Novas imagens do ZBrush 4 Release 2

Já faz algumas semanas que a Pixologic publicou uma série de imagens sobre o ZBrush 4 Release 2, que é uma atualização para o consagrado software escultura digital que é considerado por muitos artistas 3d, como sendo a melhor opção para gerar modelos 3d com base em escultura. Essa atualização para o ZBrush deve apresentar algumas ferramentas novas e ajustes em outras já existentes. Mas, a mais notável das modificações no Release 2 do ZBrush 4 ao que parece foi a incorporação de técnicas provenientes do Sculptris. Para quem não lembra, o Sculptris é aquele software de escultura revolucionário, que foi criado por apenas uma pessoa e sem fins lucrativos.

O resultado ficou tão bom que a Pixologic acabou comprando o código do Sculptris e lançou a ferramenta sob o seu selo, e agora emprega o criador do software. E não seria surpresa para ninguém, se em alguma atualização do ZBrush o método de escultura do Sculptris fosse usado. A técnica é bem simples, e consiste na subdivisão seletiva de partes do modelo 3d que são esculpidas. Isso deixa o modelo 3d muito mais leve.

Bem, o ZBrush 4 Release 2 com comportamento semelhante ao Sculptris pode ser conferido nesse endereço, que leva diretamente aos fóruns do ZBrush Central.

zbrush-4-release-2.jpg

Além do novo método de escultura, podemos conferir no vídeo novas ferramentas como operações booleanas, e o novo e avançado modo de render chamado de LightCap. Já falei sobre essa atualização do ZBrush em abril, indicando as imagens desse artigo como referência.

Agora é só esperar!

Nova versão do Sculptris disponível para download

A prática em softwares de escultura digital é uma das melhores maneiras de desenvolver as suas habilidades, e conseguir bons resultados nessa área da modelagem 3d. O processo de criação de esculturas é bem diferente do que estamos acostumados na modelagem poligonal, ou mesmo no uso de curvas. Sempre que tenho a oportunidade de abordar esse tipo de técnica nas minhas aulas, aponto como uma das diferenças fundamentais do método de criação, a habilidade artística da pessoa que está criando a escultura. Isso é ao mesmo tempo um convite para pessoas que não tem experiência com softwares 3d a experimentar esse ambiente, mas pode se tornar uma barreira para quem não as habilidades necessárias.

Caso você queira começar a praticar um pouco mais a escultura digital, a minha recomendação além do Blender é instalar o Sculptris, que acabou de ganhar uma excelente atualização, já usando a bandeira da Pixologic. A história do Sculptris é bem interessante e encorajadora, sendo um projeto independente do Dr.Tomas Pettersson o software foi lançado de maneira gratuita na web, sob a justificativa de ser apenas parte dos estudos do autor. Mas, a repercussão do software foi positiva, e a qualidade das ferramentas de escultura eram inegáveis, fazendo com que a Pixologic comprasse o Sculptris e contratasse o autor para a sua equipe. A pixologic para quem não sabe é a empresa responsável pelo Zbrush.

O vídeo abaixo mostra um pouco do que o Sculptris pode fazer em relação a pintura de esculturas digitais, que pode ser usada como referência ou mesmo a textura final de modelos 3d criados no software, e exportados para outras plataformas.

Entre as novidades do Sculptris estão:

  • Suporte ao Mac OS X! Agora o Sculptris pode ser usado por mais usuários e não apenas os que tem Windows.
  • Uso da plataforma GoZ que deixa muito mais simples o envio de esculturas criadas com o Sculptris para o ZBrush.
  • Interface e navegação semelhantes a do ZBrush.

Para saber mais sobre as novidades dessa versão do Sculptris, visite esse endereço.

Agora, a parte que interessa a maioria dos usuários, o software continua gratuito para todos aqueles que se interessam por escultura digital. Portanto, corra agora mesmo e faça do download do Sculptris.

Blender 2.5: Amostra do Unlimited Clay para escultura digital

A escultura digital é uma das áreas relacionadas com a criação em 3d que demandam conhecimentos técnicos sobre as ferramentas usadas para a escultura, mas um pouco de habilidade artística para conseguir chegar em resultados de qualidade. É por esse motivo que muitos usuários e artistas de softwares como o ZBrush e Mudbox que tenham experiências prévias com escultura em argila acabam tendo facilidade, e conseguem resultados de extrema qualidade nas esculturas. O Blender apresenta um módulo de escultura digital muito bom, mas que poderia ser melhorado, e esse é o objetivo de um projeto do Unlimited Clay desenvolvido pelo Farsthary, usuário e desenvolvedor ativo na comunidade do Blender.

Qual o objetivo do Unlimited Clay? Antes de explicar o objetivo do Unlimited Clay, vamos relembrar um software lançado na metade de 2010 e que impressionou a maioria dos artistas que teve a oportunidade de usar a ferramenta. O Sculptris surgiu como projeto pessoal e sem fins lucrativos de Tomas Pettersson, e apresentava um sistema de escultura digital impressionante devido a possibilidade de usar resoluções altíssimas, e mesmo assim mantendo a capacidade do software de editar a malha criada com a escultura. Essa solução engenhosa chamou a atenção de artistas e grandes empresas da área, tanto é que poucas semanas depois de lançado o Sculptris foi comprado pela Pixologic, que são os desenvolvedores do ZBrush.

Mas, e o Unlimited Clay? Sim, o projeto do Farsthary tem como objetivo encontrar uma solução parecida com a do Sculptris, mas dentro da interface do Blender. Será que eles está conseguindo? O vídeo abaixo mostra o resultado do projeto até agora.

sculptris-like sculpting from Raul Fernandez Hernandez on Vimeo.

Como podemos perceber pelo vídeo de demonstração o projeto está bem adiantado, sendo possível usar uma solução para escultura digital bem parecida com o Sculptris. No vídeo podemos acompanhar como são adicionados detalhes na malha que está sendo esculpida em diferentes resoluções, e o Blender consegue trabalhar com subdivisões minúsculas. Em vários momentos do vídeo o autor do projeto demonstra a diferença de escala entre as partes da escultura, e como os detalhes são minúsculos.

Se você procura por uma solução para escultura digital gratuita e ficou desanimado quando o Sculptris foi compraco pela Pixologic, o Blender pode ser a solução ideal para suprir as suas necessidades de trabalhar com esse tipo de modelagem 3d.

Sculptris é comprado pela Pixologic

Já faz alguns dias que divulguei aqui no blog o lançamento de uma ferramenta destinada a trabalhar com escultura digital chamada de Sculptris, fruto do experimento de um desenvolvedor da Suécia chamado Tomas Petterson. A ferramenta oferecida diversos recursos avançados para escultura digital e inclusive estava levando usuários que adquirem licenças comerciais do ZBrush e Mudbox a se questionar sobre a necessidade dessa compra para projetos mais simples. Além da oferta de várias ferramentas avançadas de escultura, o Sculptirs tinha outro chamariz importante que era o seu custo zero. Sim, o autor do software oferecia o mesmo como um Freeware e qualquer pessoa podia copiar o instalador. O objetivo era apenas observar vencer o desafio técnico de criar o software.

Isso durou apenas algumas semanas, antes que a atenção chamada pelo trabalho brilhante do Tomas Petterson chamasse a atenção da Pixologic. A empresa que desenvolve e comercializa o ZBrush acabou comprando os direitos sobre o Sculptris e chamou o autor do software para fazer parte da sua equipe. Essa é uma excelente notícia para o criador do Sculptris, mas para quem estava gostando do software e usando a versão Freeware, isso significa que as opções do Sculptris devem ser incorporadas em breve ao ZBrush. Na página em que o anuncio da compra foi feita, podemos fazer o download de uma versão alpha da próxima versão do Sculptris, apenas para Windows. Nada indica que quando o software sair do estágio alpha, o mesmo não venha a ser comercializado pela Pixologic.

Qual opção resta aos usuários e artistas que querem trabalhar com escultura digital? Claro que não posso deixar de citar o Blender como plataforma de escultura, principalmente depois dos recentes avanços e melhorias no módulo de escultura. As opções e ferramentas disponíveis na versão 2.53 mostram a atual maturidade do Blender no quesito escultura.

Mas, apenas as ferramentas já existentes não são suficientes para mostrar o quanto o software pode melhorar ainda nessa área. Um dos projetos do Google Summer of Code é inclusive dedicado a adicionar mais opções e ferramentas de escultura ao Blender. Um vídeo com a implementação experimental desses recursos já foi até publicado na web e pode ser conferido aqui:

blender 2.5 creature sculpting timelapse from john doe on Vimeo.

Com a saída do Sculptris do grupo de softwares acessíveis aos artistas interessados em trabalhar com modelagem 3d sem precisar desembolsar licenças caras e com qualidade, esse é um excelente incentivo para começar a trabalhar com o Blender. Depois de usar essas opções de escultura o usuário provavelmente vai acabar se interessando por outros módulos do Blender.

Sculptris: Software gratuito de escultura digital

A escultura digital é uma categoria da modelagem 3d que exige muito dos artistas 3d, principalmente no que se refere a habilidade e experiências prévias com sistemas de escultura tradicionais. Na modelagem poligonal ou baseada em curvas como o NURBS, podemos passar para uma abordagem mais técnica que gera excelentes resultados. Mas, quando o tema é escultura não tem solução, esse tipo de habilidade no manejo e decisão de quando e onde a superfície deve ser editada é fundamental. Para os que gostam de escultura e pretendem se especializar, existem diversas opções de softwares com opções avançadas como o ZBrush e MudBox, ou mesmo o Blender com seu poderoso módulo de escultura.

Se você quiser praticar a escultura digital, mas não tem interesse em dedicar tempo e dinheiro para adquirir uma licença do ZBrush ou MudBox ou aprender o funcionamento do Blender, acabou de ser lançada uma solução totalmente gratuita dedicada a escultura digital. O software chamado de Sculptris é um Freeware que pode ser copiado e usado sem custo algum.

Esse software foi desenvolvido por uma pessoa chamada Tomas Petterson tendo como objetivo apenas a chance de criar uma ferramenta de escultura no seu tempo livre, e sem nenhum tipo de iniciativa para competir com ferramentas mais desenvolvidas ou mesmo comercializar o software.

O vídeo abaixo mostra um pouco do do que o Sculptris pode fazer em termos de escultura digital:

Um ponto negativo para o Sculptris é que o software está disponível apenas para sistemas Windows de 32 bits.

Na demonstração podemos perceber a simplicidade da ferramenta, o que deve agradar muito as pessoas com pouca ou nenhuma experiência com a escultura digital, mas deve frustrar os usuários avançados acostumados com as facilidades de softwares especializados nesse tipo de tarefa. Encare o uso do Sculptris como uma opção rápida e de aprendizado para desenvolver as suas habilidades com ferramentas de escultura. Uma coisa que pode ajudar muito nesse tipo de atividade é o uso de uma mesa digitalizadora, que pode deixar o processo de escultura mais natural.

Mesmo sendo simples e disponível apenas para a plataforma Windows, o Sculptris é uma ótima opção para artistas com pouca experiência e que desejem trabalhar com mais esse tipo de modelagem.