Download gratuito de luminária LP Centrum

Na ultima semana ore usei criar um modelo 3d para um projeto de visualização para arquitetura, a pedido de um colega que precisava de algo específico. Nesse caso foi uma luminária chamada de LP Centrum que é design de um dinamarquês chamado Kurt Norregaard. Essa luminária é excelente para ambientes com pé direito alto (jargão técnico usa para definir a distancia entre o piso e o forro). O modelo dessa luminária foi adicionado em um hall de edifício comercial, que ajudou na ambientação geral. Para ajudar qualquer pessoa que esteja interessada em usar a mesma luminária nos seus projetos, pode fazer o download da luminária LP Centrum no formato do Blender 2.57 aqui.

Como foi a modelagem dessa luminária?

O processo usado para a criação da luminária foi simples e envolveu o uso de basicamente duas ferramentas do Blender, que foram as curvas e o Spin. Para ilustrar melhor o processo, gravei um video no formato time-lapse com a modelagem.

Modeling a LP Centrum in Blender from Allan Brito on Vimeo.

Você pode acompanhar que o primeiro passo para criar essa luminária foi encontrar uma imagem com alguma vista ortogonal do objeto, que ajuda muito a determinar as proporções e tamanho da luminária.

Com a imagem posicionada, pude adicionar as curvas e ajustar a sua forma de maneira visual na própria 3d view. Como a forma dessa luminária é basicamente composta por superfícies com curvas suaves, avaliei que o uso de curvas bézier seria a melhor maneira, e mais rápida, para criar a geometria. Quando todas as curvas estavam prontas, os objetos foram convertidos em Meshs.

A conversão era necessária para conseguir usar o Spin e gerar a forma principal da luminária. Apesar de não conter a narração no video, acredito que o resultado seja simples de reproduzir, caso você tente criar novamente o mesmo modelo.

No final ainda adicionei um empty no topo da luminária que é pai da estrutura em hierarquia, usando um Parent. Essa maneira de controlar a luminária é mais pratica, pois selecionando o Empty é possível deslocar a luminária de maneira mais pratica, principalmente já do visualizamos a cena já com o enquadramento da câmera. Portanto, aproveite para adicionar a LP Centrum em qualquer projeto usando o Blender 2.57.

Blender 2.57 disponível para download

Hoje tivemos o término de uma longa jornada para o Blender e seus usuários que acompanham o desenvolvimento da versão 2.5 desde meados do último ano. O Blender 2.57 que é a versão estável, sem o rótulo de beta, foi lançado hoje com direito ao retorno das splash screens produzidas pelos usuários. A imagem que ilustra esse artigo é a nova cara do Blender que você verá sempre que abrir o software para trabalhar ou estudar. O processo de atualização do Blender levou aproximadamente um ano, desde que começaram os trabalhos de adaptação do código da versão 2.4x, até o lançamento do primeiro Alpha na metade do ano passado.

blender-257.jpg

Desse ponto em diante, os usuários puderam aproveitar o software com diversas partes contendo problemas, ou então com recursos faltando. Nessa trajetória dos últimos meses, várias versões intermediárias foram lançadas, trazendo a palavra beta ao lado do nome da versão, mostrando que ainda era um produto inacabado.

Ainda tivemos muitos recursos que acabaram ficando de fora do Blender 2.5, e que estavam previstos para aparecer como ferramenta dentro da linha do tempo de desenvolvimento, como é o caso do novo sistema de representação de polígonos B-Mesh, que adicionará suporte aos polêmicos N-Gons, que são faces com mais de quatro lados. Mas, o desenvolvimento do módulo acabou atrasando e teremos que aguardar mais tempo pelo B-Mesh, mas tirando alguns atrasos, a quantidade de novidades supera em muito as expectativas!

Os artistas que trabalham com animação de personagens podem se gabar do incrível saldo de qualidade em termos de ferramentas e opções, que antes eram praticamente um sonho com o Blender 2.4x. Por exemplo, hoje podemos animar praticamente qualquer tipo de parâmetro no Blender! Sim, você pode criar animações apenas usando parâmetros dos modificadores do Blender. Apesar de parecer simples, esse tipo de animação era complicada de realizar em versões anteriores.

A interface do software foi totalmente remodelada e está muito mais amigável para usuários iniciantes, que tem um susto muito menor ao ter contato com o Blender pela primeira vez.

Um artigo apenas seria pouco para listar todas as novidades do Blender 2.57, mas aos poucos você vai encontrar artigos aqui no blog abordando essas novas ferramentas do software. Se você já quiser aprender o Blender 2.5, recomendo a leitura do Blender 3D Guia do Usuário, na sua quarta edição que está totalmente atualizado para a versão 2.5!

Blender 2.5: Script adiciona controle total sobre o cursor 3D

Os primeiros contatos com a interface do Blender podem render algumas experiências estranhas, principalmente quando usamos alguns elementos únicos da sua interface como é o caso do cursor 3D. Ainda lembro das primeiras vezes que usei o Blender, e me deparei com esse inusitado alvo no meio da tela que sempre se deslocava quando tentava clicar com o botão esquerdo do mouse. Essa deve ter sido a mesma experiência de outros usuários que migraram de outros softwares, mas depois de um tempo de prática você percebe como esse tipo de recurso é extremamente útil na modelagem e posicionamento de objetos.

Em poucas palavras, o cursor 3D serve como ponto de referência para criar objetos e também um pivô em operações de rotação ou transformações complexas. Por isso, é que quanto mais controle temos sobre a sua localização, menos trabalho teremos na modelagem. Foi pensando nisso que um usuário dos fóruns Blenderartists chamado de Seminumerical, criou e disponibilizou um script chamado de Cursor Control. Essa ferramenta adiciona controles extras ao que já existe na barra de propriedades da 3D View, permitindo fazer muito mais com o cursor.

Blender-2.5-CursorControl.png

Assim que instalamos o script na área de Add-ons do Blender 2.56a, poderemos ter acesso a barra de opções exibida na imagem que ilustra esse artigo. Nessas opções encontramos as seguintes ferramentas para manipular o cursor:

  • Armazenar as coordenadas do cursor
  • Mover o cursor para coordenadas específicas
  • Inverter a posição do cursor para as coordenadas salvas
  • Exibir o local das coordenadas salvas
  • Mover o cursor para o ponto mais próximo de objetos selecionados por vértice, aresta, faces e outros
  • Espelhar a posição do cursor 3D usando vértices, arestas ou faces
  • Mover o cursor para um ponto mediano de uma aresta
  • Mover o curso para a interseção entre duas arestas

Fora essas opções ainda podemos mover o cursor para a origem da cena no Blender, ou de maneira individual para as origens de objetos na cena.

Esse tipo de Add-on adiciona novos níveis de controle a projetos de modelagem desenvolvidos com o Blender, principalmente nos casos em que o tema do projeto é a modelagem com precisão muito comum em visualização para arquitetura, mecânica e topografia.

Blender 2.56 Beta disponível para download

O ano está quase chegando ao final, mas o pessoal da fundação Blender acabou de disponibilizar mais uma versão beta do Blender 2.5 para que possamos usar e continuar com o processo de melhoria dessa nova versão. Hoje foi lançado de maneira oficial para o público o Blender 2.56 como parte do processo de desenvolvimento que deve resultar na versão estável do software pronta para fazer parte de qualquer projeto. Existem novidades nessa versão? Na verdade, essas versões beta do Blender 2.5 ainda estão focadas na correção de problemas e estabilidade, o que faz com que apenas correções de bugs sejam realizadas.

blender-2.56.jpg

Segundo o anúncio oficial da fundação Blender, foram aproximadamente 440 problemas corrigidos nessa versão. Se você estava usando algum script em Python que não foi atualizado recentemente, procure por novidades, pois uma das áreas que mais sofreu modificações foi a API do Python. Isso pode levar a problemas na execução de addons, que devem ser sanados quando for lançado o Blender 2.57.

