Clicky

Como integrar modelos 3d no Rhino 3D, AutoCAD 2009 e Revit 2009

A integração entre diferentes ferramentas 3d sempre foi um dos pontos cruciais em qualquer projeto de modelagem, pois as deficiências na importação ou exportação desses modelos, pode economizar ou gerar muito retrabalho. Ainda conheço muitas pessoas que trabalham com modelagem de projetos arquitetônicos, usando o AutoCAD para a modelagem e o render é feito no 3ds Max. Em minha opinião ainda é mais vantajoso usar o mesmo software para a modelagem 3d e renderização, para evitar esse tipo de perda.

O problema é que na modelagem, as pessoas não se preocupam em usar apenas um tipo de objeto para a construção dos modelos 3d, como sólidos ou superfícies. Assim, quando o modelo 3d é importando no software 3d para a renderizacão, a maioria dos casos é necessário editar a geometria, para corrigir problemas nos objetos. Outro ponto fundamental, a divisão e organização do modelo, de acordo com os materiais e texturas usadas. Em suma, usar mais de um software para o projeto, sempre é mais complicado.

Para as pessoas que costumam usar esse tipo de metodologia com freqüência, encontrei um tutorial que mostra uma integração perfeita para projetistas e desenhistas envolvidos com projetos de design e arquitetura. O tutorial mostra o melhor procedimento para integrar um modelo 3d elaborado no Rhino 3D com NURBS, e usando o AutoCAD 2009 como ponto, importar o objeto no Revit 2009 sem perda de propriedades.

O tutorial sobre Rhino, AutoCAD 2009 e Revit pode ser encontrado em vídeo, nesse link.

O modelo 3d representa algo semelhante a um edifício com design arrojado, construído com base em superfícies NURBS. Caso o artista decida apenas exportar o material do Rhino para o formato DWG, o que vai acontecer é que todas as curvas são transformadas em polígonos. O resultado será um objeto todo quebrado e com faces confusas, péssimas de trabalhar e editar.

No tutorial, o autor usa um formato chamado SAT que serve como ponte para o AutoCAD. Assim que o modelo 3d é importado no AutoCAD podemos perceber que tudo foi importado como sólido do próprio AutoCAD. Portanto, não é necessário fazer absolutamente nada, senão salvar o modelo 3d em DWG e importar no Revit.

No final do tutorial o autor ainda mostra como é possível usar algumas das ferramentas para estudar a volumetria de projetos, usando o modelo importado do Rhino 3D.

2017-04-11T10:33:19+00:00 By |CAD|0 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixar Um Comentário