Tears of Steel disponível para download em resolução 4K

Os projetos do instituto Blender tem como principal objetivo fomentar o uso do Blender como ferramenta de produção profissional, elevando o nível das produções com o passar do tempo e criando animações e curtas metragem que acabam indiretamente ajudando no desenvolvimento do software. Mas, por mais incrível que pareça esse material algumas vezes acaba ajudando também empresas de mídia que precisam de material gratuito para exibir em monitores, softwares e equipamentos.

Todo o material producido pelo instituto é disponibilizado de maneira gratuita pela web sob uma licença creative commons. Você pode fazer o que quiser com o material, até mesmo com fins comerciais, desde que cite a fonte.

É por isso que existem diversas propagandas e material de divulgação de softwares, televisores e outros equipamentos passando material produzido com o Blender. Já vi inúmeros anúncios usando o Big Buck Bunny e Sintel. Agora, você deve se preparar para o uso frenético do Tears of Steel com o mesmo propósito!

O instituto Blender divulgou o endereço em que podemos fazer o download das imagens renderizadas para o Tears of Steel em 4K, que muito provavelmente será o próximo passo em termos de resolução comercial para filmes e animações depois do FullHD (1920 por 1080 pixels). O que deve provocar um aumento no uso desse tipo de material por fabricantes e revendedores de aparelhos eletrônicos e softwares é que não existem muitos filmes gratuitos oferecidos na resolução 4K. Como fazer para vender um televisor que suporta 4K sem exibir vídeos nesse formato? A solução seria realmente recorrer ao Tears of Steel!

Para fazer o download do material original em 4K do Tears of Steel, visite ease endereço. Os arquivos estão salvos na extensão EXR e você pode fazer o que quiser com eles, inclusive para fins comerciais!

Caso você não saiba, é possível adquirir o DVD do Tears of Steel com todo o material usado na produção na loja da fundação Blender, e com isso ajudar a financiar futuros projetos envolvendo o software. Já fiz inúmeros sorteios desse tipo de material aqui no site, inclusive envolvendo os cursos do EAD – Allan Brito. Ainda não conhece o Tears of Steel? A animação está disponível no Youtube e pode ser assistida na íntegra a seguir:

Palestras gratuitas sobre AutoCAD, Revit e 3ds max no AU 2012

A Autodesk possui um serviço voltado ao aprendizado das suas ferramentas chamado de Autodesk University em que podemos conferir diversas palestras e apresentações relacionadas com o uso das ferramentas da empresa em casos reais, sempre tendo palestrantes especializados no software em questão. Nos últimos dias foi divulgado que todas as palestras do Autodesk University 2012 estariam disponíveis de maneira gratuita na web, para qualquer pessoa consultar de maneira gratuita, e isso realmente aconteceu! Para conferir as apresentações e palestras, basta visitar esse endereço e realizar um rápido cadastro. A melhor notícia é que diversas palestras estão disponíveis em língua portuguesa, inclusive com o material usado pelo palestrante para as apresentações.

Você encontra em diversos casos além do vídeo com o webcast, slides em powerpoint e também arquivos PDF como parte do material usado na palestra. Mas, já devo alertar com antecedência que do material disponível em língua portuguesa, a grande maioria é sobre AutoCAD ou Revit. Posso dizer tranquilamente que de cada 10 palestras aproximadamente 9.8 são sobre AutoCAD ou Revit!

Autodesk University

Caso você esteja disposto a se aventurar pelas palestras e apresentações em inglês, encontrará material muito mais diversificado e avançado sobre outros softwares. Esse é o caso das diversas palestras relacionadas com 3ds max e o uso de MAXScript para automatizar processos em animação e modelagem. Outros assuntos interessantes envolvem o uso de softwares 3d como o 3ds max do ponto de vista de diretores ou da produção de efeitos especiais avançados.

O Maya não fica de fora e possui muito material sobre modelagem, animação e criação de scripts usando MEL e Python. Existe até mesmo uma série de palestras direcionadas a preparar os usuários para a certificação sobre Maya da Autodesk. Só não encontrei absolutamente nada sobre o mental ray.

Essa é uma excelente oportunidade para aprender um pouco sobre ferramentas como o AutoCAD e Revit em palestras proferidas em língua portuguesa, e também para o pessoal que está interessado em desenvolver as suas habilidades com o 3ds max ou qualquer outra ferramenta da Autodesk. Claro que o melhor material não relacionado com AutoCAD ou Revit está em inglês.

VoroFrag: Script gratuito para 3dsmax ajuda na fragmentação

As ferramentas que permitem quebrar um objeto 3d em vários pequenos pedaços estão cada vez mais comuns entre softwares 3D. Até alguns meses atrás apenas com o uso de plugins e ferramentas externas, que na maioria das vezes eram pagas, podíamos ter a facilidade de pegar um objeto poligonal e quebrar o mesmo em vários pequenos pedaços que podem ser usados para animação. O que isso significa? Muitos diriam que nenhum polígono está mais a salvo com essa recente leva de opções de fragmentação. Mas, o que temos realmente são as técnicas usadas em ferramentas proprietárias aparecendo em opções de scripts gratuitos.

E agora é a vez do 3dsmax com um plugin gratuito chamado VoroFrag que permite fragmentar um objeto poligonal usando formas baseadas na distribuição Voronoi. O vídeo abaixo mostra bem a aplicação do plugin no 3dsmax para quebrar um objeto poligonal.

Esse tipo de ferramenta possui diversas aplicações em softwares como o 3dsmax e permite que artistas possam integrar animações de fragmentação em seus projetos, sem a necessidade de utilizar artifícios como partículas ou outros truques para simular esse tipo de movimento.

Ainda me recordo da época em que ministrava aulas sobre o 3dsmax com mais frequência e sempre que mostrava o campo de força Bomb do software, os alunos ficavam muito empolgados com a possibilidade de destruir vários objetos diferentes. Quando você pode destruir e também iniciar uma combustão com esses fragmentos, a coisa fica ainda mais divertida. Para opções avançadas de fragmentação no 3dsmax existem vários softwares proprietários que ajudam muito nessa tarefa.

Um dos que conheço muito bem é o Ray Fire, que tem opções avançadas de fragmentação. Outro que recentemente recebeu um script capaz de realizar esse tipo de fragmentação é o Blender, usando o seu Add-on Cell Fracture.

Esse Add-on do Blender foi inclusive tema das aulas 07 e 08 do curso sobre animação baseada em física com Blender, que publiquei recente no EAD – Allan Brito. O resultado dessas aulas foi a animação abaixo, em que é simulada a demolição de um objeto poligonal destruído por um projétil. No caso do Blender o vídeo é uma montagem de duas partes, mas o efeito é bem interessante.

Download gratuito de wallpaper para o iPad com tela retina criado no Blender

A criação de imagens com softwares 3d é uma das minhas atividades preferidas, e acredito que você deva ter percebido esse meu gosto por trabalhar com 3d. E para todos que trabalham com modelagem 3d, render e animação nessa área a criação de elementos gráficos para usar em aparelhos que são de uso comum nos dias de hoje é algo muito comum. Por exemplo, você já pensou em criar uma imagem única para usar como papel de parede para o seu celular, tablet ou computador? Sempre que tenho algum tempo disponível tento criar alguma imagem ou composição para usar como papel de parede dos meus dispositivos.

Download de wallpaper para iPad com resolução retina

E como acredito que muitos de vocês gostam de usar esse tipo de material nos seus dispositivos, começarei a compartilhar algumas dessas criações aqui no blog. Para começar vou compartilhar uma imagem que fiz especialmente para usar como wallpaper de um iPad de terceira geração com tela retina.

Esse dispositivo permite usar imagens com 2048 por 1536 pixels, o que é uma resolução fantástica, e que pode fazer com que o render demore um pouco para ser finalizado, dependendo da quantidade de efeitos que você adiciona na composição.

A imagem original é a que está logo abaixo, e para visualizar a mesma em resolução cheia e fazer o download desse wallpaper para iPad com tela retina, basta clicar na imagem.

cubos-ipad-retina-wallpaper-logo

Essa imagem foi produzida evidentemente no Blender e o processo usado para o render foi bem simples. O primeiro passo foi criar um sistema de partículas que usou como representação de cada partícula um cubo. Esses cubos foram alinhados com a posição da câmera na cena e renderizados com um Ambient Occlusion ligado, e usando samples com valor 12 para gerar sombras sem granulação.

Variações do wallpaper

Depois no composite nodes foram adicionados alguns filtros como Lens Distortion e Glow. O resultado final foi a imagem exibida nesse artigo e que pode ser facilmente alterada usando softwares como o GIMP ou Photoshop para gerar variações com cores, como as exibias abaixo.

cubos-ipad-retina-wallpaper-logo-azul-500.jpg

cubos-ipad-retina-wallpaper-logo-verde-500.jpg

Como as imagens geradas para representar o wallpaper do iPad com tela retina tem grande resolução, você pode facilmente redimensionar os arquivos para usar em desktops ou outros dispositivos com resoluções mais humildes. No futuro divulgo mais imagens que uso como wallpaper nos meus dispositivos.

bhGhost: Script gratuito para o Maya ajuda em animações

A criação de animações em 3d é sempre um grande desafio para qualquer animador, mesmo os mais experientes precisam de muito tempo de edição e trabalho dedicado, para conseguir refinar os movimentos e ações necessárias para criar determinadas cenas. O trabalho de edição é muito focado na observação das ações geradas com os chamados blocos de movimento, e a posterior revisão dessas ações dentro do software. Uma das ferramentas que ajuda a refinar esse processo de animação é o chamado Onion Skin que é a exibição dos frames de uma animação de maneira simultânea para fins de avaliação do animador.

Os softwares especializados em animação geralmente possuem uma opção que seja para trabalhar com o Onion Skin, e existem casos como o do Flash em que o Onion Skin pode ser aplicado em múltiplos objetos ao mesmo tempo, facilitando muito a análise e amplitude dos movimentos em animação. Nos casos dos softwares 3d a coisa já é mais complicada, pois a complexidade dos objetos e a maneira com que os mesmos se deslocam no espaço dificulta a implementação desse tipo de ferramenta.

Para os usuários do Maya existe um script gratuito chamado bhGhost que ajuda muito nesse processo de refinamento das animações, pois consegue gerar Onion Skin de objetos poligonais. O vídeo abaixo mostra como funciona o script:

bhGhost Tutorial from Brian Horgan on Vimeo.

A visualização de uma animação com o Onion Skin permite que os animadores tenham a percepção ampla do posicionamento e amplitude do movimento dos seus personagens, permitindo assim a aplicação de correções nos movimentos que podem ser decisivos para finalizar qualquer animação.

Como ponto positivo para esse tipo de script é o fato de apenas os objetos poligonais serem usados na criação do Onion Skin. Por exemplo, em ferramentas que não permitem selecionar apenas partes do projeto que devem entrar no Onion Skin o resultado do uso dessa opção pode ser uma tela extremamente poluída com linhas e contornos de coisas que não são o foco do trabalho do animador.

Portanto, se você é usuário do Maya, recomendo muito o download e uso desse script para produção de animações em 3d.