O ano está se encerrando com um pouco de atraso em relação ao desenvolvimento do Blender 2.5, pois pela previsão oficial já deveríamos estar bem próximo de uma versão estável no final do ano. Ao que tudo indica, essa versão só deve ficar pronta com mais três meses de trabalho, pelo menos essa é a previsão da equipe.

Para fazer o download do Blender 2.56, visite a página oficial da fundação Blender.

Se você não está acompanhando o desenvolvimento e evolução dessa nova versão do Blender, podemos dizer que até agora as versões 2.5x foram lançadas para proporcionar aos usuários a possibilidade de testar o procurar problemas que possam ser corrigidos antes que uma versão estável fique pronta. E como não existe equipe definida para fazer esse tipo de teste, nada melhor que deixar o próprio público implementar o software em seus projetos pessoais para que possam encontrar e reportar os problemas.

Já estamos na fase final de testes, que deve culminar com o Blender 2.57 e quem sabe até na mudança para a versão 2.6.

Se você não tinha o que fazer, enquanto aguardava a virada do ano, pode começar a procurar problemas no uso do Blender 2.56.

Arquivos da conferência Blender 2010

O mês de outubro foi recheado de eventos importantes para a comunidade de usuários e artistas do Blender. No Brasil tivemos a conferência Blender PRO e na Holanda, a terra natal da Fundação Blender aconteceu a conferência oficial do software, com muitas palestras interessantes e demonstrações de produtos e tecnologias que usam ou aproveitam o Blender. Com o tempo a maioria das palestras e apresentações deve estar disponível em vídeo de maneira totalmente gratuita. Enquanto isso não acontece, podemos aproveitar muitos dos materiais de referência usados nas apresentações como slides e vídeos já dísponíveis para download.

blenderconf-2010.jpg

Para fazer o download do material, que também não está completo, visite esse endereço na página da Fundação Blender.

Para ajudar você a decidir qual seria o material mais interessante para o seu ramo de trabalho, fiz um pequeno resumo de algumas das que já consultei e estudei:

  • Prototyping for game designers in Blender: Essa apresentação mostrou como o Blender pode ser usado para prototipar jogos. Como o processo de criação de interatividade em 3d é bem rápida com os blocos de lógica, a ferramenta ganha bom destaque no processo de game design.
  • Cosmic Sensation: O brasileiro Dalai Felinto participou da conferência apresentando outra aplicação da sua projeção em domos.
  • Integrando controles de toque no Blender 2.5: Os primeiros experimentos para preparar o Blender as interfaces sensíveis ao toque são apresentadas nessa palestra.
  • Using Blender in teaching mathematics: Essa é uma idéia que já funciona muito bem com o SketchUp, que é aproveitar o Blender no ensino de matemática para adolescentes.
  • Topology – in theory and practice: Excelente material do artista Jonathan Williamson explicando o que é topologia e como trabalhar melhor a organização dos polígonos no seu modelo 3d.
  • Blender as a CAD tool in FabLab: Aprenda como usar o Blender em processos de desenhto técnico, aproveitando exemplos de representação mecânica.

Ainda existem outras palestras que não tive a oportunidade de conferir ainda, mas já estou copiando todo o material disponível. Esse ainda não foi o ano em que pude viajar para a conferência, mas quem sabe no próximo ano acabo participando mais da Blender PRO e da Blender Conference.

Aproveitando que o assunto desse artigo é o Blender, aproveite para fazer o download do Blender 2.55 que acabou de ser disponibilizado para download. Ainda é a versão Beta, mas já está com muitos dos problemas corrigidos.