Download gratuito na Unreal Engine: Blueprint para grama

Os Blueprints são sempre motivo de discórdia entre os desenvolvedores de jogos que já possuem experiência com linguagens de programação baseadas em texto, mas o sucesso desse tipo de recurso na Unreal e também com o Playmaker no Unity fazem com que cada vez mais artistas se envolvam na criação de projetos solo sem a necessidade de estudar ou aprender a trabalhar com as linguagens. Na minha opinião você deveria saber usar os dois recursos e tirar proveito que for mais interessante em cada caso, seja com a velocidade de desenvolvimento dos Blueprints ou então no caso das linguagens a possibilidade de extender as funcionalidades dos softwares.

Além de permitir aproveitar uma organização mais visual da lógica dos jogos, você pode também fazer o download de alguns exemplos de Blueprints para aproveitar nos seus próprios projetos. Veja o caso desse controlador de grama feito totalmente usando Blueprints:

O objetivo desse Blueprint para grama é oferecer maneiras de controlar qualquer tipo de vegetação dentro da Unreal, por meio apenas de parâmetros gerados na própria interface. Existem mais de 60 parâmetros para controlar a maneira com que a grama é apresentada no projeto e até os efeitos atmosféricos como vento podem ser controlados. Até mesmo recursos de LOD (Level of detail) são usados no Blueprint!

Agora, que saber da melhor parte em relação a esse recurso? O artista que criou o Blueprint para grama disponibilizou ele de maneira totalmente gratuita! Sim, você pode fazer o download do material e aplicar nos seus próprios projetos de jogos ou visualização para arquitetura sem nenhum tipo de restrição.

Caso você não saiba, a licença para desenvolvedores da Unreal Engine é gratuita e você pode fazer o download do pacote de desenvolvimento sem custo algum. É necessário apenas se cadastrar. Você só precisa pagar alguma coisa se desenvolver um jogo, e o mesmo faturar mais de três mil dólares. Nesse caso você paga 5% em direitos pela engine.

Para projetos de visualização e design como arquitetura, não é necessário pagar nada independente do faturamento.

Desenvolvimento de jogos com a Unreal Engine

Ficou interessado em desenvolver jogos com a Unreal Engine? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos relacionados com desenvolvimento de jogos com a Unreal Engine que ajudam você a criar os mais diversos tipos de produtos digitais com o software:

Download gratuito de tilesets para ferrovias no Blender

As maneiras para gerar cenários de jogos são bem variadas e podem envolver a modelagem direta dos elementos que fazem parte do ambiente e até mesmo a pintura de toda a superfície! Mas, em termos de eficiência e flexibilidade nada se compara aos tilesets, que nada mais são do que pequenos blocos de construção usados por artistas especializados em jogos para gerar cenários enormes de maneira fácil. O segredo para user esses tilesets é conseguir trabalhar com imagens (texturas) ou modelos 3d que não apresentem bordas definidas. É o mesmo termo usado para as chamadas texturas seamless em que podemos colocar duas imagens, uma ao lado da outra e não percebemos a borda que divide as duas.

Esse é o mesmo caso dos tilesets em que podemos gerar os modelos 3d de maneira a posicionar os mesmos um ao lado do outro para gerar superfícies com grande extensão. Você já deve ter percebido que ao jogar determinados títulos em 3d existem diversos elementos do cenário que se repetem. A repetição acontece devido a existência do tileset! Aquele cenário foi gerado com base em vários pequenos blocos, e o desenvolvedor espalhou os elementos desses blocos ao longo do cenário.

Quer fazer o download de um tileset pronto para uso no Blender? No BlendSwap um artista chamado eracoon compartilhou um tileset de cenário preparado para gerar ferrovias em cenários. Com esse pequeno conjunto de modelos 3d você terá condições de criar espaços com ferrovias, túneis e até mesmo estações! Já mencionei que o tileset é completamente gratuito?

tileset Blender ferrovia jogos

Apesar de não estar otimizado especificamente para uso em projetos de jogos, é perfeitamente possível adaptar o material para uso na Game Engine do Blender.

