Na próxima semana vou começar a lecionar uma disciplina chamada Composição e efeitos em vídeo, como a principal ferramenta utilizada nessa disciplina será o Adobe After Effects, comecei a fazer algumas pesquisas para me atualizar em relação à versão CS3, já que nas últimas vezes em que trabalhei com a ferramenta foi na versão 7. Enquanto estava fazendo as pesquisas, descobri uma introdução em vídeo para as novidades da versão CS3, na verdade é uma vídeoaula sobre o after effects CS3. O tutorial está dividido em vários arquivos, correspondendo cada um deles a um tópico específico sobre o [BP:215]After Effects[/BP], não ache que é pouca coisa não. O tempo total do vídeo é de aproximadamente 1 hora e 20 minutos.

After Effects CS3

Veja alguns dos tópicos abordados no vídeo:

  • Novos recursos de animação
  • Shape Layers
  • Path operations
  • Photoshop layer styles
  • Vanishing Point 2.0
  • Color managment

Algumas coisas que me chamaram a atenção nessa nova versão foram a melhor integração com o Flash e uma melhoria na organização da timeline. Sim, caso você nunca tenha utilizado o After Effects, devo dizer que ele possui uma das timelines mais complexas e confusas, entre todos os softwares de animação que já utilizei.

Mesmo sendo uma ferramenta da Adobe, as pessoas que já tem experiência com o Photoshop ou Premiere, encontram muita dificuldade para começar a trabalhar com o After Effects; primeiro pela sua complexidade natural, afinal de contas uma ferramenta de efeitos especiais em vídeo como ele tem muitas opções de configuração. Segundo, aquela timeline tem muito botão!

Deixando as dificuldades do After Effects de lado, vamos falar de coisas boas. Um dos novos recursos dessa versão, que está totalmente integrada com o Photoshop CS3 é o Vanishing Point 2.0, que permite marcar os pontos em perspectiva em uma fotografia, para mover essa câmera em 3D, como se estivéssemos fazendo uma animação.

Não tem idéia de como funciona? Pois veja esse vídeo:

O que aconteceu aqui foi o seguinte, os pontos de fuga foram marcados na fotografia ([BP:215]Photoshop CS3[/BP]), depois essa informação foi passada para o After Effects, uma câmera virtual fez a passagem. Repare como em alguns momentos somos enganados, achando que é um ambiente 3D. Quando a câmera passa na lateral da composição percebemos que se trata de uma imagem. Para fazer animações em 3D de cenários virtuais essa ferramenta será de grande ajuda, mas é preciso tomar cuidado com a câmera, para não transparecer que o ambiente não é 3D.

Essa ferramenta é abordada na vídeoaula indicada no início do artigo. Apesar de a narração estar em inglês é possível entender bem os exemplos.