Blender 2.8 atualizando Add-ons

No Blender você encontra um conjunto de ferramentas extremamente útil chamado de Add-ons que são o equivalente ao que temos em outros softwares como plugins. Esses Add-ons adicionam ou alteram a maneira com que o software trabalha para adicionar ou melhorar algumas de suas ferramentas.

Sempre que o Blender recebe uma atualização significativa como a versão 2.8, fica a dúvida sobre quais desses Add-ons podem eventualmente deixar de funcionar. Quando a notícia de que a API do Python iria sofrer uma grande atualização nessa versão foi divulgada, era quase certeza de que teríamos problemas com os Add-ons.

A grande maioria vai precisar de alguma atualização para que volte a funcionar sem grandes problemas na versão 2.8.

Quer saber quais dos Add-ons já estão funcionando? Essa lista criada pelos próprios usuários do Blender mostra alguns dos Add-ons que já foram adaptados para a versão 2.8.

Repare que a parte inferior da lista mostra alguns Add-ons que são pagos e demandam uma licença de uso ou compra para que você comece a fazer uso dos mesmos.

No Bender 2.8 já existem alguns Add-ons que acompanham o software, mas uma boa parte deles ainda não está funcionando totalmente. Por exemplo, ao acionar alguns Add-ons como o Archipack uma mensagem de erro aparece no console sempre que tentamos criar algo.

Se você depende desses Add-ons é preciso um pouco de paciência. Por enquanto, a melhor solução é usar a versão 2.79 para gerar as informações e depois abrir o arquivo “blend” direto na versão 2.8.

Quer começar a usar o Blender? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e treinamentos sobre Blender que podem ajudar. Inclusive alguns dos nossos cursos gratuitos sobre diversos softwares.

TexTools atualizado para versão 1.10

A criação de materiais e texturas é fundamental para qualquer projeto relacionado com arte digital, e com o Blender não é diferente. É preciso acertar nos shaders e também texturas de um objeto para que ele fique realista.

O gerenciamento de texturas e mapas UV é de fundamental importância para que você tenha controle sobre a aparência dos objetos.

Uma das melhores ferramentas para fazer gerenciamento de texturas no Blender acabou de ser atualizada. O TexTools agora está na versão 1.10 que adicionou uma série de novidades. Entre os novos recursos estão opções de normais e displacement no modo bake!

Mas, o que TexTools faz? Essa é uma ferramenta que adiciona um painel novo no Blender depois de instalado. O processo de instalação do Add-on é extremamente simples. Você faz a cópia do arquivo zip, depois é só adicionar o mesmo arquivo no painel de preferencias do usuário no Blender.

Você não pode extrair o conteúdo do zip! Caso faça isso o Blender não vai “saber” instalar a extensão no local correto.

Quando o TexTools é instalado no Blender, uma nova barra repleta de opções vai aparecer na janela UV/Image Editor. Nessa barra estão todas das opções relacionadas com o Add-on.

Assim como o Blender o TexTools é completamente gratuito. Você pode fazer o download do Add-on diretamente por esse endereço. Como o autor do Add-on consegue fazer com que algo útil como o TexTools seja gratuito?

Ele utiliza um botão de doação para permitir que artistas 3d possam contribuir com o seu trabalho, pelo menos financeiramente.

Essa é uma versão do TexTools que já tinha sido lançada para o 3ds Max, pelo mesmo autor. Agora ele está convertendo seus plugins para o Blender!

Aprendendo sobre materiais e texturas no Blender

Quer aprender mais sobre materiais e texturas no Blender? No EAD – Allan Brito existem diversos cursos e treinamentos relacionados com o uso do Blender e o Cycles. Alguns dos cursos são específicos sobre o uso de materiais e texturas:

TexTools: Add-on gratuito para editar mapas UV no Blender

Uma das características que fazem do Blender ser uma ferramenta poderosa para criação de material relacionado com arte digital, é o fato dele ser ao mesmo tempo versátil e também gratuito. Esses são apenas alguns dos motivos que fazem com que diversos artistas acabem migrando de softwares como o 3ds max para o Blender.

O fenômeno estava restrito na sua maioria aos artistas 3d que gostariam de “fugir” dos polêmicos modelos de assinatura. Para conseguir efetivamente trabalhar, muita gente acaba tendo que se comprometer com assinaturas de software. Então, você perde a “propridade” do software.

Muitos artistas acabavam permanecendo com um software por vários anos, sem precisar efetivamente de um upgrade, pois a versão atual acabava sendo mais que suficiente para que seus projetos fossem finalizados.

O fenômeno que começou com artistas 3d, estando eu incluso nessa lista, agora começa a reverberar entre desenvolvedores de plugins.

Você usa o 3ds max? É bem provável que já tenha tido contato com uma ferramenta chamada TexTools. O plugin é um dos mais úteis para o 3ds max para o gerenciamento de texturas no software.

O autor do plugin TexTools para 3ds max fez a convesão do código de MAXScript para Python, e criou uma versão funcional da ferramenta para o Blender! Seguindo a mesma política em termos de licenciamento, a ferramenta é totalmente gratuita.

Para fazer o download do TexTools para o Blender, você pode visitar esse endereço que leva até os fórums BlenderArtists. O autor do script se chama renderhjs. Além de nos oferecer essa incrível ferramenta, o autor se comprometeu também a converter outras de suas criações para o Blender. São diversos plugins para o 3ds max que podem receber versões dedicadas para o Blender.

Com o TexTools você consegue editar e controlar mapas UV para texturas de maneira rápida no Blender. Essa é uma tarefa crítica para todos os artistas 3d interessados em criar cenas realistas no software, especialmente com o uso de materiais no Blender Cycles. Os mapas UV permitem ter controle total sobre o posicionamento das texturas nos modelos 3d.

Já mencionei que o plugin é totalmente gratuito?

Aprenda a trabalhar com texturas no Blender

O uso do TexTools pode ajudar a configurar texturas em modelos 3d, mas ainda assim é preciso conhecer um mínimo relacionado com o uso de texturas para usar a ferramenta. Você quer aprender como funciona a configuração de texturas no Blender?

No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e treinamentos que podem ajudar você a editar e criar texturas para o Blender e Cycles:

Tutorial 146 – Blender: Usando Add-ons

Os softwares especializados em computação gráfica 3d são razoavelmente complexos de desenvolver e manter, sendo esse um dos motivos que engrandece ainda mais o trabalho de pessoas ligadas à Fundação Blender e a todos os desenvolvedores responsáveis por adicionar novas ferramentas e funcionalidades no software. Mas, por mais trabalho e dedicação que essas pessoas possam ter na criação e manutenção da ferramenta, sempre é possível melhorar o software com novos recursos. É por isso que a grande maioria dos softwares, inclusive os pagos, oferecem a possibilidade de trabalhar com adições nas ferramentas, os chamados plugins.

No Blender esses plugins são conhecidos como Add-ons, e no próprio software já estão disponíveis vários Add-ons habilitados por padrão e outros que precisam ser apenas ligados.

Você sabe usar os Add-ons do Blender? Para ajudar os usuários que possivelmente não conheçam o funcionamento dos Add-ons recolhi gravar um pequeno tutorial em vídeo demonstrando o processo necessário para acessar, habilitar e também instalar os Add-ons:

Uma coisa que muita gente ainda fica em dúvida sobre os Add-ons e me questionam, é a existência de Add-ons pagos. Isso existe no Blender? Claro que sim! A grande maioria dos Add-ons são oferecidos pelos seus autores de maneira totalmente gratuita, mas uma pequena parcela comercializa o software. Mas, asseguro que se a ferramenta não fosse útil e funcionasse, não existiria a razão para cobrar nada por ela. Um bom exemplo disso é o Add-on B-Surfaces que por muito tempo foi uma ferramenta paga, e hoje é oferecido de maneira gratuita inclusive acompanhando o Blender.

Esse pequeno script escrito em Python consegue fazer milagres em relação a modelagem poligonal usando nada mais que o grease pencil.

Alguns Add-ons podem apresentar um pouco de instabilidade em versões recentes do Blender, mas a grande maioria dos que estão disponíveis no repositório de Add-ons do Blender funciona muito bem com a versão 2.72b, que é a mais recente no momento em que esse artigo está sendo escrito.

Os interessados no B-Surfaces podem conferir as aulas do Curso sobre técnicas de modelagem com Blender em que explico o funcionamento do B-Surfaces.