Blender e V-Ray para arquitetura: Ajustes de render

As recentes alterações feitas no modo com que alguns softwares 3D são licenciados, está fazendo com que muitos artistas abandonem ferramentas como o 3ds max para procurar alternativas. Para conseguir migrar todo o seu fluxo de trabalho para outros softwares, alguns artistas dependem de um pequeno ecossistema de ferramentas que funcionam em paralelo.

É o caso do V-Ray em conjunto com o 3ds max. Para determinados artistas digitais é imperativo que a substituição do 3ds max não implique na perda do V-Ray.

Quem opta pelo Blender como alternativa ao 3ds max para arquitetura encontra total compatibilidade com o V-Ray. O suporte para o software é oferecido pela própria empresa que desenvolve o V-Ray, o Chaos Group.

Quer ver um exemplo de projeto que foi modelado no Blender e renderizado com o V-Ray?

Um artista polonês chamado lumiluma compartilhou nos fóruns BlenderArtists um projeto que usou a versão do V-Ray compartível com o Blender, para criar a renderização de uma sala de convivência.

É um projeto simples, mas que mostra o que o software pode fazer para ajudar no desenvolvimento de visualização para arquitetura.

Outra vantagem em conferir esse projeto em particular, é que o autor do material compartilhou os ajustes usados no V-Ray para conseguir chegar na qualidade apresentada na imagem. Isso deve ajudar muito os artistas que estão considerando migrar do 3ds max para o Blender por causa do V-Ray.

Ao visitar a página do fórum você vai perceber que os ajustes para o Irradiance Map, Image Sampler e Light Cache estão todos lá! Basta uma rápida consulta ao painel de render do V-Ray no Blender para conferir todos os ajustes.

Para quem decidir fazer a migração, será preciso usar o V-Ray na sua versão standalone para conseguir renderizar do Blender. A vatagem dessa versão é que ela é independente do software. Então, se no futuro você decidir não usar o Blender, poderá manter o V-Ray como base para gerar as suas imagens.

Usando o Blender para arquitetura

Quer começar a usar o Blender para produzir visualização para arquitetura? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e treinamentos especializados apenas na produção de material para arquitetura usando o Blender:

Download gratuito de armas 3D low poly

Os artistas digitais que trabalham com a produção de jogos têm a tendência de procurar uma especialidade, e focar apenas nesse tipo de criação. Quando essas pessoas escolhem a parte de arte, acabam ignorando e evitando qualquer coisa relacionada com scripts.

A mesma coisa se aplica nos casos em que a pessoa acaba escolhendo trabalhar apenas com scripts, pois elas evitam ao máximo ter contato com modelagem 3D e arte visual.

Caso você esteja para começar um projeto relacionado com jogos digitais envolvendo tiros ou uso de armas, mas não tenha habilidade ou interesse algum com modelagem 3D você vai gostar da coleção de armas compartilhada pelo artista QuarterniusDev. É um conjunto de armas 3D já em lowpoly otimizadas para uso em jogos digitais.

No total são 6 modelos 3D de armas que podem ajudar nos mais variados projetos, desde um jogo de tiro em primeira pessoa até na criação de inventários de armas para jogos que apenas precisam exibir o material para o jogador.

Os modelos 3D estão disponíveis nos seguintes formatos de arquivos:

  • Blend
  • OBJ
  • FBX

Apesar do número de arquivos ser relativamente pequeno com seis armas no total, os tipos de arquivos disponíveis vão desde resolverá até rifles.

Isso faz os arquivos da coleção de armar ser compatível com a grande maioria das engines 3D do mercado. Como são formatos relativamente universais, é possível até mesmo fazer modificações nos arquivos. Você só precisa abrir os arquivos em um software 3D para fazer os respectivos ajustes.

O artista colocou os arquivos em um servidor no mediafire para compartilhar os arquivos. Faça o download o quanto antes para evitar que o material removido.

Aprendendo a desenvolver jogos digitais

Quer aprender não só a modelagem 3D mas também a criação de jogos digitais em 3D? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos relacionados com a produção de jogos digitais, desde a sua concepção até a execução na Unreal Engine e Unity.

A lista de cursos disponíveis abrange o início do projeto com o game design e level design, para depois passar para a modelagem dos cenários e lógica do jogo.

Aqui estão os cursos recomendados:

Workshop gratuito de Blender 2.8

O ciclo de desenvolvimento e atualizações do Blender é bem regular e ocorre a cada três ou quatro meses em média. Isso significa que ao longo desse período é comum que novas versões do software sejam lançadas. Algumas dessas atualizações podem demandar um pouco mais de tempo, mas ainda assim esse ciclo não costuma se estender além desse período.

Até o final do ano o software deve receber mais uma grande atualização, chegando na sua versão 2.8. Antes disso ainda precisa passar pela 2.79, que está para ficar “pronta” nas próximas semanas.

Como é o salto entre a versão 2.7x e 2.8x, o software vai receber muito mais do que simples melhorias e correções de bugs. É o momento de ajustar a interface e também implementar novos recursos.

Um desses recursos é o renderizador em tempo-real Eevee. O que é o Eevee? Ele vai substituir o Cycles?

Para ajudar os leitores e alunos do EAD – Allan Brito a entender melhor as atualizações e mudanças no Blender 2.8, resolvi montar um workshop sobre a versão 2.8. O Workshop de Blender 2.8 já está disponível para inscrições no EAD – Allan Brito, sendo totalmente gratuito.

O formato será parecido com os cursos on-line do site, sendo que o foco é apresentar as atualizações e mudanças no Blender 2.8. Desde as alterações na interface, que até o momento foram pequenas, até os novos recursos como o Eeevee.

A idéia é que o workshop seja atualizado mensalmente com a inclusão de novos vídeos falando de recursos adicionais do Blender 2.8. Podem ser novidades relacionadas com o Eevee ou então ferramentas anunciadas para o software.

O objetivo é mostrar as novidades ao longo do desenvolvimento para que você possa ir se acostumando com o software. Para que quando o mesmo esteja pronto para uso em projetos, você possa pular imediatamente para um ambiente de produção.

Por enquanto, o foco do workshop está no uso e configuração do Eevee, mas em breve novos vídeos e demonstrações devem estar disponíveis.

Já mencionei que o workshop é gratuito? Você só precisa se cadastrar no EAD – Allan Brito para começar a aprender mais sobre o Eevee!

Unreal Engine: Blueprint gratuita para simular luz do dia

A Unreal Engine está se tornando a cada dia uma ferramenta indispensável para profissionais que trabalham com visualização em arquitetura. Seja pela possibilidade de converter projetos completos em 3d interativo ou então proporcionar ferramentas para VR.

A qualidade visual dos renders gerados pela Unreal rivaliza com os que são criados em ferramentas tradicionais.

Mas, existe um campo de aplicação da Unreal Engine em que muitos artistas 3d acabam tendo dificuldade, que é a lógica de interação. Você acaba tendo que aprender a usar Blueprints ou então C++ para conseguir gerar interação.

Uma das vantagens em usar os Blueprints é a sua estrutura visual mais amigável aos artistas que não desejam aprender a trabalhar com linguagens e lógica de programação.

Além disso existem inúmeros Blueprints prontos que podem ajudar e muito no desenvolvimento de projetos para arquitetura. Um exemplo disso é o sistema para simular luz do dia compartilhado nos fóruns da Epic Games pelo artista Fabriciuz. Com esse sistema você consegue configurar a iluminação do cenário para diferentes horários e situações.

O modo de instalar é simples, sendo necessário apenas alguns ajustes depois que você importar o Blueprint para o seu projeto. Existem alguns requisitos básicos para conseguir usar o Blueprint que são a existência de uma luz direcional, Skylight, AtmosphericFog e ExponentialHeightFor.

Assim que o Blueprint é configurado você pode determinar o horário do dia para que a luminosidade e temperatura da luz seja adaptada de acordo com o que você ajustou.

Para quem trabalha com visualização em arquitetura e gostaria de adicionar esse tipo de interação nos seus projetos, é uma ótima ferramenta para criar animações demonstrando os diferentes tipos de luminosidade natural possíveis no projeto.

Faça o download o quanto antes desse material, pois o autor compartilhou uma pasta do seu Dropbox particular. A qualquer momento o link pode parar de funcionar.

Já mencionei que o download é gratuito?

Aprendendo a usar a Unreal Engine

Quer aprender não só a usar a Unreal Engine mas a trabalhar com Blueprints? No EAD – Allan Brito você encontra cursos relacionados com a Unreal Engine para arquitetura e também especializados no uso de Blueprints:

8 pedras com texturas 4k gratuitas para jogos

Alguns recursos que você encontra na web podem não perecer ter utilidade imediata, mas apenas quem já precisou desse tipo de recurso sabe como eles podem consumir tempo precioso na sua produção.

Por exemplo, você faria o download de uma coleção de pedras low poly? Pode parecer algo relativamente simples de se conseguir, mas é bem provável que você não tenha esse tipo de recurso na sua biblioteca de recursos.

Seja para adicionar em projetos de jogos digitais ou na visualização de projetos em arquitetura, nunca é demais ter recursos que possam fazer você economizar tempo preciso na produção de cenários digitais.

Um artista russo chamado Andrew Alex compartilhou na sua conta do Gumroad, uma pequena coleção de rochas em low poly já otimizada para projetos usando Blender, Unreal Engine ou Unity.

Entre os pontos positivos dessa coleção você encontra o fato do artista usar texturas em 4K, o que facilita muito o uso do material em cenários virtuais em que o ângulo de visão da câmera se aproxima dos objetos.

Cada uma das pedras apresenta aproximadamente 200 polígonos, o que é muito bom se considerarmos que seu objetivo é ajudar no contexto de cenários externos com pouco “peso computacional”.

O artista não fez nenhuma menção ao tipo de licença do material, mas acredito que seja seguro fazer uso do material em projetos comerciais. Caso contrário o mesmo teria adicionado essa informação na página de download.

O download das pedras é totalmente gratuito no Gumroad. Para conseguir copiar o arquivo sem custo algum, basta informar o valor zero no campo do preço.

Pode parecer simples e desnecessário, mas apenas quem já precisou criar esse tipo de objeto do zero sabe como é útil ter uma boa quantidade de assets sempre prontos para uso nos mais variados projetos.

Aprendendo a criar cenários virtuais

Aprenda a usar esse tipo de recurso para aplicar em projetos relacionados com cenários virtuais, seja para jogos ou arquitetura. No EAD – Allan Brito é possível encontrar os mais variados tipos de cursos e treinamentos que podem ajudar você a criar os mais variados tipos de cenários: