OpenCue agora é de código aberto

Quando você possui uma grande quantidade de quadros para renderizar é necessário fazer a gestão desses processos, para conseguir terminar os projetos no prazo. Nesse momento entram em cena os chamados gerenciadores de renderização.

Você já ouviu falar do OpenCue? Esse é um gerenciador de renderização usado na Sony Imageworks já faz 15 anos. É uma ferramenta desenvolvida internamente para fazer a gestão dos projetos relacionados com Render.

Agora todos podem começar a usar a mesma tecnologia em projetos pessoais ou comerciais, pois a Sony liberou o OpenCue como um projeto de código aberto.

Já é possível fazer o download dos executáveis e começar a fazer render distribuído usando essa mesma tecnologia. O recurso é mais útil para projetos relacionados com animação, pois ele faz o Render distribuído de quadros para múltiplas máquinas.

É possível estipular prioridades no Render e até mesmo fazer atribuição de acordo com o hardware dos computadores. Como o projeto foi lançado faz pouco tempo, ainda falta uma documentação mais extensa ou tutoriais.

Um dos aspectos positivos desse tipo de projeto é a possibilidade de ver o material implementado no Blender. Caso você não lembre, um dos shaders mais usados no Blender atualmente foi originário de projeto semelhante da Disney.

O Principled BSDF que funciona no Cycles e Eevee foi concebido como um projeto de código aberto pela casa do Mickey e depois incorporado ao Blender.

Quer aprender animação e render? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos gratuitos que podem ajudar entender animação e render.

17 Milhões de dólares em assets para download gratuito

A Epic Games eventualmente produz material promocional para uso na sua Unreal Engine com o objetivo de ajudar seus usuários e desenvolvedores na criação de conteúdo interativo. Esse material pode abranger os mais diversos tipos de conteúdo, desde personagens até elementos de cenários.

Em um dos seus últimos lançamentos eles adicionaram mais material no seu pacote originário do Paragon. Agora o conjunto de recursos que você pode copiar de maneira gratuita está avaliado em 17 milhões de dólares.

Para fazer o download o material, basta visitar esse endereço.

É preciso ter uma conta no marketplace da Epic Games que é totalmente gratuita. Depois de fazer a conta você terá acesso ao material.

Como é feito o cálculo do custo desse material? Simples, a avaliação para se chegar nos 17 milhões de dólares é feita com base no custo estimado para que fosse criado o mesmo tipo de conteúdo em um estúdio profissional. Os personagens e ambientes são de nível profissional e próprios para jogos do tipo AAA.

Quer aprender a trabalhar com modelagem 3d e animação? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos gratuitos que podem ajudar você a começar nesse área.

Simulação de oceanos com Eevee

A simulação de oceanos ou grandes superfícies de água é sempre um desafio para qualquer tipo de renderizador, seja ele proprietário ou de código aberto. O Blender já possui uma poderosa engine capaz de simular os mais diferentes e complexos efeitos relacionados com líquidos.

Com o surgimento do Eevee as possibilidades e velocidade com que você pode criar simulações baseadas em fluidos aumenta de maneira significativa. Quer um exemplo? Veja essa animação publicada pelo REYES Digital Studio, em que eles mostram como fica a simulação de fluidos renderizada com o Eevee.

O material foi compartilhado no Twitter do estúdio e funciona mais como uma prova de conceito do que o Eevee pode fazer em termos de animação com física.

Só para lembrar que é provável que o render seja em tempo real, mas as animações e movimento do fluido no Blender precisa ser processado com antecedência.

Quem já precisou criar esse tipo de animação sabe que o Bake da física pode demorar tanto quando o render. Mas, pelo menos agora o render pode ser realizado de maneira instantânea.

Quer aprender a usar o Blender? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos gratuitos sobre o Blender, que podem ajudar você a começar com o software.

Netflix compra animação feita com Blender por US$ 30 milhões

O mercado de animações produzidas com o Blender acaba de receber uma notícia que pode mudar a maneira com que artistas e estúdios adotam o software. Um longa metragem animado chamado Next Gen foi negociado com a Netflix por uma quantia de US$ 30 milhões, que é um recorde para projetos feitos totalmente no Blender.

A notícia da negociação do projeto com a Netflix não é nova, mas apenas agora chegam detalhes sobre a produção que foi toda desenvolvida pelo Tangent Studio no Canadá. Mas, possui financiamento e direção de uma empresa da China.

Que animação é essa? O projeto se chama Next Gen:

Para ter uma idéia melhor de como é o projeto, aqui está p trailer:

Como você pode perceber pelo trailer, a estética do projeto é muito semelhante ao que encontramos nos mercado de entretenimento animado. É uma animação que poderia se muito bem produzida por DreamWorks ou Pixar.

Mas, é totalmente produzida com Blender e renderizadas com Cycles. Os artistas do Tangent Studio estão dando entrevistas e confirmando o uso do software na produção. Segundo a equipe, foram feitas modificações no código fonte do Blender, para otimizar a produção.

Essas alterações devem, em breve, ser incorporadas ao próprio Blender.

É um marco importante para o Blender do ponto de vista comercial, pois mostra como o software pode ser usado para criar entretenimento com estética idêntica ao que encontramos em softwares proprietários. Quer a melhor parte? O Blender é gratuito.

Caso você queira começar com Blender, use os recursos do EAD – Allan Brito como o pacote Animação COMPLETA, que usa o Blender como base.

Fontes: Cartoon Brew a CG Society

Download gratuito de móveis estilo retro

O realismo nem sempre é o objetivo principal dos projetos de modelagem, pois algumas vezes um estilo mais estilizado pode ser o mais indicado. É o caso de projetos relacionados com animação e também jogos digitais. Quer fazer o download de móveis estilo retrô estilizados?

Um artista chamado Alberto Hernandez, compartilhou na sua página do Behance uma pequena coleção gratuita de móveis estilo retro estilizados. Os móveis não tem como objetivo serem realistas, mas sim representar um estilo mais aproximado de algo “cartunesco”. É o tipo de objeto que fica perfeito em animações de personagens, seguindo o mesmo estilo.

móveis estilo retro

Ao visitar a página, você vai encontrar no total cinco modelos de móveis estilo retro. Entre os móveis estão:

  • Televisor
  • Fogão
  • Geladeira
  • Lavadora
  • Fogão (Versão com lenha)

O material está salvo no formato do 3ds Max 2014 e foram todos renderizados usando o Corona Render. Mas, para a felicidade de muitos artistas que não possuem uma licença do 3ds Max o artista compartilhou versões dos arquivos em formato OBJ e FBX.

Isso significa que você pode fazer o download dos móveis estilo retro, e usar o material em praticamente qualquer software que tenha suporte para esses formatos. Os arquivos OBJ são aceitos na maioria dos softwares.

Os arquivos dessa coleção com móveis estilo retro estão disponíveis por um link do Dropbox, que é do autor dos arquivos. Por um lado, isso garante que o download será rápido. Mas, significa também que a qualquer momento o link pode deixar de funcionar. Caso você queira garantir o download dos móveis estilo retro, recomendo fazer a cópia de imediato.

E se o autor não tivesse disponibilizado alternativas em OBJ ou FBX? Nesse caso, você teria que seguir esse guia sobre como converter arquivos MAX sem o 3ds Max. Mas, não é garantido que funcione para todos os modelos 3d.

Aprenda a usar os móveis estilo retro

Quer aprender a usar e aplicar esse tipo de móvel nos seus projetos? Seja com o uso de animação ou outros recursos, é possível trabalhar com os mais variados estilos visuais. No EAD – Allan Brito você encontra cursos e treinamentos que ajudam você a usar e criar esse tipo de material: