Entrevista com José Fernando Reinicke

Como havia prometido durante a última semana, hoje estou publicando a entrevista que fiz por e-mail, com José Fernando Reinicke, autor de recém lançado livro Modelando personagens com o Blender 3D. No artigo que publiquei na última semana, fiz uma breve análise sobre o livro com base no sumário. Com a entrevista, você poderá conhecer um pouco mais sobre o autor e como é o trabalho dele com o Blender 3D.

Para ilustrar a entrevista, o Reinicke gentilmente cedeu alguns dos seus trabalhos de modelagem, assim você pode conhecer ainda mais o trabalho dele. As imagens ilustram bem a habilidade e qualidade da modelagem do autor, o que deixa o livro sobre modelagem de personagens com Blender, ainda mais interessante. Estou aguardando ansioso pela minha cópia!

Quero agradecer ao Reinicke novamente pela gentileza em responder as perguntas. Espero que com essa pequena entrevista, a comunidade de usuários brasileiros de Blender, possa conhecer melhor o seu trabalho e os motivos que o levaram a escrever um livro sobre Blender.

Reinicke 01

1. Como é a sua experiência de trabalho com o Blender? Quando você começou a usar o Blender?

Minha experiência de trabalho com o Blender é a melhor possível e mais recente do que se imagina. Possuo um bom conhecimento em CG, principalmente na área de modelagem de personagens, mas que vem de longos anos como usuário de 3DS Max que é também um excelente software 3D. Comecei a usar o Blender quando vi pela primeira vez o anúncio do livro Blender 3D – Guia do Usuário, e comprei o mesmo pela internet. Portanto é bem nova minha experiência. Hoje, o Blender é para mim o melhor software para a modelagem de personagens, seja pela versatilidade e eficiência de suas ferramentas ou, pelo que considero um ponto muito importante, que é a rapidez e a facilidade com que consegui transportar todo o conhecimento adquirido de outro programa para dentro dele.

Reinicke 02 - Blender 3D

2. Como surgiu a idéia de escrever um livro sobre Blender?

A idéia surgiu da necessidade. Primeiramente a minha, em aprender como funcionavam as ferramentas de modelagem no Blender. Isto foi se solidificando com a rapidez com que aprendi a modelar no programa e mais tarde, quando percebi a necessidade de outros usuários em encontrar um material mais completo e específico sobre o assunto, em português. Então decidi escrever o livro.

3. Qual o público alvo do livro Modelando Personagens com o Blender 3D? Como os usuários iniciantes e avançados podem se beneficiar com o livro?

O livro é dirigido a todas as pessoas que tem o desejo real de conhecer e/ou se aprofundar um pouco mais na modelagem de personagens dentro do Blender. O único requisito para um bom aproveitamento no acompanhamento dos exercícios do livro, é o básico: interface, navegação e manipulação de objetos. O livro tem como objetivo maior a descrição de todo o processo levando o leitor e usuário a desenvolver uma metodologia própria para uma modelagem com mais consciência e menos adivinhação. Apesar de gostar bastante dos modelos criados para os exercícios do livro, o resultado estético tem um papel secundário em todo o processo.

Reinicke 03 - Blender 3D

4. Quais as principais técnicas abordadas no livro?

Basicamente são as técnicas de Box Modeling e Poly Modeling. O livro se divide em três partes: A primeira parte é uma brincadeira que mescla essas duas técnicas e visa um primeiro contato do leitor com as ferramentas, mostrando inclusive o funcionamento de ferramentas alternativas na modelagem, como Retopo e uma pequena introdução ao Sculpt Mode. A segunda parte apresenta a modelagem de um personagem de corpo inteiro por meio de subdivisões de superfície, utilizando como base uma geometria primitiva do programa. E a terceira parte do livro, que é minha técnica preferida, descreve a criação de uma cabeça humana em estilo mais realista, utilizando a modelagem por extrusão, construindo a malha polígono por polígono.

Reinicke 04 - Blender 3D

5. Um artista que use Blender como ferramenta de modelagem, tem alguma vantagem competitiva?

Todas. Acho que neste caso, a competitividade está totalmente relacionada á resultados, mais especificamente á qualidade final do trabalho. Um pintor não utiliza determinado tipo de tinta, simplesmente pela beleza de sua embalagem, mas sim pela percepção de que aquele determinado material lhe proporciona resultados satisfatórios. A licença de um software custar 3 ou 4 mil dólares, não traz nenhuma garantia de qualidade. Pode-se atingir os mesmos resultados com um software gratuito, por exemplo… como o Blender.

6. Qual mensagem você deixaria para os usuários de Blender, interessados em ler o seu livro?

Vejo pessoas desistindo de aprender modelagem, um dia antes de aprenderem a modelar… A mensagem que deixo, não só aos usuários interessados em ler o meu livro, mas a todos os interessados em aprender cada vez mais sobre esta poderosa ferramenta 3D que é o Blender, se resume na palavra “persistência”.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

13 comentários sobre “Entrevista com José Fernando Reinicke”

  1. Excelente entrevista Allan e parabéns pelo seu livro José Fernando, já vi que tem o livro na Livraria Cultura onde adquiri o livro do Allan e logo vou mandar vir um exemplar do seu para Portugal! 😉 Um grande abraço!

  2. Comprarei o livro mestre! Já podemos compartilhar do conhecimento deste renomado artista.

  3. Persistência é uma qualidade que precisamos alimenta-la, mas é muito importante saber que tem alguém que forneça este alimento de qualidade. Gostei da entrevista. Parabens pela iniciativa. Já sei que o livro é excelente.

  4. Comprei o livro, e não faz 30 minutos que ele acabou de chegar. Estava dando uma olhada nele, só não gostei que ele não ensina texturização. Aí é fogo, mas o resto é massa.

  5. Olá mestre Reinicke 🙂

    Li seu livro e gostaria de parabeniza-lo pela excelente qualidade dos textos explicativos (boa didática) e de sua técnica de modelagem.

    A conclusão na qual eu cheguei ao final dos exercícios do livro é que seguindo suas dicas cada modelador 3D conseguirá desenvolver seu próprio estilo criativo, respeitando as orientações sugeridas durante o processo de modelagem no seu livro.

    Parabéns!

    E que venham muitos outros livros de sua autoria.

    \__/
    (oo)
    _||_
    erick

  6. Olá Allan, muito boa a entrevista comecei a trabalhar recentemente com o Blender e já obtive ótimos resultados tanto com o seus cursos quanto com os livros.
    Mas esse livro está sempre esgotado, será que tem alguma previsão de uma nova edição? Abraço.

  7. Obrigado, por esta excelente entrevista.

    Me sinto mais motivado a continuar aprendendo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *