Blender usado para produção de cenários em mangá

O uso de elementos 3d para representar cenários e animações revolucionou para sempre a maneira de produzir conteúdo, seja no cinema ou mesmo em artes tradicionais como a própria ilustração. Já é muito comum encontrar elementos 3d em produções até então puramente bidimensionais devido ao fato de que usando 3d é possível reaproveitar cenários, usar câmeras e acelerar a produção de conteúdo de qualidade que é ponto fundamental em qualquer projeto. Entre as produções que usam com mais intensidade esse tipo de recurso podemos destacar os animes e mangás, que dificilmente chegam na sua produção final sem utilizar algum elementos oriundo de ambientes 3d.

As ferramentas usadas para ajudar nesse tipo de produção são as mais diversas, e você pode conferir diversos exemplos de softwares 3d comerciais que foram usados para ajudar na produção de animações com temática oriental. E para os que gostam de conhecer projetos realizados com o Blender, encontrei um exemplo de uso do software por um artista na China, que está em sintonia com o uso de ferramentas 3d para gerar cenários para mangás. No caso o artista usou o Blender para construir cenários e ambientes aproveitados para ilustrar o seu projeto. O resultado ficou excelente e mostra mais uma vez do que o software é capaz nas mãos de artistas criativos. As imagens a seguir são uma amostra do que você pode conferir na mensagem publicada pelo artista chamado congcong009 nos fóruns Blenderartists.org com o uso do Blender para produção de cenários em um mangá.

blender cenários urbanos mangá

blender cenários urbanos mangá

Para conhecer mais exemplos desse mesmo projeto, recomendo visitar o link indicado no parágrafo anterior.

O projeto como um todo ficou muito bom, e mostra domínio por parte do artista das ferramentas necessárias para representar ambientes com estilo cellshading no Blender. Na verdade, depois de ler a descrição do projeto percebemos que as imagens são obra de uma pequena equipe de seis pessoas! Sendo apenas um artista responsável pela parte do 3d e dois exclusivos para arte 2d, que devem ter ficado responsáveis pelos retoques necessários na pós-produção.

A descrição do processo publicada na mensagem também mostra que não foi nada simples produzir as imagens, sendo necessários vários passos e renderizações usando tanto o render interno do Blender como o Cycles. É um projeto interessante que deve servir como referência para quem está pensando em realizar alguma coisa nesse mesmo estilo.

Tutorial de modelagem 3d com o Maya: Criando um machado

Hoje vou indicar alguns excelentes tutoriais de modelagem 3d, sobre variados assuntos, desde a modelagem de um personagem humanóide extremamente detalhado até o maquinário de um jogo de fantasia, também repleto de detalhes. Começo o dia com um tutorial de modelagem sobre o Maya, com o objetivo de modelar um machado. Pode até parecer simples, mas o modelo 3d abordado nesse tutorial é bem detalhado e apresenta vários elementos, com uma pequena cabeça de um tipo de lagarto, ornamentando as pontas do machado. Portanto, o tema é excelente para um exercício intermediário de modelagem.

Um aspecto interessante desse tutorial, o autor passa um bom tempo em cada um dos menus usados do Maya para gerar o modelo 3d, explicando e fazendo referências aos comandos e técnicas usadas. O tempo usado no tutorial é bem generoso também, no total são 6 partes com 10 minutos de duração cada uma. Então você vai ter a chance de acompanhar o desenvolvimento do modelo 3d em quase uma hora de vídeo.

Como os vídeos estão espalhados em várias partes no Youtube, resolvi fazer um playlist para que seja possível assistir ao material em seqüência.

Os primeiros vídeos mostram a configuração e preparação da cena para a modelagem, com o ajuste de uma imagem que funciona como plano de fundo. Essa imagem é fundamental e pode ser o ponto determinante para o sucesso de um projeto de modelagem. Pois, mesmo sem grandes conhecimentos técnicos de modelagem no Maya ou em qualquer outro software, uma pessoa pode se guiar pelos contornos do objeto e com base na imagem, obter um modelo 3d detalhado.

Depois que a imagem está posicionada, começa o trabalho com a criação do corpo básico do machado. Essa parte é relativamente simples e mistura um pouco de subdivisão com manipulação de primitivas geométricas.

A parte mais interessante está no final do tutorial, em que o autor começa a modelar os detalhes do machado e nesse ponto, se encontramos a cabeça do lagarto. As técnicas são um pouco mais complexas nessa parte, mas valem a espera!

Essa e para os usuários que estão aprendendo Maya, mas é possível aplicar os mesmos comandos e topologia em outras ferramentas 3d. O modelo 3d pode muito bem ser usado para ilustrar jogos e temas relacionados com fantasia medieval.

Livros de arte e computação gráfica

Uma coisa que sempre chamou muita a atenção na profissão de arquiteto é a enorme quantidade de livros de arte, especializados em fotografia relacionada a arquitetura. Qualquer escritório de arquitetura ou de design de interiores bem ambientado, é composto por uma pequena biblioteca desse material. Esse tipo de livro serve ao mesmo tempo de inspiração, como uma peça de decoração interessante. Mas e a computação gráfica? Antigamente os profissionais dessa área podiam apenas pendurar na parede cartazes de filmes famosos por usar efeitos especiais inovadores. Isso até que surgisse uma editora especializada em arte digital. O pessoal de arquitetura e design tem a Taschen como forte referência na área. Na arte digital, a editora de maior destaque hoje é a Ballistic Publishing, especializada em arte digital.

Como conheci a Ballistic? Foi em 2005, durante um evento aqui em Recife sobre computação gráfica que conheci o Mark Snoswell (Editor chefe da Ballistic), convidado a fazer uma palestra sobre Spherical Hamonics, a convite do Luciano Neves. Esse evento, chamado de Design Brasil 2005 reunia artistas do Brasil todo, que trabalhavam com os mais variados softwares de computação gráfica, no meu caso eu fiz uma breve apresentação do Blender 3D. Só como curiosidade, foi depois dessa palestra e da boa aceitação do Blender que eu decidi escrever o Blender 3D – Guia do Usuário, pelos pedidos das pessoas que assistiram a apresentação e queriam aprender mais sobre Blender.

Bem, deixando a parte histórica de lado, nesse evento conheci um pouco mais sobre o trabalho da Ballistic com a palestra do Mark Snoswell. Até dois meses atrás ainda não tinha me animado a comprar nenhum livro deles, mas resolvi comprar um em especial, por enfocar muito a parte de visualização de projetos arquitetônicos. Eles têm várias séries de livros, sendo que uma delas chamada de Elemental é especializada em arte criada por softwares da Autodesk, e no seu último número o 3, o livro apresenta quase 40% das imagens relacionadas com visualização de arquitetura. Não preciso dizer que comprei assim que foi lançado. Se você quiser, pode visualizar o livro inteiro em baixa resolução nesse link. As imagens estão pequenas, mas assim é possível avaliar a qualidade das imagens.

O livro em si é um pouco caro, mas digo que vale cada centavo. As imagens são escolhidas a dedo, a impressão é impecável e a entrega foi até rápida. Apesar do livro ser enviado da Austrália, a encomenda chegou em pouco mais de 12 dias, bem mais rápido que a entrega intermediária da Amazon.

Só uma curiosidade, as duas últimas edições dessa série Elemental tem imagens de Brasileiros na capa. A edição 3 tem uma imagem do arquiteto Marcelo Eder, que consegue um nível de realismo incrível com a imagem da capa. O número 2 da série, tem capa do Luciano Neves com a sua famosa imagem da ponte de Londres.

Como sei que algumas pessoas podem até ter interesse em comprar esse tipo de material, mas ficam com receio de fazer compras em web sites internacionais, posso dizer que foi tudo bem tranquilo e fácil. O pagamento foi feito com PayPal, portanto os dados do seu cartão não ficam com a editora, o que é muito mais seguro.

Vou aprender alguma coisa com esse livro? Não! Esses livros são de arte, servem para consultar obras finalizadas, com fins decorativos ou de inspiração. É o tipo de livro para ter no escritório ou mesmo para usar como meta de estudo, um dia quero ter uma imagem publicada no livro! Claro, que essa série em especial só aceita imagens de produtos da Autodesk, mas isso é apenas um pequeno detalhe. Mude a sua meta para “ganhar das imagens da Autodesk”.

Bem, espero que esse depoimento ajude a alguém por se decidir, pela compra ou não do livro.