Download gratuito de livro sobre WebGL

A tecnologia WebGL é a base para diversos tipos de projetos relacionados com a conversão de material 3d para a web. Você va encontrar WebGL em jogos digitais focados no navegador, e principalmente conteúdo 3d que é criado com frameworks próprios para a web como é o caso do three.js e a-frame.

Os frameworks são todos baseados em WebGL, mas necessariamente não fazem uso direto da tecnologia. Você aproveita muito do que as ferramentas oferecem sem a necessidade de aprender diretamente WebGL.

Você quer expandir ainda mais seus conhecimentos com um conteúdo técnico próprio para WebGL?

A editora CRC Press publicou um livro sobre WebGL em 2016 e agora esta disponibilizando o material de maneira gratuita, para qualquer pessoa fazer o download em formato de ebook. Você pode fazer o download do PDF com aproximadamente 75 MB nesse endereço. O livro possui mais de 400 páginas!

Só um aviso, o livro está em inglês! Mas, ainda assim vale o download para fins de referência e pesquisa.

A abordagem do material é uma mescla de explicações teóricas sobre o funcionamento da tecnologia, assim como exemplos práticos do uso de WebGL em navegadores Web.

Algumas pessoas podem acreditar que não vale a pena necessariamente aprender sobre WebGL, e sim utilizar os diversos framworks que usam a tecnologia. Caso você queira mais velocidade no desenvolvimento de soluções baseadas em 3D na web, é uma abordagem mais segura. Pois, em pouco tempo você terá condições de criar experiências completas relacionadas com 3d na web.

Mas, caso seu objetivo seja criar conteúdo com otimização máxima de performance e controle total sobre o uso do hardware, recomento consultar estudar o material apresentado no livro. Pois, apenas assim você terá condições de criar projetos que não dependem apenas do que os frameworks podem oferecer.

Aprenda a criar WebVR para arquitetura

Quer faze uso de WebGL para criar experiências VR direto no navegador? No EAD – Allan Brito você encontra o curso sobre VR para arquitetura usando WebVR que mostra o funcionamento do framework a-frame. Ele usa WebGL para criar 3d compatível com todos os dispositivos VR do mercado, e potencializar seus projetos de arquitetura.

A melhor forma de criar WebGL

A produção de conteúdo compatível com navegadores web para aplicações visuais está progredindo muito nos últimos anos. Depois do Flash é possível encontrar diversas técnicas e ferramentas que prometem ambientes ricos e interativos usando 3D direto no navegador como o WebGL. Qual é a melhor forma de criar WebGL?

A tecnologia do WebGL é fantástica e permite a criação de 3D nativo para a maioria dos navegadores web, sem a necessidade de plugins ou softwares externos. Como complemento a facilidade com que podemos publicar material usando WebGL é possível criar até mesmo para dispositivos móveis.

Esse tipo de recurso é fundamental como parte do processo criativo de qualquer artista ou empresa, que pretenda gerar material para a web. Com a contínua extinção de plugins como o Flash, é preciso encontrar alternativas para criar material 3D para a web.

Já ouve um tempo em que o futuro era investir em sistemas baseados em Flash, aproveitando frameworks com o Papervision 3D. Esse tipo de tecnologia fazia uso de sistemas como o COLLADA para aproveitar geometria 3d e jogar no navegador. A idéia era boa e gerou bastante demanda quando o Flash ainda era o “rei” do conteúdo rico para web.

A melhor forma de criar WebGL

Mas, com o advento dos dispositivos móveis e os inúmeros problemas de segurança gerados pelo plugin foi preciso migrar. Além de não demandar nenhum tipo de plugin ou recurso extra, o WebGL apresenta outras vantagens. A primeira que vai chamar a sua atenção é o suporte para VR.

Sim, é possível criar aplicações VR para a web usando nada mais que o navegador. Seus projetos podem ser convertidos para aplicações VR sem a necessidade de enviar os mesmos para a App Store ou Play Store. Tudo funciona de maneira direta no navegador e de modo interativo.

Qual a melhor forma de criar WebGL? A maneira mais simples de criar WebGL é usando o Blender! O processo é simples e requer apenas alguns cliques de mouse. Tudo é feito com um Add-on gratuito chamado Blend4Web. Esse Add-on é capaz de exportar cenas 3D direto para o formato HTML já usando o WebGL.

Você ainda pode fazer diversos ajustes diferentes para aproveitar os recursos do software como configurar materiais, interação e animação 3d no projeto. Os artistas que já conhecem o funcionamento do Blender tem a vantagem de só precisar instalar o Add-on para gerar os mais variados materiais 3D para web:

  • Jogos 3D usando WebGL
  • Demonstrações em VR usando WebGL
  • Aplicações educacionais usando WebGL
  • Simulações usando física com WebGL

A sua imaginação será o limite para a criação de aplicações para a web com essa tecnologia. O único cuidado em relação ao aproveitamento desse tipo de recurso está no consumo de processamento. Qualquer coisa relacionada com 3D pode demandar muito poder de processamento, o que em dispositivos móveis acaba gerando problemas no consumo da bateria.

Para finalizar o artigo e responder a pergunta do título. A melhor forma de criar WebGL é com o Blender. Basta aproveitar o poder e facilidade do Blend4Web. Ainda não se convenceu? Veja essa galeria de exemplos criados com a tecnologia.

A melhor forma de criar WebGL

Depois de visitar a página do Blend4Web você está provavelmente se perguntando como funciona o processo de elaboração de 3D no Blender. No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos relacionados com o Blender e até mesmo o Blend4Web:

Blender é mais rápido que Unity em WebGL

Uma boa parte dos artistas 3d que trabalha com a produção de conteúdo audiovisual acaba tendo como objetivo gerar material para vídeo ou então impressão, seja ela bidimensional ou 3D. Mas, é bem pequena a parcela que pensa na Web como destino dos seus projetos. Existem várias formas de converter ou produzir material 3D para a Web, e existem opções usando Blender ou Unity que ajudam você no processo de criar WebGL.

Nos dois casos o resultado é gerado usando uma tecnologia chamada WebGL que permite literalmente criar conteúdo tridimensional compatível com navegadores modernos, até mesmo em dispositivos móveis. Mas, qual deles é capaz de gerar conteúdo que apresenta melhor performance com menor consumo de recursos?

WebGL

De acordo com um artigo publicado no blog do Blend4Web no final de Outubro, o plugin gratuito para o Blender consegue gerar arquivos WebGL com melhor otimização que o Unity!

Os testes foram realizados usando o mesmo tipo de cena e envolveram as seguintes métricas:

  • Tempo e carregamento dos arquivos
  • Framerate (FPS)
  • Uso de memória

Esses aspectos são extremamente importantes para projetos que possuem como dispositivo alvo o uso de celulares ou tablets, pois um consumo exagerado desses recursos é igual menos bateria. Sabe quando você abre um aplicativo e ele acaba consumindo boa parte da bateria do seu telefone? Isso é resultado do consumo excessivo de recursos.

Para fins de comparação foram usados navegadores web em computadores desktop e também modelos de celulares. As comparações são bem interessantes, e você pode conferir os resultados diretamente no artigo da pesquisa. Quer um resumo? O Blend4Web acabou se saindo melhor em praticamente todos os cenários avaliados.

Os softwares são bem diferentes em seus propósitos e estruturas, mas o resultado final deveria ser semelhante. No caso do Blend4Web o processo de criação de arquivos em WebGL já está em desenvolvimento faz um bom tempo. No caso do Unity o suporte para WebGL apareceu apenas no final de 2015, sendo mais recente.

Se você pretende trabalhar com o desenvolvimento de 3D para Web, recomendo muito conferir as duas opções. A vantagem do Blender é que a plataforma é totalmente gratuita. Apenas no caso do Blend4Web SDK é necessário fazer um investimento em licenças. Com o Unity a licença é necessária apenas como resultado do faturamento com o jogo ou simulação.

Aprendendo a fazer 3D e WebGL

Ficou interessado em começar com a produção de conteúdo para Web usando o Blender ou Unity? No EAD – Allan Brito você encontra diversos materiais relacionados com o aprendizado não só do Unity como do Blender:

NASA usa Blender na missão Curiosity em Marte

A divulgação de material 3d na web é sempre algo que deve ser investigado com muito cuidado pelos artistas 3d, principalmente quando a exibição do material em navegadores for a única mídia de divulgação do material. Alguns softwares oferecem plugins próprios para divulgar material na web como o Unity, mas isso exige que os usuários instalem um software adicional no navegador para visualizar o conteúdo. Apesar do ponto negativo, é uma opção viável para divulgar seu projeto. Mas, e quando a fonte de material é o Blender? Nesse caso temos a opção do Blend4Web que tem se mostrado uma excelente ferramenta para divulgar material 3d em navegadores, usando tecnologias modernas como o HTML5.

Quer uma amostra de como essa dupla está sendo levada em consideração? Os softwares estão sendo usados por ninguém menos que a NASA para explicar o funcionamento da missão Curiosity que está explorando Marte.

blender-nasa

Ao visitar o site da missão Curiosity você encontra uma aplicação 3D interativa que foi criada especificamente para demonstrar a experiência de controlar o robô da missão. Tudo é criado usando HTML5 e sem a necessidade de nenhum plugin adicional. O foco do aplicativo não é a exibição de gráficos em alta definição, mas na apresentação do projeto para leigos e interessados em ciência.

Isso prova como o Blender pode ser usado em ambientes web interativos usando padrões modernos de visualização. Quer saber da melhor parte de tudo isso? Todas as ferramentas envolvidas no processo são gratuitas! O Blender você já conhece, mas o Blend4Web que já apareceu aqui no blog é uma ferramenta gratuita também, que pode ser integrada com o software usando um Addon.

As informações sobre o uso do Blender no projeto estão no blog do Blend4Web.

Criando animações com o Blender

Ficou interessado em usar o Blender para produzir animações? No EAD – Allan Brito você encontra cursos e treinamentos que ajudam você a criar animações 3d no Blender: