composta apenas por uma lamp do tipo area. A cena foi toda renderizada usando o Blender Cycles com auxílio de GPU, o que acelerou um pouco a geração da imagem como um todo.

A parte da configuração dos materiais e texturas é interessante também para quem não faz idéia de como trabalhar com texturas e materiais metálicos, semelhantes aos mostrados na imagem com pequenos detalhes e ranhuras, e como tudo foi renderizado no Cycles a parte de materiais é toda ajustada usando o Node Editor como era de se esperar.

O material é mais do que recomendado para os usuários do Blender que procuram mais informação e aperfeiçoamento com o software. A vantagem de consultar material escrito como esse, é que fica mais fácil pular no texto apenas para as partes desejadas. Por exemplo, se o seu objetivo conhecer a modelagem, basta abrir o texto e pular direto para esse tópico.

Comercial da Coca-Cola produzido com Blender

O uso de um software dentro e mercados extremamente competitivos é sinal de que artistas e produtora estão apostando no seu potencial, como forma de concretizar projetos complexos. Em termos de complexidade e prazos nenhum mercado é tão exigente como o publicitário, sendo local para os fortes de coração devido aos altos valores investidos nos projetos, prazos apertados e desafios técnicos. É por isso que sempre fico muito feliz ao perceber que o Blender está aos poucos desbravando cada vez mais esse espaço.

A empresa que teve um de seus comerciais para a televisão produzidos com o Blender dessa vez foi a Coca-Cola e a sua marcante tradição de criar comerciais envolvendo aspectos gráficos complexos.

Comercial da Coca-Cola produzido com Blender

Comercial da Coca-Cola produzido com Blender

Apesar de ficar animado com a notícia, será complicado conferir o comercial em si na televisão local, pois o mesmo está sendo transmitido apenas na televisão em Israel. Mas, na era do Youtube fica fácil de conferir o material.

O Blender foi usado em todo o comercial que aproveita os seus recursos e capacidade em animação 3d, modelagem dos personagens e principalmente no tracking. É importante notar como no comercial os personagens virtuais algumas vezes acabam interagindo com objetos reais, e com as capacidades adicionadas recentemente ao Blender nesse sentido é muito fácil e rápido aplicar efeitos do tipo no software.

Os responsáveis pela produção do comercial foi o estúdio israelense de animação PitchiPoy, que adotou o Blender como ferramenta para esse comercial. Já tivemos oportunidades de conhecer o Blender sendo usado em comerciais nacionais, quando conferimos o portfólio de Teisson Fróes aqui no Blog, mas ao que tudo indica a tendência é que cada vez mais comerciais sejam produzidos com o Blender.

Aprendendo a usar o Blender

Para aprender a usar o Blender com recursos semelhantes aos apresentados nesse comercial, recomendo visitar o EAD – Allan Brito e conferir os seguintes cursos online sobre o software:

Download gratuito do Terragen 3: Paisagens virtuais

O uso de softwares especializados para determinadas tarefas é fato muito comum entre artistas 3d e estúdios que procuram o máximo de desempenho para suas ferramentas e produções. Por exemplo, quando precisamos criar cenários virtuais para interagir com vídeo ou outros elementos é muito mais simples e direto tentar fazer esse tipo de imagem em softwares especializados em cenários, pois as ferramentas e tecnologias são otimizadas exatamente para esse propósito. Esse é o caso de softwares como o Vue, que tem como objetivo fornecer opções e ferramentas especializadas para criar paisagens e cenários virtuais.

Esse é o caso de vários outros softwares 3d que ao longo dos últimos anos se especializaram em reproduzir cenários virtuais, como é o caso do Terragen que para muitos é um dos melhores softwares para simular cenários virtuais, principalmente quando analisamos o fator custo versos benefício.

Download gratuito do Terragen

Download gratuito do Terragen 3

Entre as opções existentes de softwares especializados em gerar cenários virtuais baseados em paisagens naturais, o que mais me agrada é o Terragen não só pelo seu conjunto de ferramentas disponíveis, mas também pela possibilidade de usar o software em uma versão gratuita que pode ser testada com apenas algumas poucas restrições.

Caso você não conheça o Terragen, o vídeo a seguir mostra um pouco do poder dessa incrível ferramenta para gerar paisagens naturais dentro de computadores.

Mas, será que um software como o Terragen pode realmente ajudar no processo de criação de animações ou mesmo imagens? Só para citar um exemplo do que podemos fazer com softwares assim, a criação de planos de fundo com céus personalizados é simplesmente fantástica. O fato de podermos escolher detalhes do céu como cores, nuvens, padrões e muito mais deixa o processo de escolha do plano de fundo sob total controle do artista, e não mais dependendo da existência da imagem de fundo perfeita na sua biblioteca de imagens.

Fora o uso cotidiano, ainda existem as grandes produções que fazem uso de softwares como o Terragen para criar cenários virtuais. Por exemplo, o recém lançado Man of Steel fez uso intenso de cenários virtuais criados no Terragen.

O download gratuito do Terragen pode ser realizado nesse endereço, e no mesmo web site é possível conferir imagens da galeria de trabalhos realizados com o Terragen que são uma amostra do poder desse incrível software. O download gratuito do Terragen vale a pena? Sim, mesmo considerando as restrições da versão gratuita como a resolução do render limitado a 1280 por 900, e sem recursos para trabalhar com animação ainda é uma boa opção para estudar e aprender a usar as ferramentas existentes no Terragen 3.