Tutorial SketchUp: Animação de câmera

O objetivo principal do SketchUp não é criar animações 3d, mas os artistas que escolherem essa ferramenta gratuita do Google para modelar e apresentar seus projetos, podem realizar algumas animações de câmera simples usando cenas para adaptar a função que seria dos keyframes. Na animação elaborada com a manipulação de cenas, o artista pode apresentar diferentes ângulos do seu modelo de de maneira simples, sem a sofisticação de um software como o Blender 3D, 3ds Max ou outro para controlar e determinar com exatidão as trajetórias das câmeras. Mas, ainda assim para apresentações simples em que é necessário apenas mostrar diferentes pontos da volumetria, as cenas do SketchUp podem ajudar muito.

O ideal é começar a trabalhar com os ajustes da animação, quando o modelo 3d estiver totalmente concluído. A configuração da animação funciona assim, primeiro você precisa posicionar a visualização do seu modelo 3d em um ponto chave. Esse ponto será usado como marcação para a animação. Quando o ponto estiver definido, podemos abrir o menu de gerenciamento de cenas que é acessado em Window->Scenes como mostra imagem abaixo.

sketchup7-cenas01.jpg

Esse tutorial foi escrito usando o SketchUp 7, mas a mesma técnica funciona para versões anteriores do SketchUp. Nesse painel é possível adicionar novas cenas usando o sinal de +. Quando uma nova cena for adicionada, altere a posição da câmera e determine o enquadramento para o modelo 3d na segunda cena. O mesmo procedimento pode ser realizado para as outras posições de câmera desejadas na cena. Com várias cenas adicionadas, basta clicar nas abas com o respectivo nome da cena para que a câmera do SketchUp deslize e se ajuste na posição em que a cena foi criada.

Ao criar uma nova cena é importante manter a opção Include in animation marcada, essa opção está disponível no menu de cenas.

sketchup7-cenas02.jpg

Se você for clicando em seqüência nos nomes das cenas, teremos uma animação simplificada. Para as pessoas que gostariam de gravar a animação em vídeo, recomendo o uso de algum software para captura de tela. Uma ótima opção é o Camstudio que é gratuito.

A animação pode ficar ainda mais interessante se forem usados alguns dos estilos relacionados com ilustração do SketchUp, que podem fazer com que as linhas e formas 3d do projeto adquiram a aparência de renderizações do tipo NPR. Um aspecto interessante desse tipo de animação é que existe interação do usuário, controlando o movimento da câmera de maneira não-linear. Por exemplo, caso a apresentação esteja na quinta cena e uma dívida sobre o projeto demande que a segunda cena seja visualizada, basta clicar na segunda cena para que a visualização seja alterada de ordem.

Mais uma opção para controle energético no SketchUp

O SketchUp é uma ferramenta extremamente útil para os profissionais e artistas envolvidos com o desenvolvimento de projetos arquitetônicos. Além de oferecer várias opções extremamente simples para modelagem 3d, principalmente se o seu objetivo for trabalhar com formas abstratas, ainda podemos usar algumas ferramentas extras para estudar a eficiência energética do projeto. Já falei aqui sobre o poderoso Energy Plus, que é um projeto do governo americano, dedicado a estudar e gerar dados para análise energética das edificações, com um plugin nativo para o SketchUp.

O Energy Plus é muito bom, mas ele tem um defeito gravíssimo! A sua interface e os dados são dedicados a cientistas ou engenheiros, interessados em características extremamente técnicas dos materiais e superfícies. Por isso é que a ferramenta não é tão popular como um plugin do SketchUp.

Existe outra opção ao Energy Plus? Sim! Eu já tinha ficado de escrever sobre essa outra opção aqui no Blog, mas finalmente hoje consegui terminar o artigo. Uma ferramenta chamada IES VE SketchUp que foi desenvolvido por uma empresa chamada IES (Integrated Environment Solutions).

O uso desse plugin é extremamente simples e intuitivo, exatamente o oposto do Energy Plus! Para mostrar o quanto o plugin é simples de usar, o tutorial abaixo mostra a criação em apenas 10 minutos de um estudo energético de uma edificação!

O procedimento para usar o plugin é bem simples. O primeiro passo é posicionar a edificação em algum lugar do globo, usando as coordenadas geográficas ou então escolhendo a cidade em que o projeto está em uma lista.

Depois que a localização e orientação da edificação for configurada, podemos partir para a identificação do uso desses ambientes, se o edifício será residencial, comercial, industrial ou outro tipo. Para no final selecionar e determinar a posição dos ambientes e salas fechadas do projeto. Com tudo isso configurado, basta gerar a simulação para que o plugin gere os dados.

Os dados podem ser visualizados no VE Ware que é outra ferramenta gratuita da mesma empresa.

Esse tipo de ferramenta é perfeita para as pessoas interessadas em trabalhar com estudos ambientais, e eficiência energética em edificações. Você até pode trabalhar os projetos no AutoCAD ou 3ds Max, e realizar os estudos no SketchUp, basta adicionar esse conjunto de ferramentas totalmente gratuito na sua seqüência de projeto.

Eu já estou usando aqui nos meus projetos!

Demonstração dos objetos dinâmicos sobre o SketchUp 7

Essa semana foi marcada pela atualização do SketchUp, para a versão 7 que apresentou algumas novidades bem interessantes, principalmente para quem usa efetivamente o SketchUp, como ferramenta de apoio ao desenvolvimento de projetos. Dentre todas as novidades dessa versão, sobre as quais falei um pouco no artigo sobre o SketchUp 7, a que mais me chamou a atenção foi a que mostrava os chamados objetos dinâmicos. Como eles funcionam? Se você quiser aprender um pouco mais sobre o funcionamento dessa incrível ferramenta do SketchUp, mais um vídeo bem interessante foi publicado no Youtube, produzido pela equipe do Google, mostrando o funcionamento da ferramenta.

A ferramenta permite trabalhar com objetos que respondem de maneira inteligente a determinadas transformações, como ajustes de escala. Qualquer pessoa que já passou por grandes projetos de modelagem, sabe que ajustes no tamanho de blocos e objetos, para que eles possam se adequar as dimensões do projeto são necessárias. Mas, na maioria das vezes essas alterações de tamanho, envolvem a adaptação da forma e muitas vezes o redesign do objeto como um todo.

Os objetos dinâmicos do SketchUp prometem resolver esse tipo de situação, veja o vídeo para aprender um pouco mais sobre o processo.

No vídeo, é mostrado um exemplo extremamente importante na manipulação de escadas. O primeiro exemplo mostra um objeto padrão, como tínhamos no SketchUp 6, em que uma escada é formada por faces de objetos, que “não se comportam” como uma escada. Depois, quando o objeto é configurado para funcionar como um bloco inteligente, as adaptações e mudanças nas dimensões da escada fazem com que o software adicione ou retire degraus do modelo 3d. O que é simplesmente um avanço tremendo em termos de produtividade!

O mesmo processo pode ser aplicado em objetos como móveis, cercas ou qualquer outro que possa se beneficiar com esse tipo de comportamento inteligente.

Depois de demonstrar essa nova opção de objetos dinâmicos, o vídeo apresenta um novo módulo interativo, que possibilita ao artista 3d, configurar comportamentos nos objetos. Por exemplo, você pode criar uma maquete eletrônica, em que durante uma apresentação do projeto, ao clicar sobre as portas ou janelas do modelo 3d, as mesmas se abrem como aconteceriam em uma animação.

SketchUp 7 lançado com novas ferramentas!

Depois de uma longa espera por atualizações significativas, finalmente a Google disponibilizou para download uma atualização para o SketchUp! O SketchUp 7 foi lançado hoje, com algumas ferramentas muito interessantes sendo incorporadas a sua plataforma de desenho, que em minha opinião é uma ótima opção para quem quer começar a trabalhar com 3d, mas tem pouco ou nenhuma experiência com softwares 3d. Conheço muitas pessoas que gostam de trabalhar com modelagem no SketchUp e depois exportam o modelo 3d para softwares como o Blender 3D, para trabalhar com iluminação mais realista.

Quais as novidades apresentadas no SketchUp 7? O vídeo abaixo, foi produzido pela equipe do Google responsável pelo desenvolvimento do SketchUp, e mostra algumas dessas novas ferramentas.

O primeiro recurso interessante mostrado no vídeo, é a integração do SketchUp 7 com a Warehouse. Esse é um sistema que armazena e classifica modelos 3d, produzidos por usuários ao redor do mundo. Agora é possível fazer buscas no sistema, armazenar os melhores resultados de maneira semelhante aos favoritos do navegador.

Depois, um dos “engenheiros” do SketchUp faz um anuncio bem curto, falando a separação automática de arestas que se sobrepõe. O próximo recurso é muito parecido com o mapemaneto UV dos softwares 3d mais sofisticados, em que você pode aplicar uma textura em qualquer superfície e depois editar essa textura no Gimp ou Photoshop.

Agora, um dos recursos mais legais é chamado de componente dinâmico. Esses são interessantes pelo seu comportamento inteligente, pois os objetos “sabem” que são elementos e se comportam de maneira a simular a natureza desses elementos. Por exemplo, o modelo 3d de uma porta pode agregar uma animação em que o plano da porta abre, ou se comportar de maneira proporcional em uma operação de escala.

O funcionamento é parecido com o a nova ferramenta de escala do Photoshop CS4, em que um determinado objeto é redimensionado e não perde as suas proporções. Imagine a seguinte situação; você está trabalhando na modelagem de uma maquete eletrônica e sem perceber, acaba modelando as portas com 10 centímetros a menos que a abertura na parede. Ao aplicar uma escala no modelo da porta, os seus elementos que compõe a esquadria, se redimensionam automaticamente para se adaptar as novas dimensões!

Não preciso dizer que esse é um dos recursos que vão economizar centenas de horas de trabalho, dos modeladores 3d que usam o SketchUp 7.

A ferramenta chamada LayOut também foi melhorada, com um novo sistema de curvas Bezier para permitir mais liberdade na criação de curvas.

Caso você queira testar as novidades, visite esse endereço para fazer o download do SketchUp 7 e visite essa página, para conferir a lista oficial de melhorias. Acabei de fazer o download do SketchUp 7, portanto aguarde por mais artigos sobre as novas ferramentas nos próximos dias.

Estudo de caso: SketchUp como ferramenta para visualização e modelagem

Muitos artistas ainda tem um pouco de preconceito com o SketchUp, por ele se tratar de uma ferramenta gratuita, voltada ao mercado de visualização e projetos arquitetônicos. Mas, como já pude presenciar em algumas visitas que realizei em estúdios de jogos e animação, quando os diretores de criação conhecem o software, e a facilidade com que alguns tipos de modelos podem ser elaborados nele, imediatamente o SketchUp é adotado como ferramenta de modelagem conceitual padrão! Tanto é que estúdios especializados em visualização e modelagem 3d, como o Massive Black, usa o Sketchup para desenvolver modelagem de veículos complexos, com o objetivo de participar em projetos de alto nível.

Sim, mesmo dispondo de ferramentas como o 3ds Max, Maya e outros, o estúdio resolveu investir parte da sua produção no uso do SketchUp. O pessoal do Google, resolveu fazer uma pequena entrevista com uma demonstração do trabalho que eles realizam, usando sua ferramenta.

O estúdio é especializado na terceirização de trabalhos e visualização de conceitos, para histórias em jogos e animações. Por exemplo, quando um estúdio os procura com uma idéia no texto, os artistas do Massive Black transformam esse conceito em modelos 3d.

A entrevista está disponível em vídeo:

O vídeo é bem instrutivo e mostra o tipo exato de modelagem 3d em que o SketchUp pode ser fantástico na modelagem, modelos com grande embasamento geométrico, como os veículos apresentados no vídeo demonstrativo. Até existem algumas ferramentas para trabalhar com modelagem orgânica no SketchUp, mas esse tipo de modelo 3d é melhor trabalhado em softwares com opções avançadas de modelagem, como NURBS ou curvas.

No SketchUp a melhor opção mesmo é investir na modelagem mecânica.

Caso você queira investir no estudo do SketchUp como ferramenta de modelagem, recomendo usar a ferramenta em conjunto com outro software, com opções avançadas de animação como o Blender 3D, Maya ou 3ds Max. Assim você pode aproveitar o melhor que essas ferramentas têm a oferecer.

Esse é um ótimo exemplo, de empresa que pode começar a oferecer trabalhos de visualização e arte conceitual, para cenários e jogos. Para quem está querendo começar um negócio, envolvendo computação gráfica, essa é uma ótima opção.