Sorteio de material de treinamento da Fundação Blender

A Fundação Blender é a entidade que cuida da imagem do Blender e organiza o seu desenvolvimento, e é a detentora da única parte do Blender que não é regida pela licença de código aberto do código, que é a sua marca. Sim, o ícone do Blender que tanto estamos acostumados a ver nos nossos computadores não é regido pela mesma licença do software. Uma das maneiras que a Fundação tem de financiar as suas atividades, já que o Blender é gratuito, consiste na produção e comercialização de DVDs de treinamento. Esses DVDs são produzidos por artistas de renome, e preferencialmente os que fazem parte das equipes dos projetos Open Movie como o Big Buck Bunny e Sintel.

Os dois últimos lançamentos em DVD de treinamento tiveram o foco em artistas que participaram da produção de Sintel, e focam a modelagem de personagens e pintura digital.

Para muitos usuários a compra desses DVDs é um sonho distante, pois a fundação requer o uso de cartão de crédito internacional para efetuar a compra. Mas, e fosse possível ganhar dois desses DVDs por meio de um sorteio? É exatamente isso que o pessoal do estúdio Lotus3D de Fortaleza está propondo com um sorteio de dois DVDs que são o Creature Factory e o Mancandy FAQ. Eu mesmo tenho os dois DVDs e posso dizer que são muito bons, principalmente o Creature Factory, pois os seus conceitos de modelagem podem ser aplicados no Blender 2.5 sem grandes problemas.

O que é necessário fazer para participar do sorteio? Simples, é só seguir o perfil do estúdio no Twitter.

Além de conferir o sorteio, recomendo uma visita ao canal do estúdio no Youtube, para conferir alguns dos trabalhos já realizados pelo estúdio e tutoriais. O primeiro vídeo disponível no canal que pode ajudar na sua aprendizagem sobre o Blender, é um timelapse de modelagem poligonal em que você pode acompanhar a criação de um fone de ouvido.

O processo é bem simples de seguir, pois é basicamente modelagem poligonal com as suas tradicionais transformações e no mesmo material ainda é possível conferir a texturização do modelo 3d.

Se você ainda não tem esses DVDs, recomendo participar do sorteio para quem sabe ganhar esse execlente conjunto de treinamentos para o Blender.

Tutoriais sobre Blender 2.5 de Colin Levy

O material que acompanha o DVD de Sintel é um dos melhores guias de aprendizado multimídia para o Blender 2.5, e que por enquanto ainda não foi disponibilizado na íntegra para download no webs site do projeto, mas isso é apenas questão de tempo. Enquanto você não pode conferir todo material, caso não tenha adquirido o DVD, que tal assistir aos tutoriais do Colin Levy? Mas, quem é Colin Levy? Ele é ninguém menos que o diretor de Sintel e responsável por muito do que assistimos no projeto, inclusive os ajustes no enredo. Para ajudar as pessoas que ainda estão aprendendo o Blender 2.5, ele decidiu colocar no seu web site pessoal a coletânea com todos os vídeos que acompanham o DVD de Sintel que foram de sua autoria.

Os vídeos são um conjunto de tutoriais em vídeo que mostram o funcionamento do Blender em vários aspectos, desde a explicação sobre a interface até partes mais complexas como retopologia e animação de grupos.

tutoriais-blender-25.jpg

No total podemos encontrar os 12 vídeos com os seguintes títulos:

  1. Interface e Local View
  2. Lamp Specials
  3. Parent Chain (hierarquias), OnlyRender
  4. Simplify, Open in OS
  5. Camera Switching (Alterando a câmera na animação)
  6. Lights Placement
  7. Cursor Origin, Link OB data
  8. Quick Render, Comp UI
  9. Seq. Color, Chart Addon
  10. Retopo, Projection
  11. F-Curve, Navigation
  12. Animation Groups

As explicações e o conteúdo dos tutoriais são de excelente qualidade e principalmente os usuários mais experientes do Blender devem gostar, pois os assuntos abordados em cada vídeo remetem na sua maioria a conteúdos existentes nas versões 2.4 do Blender. Portanto, se você quiser saber o que mudou em relação ao funcionamento básico do Blender na versão 2.5, usando Sintel como exemplo, recomendo assistir e copiar todos os tutoriais.

Caso você não tenha o DVD de Sintel, essa é a oportunidade de conhecer um pouco da qualidade e tratamento dado aos tutoriais existentes no conjunto com 4 discos, sendo um deles apenas para esse tipo de conteúdo.

Para em quem teve que aprender muito sobre as atualizações do Blender, enquanto estava atualizando o Blender 3D – Guia do Usuário para a quarta edição, esses vídeos seriam de grande ajuda na época. Pena que só tive acesso a eles com a chegada do DVD.

Análise sobre o DVD de Sintel

A espera foi bem longa, mas depois de ficar várias semanas aguardando a chegada do DVD de Sintel, a minha cópia do material chegou na última sexta. Sim, parece que a entrega de material vindo de fora do país sofre algum tipo de atraso, principalmente quando é encaminhado para a região nordeste. Posso afirmar isso, sabendo que vários conhecidos que moram na região sudeste já contam com o DVD já faz um bom tempo. De posse do DVD pude passar o final de semana assistindo a todo o material disponível e posso dizer com toda a certeza que é um dos melhores já produzidos pelo Instituto Blender. A qualidade das informações é somado ao fato de termos uma versão nova do Blender, que a própria equipe confessou ser um dos desafios para a produção.

No documentário que acompanha o DVD, os integrantes da equipe comentam sobre a dificuldade inicial em trabalhar com uma versão Alpha do Blender, e acompanhar a evolução do software junto com a produção da animação.

Se você ainda não assistiu a animação, pode conferir o material completo no vídeo abaixo:

dvd-sintel.jpg

Quando você compra o DVD da animação, recebe um conjunto com quatro discos que contém não só a animação, mas os arquivos usados na produção e também vários tutoriais.

Os tutoriais fazem o conteúdo do DVD valer a pena apenas pela riqueza do material e as informações úteis sobre ferramentas do Blender 2.5, direto de um ambiente de produção.

Entre os títulos presentes no DVD, encontramos tutoriais sobre:

  • Animação de personagens
  • Animação facial
  • Configurando animações complexas
  • Layout para animação
  • Uso de proxys
  • Escultura de personagens
  • Criando seqüências de animação
  • Animação com Shape Keys
  • Ciclos avançados no Blender
  • Usando o Addon Scatter
  • Texturas e materiais com o Blender
  • Usando os Meta-rigs do Blender 2.5
  • Animando uma cena completa de Sintel

A minha única crítica em relação aos tutoriais é a falta de padrão na distribuição dos vídeos, pois temos tutoriais em variados containers de vídeo como MOV, MP4, OGV e AVI. Isso faz com que alguns vídeos abram no navegador e outros precisem de um player específico.

O disco que agrega os arquivos da produção é um caso aparte, pois mostra a animação vista com toda a plenitude técnica, em que podemos analisar a posição dos keyframes e texturas usadas pela equipe de produção para gerar a animação. Essa parte do DVD ainda deve consumir várias semanas de observação e estudo para que seja possível absorver todo o conteúdo.

O veredicto final sobre o DVD? Em minha opinião esse é o tipo de material que todo usuário e artista que usa do Blender deveria ter, para estudar e também ajudar o Instituto Blender. Se você ainda não tem o DVD, recomendo muito a compra. É importante lembrar que essa é uma das maneiras de financiar projetos desenvolvimentos pelo Instituto Blender. O material pode ser compartilhado com outras pessoas sem nenhuma restrição, pois a licença é Creative Commons, mas para quem puder é importante adquirir o conjunto de discos. Vale cada centavo.

Amostra gratuita do DVD sobre pintura digital Chaos & Evolutions

O Instituto Blender está preparando mais um DVD de treinamento chamado Chaos & Evolutions que tem como autor David Leroy, integrante da equipe que está produzindo o projeto Durian que resultará na animação Sintel. Esse DVD é focado em aspectos artísticos e práticos do design de personagens e criaturas, essencial para que qualquer projeto de animação envolvendo personagens tenha sucesso. O material está em pré-venda na loja da Fundação Blender e deve começar a ser enviado ainda esse mês. Para que você possa ter uma idéia mais realista sobre como será esse treinamento em DVD, um vídeo de demonstração que estará no DVD foi publicado no canal da Fundação Blender no Youtube.

É um vídeo de quase 20 minutos e que mostra parte do conteúdo relacionado com design de personagens.

O autor mostra no vídeo o processo de criação e proporções relacionadas ao design de personagens virtuais, para animações ou outros projetos que envolvem personagens. A parte de design dos personagens geralmente é feita por artistas especializados, que apresentam diversos testes e estudos para um supervisor ou diretor. Sempre com base nessas imagens e conceitos é que a equipe responsável pela modelagem 3d começa a trabalhar na criação dos personagens virtuais.

No decorrer desse vídeo, podemos acompanhar como o autor começa explicando noções de anatomia e quais as melhores proporções para cada morfologia diferente de personagem. Por exemplo, como fazer com que personagens pareçam ter mais músculos que outros? Depois disso, o processo de desenho e criação desse material gráfico começa nos softwares de pintura e segue ao longo de todo o vídeo no formato timelapse. Para seguir os procedimentos e tentar criar seus próprios personagens usando essas técnicas, é extremamente recomendável usar uma tablet para ajudar no desenho e esboço dos personagens.

Se você é artista 3d e gostaria de começar a trabalhar com design conceitual de personagens, esse é o material ideal para que as habilidades necessárias para criar esses conceitos sejam trabalhados no Blender. Quando o conceito do personagem estiver pronto e bem definido, basta abrir o Blender e começar a modelar o personagem para animação ou compor uma imagem estática. O importante é que todas as decisões importantes foram tomadas na arte conceitual, acelerando significativamente a modelagem 3d.

O DVD pode ser encomendado nesse endereço. Eu já encomendei a minha cópia do DVD.

Modelagem mecânica com o SketchUp e Photoshop

O SketchUp é famoso pela sua atuação na criação de modelos 3d para visualização de projetos arquitetônicos, mas na verdade qualquer objeto que possa ser representado por figuras geométrica simples, pode ser criado sem maiores problemas com a ferramenta. Esse é o caso de veículos como tanques de guerra e objetos conceituais. Existem até alguns estúdios famosos como o Massive Black que usam o SketchUp como parte do seu processo de criação, para a elaboração de veículos. Se você quiser conferir o processo de criação deles, existem dois vídeos bem interessantes publicados pelo próprio estúdio no Youtube, mostrando como criar um conceito de tanque futurista.

A primeira parte do vídeo mostra o estudo do conceito pretendido com o modelo 3d, que é realizado no Photoshop. Essa é uma parte que vai exigir um pouco de imaginação para visualizar o modelo 3d, pois o artista responsável pelo conceito trabalhou com vistas ortogonais no Photoshop e não esboços em perspectiva, que é o procedimento normal.

No segundo vídeo já podemos acompanhar com mais detalhes a modelagem e criação do veículo no SketchUp.

Se você trabalha com modelagem 3d para jogos, deve considerar usar o SketchUp para algumas tarefas, devido a sua rapidez e facilidade em trabalhar com superfícies complexas baseadas em faces. Por exemplo, na criação de modelos 3d mecânicos que precisem de vários loops e arestas, para conseguir trabalhar com detalhes, o SketchUp apresenta a vantagem de funcionar com base no desenho das arestas em si. Com outras ferramentas é necessário trabalhar com o uso de ferramentas de corte e subdivisão para conseguir o mesmo resultado.

Nos meus projetos de modelagem que envolvem a criação de objetos mecânicos, o SketchUp já me ajudou várias vezes no estudo volumétrico do modelo 3d, para decidir o melhor caminho para conseguir em ferramentas de modelagem orgânica, como o Blender 3D. A vantagem é a velocidade com que um modelo 3d conceitual pode ser criado no SketchUp.

No final do segundo vídeo, o autor da demonstração finaliza a produção da imagem no Photoshop. Isso é compreensível, pois o SketchUp não apresenta muitas opções para criar o cenário usado na composição do veículo, sem mencionar os efeitos de fumaça e poeira adicionados no Photoshop.