Desenvolvendo jogos com Blender

Quer desenvolver jogos usando apenas o Blender? Recomendo visitar o EAD – Allan Brito para conhecer o Curso sobre produção de jogos com Blender em que você aprende a:

  • Usar a game engine do Blender
  • Aplicar física em objetos nos jogos
  • Configurar a interatividade dos objetos
  • Configurar texturas em jogos
  • Gerar bibliotecas de objetos para uso em jogos
  • Configurar estágios diferentes para jogos
  • Distribuir projetos de jogos
  • Criptografar os arquivos do Blender para proteger as informações do seu trabalho, sem ferir a licença GPL

Download gratuito de 241 mapas urbanos em DXF

O desenvolvimento de cenários urbanos para jogos e outras aplicações é o que aproxima mais o trabalho de um arquiteto e urbanista de um designer ou artista voltado especificamente para a produção de jogos. Quando o projeto em particular exige que sejam elaborados ambientes urbanos fictícios a liberdade para criação é total, mas nos casos em que é necessário reproduzir cidades reais a coisa muda de figura. Por exemplo, se o seu jogo se passa em Nova Iorque ou então São Paulo, você obrigatoriamente precisará conhecer a estrutura urbana dessas cidades.

Com um pouco mais de orçamento, você pode realizar o mesmo procedimento que as equipes da Ubisoft ou Rockstar fizeram para mapear cidades italianas ou americanas em Assassins Creed ou GTA, que foi visitar as cidades e tirar fotos para conseguir reproduzir os ambientes urbanos.

mapas-gratuitos-dxf.jpg

Se o seu orçamento estiver muito um pouco apertado, o ideal pode ser conseguir os mapas urbanos já vetorizados dessas áreas. Essa é a proposta do bdon.org que extraiu o conteúdo do Open Street Map e organizou tudo como arquivos DXF. Esses arquivos são compatíveis com a grande maioria das aplicações de CAD como AutoCAD e também softwares de modelagem 3d como o 3dsmax, Blender e SketchUp.

A grande maioria dos mapas urbanos é oriunda de cidades nos EUA, mas é possível encontrar várias cidades brasileiras como São Paulo, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Porto Alegre. O recurso é muito valioso para qualquer pessoa interessada em reproduzir o cenário urbano dessas cidades em aplicações 3D, seja para jogos ou mesmo simples visualização arquitetônica.

No caso de jogos você pode aproveitar os mapas vitoriados para recriar os modelos 3d das edificações, ou então adicionar elementos novos para recriar épocas diferentes seja no passado ou futuro de cada cidade.

Já mencionei que a biblioteca é totalmente gratuita? Existem no total 241 mapas disponíveis para download.

Modelagem urbana e desenvolvimento de jogos

Quer aplicar esses mapas na construção de cenários para jogos virtuais? No EAD – Allan Brito você encontra cursos que podem ajudar você nessa tarefa. Os dois primeiros cursos ajudam na modelagem para arquitetura:

Por último temos o curso que ensina a criar jogos virtuais tridimensionais usando o Blender como Engine gráfica!

Unity 5 com melhor suporte para render por GPU

As plataformas de desenvolvimento de jogos estão evoluindo muito nos últimos anos, e em pouco tempo a criação de jogos digitais poderá ser muito mais simples e rápida do que se imagina. A quantidade de frameworks e bibliotecas de recursos que aceleram o desenvolvimento dessa mídia é assustadora, permitindo que pequenos estúdios e artistas independentes possam trabalhar de maneira muito eficiente. Entre as plataformas de desenvolvimento comercial de jogos mais populares encontramos o Unity 3D que até pouco tempo era focada em jogos tridimensionais, e recebeu um módulo para trabalhar com jogos bidimensionais aproveitando as mesmas ferramentas já existentes na plataforma 3D.

Alguns dias atrás foi anunciada uma grande atualização para o Unity com a chegada da versão 5 do software, que trouxe muitas novidades e avanços, principalmente no uso de recursos avançados de hardware como a aceleração por GPU.

A primeira novidade relacionada com o Unity que chama muito a atenção é o novo sistema de shaders baseados em física real. Esses novos shaders permitem trabalhar com materiais e iluminação extremamente realista em todos os sentidos dentro do Unity, e resultam em imagens como a que ilustra esse artigo. E como se isso não fosse suficiente o Unity agora utiliza o motor de render chamado Enlighten, que é a plataforma de renderização usada por alguns dos maiores produtores de jogos triple A do mercado como Blizzard, EA e outros.

Unity 5 Render por GPU

Isso é apenas uma pequena parte das novidades anunciadas para o Unity 5 que envolvem também:

  • Sistema de sons totalmente reformulado
  • Maior integração com o Unity Cloud
  • Possibilidade de pré-visualizar lightmaps diretamente no editor do Unity

A lista é longa e só faz com que o desejo de usar a nova versão do software aumente! Mas, para usar muitos dos recursos apresentados é muito recomendável o uso de uma boa placa de vídeo, pois o consumo de recursos é significativamente maior. Assim que tiver mais novidades sobre o software, publico aqui no blog junto com tutoriais!

Quer começar a utilizar o Unity agora mesmo? No EAD – Allan Brito você encontra um curso online básico gratuito de Unity que apresenta as ferramentas necessárias para que você possa começar a criar jogos em 3d usando o software. O curso é totalmente gratuito e requer apenas a sua inscrição no web site.

Revista Game Developer: Acervo completo para download

O desenvolvimento de jogos evoluiu de maneira impressionando nos últimos anos, acompanhando o próprio mercado de jogos que oferece mais flexibilidade e opções para os jogadores. Nos primórdios do mercado era muito complicado entrar na área de produção voltada para jogos, pois eram exigidos conhecimentos avançados em programação, lógica e principalmente a parte técnica relacionada ao ambiente em que o jogo seria executado. Hoje esses conhecimentos ainda são importantes, mas já podemos fazer uso de uma infinidade de ferramentas para ajudar ao longo do processo. Se você quiser adquirir um pouco mais de conhecimento na área de desenvolvimento de jogos, recomendo uma visita ao web site da revista Game Developer.

A revista não resistiu as mudanças no mercado editoral que está perdendo cada vez mais espaço, e encerrou as suas atividades em Julho de 2013. Mas, para a alegria póstuma dos desenvolvedores de jogos ou pessoas interessadas no assunto, a editora disponibilizou o acervo completo da revista Game Developer para download em formato eletrônico. Sim! Você pode fazer o download de todas as edições da revista que começou a ser editada em 1994. Esses quase 20 anos de publicações registram ao mesmo tempo a evolução do mercado de jogos, e também como o desenvolvimento desse tipo de mídia sofreu alterações ao longo dos anos.

Game developer

A edição que mais chamou a minha atenção, pelo menos até agora foi a primeira revista publicada em 1994. A revista Game Developer é interessante por apresentar um retrato fiel do mercado naquela época, em que o PlayStation ainda estava se preparando para a sua estréia, e o reinado do SNES estava no seu auge.

Para as pessoas que são um pouco mais jovens, os jogos retratados na revista podem parecer simplórios demais, até mesmo para os padrões usados em celulares de hoje, que já aceitam muito bem jogos em 3d. Naquela época o uso de 3d em jogos ainda era algo experimental, que estava para sofrer mudanças com o lançamento do PlayStation.

Gosta de jogos? Tem interesse em desenvolver jogos? Você precisa fazer o download das edições da revista Game Developer e guardar esse material, pois é ao mesmo tempo referência histórica e também fonte de informação.

Desenvolvendo jogos

Caso você queira se aventurar no mundo do desenvolvimento de jogos, recomendo uma visita ao EAD – Allan Brito para conferir alguns cursos que podem ser úteis no seu pontapé inicial no mercado: