Tutorial Autodesk Maya: Criando explosões com uso de fluidos

O uso de sistemas baseados em simulações de fluidos não servem apenas para representar líquidos, podendo ter aplicações em diversas áreas, principalmente nos efeitos atmosféricos. Isso se explica pela dinâmica com que diversos dos fenômenos atmosféricos acontecem, fazendo com que as ferramentas que simulam fluidos possam ser usadas para criar fumaça, neve, neblina e explosões. No Maya 2009 existe um poderoso simulador de fluidos que pode gerar exatamente esse mesmo tipo de efeito, com a ajuda de diversos padrões prontos adicionados pela Autodesk para facilitar a criação de animações e efeitos avançados de maneira bem rápida. Por exemplo, essa semana você deve ter visto nos meios de comunicação uma avalanche de documentários e matérias sobre a chegada do homem a Lua.

No material em animação que é exibido sobre temas como a exploração espacial, é necessário usar uma boa combinação de efeitos para conseguir criar as animações dos foguetes e principalmente dos propulsores. Se você quiser aprender a fazer esse tipo de animação usando o sistema de fluidos do Maya, encontrei um tutorial muito bem ilustrado mostrando os procedimentos necessários para criar um efeito semelhante ao mostrado abaixo:

tutorial-explosoes-autodesk-maya-2009-fluidos.jpg

Esse efeito foi criado com o uso dos fluidos dinâmicos do Maya, que é um dos três tipos de fluidos suportados pelo sistema. A vantagem desse tipo de fluido é que ele segue as regras de interação e comportamento físico dos fluidos, reagindo com colisões e gravidade. Ainda existem outros dois tipos de fluidos disponíveis no Maya que são os fluidos não dinâmicos e os destinados a grandes superfícies de água, ideais para representação de lagos e do mar.

O tutorial com a descrição do procedimento necessário para criar o efeito de explosão com o Maya pode ser visualizado aqui, com uma pequena ajuda da tradução automática do Google, pois o tutorial original está em Chinês! Sim, mas como o autor escreveu muito pouco no tutorial e se concentrou nas figuras, podemos acompanhar sem maiores problemas a configuração efeito.

A parte mais importante sobre esse tipo de simulação no Maya é a criação de um fluid container, que funciona da mesma maneira que o Gizmo no 3ds Max, delimitando a área em que efeitos atmosféricos acontecem no software. Existem dois tipos de containers no Maya, que são os containers 2d e 3d. Para esse tutorial o autor usou o container 3d.

Mais informações sobre o uso de fluidos no Maya 2009, podem ser consultados de maneira gratuita no help online do Maya que é muito completo.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Tutorial Autodesk Maya: Criando explosões com uso de fluidos”

  1. Srs,

    Sou aluno Universitário e o meu professor quer um trabalho com animação em Blender para a prova, estou lendo tutorias e tendo fazer, mais realmente para quem está começando é um pouco complicado. Seria possível me enviar alguma animação, não precisar ser top de linha, para me ajudar.

    No aguardo.

    Daniel Guimarães dos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *